Anda di halaman 1dari 6

A Fundação Secreta da América

A Fundação Secreta da América, Por Nicholas Hagger , foi publicado em


2007. É um dos primeiros "mainstream" livros para lidar com os maçons
e os Illuminati e seu papel na fundação da América.

O autor é um historiador acadêmico que tem


escrito mais de vinte livros sobre literatura,
história e filosofia. Ele tem escrito para o
Times de Londres. A edição de capa dura , que
parece ter sido direcionada a um público
mainstream, vale a pena ler . Os editores do
livro fez com que o livro foi lançado a tempo
para o 400 º aniversário do desembarque de
Jamestown.

Entre os autores controverso mencionados


pelo Hagger , em sua seção de fontes, são
Baigent, Leigh e Lincoln (Holy Blood, Holy
Grail) Webster Nesta , (Sociedades secretas e
movimentos subversivos) Senhora
Queensborough, (Occult Theocracy) Quigley,
Carroll (Tragédia e Esperança) Knight, Stephen
(A Irmandade) E Epperson Ralph (A Mão
Invisível).

Em um trabalho anterior, intitulado O Sindicato ( 2004 ) referências


Hagger de outros autores notáveis e pesquisadores, como G. Edward
Griffin.

Acreditamos que este tipo de livro que investiga as sociedades


secretas , e que é escrito por um acadêmico, está entre os primeiros de
muitos que virão . Os chamados "conspirativa" indivíduos estão se
tornando popular e mais e mais pessoas estão fazendo perguntas
vexatórias e penetrante sobre a história e sobre o qual a humanidade
está se dirigindo. ceticismo da humanidade está aumentando e as
pessoas não estão claramente como conteúdo que uma vez estavam
apenas indo junto acreditar que eles foram informados sobre a história e
o mundo a partir de fontes convencionais.

Esta viragem da maré não passou despercebido pelos poderes


constituídos. No passado, o estabelecimento mudou-se para os autores
silenciar e reprimir da literatura , que expôs os grandes segredos sujos
de religião e política. Em certa medida, tal supressão continua. No
entanto , o estabelecimento começou a usar uma outra tática . Já
começou , sempre de forma gradual , para cooptar abertamente com o
polêmico assunto. A nova tática foi adotada porque o poder - corretores
têm finalmente percebeu que eles não podem inteiramente suprimir a
verdade. Ultimamente, eles parecem ter decidido apresentar a
informação controversa de uma forma higienizado por meio de
escritores sob seu controle e das instituições dentro de suas decisões. O
trabalho desses autores não representa grande ameaça alguma. Suas
idéias higienizado sobre os males do status quo pode seguramente ser
apresentado às massas. Essa estratégia é eficaz. Ele garante que os
professores reais permanecem suprimidos ou no fundo. É o seu hard-
ganhou informações que é astuciosamente tomadas e artisticamente
embalados e apresentados perante o mundo pelas editoras mainstream
e oráculos media . Os homens que suaram para essa informação , que
morreu pobre, cujas vidas foram ameaçadas e cujas reputações foram
destruídas , são ainda desconhecidos , enquanto os acadêmicos
afluentes e complacentes, possivelmente, escolhidos a dedo para o
trabalho e feito para parecer ousado e polêmico, são promovidos . Eles
conseguem e apreciar os holofotes da mídia.

É triste que tantas grandes obras no mesmo patamar ou superior a A


Fundação Secreta da América estão esgotados ou difíceis de encontrar.
É triste que os americanos possam viver suas vidas sem saber os nomes
dos grandes patriotas literários que trabalharam tão duro contra todas
as probabilidades inimagináveis para passar a mensagem sobre os
perigos do sionismo e fascismo, e sobre assuntos como a Maçonaria e o
"Nova Ordem Mundial " das sociedades secretas , que agora possuem e
controlam os Estados Unidos da América.

À luz dessa escassez de informações , recomendamos dois excelentes


livros Nicholas Hagger do - Fundação O Segredo da América e O
Sindicato . Apoiamos e referência qualquer livro , filme ou documentário
que consegue ficar mais ao povo a verdade sobre suas instituições
religiosas , políticas e financeiras , e sobre as personalidades tímidos
trabalhando nos bastidores dos assuntos do mundo . Hagger expressa
de maneira clara e concisa como a Maçonaria e o Templarismo insinuou-
se na vida política e social americana. O seu livro contém informações
que reforçam a nossa crença de longa data sobre a cumplicidade de
Benjamin Franklin. Hagger mostra que este "Pai" da América foi de fato,
como sempre defendi , um fantoche dos Illuminati. E para que a
revelação só nós somos gratos que este livro está em circulação.
Apresentamos aqui algumas das passagens mais importantes deste livro
interessante e recomendável :

Espanha em Cena
A Flórida foi visitada pela Espanha durante a segunda viagem de
Cristóvão Colombo em 1493 ... A Espanha estava agora na competição
para a América : John Cabot tinha “reivindicado” a América do Norte
para a Inglaterra em 1497 e 1498, e Américo Vespúcio “descobriu” a
América do Sul e afirmou que para a Espanha no 1499 - p. 63

Santo Agostinho foi o posto mais setentrional do império colonial


espanhol de 256 anos , entre 1763 e 1783, quando pertencia à
Inglaterra. O floridanus tornou-se espanhol mais uma vez de 1783 até
1823 , quando a Flórida se tornou americano sob Andrew Jackson.
Assim, os católicos espanhóis podem reivindicar ser o plantadores de
primeiro na América 42 anos antes da liquidação Jamestown 1607 - P. 78

A Companhia de Virgínia

Eu declarou na incorporação da Companhia da Virgínia em Novembro de


1606 que iria trazer glória na propagação de " religião cristã para tais
pessoas, ainda vivem na escuridão e ignorância miserável do verdadeiro
conhecimento e adoração a Deus. " Ele ordenou que o presidente da
Companhia de Virgínia e do Conselho deve assegurar que a " verdadeira
Palavra e de serviço de Deus ... ser pregado, plantada e usada de
acordo com os ritos e doutrinas da Igreja da Inglaterra " - p. 33

Em 1606, a Companhia de Virgínia de Plymouth tinha recebido uma


carta de James I, para colonizar a costa norte da Virgínia, de 38 graus a
45 graus norte de latitude, norte pai do que a Companhia da Virgínia do
território de Londres. de maio , enviou dois navios para a Nova
Inglaterra - o " Presente de Deus " sob o capitão George Popham e "
Maria e João " sob o capitão Raleigh Gilbert - P. 39

O trabalho da empresa foi realizado a um custo elevado com pouco


retorno - não foi encontrado ouro - durante os anos antes de plantações
de tabaco e do tráfico de escravos começou. Na verdade, esse trabalho
poderia ter sido um fator causal na definição de uma tendência dos
donos de escravos no Sul dos EUA . A empresa estabeleceu o padrão do
sul da dona de terras, escravidão e exploração de nativos americanos -
p. 61

Até o final de 1620, quando a população da Virgínia era 2500 , a maior


parte da energia dos colonos estava indo para a exportação de tabaco.
de tabaco plantadores importou escravos da África, que estavam sob o
controle direto de seus mestres. O Isabelino desembarcou valores
introduzidos pelos 1607 plantadores de teve uma nova forma , como
servos feudais chamados os escravos eram agora ligado à terra. Até a
década de 1660 o número de escravos começou a subir e 1670 a
população da Virgínia, havia subido para 35.309 . A ' donos de escravos
"cristianismo cresceu, e um "escravo -holding ' da religião que não tinha
nada a ver com o cristianismo de Cristo - P. 61

Cecil

... em meados de dezembro de 1606, a Primeira Virgínia Company, que


foi dominada por Robert Cecil , a padroeira principal da Virgínia London
Company e principal impulsionador da criação da Companhia da Virgínia
, cujo pró- Deus-Homem , Christopher Newport, a almirante - p. 35

Maçonaria na América precoce

Desde os dias de plantio muito cedo a Maçonaria se espalhando por


todo o Novo Mundo como uma tensão excessiva de um novo vírus ,
apresentou-se como um método pelo qual a união pode ser alcançado ...
Sua rede de sociedades secretas oferecidas hierarquias em que todos
podem subir, encontrar uma lugar, participar de rituais que atraiu nas
culturas anteriores , encontrar os maçons influentes social e expressar
as idéias por trás de portas fechadas, um contexto útil de
confidencialidade em que todos os que questionavam o domínio colonial
britânico poderia funcionar sem medo de ser traído às autoridades
coloniais. Maçonaria chegou a ter um enorme ascendência sobre a
América cedo - p. 84

Francis Bacon

Foi alegado que a Maçonaria é muito antiga e remonta a diversas do


século XV aC, o Egito de Tutmés III, do século X aC, Israel de o sábio
governador Salomão, e, mais recentemente , para os pedreiros
medievais e construtores de catedrais de York em 926 e em Colónia , no
século XII . Seja como for , é muitas vezes declarou que Inglês
Maçonaria foi fundada por Francis Bacon que, em 1579, quando tinha 18
anos , viu a necessidade de estudos para ser secreto entre ' posse
irmãos de armas '- p. 85

Anthony Bacon

É difícil acreditar que o Bacon de 18 anos só fez a Maçonaria até , sem


ser influenciada por qualquer modelo anterior. Manly Palmer Hall afirma
que ele foi iniciado em uma sociedade secreta , em Navarra , na França.
Seu irmão Anthony funcionou um serviço de informações para o Conde
de Essex lá e foi simpático com ... o rei protestante de Navarra , o futuro
Henrique IV, rei de França. Bacon viveu em Paris com Sir BLOPRESS
Paulet , o embaixador de Inglês para a França, e adquiriu um
conhecimento da corte francesa - p. 85
• Lembremo-nos que a França foi a sede dos Cavaleiros
Templários antes que eles se mudaram para a Inglaterra
após a conquista de William I. Vamos lembrar também que
as famílias da elite dos Templários e os Cistercienses foram
ensinados pelos monges Culdean da Irlanda. (Para obter
mais informações sobre isso, ver As origens irlandesa da
civilização , Vols. 1 e 2). Bacon e os outros dignitários
mencionadas ao longo do livro Hagger , servido de alvenaria
e Templarismo independentemente de terem sido
nacionalmente Inglês, espanhol , francês ou americano. é
apontado por Hagger. No entanto, é a principal coisa a
lembrar . O país de nascimento , como a religião
professada , aparentemente seguiu, são supérfluos por trás
da pousada portas. Eles foram, então , e agora , apenas de
camuflagem social.

Bacon, Dr. Dee, e na América

... Bacon jogou o peso do seu grupo por trás dos planos de Inglês para
colonizar a América. Ele olhou de volta para John Dee , o mago
renascentista que incentivara a viagem à América , na crença de que
uma comunidade utópica poderia ser estabelecida no Novo Mundo - p.
89

Bacon, " Nova Atlântida "

"Nova Atlântida" foi de cerca de Utopia no Novo Mundo . Ela escondeu a


Doutrina Secreta a criar um mundo novo e da democracia no seu
utopismo , e foi um projeto maçônico para a América ... Bacon sugere
que a Inglaterra pode se tornar uma Inglaterra israelita... a Maçonaria
Rosacruz pode ter se estabelecido na América em 1635 , quando
ausente obras de Bacon foram supostamente tomadas para Jamestown.
Estes podem ter incluído a sequela de "Nova Atlântida" de Bacon é o
pensamento de ter escrito . Este é acreditado para ter incluído um
calendário para o cumprimento do plano maçônico para os Estados
Unidos - p. 95

Puritanismo e Rosacrucianismo

Puritanismo , especialmente holandês puritanismo , foi fortemente


ligada ao Rosacrucianismo. John Wilkins , capelão Frederico V , estava
intimamente ligada à Rosacrucianismo no Palatinado e tutelados filho de
Frederico e Isabel quando foi enviado para a Inglaterra. co Wilkins
-fundador da Royal Society , quando o Colégio Invisível reuniram-se em
seus aposentos no Wadham College, Oxford, 1648-1659 , e ele tinha
uma profunda ligação com o puritanismo . Samuel Hartlib ... era o elo
entre Andreae e Oliver Cromwell, e foi a figura central de um grupo
invisível reforma para a Inglaterra ... Cromwell mesmo freqüentava uma
Rosacruz loja maçônica chamada ( estranhamente ) Coroa . Ele só
poderia ter ganhado a admissão se ele era maçom Rosacruz - p. 96

No início da Maçonaria nos Estados Unidos

Inglês maçonaria tornou-se formalizado na América na década de 1720 ,


a primeira década em que há relatos de americanas lojas baseado ... Em
1733 Rosacruz Maçonaria entrou formalmente norte-americano quando
St. John's Lodge foi criado em Boston. Ela se tornou a capital maçônica
de colônias americanas da Grã-Bretanha - p. 97

Benjamin Franklin e da Nova Ordem Mundial

... Rosacruz Maçonaria afetou o fundador da America através dos pais


fundadores do século XVIII. Benjamin Franklin, um menino de Boston,
que se mudou para Filadélfia , foi criado no negócio pelo Governador do
Real do que era agora uma colônia da coroa , Sir William Keith, em 1724
... Em fevereiro 1731 Franklin se tornou um maçom Rosacruz e em 1734
Provincial Grande Master of Pennsylvania. Ele trabalhou para a agenda
da Maçonaria um mundo - p. 98

Em 1753 Franklin se tornou vice- Postmaster General para as colônias, o


que significava que ele tinha acesso a todas as cartas e comunicações e
era com efeito um espião . ele foi admitido na Royal Rosacruz Society
para descobrir que o raio era a eletricidade. Em 1757 ele foi a Londres
para representar Pensilvânia em uma disputa ... e ele passou até 1762
na Inglaterra e França . Ele foi iniciado na Rosa-Cruz em Londres,
durante sua estada lá. Ele estava novamente na Inglaterra 1764-1775 e
descobriu o segredo baconiana Inglês da Maçonaria Doutrina para criar
um Novo Mundo ou "filosófica Atlantis " na América, o plano maçônico
que Bacon tinha escondido em sua "Nova Atlântida" - P. 98

Franklin e o Grande Selo dos Estados Unidos

Franklin convencido de Jefferson e Adams que eles devem usar um selo


maçônico que tinha entrado em sua posse - que agora é o Grande Selo
dos Estados Unidos. Maçonaria é , portanto, por trás do movimento de
independência e criou um conceito de independência e da estrutura que
se seguiria a independência - p. 99