Anda di halaman 1dari 8

20

perguntas para descobrir como APRENDER


MELHOR

Resultados

Processo de aprendizagem
SENTIDOS
Gosto de informações que eu posso verificar. Não há nada melhor para mim
do que aprender junto com a prática.

Tomada de decisões
ENTENDIMENTO (principal)
Busco entender coisas que outras pessoas já pararam de tentar entender. Ou
seja, resultados anteriores e a opinião das outras pessoas nem sempre são a
resposta, e eu sou capaz de enxergar isso. Assim foi com Einstein, quando ele
criou a teoria da relatividade num momento em que ninguém pensava nisso e
era muito difícil comprová-la.
Recomendações

Para melhorar sua


APRENDIZAGEM
1
Você possui grande capacidade de absorver os conhecimentos ensinados em
sala, mas precisa de um ambiente mais quieto para fixar os conhecimentos.

2
A maior parte do seu aprendizado ocorre depois da aula, quando você
relembra e reflete sobre o que foi falado. Aproveite bem esses momentos.

3
É possível que você não goste ou não se sinta a vontade de tirar dúvidas
durante a aula, o que é perfeitamente normal. Nesse caso, anote as suas
dúvidas e pergunte diretamente ao professor ou um amigo após a aula.
Pesquisar em um livro ou na Internet também pode ajudar.

4
Normalmente você deve preferir estudar sozinho, lendo bastante. Assim, não
se intimide se preferir recusar convites para estudar em grupos maiores, esta
técnica pode não funcionar tão bem para você.

5
Esteja sempre aberto para tirar dúvidas dos colegas, isso pode ajudar a fixar os
seus conhecimentos.

6
Você é mestre em prestar atenção nos detalhes. Ao perceber algo interessante,
comente com o professor ou outro aluno. Muitas vezes, os outros nem
perceberam e ficarão surpresos, e isso vai ajudar a lembrar sobre o que
aprendeu.

7
A sua memória visual é fantástica. Ao estudar por livro, lembrar da posição do
texto em relação à página pode ajudar muito a lembrar do conteúdo.

8
Assuntos que podem ser associados a alguma experiência que você já tenha
vivido são muito mais fáceis de serem aprendidos. Pergunte ou pesquise sobre
as aplicações práticas do que está aprendendo.

9
Os movimentos da sua mão são como portas para a sua memória. Logo,
escrever pode ajudar muito durante o estudo ou durante a aula.

10
Você aprende muito ao trocar argumentos em discussões. Porém, algumas
pessoas podem confundir essas discussões com brigas, ficando ofendidas.
Assim, mesmo que tenha certeza de que está usando a lógica correta, tome
cuidado com as palavras e o tom de voz. Fazendo isto, você será sempre
ouvido.

11
Você tem a habilidade natural de formar opiniões rapidamente, independente
das opiniões e reações das outras pessoas. Essa habilidade forma grandes
líderes. Saiba apenas que mudar de opinião não é uma vergonha. Caso entenda
que pensou de forma errada, corrigir a si mesmo é visto como um sinal de
sabedoria e humildade.

12
Justiça é um valor muito importante para você. Todos sabemos que não é justo
que você saiba responder a uma pergunta, mas não teve oportunidade de fazer
isso e outro aluno respondeu no seu lugar. Situações como essa acontecem
não por falta de interesse em fazer justiça, mas por acaso ou falta de atenção.
Converse com o professor caso não se sinta bem com algum acontecimento
em sala de aula.

13
Já notou que você costuma terminar seus trabalhos no último dia do prazo?
Isso acontece porque você tem preferência em buscar mais informações e
investigar outras atividades ao mesmo tempo, deixando para terminar cada
coisa no momento final. Atividades sem prazo então podem nunca ser
terminadas. Procure sempre saber quais são os prazos antes de iniciar uma
atividade e estabeleça prazos pessoais para as atividades longas demais.

14
Você tem facilidade em mudar o foco da sua atenção a qualquer momento.
Muitas vezes você vai lembrar de responder a um amigo ou rever um vídeo no
momento em que está fazendo o dever de casa. Isso é normal e faz parte da
sua forma de raciocinar. E isso tem nome, chama-se procrastinação. Isso ajuda
a buscar novos pontos de vista e novas informações, mas dificulta a entrega
das atividades no prazo. Busque equilibrar o quanto você procrastina.

15
Muitas pessoas como você gostam de estudar ouvindo música ou vendo
televisão. O conhecimento comum diz que isso atrapalha, o que é verdade até
certo ponto. Considere que a sua cabeça é um turbilhão de ideias, e com ou
sem distrações, você vai pensar em mil coisas ao mesmo tempo. Isso é
normal, mas serve como ponto de partida para uma hora você se concentrar e
terminar o dever de casa. Afinal, não há problema em demorar pra terminar o
dever de casa se você consegue terminar no prazo. E melhor fazer isso se
divertindo do que se torturando, não é mesmo? Invente o método que funciona
melhor e sem tortura!
Para professores de alunos com
SEU PERFIL
1
Alunos desse grupo costumam ser mais calados durante a aula. Evite forçá-los
a falar no meio de uma aula, pois estão constantemente processando as
informações recebidas.

2
Ao notar que estão com alguma dificuldade, pergunte pessoalmente em um
momento livre. Para eles, é mais fácil conversar entre poucas pessoas.

3
Compartilhar seus materiais interessantes pessoalmente irá fazer que se sintam
especiais. Eles são muito determinados nesses momentos, aproveite.

4
Aulas em vídeo são excelentes para este grupo, pois eles terão todo o tempo
que precisam para pausar e pensar sobre o que está sendo falado.

5
Os alunos que se destacam podem ser ótimos disseminadores de
conhecimento. Peça que ajudem outro colega. Individualmente, de
preferência.

6
Entenda que alguns membros deste grupo podem ter dificuldades para
trabalhar em grupo. A habilidade de trabalhar bem em grupo é importante
para todos, mas tente não fazer com que dependam do grupo para se
destacarem.

7
Os alunos deste grupo preferem materiais apresentados de uma maneira
detalhada e ordenada, como seguindo um sumário.

8
São realistas e práticos. Confiam nas experiências passadas para resolver
novos problemas.

9
Podem ter dificuldade para entender conceitos abstratos. Tente contornar esta
dificuldade estabelecendo experiências concretas. Essa experiências podem
vir de um jogo, fotografias, músicas, exercícios, ou de uma anotação escrita
por eles.

10
Destacam-se em atividades físicas. Os melhores esportistas da turma estarão
nesse grupo.

11
A decoração do ambiente de aprendizagem tem grande influência para esse
grupo. Evite o uso de elementos distratores, como quadros ou fotos, e use
elementos relacionados ao que está sendo aprendido ou decorações neutras.

12
Cartões com resumos sobre a matéria ajudam muito na memorização do
conteúdo.

13
Gostam de ser elogiados pela sua independência e realizações. Também são
excelentes em formar opiniões rapidamente. Pergunte a eles que opinião
possuem sobre assuntos que acabaram de ser apresentados.

14
São honestos, diretos e justos. Assim, vão ser os primeiros a falar que não
gostam de algo ou alguém. Mas também são os primeiros a elogiar uma
decisão inteligente ou um professor que admiram.

15
São convencidos pela lógica. Bons argumentos podem mudar a opinião deles.
Ordens sem justificativa são fequentemente ignoradas.

16
Possuem grande estabilidade emocional. Mas tomem cuidado: nem sempre
um comportamento quieto significa que não existe problema. Pode ser que o
problema esteja apenas escondido e a criança sofre sem saber como lidar com
isso.

17
Os alunos deste grupo tendem a desfrutar de situações onde podem competir.
Uma competição não precisa ter perdedores. Modele competições onde
poucos ganhadores são premiados, todos aprendem e nenhum aluno é
apontado como perdedor.

18
São frequentemente vistos procrastinando durante uma atividade. Isso
acontece porque gostam de manter um leque de opções aberto sobre a próxima
coisa a fazer, e, desta forma, coletar mais informações antes de tomar
decisões. Acreditam sempre que no final da atividade tudo vai se resolver e
vai dar certo. Enquanto isto pode ser excelente para um aprendizado
construtor e para criatividade, muitas vezes a procrastinação as levará para um
caminho sem volta. O caminho para resolver isso não é banindo a
procrastinação, pois isso limita a maneira de raciocinar desses alunos. No
lugar, apenas dê prazos mais condizentes com o tempo necessário para
realizar a atividade, com pouca folga.

19
Enquanto outros alunos resistem às mudanças, estes alunos praticamente se
jogam quando têm a oportunidade de conhecer novidades e surpresas.
Transforme as suas aulas nas surpresas que eles tanto gostam.

20
São mais adeptos a técnicas construtivistas de ensino. Por exemplo, adoram
atividades de experimentação, pesquisa, visitas de campo, filmes e debates.

21
Tornam-se ansiosos ao serem obrigados a escolher entre duas coisas boas.
Tomar uma decisão assim faz que acabem tendo que eliminar uma
possibilidade que ainda poderia ser explorada. A atitude mais normal para eles
é adiar as decisões o máximo possível. Se achar necessário tomar uma
decisão, tome você mesmo e comunique a eles. A aceitação será bem mais
tranquila.