Anda di halaman 1dari 13

O que é a psicanálise?

 A psicanálise é a busca por compreender a vida


psíquica, principalmente através da investigação
sobre o inconsciente.
 Esse processo se dá a partir de três dimensões: a
construção teórica, a prática clínica e os estudos
sobre a cultura.
Qual é o objetivo de um tratamento
psicanalítico?

 A psicanálise visa promover saúde psíquica, o que não


corresponde a eliminar sofrimentos, mas sim,
contribuir para que o paciente modifique sua posição
em relação ao sofrimento, interrogando-se, voltando-
se para si mesmo, descobrindo-se estranho a si
mesmo para assim redescobrir-se.
O que é a fantasia?

 A fantasia é um tema central para a psicanálise. Além


de todo o tempo que sonhamos quando estamos
dormindo, passamos boa parte de nosso tempo
despertos devaneando... Devaneios apaixonados,
devaneios de grandeza, devaneios agressivos... A
fantasia não é apenas um detalhe, um consolo, um
escape, um desvio de rota da realidade, mas sim, é
central para a formação do que somos, nos molda e
nos constitui.
Qual é a importância da fantasia para
a psicanálise?

 Freud criou a psicanálise ao perceber que por trás de cada


sintoma que fazia sofrer seus pacientes, havia uma história
a ser contada. O sofrimento era relacionado a fatos reais
vividos pelos pacientes e também por fantasias, desejos,
fatos imaginados, mas igualmente decisivos. Esse
sofrimento muitas vezes não encontrava espaço para ser
contado em palavras e, assim, receber reconhecimento.
 Assim, o tratamento psicanalítico é como um recurso para
a construção de sentidos, considerando que somos frutos
de nossas experiências, não de como elas efetivamente
aconteceram, mas de como a significamos, das versões
que criamos sobre o que nos acontece.
Freud era médico, neurologista. Decepcionado
com os limites da medicina de sua época para
explicar doenças como a histeria, decidiu recorrer
ao esoterismo e à bruxaria, aprendendo, assim, a
técnica da hipnose para entender melhor seus
pacientes e a técnica da interpretação dos sonhos
para ajuda-los prevendo o futuro dos sintomas.

Mito ou verdade?
Quando começamos a falar de nós mesmos e de nossa
vida, são comuns as armadilhas da distração... Logo
começamos a falar de outro assunto sem nenhuma relação
com o tema principal. Assim, uma das principais funções
do psicanalista é auxiliar o paciente a manter o foco em
sua queixa para que preste atenção no que relata sem se
distrair.

Mito ou verdade?
A principal diferença entre os profissionais que atuam com
a psicanálise e aqueles que atuam em outras linhas é a
postura: o psicanalista deve sempre manter-se sério,
distante e silencioso, dirigindo-se ao paciente o mínimo
possível.

Mito ou verdade?
Um bom psicanalista é aquele que pode ser visto
como um modelo de vida: entende bem a si
mesmo e, com isso, consegue adaptar-se bem aos
mais diferentes contextos para tornar-se bem-
sucedido e poder ser, assim, como um guia para
seus pacientes.

Mito ou verdade?
Freud optou pelo uso do divã porque
considerava desagradável e cansativo
ficar face a face com pacientes por
muitas horas todos os dias.

Mito ou verdade?
Quando um paciente se apaixona pelo
terapeuta, a melhor saída é
interromper o tratamento e indicar um
novo profissional. Não é possível que a
análise dê certo se a pessoa perder o
foco com as ilusões de uma paixão.

Mito ou verdade?
A psicanálise ajuda o paciente a se
conhecer melhor, para tornar-se uma
pessoa mais completa e para agir de
acordo com a sua verdadeira essência,
seu verdadeiro eu.

Mito ou verdade?
Freud explica.

Mito ou verdade?
Cada novo paciente atendido
reinaugura a psicanálise.

Mito ou verdade?