Anda di halaman 1dari 2

Fichamento:​ Análise de Discurso: ​A linguagem em questão​ (Eni P.

Orlandi)

Para a autora, a análise de discurso é a linguagem funcionando na prática, na relação


entre as pessoas que estão falando e ou se expressando. No primeiro parágrafo,
distingue-se alguns aspectos da linguagem para se chegar a essa conclusão de que a
análise discursiva é uma prática social que envolve mais do que os meros elementos
linguísticos e gramaticais, envolve a realidade material significada pela linguagem.

Chama-se a atenção para a capacidade das pessoas de significado a elas próprias e


a tudo aquilo que está seu redor e que seja possível de ser captado pelos sentidos e
raciocinado.

Uma reflexão possível é o fenômeno social decorrente da prática de falar, isto é,


quando uma pessoa fala, o que ela fala? para quem ela fala? como ela fala e onde ela fala?
Destaca-se as redes sociais, isto é, o espaço virtual e as formas de posicionamento pseudo
espacial das pessoas falantes, no ponto de vista do lugar virtual. O lugar virtual de fala,
implica a auto-imagem e a imagem da pessoa que ​fala.

"A análise de discurso concebe a linguagem como mediação necessária entre o


homem e a realidade natural e social.” Orlandi (2015, p. 13)
Resenha de Pedro Sobrino Laureano sobre ​Em Defesa das Causas Perdidas

O que diz a Obra de Zizek? Lógica Caleidoscópica (nenhum fenômeno social ou


natural resta não teorizado). Mas tal teorização não visa o ​Weltanschauung-visão de mundo
(visão de mundo que Freud tanto criticava na filosofia). O objeto de crítica de zizek e o
imaginário pós-moderno das diferenças e da pluralidade infinita - uma nova cosmogonia
presente nas grandes narrativas atuais, exprime o elemento ideológico no mundo atual (a
ideologia de uma era pretensamente pós-ideológica).
Cálculo funcional do prazer e do desprazer, modelo de subjetividade utilitarista,
resignificar a utopia política dos tempos atuais, continuador nostálgico do socialismo,
celebrador ingênuo das ditas diferenças harmonicas do multiculturalismo, termos do debate
político atual, ​repertório narrativo,

Não somos completamente absorvidos pela presença do mundo


unidade sintética da percepção