Anda di halaman 1dari 2

O o bjecto do direito constitucional vai ser a constituição que vai desse modo criar estruturas para

que o estado realize as suas tarefas, ee a constituição de uma forma mas simples que vai ditar as
regras do jogo num determinado Estado.

O direito constitucional vai estudar essa forma de organização do estado, ou seja ee um direito de
organização, que vai respeitar o modo de criação do estado, visto entretanto que o estado e a única
forma de sociedade politica que tem uma constituição.

Nesse âmbito dizemos que em sentito objectivo DC vai ser o conjunto de normas jurídicas, em
sentido subjectivo, vai ser o conhecimento dessas mesmas normas. Portanto ao direito
constitucional corresponde a ciência do direito constitucional ou seja a ciência jurídica que usando o
método jurídico ou dogmático visa reconstruir o direito constitucional como sistema normativo,
portanto ee a ciência normativa que procura apreender o sentido de certos factos socias, políticos…
através das normas que o regem.

Em suma a ciência do direito constitucional que vai ter como o objecto de estudo o estado, estado
este obviamente mediatizado pela constituição.

1. Nocoes da teoria geral de Estado

Por teoria geral do Estado entendemos como ciência que investiga e expõe os princípios
fundamentais da sociedade politica(estado), sua origem, estrutura, formas finalidades e evolução.

Conceito de Estado 3905, 5607 conta faculdade 5423464110003

São várias as teorias que defendem ou justificam a existência do Estado , a primeira vez que se falou
do termo estado foi no livro de maquiavel intitulado o principe de 1513, o Termo Estado
proveniente da palavra latim status que significa algo permanente, firme, foi muito usado pelos
Italianos para designar uma sociedade politica independente.

Quando surgio o Estado

Sob o ponto de vista de aparecimento do Estado das varias ou inúmeras teorias existentes para
justificar o seu surgimento podemos agrupa-las em 3 grupos:

1. O Estado sempre existiu: o Estado assim como a sociedade sempre existiram sempre que o
homem surgiu na terra ou seja desde que o homem vive sobre a terra, acha-se integrado
numa organização social dotada de poder com autoridade para determinar o
comportamento social de todo o grupo;
2. A sociedade humana existiu sem o Estado durante um certo período(evolução natural):
outros autores defendem que a sociedade nasceu antes do Estada e perdurou durante um
certo período, tendo posteriormente por diversos motivos se constituído Estado para
atender varias necessidades dos grupos sociais, ou seja o Estado ee produto natural da
evolução da sociedade humana e não podemos descartar a hipótese de que ela foi
precedidade de outros tipos de sociedades como clãs, tribos etc.
3. o Estado comm ideias bem definidas: alguns autores admitem como Estado a sociedade
politica de certas características bem definidas como a da soberania(poder máximo e
exclusico sobre um determinado território habitado por um povo) justificando essa ideia um
dos adpetos dessa tese Karl Schmidt diz que o conceito de Estado não ee um conceito geral
valido para todos os tempos, mas sim um conceito histórico que surge e se afirma quando
surge a ideia e a pratica da soberania o que so ocorreu por volta de sec. XVII

Há varias doutrinas que definem o Estado mas a nos interessa a definacao de que o Estado ee uma
sociedade ou uma comunidade politicamente organizada, constituída tradicionalmente por um
território povo e poder politico.

No nosso Pais esses três elementos vao constituir e dar a condição de estado. O tipo de estado
definido e adoptado por nos neste documento ee um tipo de Estado concreto, um tipo de estado
soberano que teve a sua origem na europa e se espalhou pelo mundo fora. Para uma analise jurídica
positivista ee imperioso que não se prescinda do Estado, pois não ee possível a existência e o estudo
do direito constitucional sem a existência do estado.