Anda di halaman 1dari 2

VENCENDO A SI MESMO

VENCENDO A SI MESMO

(Transcrição do programa "Viagem Espiritual" do dia 01 de agosto de 2002, na Rádio Mundial


de São Paulo - 95,7 FM.)

Nossos sonhos não são apenas sonhos.

Podemos vencer, desde que nossa vitória seja sempre sobre nós mesmos.
Podemos competir, desde que seja sempre com o objetivo de crescimento, de consciência, de
paciência e de luz. Como nenhum ser humano é igual ao outro, logo não há como competir
com ninguém de fora, porque não existe ninguém igual a você ou a mim, ou a qualquer outro.
Cada ser humano é único na existência. Portanto, você e eu podemos competir, mas dentro de
nós mesmos, com aquela parte nossa insidiosa, estranha, chamada então pelos orientais de
ego. Aquela parte inferior de nossa personalidade, que teima em levar o nosso humor para
baixo, que teima muitas vezes em carregar o nosso coração para as águas turvas da obsessão e
da depressão.

Essa é a competição que interessa para cada um de nós: Vencer a nós mesmos! A grande
vitória é essa. Sem essa vitória tudo o mais é derrota. Porque é possível vencer os outros
esmagando-os, mas isso não é vitória. Isso é aquilo que os homens da Terra fazem buscando
galardões, medalhas, posição e poder. Entretanto, onde está nisso a felicidade?

Sucesso, poder, nada disso é felicidade. Felicidade é estado íntimo, é contentamento, é


equilíbrio, é amor. E quem poderá dar para você o que só você mesmo pode alcançar por
equilíbrio e estado íntimo de consciência? Portanto, sua batalha nunca foi e nunca será com
ninguém, mas apenas com você mesmo aí dentro.

O poder não existe, na verdade o que existe é a ilusão do poder. O que existe realmente é você
aí dentro, eterno, imperecível. E que precisa tomar posse dos potencias divinos que você
carrega latentes dentro de você mesmo. Assumir sua posição de consciência imortal, mesmo
dentro do corpo temporário, mas ainda consciência imortal, sempre...

Sua vitória é sobre você mesmo. E não adianta pisar nos outros tentando o poder. Não adianta
passar os outros para trás, pois no final será você mesmo o derrotado da história. A única
vitória que interessa é a vitória sobre você mesmo. Essa batalha é sua, e ninguém poderá
vencer o caminho que é só seu. E que é dentro de você, sempre será.

E por toda a eternidade por onde você for, você estará acompanhado de você mesmo aí por
dentro. Portanto, para estar em boa companhia no futuro, melhore agora; cresça agora; e
caminhe com dignidade. Sempre para a frente, buscando o melhor, ainda com defeitos sim,
mas tentando trabalhar isso, tentando ir para frente, pois o grande vencedor é aquele que
vence a si mesmo!

Paz e luz.

- Wagner Borges – mestre de nada e discípulo de coisa alguma.