Anda di halaman 1dari 68

ESTADO DE SANTA CATARINA

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ


SECRETARIA MUNICIPAL DA RECEITA
CENTRO DE ATENDIMENTO AO CIDADÃO

ORGANIZADORES: NORBERTO JOSE MURARO


ROZANA MARIA KÜSTER PULCENO
SORAYA DE OLIVEIRA GOMES

2009

SUMÁRIO

I – DOCUMENTOS (para dar entrada em processo administrativo).............................06

II-PROCESSOS.............................................................................................................06
03- ALVARÁ LICENÇA PARA CONSTRUÇÃO RESIDENCIAL UNIFAMILIAR E /OU
PARA REFORMA E ACRÉSCIMO................................................................................06

04- ALVARÁ LICENÇA PARA CONSTRUÇÃO RESIDENCIAL E/ OU COMERCIAL


(ATÉ 02 PAVIMENTOS) E /OU PARA REFORMA E
ACRÉSCIMO.................................................................................................................07

05– ALVARÁ / LICENÇA PARA CONSTRUÇÃO RESIDENCIAL E/ OU COMERCIAL


(com 03 PAVIMENTOS OU MAIS) E /OU PARA REFORMA E
ACRÉSCIMO.................................................................................................................08

06- APROVAÇÃO ANTEPROJETO RESIDÊNCIA UNIFAMILIAR...............................10

07–APROVAÇÃO ANTEPROJETO - EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS E/OU


COMERCIAIS (ATÉ 02 PAVIMENTOS)........................................................................11

08– APROVAÇÃO DE ANTE PROJETO DE EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS E / OU


COMERCIAIS (COM 03 OU MAIS PAVIMENTOS)......................................................11

09– HABITE-SE COM SUBSTITUIÇÃO DE PROJETO APROVADO ( com ou sem


acréscimo de área) RESIDÊNCIA UNIFAMILIAR.........................................................12

10– HABITE-SE COM SUBSTITUIÇÃO DE PROJETO APROVADO ( com ou sem


acréscimo de área)EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS E/OU COMERCIAIS ( ATÉ 02
PAVIMENTOS)..............................................................................................................13

11- HABITE-SE COM SUBSTITUIÇÃO DE PROJETO APROVADO ( com ou sem


acréscimo de área) EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS E/OU COMERCIAIS
( com 03 ou mais pavimentos)......................................................................................15

12 -HABITE-SE RESIDÊNCIA UNIFAMILIAR...............................................................16

13– HABITE-SE EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS E/OU COMERCIAIS (até 02


pavimentos)...................................................................................................................17

14 – HABITE-SE EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS E/OU COMERCIAIS (com 03 ou


mais pavimentos)..........................................................................................................17

15– LEGALIZAÇÃO RESIDÊNCIA UNIFAMILIAR........................................................19

16– LEGALIZAÇÃO DE EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS E/OU COMERCIAIS (até 02


pavimentos)...................................................................................................................19

17– LEGALIZAÇÃO DE EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS E/OU COMERCIAIS (com 03


ou mais pavimentos).....................................................................................................20

18– PROCESSOS PARA APROVAÇÃO DE LOTEAMENTO


ESTUDO PRELIMINAR..........................................................................................22

19– PROCESSO DE ANTE PROJETO DE LOTEAMENTO.........................................23

20– PROCESSO DO PROJETO FINAL DE LOTEAMENTO........................................23

21– PROCESSO ACEITAÇÃO E ENTREGA DO LOTEAMENTO...............................25

22- TERRAPLENAGEM................................................................................................25

23- AFORAMENTO PERPÉTUO..................................................................................27


2
24- 2ª VIA DO AFORAMENTO PERPÉTUO.................................................................27

25- LICENÇA PARA CONSTRUÇÃO DE MURO/ ALINHAMENTO DE


MURO......................................................................................................................28

26-CERTIDÃO DE DEMOLIÇÃO..................................................................................29

27- ALVARÁ PARA DEMOLIÇÃO................................................................................29

28- RENOVAÇÃO DO ALVARÁ DE CONSTRUÇÃO ( válido para 06 meses..............30

29- RENOVAÇÃO DE ANTEPROJETO ( RECARIMBAÇÃO)......................................30

30-LIGAÇÃO DE ÁGUA PELA CASAN.........................................................................30

31- VIABILIDADE..........................................................................................................30

32-ALTERAÇÃO DE RAZÃO SOCIAL E/ OU ATIVIDADE...........................................31

33- ALTERAÇÃO DE SÓCIOS.....................................................................................31

34- ALTERAÇÃO DE ENDEREÇO..............................................................................31

35–ALTERAÇÃO DE CONTADOR..............................................................................32

36- BAIXA DE ATIVIDADES – EMPRESAS PRESTADORAS DE SERVIÇOS...........32

37- BAIXA DE ATIVIDADES – AUTÔNOMOS.............................................................32

38- BAIXA DE EMPRESA COM ATIVIDADE DE COMÉRCIO ......................... .........32

39– ALVARÁ P/ FUNCIONAMENTO COMÉRCIO GÊNEROS ALIMENTÍCIOS E


SIMILARES...................................................................................................................33

40– ALVARÁ P/ FUNCIONAMENTO REPRESENTAÇÃO COMERCIAL....................34

41– ALVARÁ P/ FUNCIONAMENTO COMÉRCIO DE VEÍCULOS USADOS – AUTO


ESCOLA E DESPACHANTES.....................................................................................34

42– ALVARÁ P/ FUNCIONAMENTO FARMÁCIA, DROGARIA, CLÍNICA MÉDICA,


ODONTOLOGIA, ANÁLISES CLÍNICA, SALÃO DE BELEZA, ACADEMIAS, CASAS
DE MASSAGEM............................................................................................................35

43– ALVARÁ P/ FUNCIONAMENTO JARDIM DE INFÂNCIA, ESCOLA,


CRECHE.......................................................................................................................35

44– ALVARÁ P/ FUNCIONAMENTO ASSOCIAÇÃO ENTIDADES


BENEFICENTES...........................................................................................................36

45- ALVARÁ P/ FUNCIONAMENTO COMÉRCIO IMPORTAÇÃO /


EXPORTAÇÃO..............................................................................................................37

46- ALVARÁ P/ FUNCIONAMENTO INDÚSTRIA- FÁBRICA DE MÓVEIS –


COMÉRCIO DE MADEIRA – COMÉRCIO E EXTRAÇÃO DE AREIA E OUTROS
MINERAIS.....................................................................................................................38

47- ALVARÁ P/ FUNCIONAMENTO OUTRAS EMPRESAS DE PRESTAÇÃO DE


SERVIÇO......................................................................................................................39

3
48-ALVARÁ P/ FUNCIONAMENTO COMÉRCIO DO CAMELÓDROMO....................39

49- ALVARÁ P/ FUNCIONAMENTO HOTÉIS – CASA DE CÂMBIO – AGÊNCIAS DE


TURISMO......................................................................................................................40

50- ALVARÁ P/ AUTÔNOMO NÃO LOCALIZADO.......................................................41

51– ALVARÁ P/ AUTÔNOMO LOCALIZADO...............................................................42

52- ALVARÁ PARA FUNCIONEMENTO – SHOW ROOM...........................................43

53- AUTORIZAÇÃO P/ INSTALAÇÃO – ÁREA PARTICULAR ...................................44


( refere-se a instalação de comércio em área externa de propriedade particular, EX.
cachorro quente, churros)

54- DESMEMBRAMENTO............................................................................................44

55- ISENÇÃO DO IPTU................................................................................................45

56–ISENÇÃO DE IPTU – ENCHENTE.........................................................................46

57 –ISENÇÃO DE IPTU / EX- COMBATENTE.............................................................47

58- ISENÇÃO IPTU TERRENO RURAL.......................................................................47

59- ISENÇÃO ENTIDADE FILANTRÓPICA DE UTILIDADE PÚBLICA.......................47

60- RESTITUIÇÃO DE IPTU.........................................................................................48

61- REVISÃO IPTU.......................................................................................................48

62- SOLICITAÇÃO DE MEDICAMENTO......................................................................49

63- TRANSLADO DE RESTOS MORTAIS...................................................................49

64- DEFESA AUTO DE INFRAÇÃO........................................................................ ...50

65- CERTIDÃO DE NÃO LANÇAMENTO.....................................................................50

66- CERTIDÃO DE CONFRONTAÇÃO........................................................................51

67- CERTIDÃO C/ ENDEREÇO CORRETO DO IMÓVEL...........................................51

68- CERTIDÃO C/ INSC. IMOBILIÁRIA CORRETA DO IMÓVEL................................51

69- CERTIDÃO DE AVALIAÇÃO DO IMÓVEL.............................................................51


.
70- PARCELAMENTO DE IPTU...................................................................................52

71-. ITBI DE IMÓVEL ADQUIRIDO EM HASTA PÚBLICA...........................................52

72- TRANSFERÊNCIA DE PERMISSÃO DE TAXI (QUANDO É VENDIDO O


AUTOMÓVEL)..............................................................................................................53

73- TRANSFERÊNCIA DE PERMISSÃO DE ESCOLAR (QUANDO É VENDIDO O


AUTOMÓVEL) PESSOA FÍSICA..................................................................................54

74- TRANSFERÊNCIA DE PERMISSÃO DE ESCOLAR (QUANDO É VENDIDO O


AUTOMÓVEL) PESSOA JURÍDICA.............................................................................55

4
75- RESTITUIÇÃO CANCELAMENTO DE ITBI...........................................................56

76- TRANSFERÊNCIA DE IMÓVEL EM PARTILHA DE BENS.


(Não é processo)..........................................................................................................56

77- AMEMBRAMENTO DO IPTU.( vem pronto na certidão de registro de imóveis)...56

78- MUDANÇA DE CÓGIGO DE LOGRADOURO.......................................................56

79- CANCELAMENTO; BAIXA OU COMPENSAÇÃO DE DÉBITOS...........................57

80- TRANSFERÊNCIAS DE IMÓVEIS; CADASTRAMENTO DE UNIDADES;


LANÇAMENTO DE INSCRIÇÃO IMOBILIÁRIA............................................................57

81- AUTORIZAÇÃO PARA INSTALAÇÃO DO CIRCO.................................................57

82- CERTIDÃO DE DECADÊNCIA...............................................................................58

PROCESSO ADMINISTRATIVO

1. DOCUMENTOS PARA DAR ENTRADA EM PROCESSO


ADMINISTRATIVO

N.° Item Detalhamento

 Apresentação da Carteira de Identidade ou


outro documento com foto que identifique o
01 Documento com foto
requerente (requerimento em nome próprio) e
CPF; ou

 Procuração com firma reconhecida,


especificando poder de representar em Processo
02 Procuração
(no caso de empresa, a assinatura deve ser de
um dos sócios).

2. PROCESSOS
5
N.
Item Detalhamento
°

 Requerimento padrão da Prefeitura


 Xérox carnê do IPTU ou insc. Imob. do terreno
 Xérox da taxa de licença para construção
 Viabilidade ( atualizada e original)
 Certidão atualizada do registro de imóveis
ALVARÁ LICENÇA PARA
CONSTRUÇÃO RESIDENCIAL  ARTs de projeto e execução para:
03 UNIFAMILIAR
E /OU PARA REFORMA E
Arquitetônico, estrutural, elétrico, preventivo de
ACRÉSCIMO incêndio, hidráulico e sanitário.
 Levantamento planialtimétrico ( para
terrenos no Bosque das Mansões; para
terrenos com forte inclinação; para terrenos
de conformação irregular; para edificações
com sub solo; ou a critério do departamento
técnico)

 ART do levantamento planialtimétrico (


para os casos acima)
 Aprovação do DNIT ( para terrenos
confrontantes com vias marginais da BR
101, com a própria BR 101 e com a via
expressa)
 01 jogo do Projeto Arquitetônico
ALVARÁ LICENÇA PARA
CONSTRUÇÃO RESIDENCIAL  01 jogo do Projeto Hidráulico e Sanitário
UNIFAMILIAR
E /OU PARA REFORMA E OBSERVAÇÃO: ficam dispensados de apresentação
03 ACRÉSCIMO dos documentos em destaque, quando da existência
de Projeto Arquitetônico aprovado pelo Departamento
Técnico, e dentro do prazo de vigência da aprovação
do mesmo.

Sumula: Requer alvará/ licença para .........insc.


imob.........

1º tramite: Cadastro Imobiliário

6
 Requerimento padrão da Prefeitura
 Xérox carnê do IPTU ou insc. Imob. do terreno
 Xérox da taxa de licença para construção
 Viabilidade ( atualizada e original)
 Certidão atualizada do registro de imóveis
ALVARÁ LICENÇA PARA
CONSTRUÇÃO RESIDENCIAL  ARTs de projeto e execução para:
E/ OU COMERCIAl ( ATÉ 02
PAVIMENTOS) Arquitetônico, estrutural, elétrico, preventivo de
04 incêndio, hidráulico e sanitário.
E /OU PARA REFORMA E
ACRÉSCIMO
Levantamento planialtimétrico ( para
terrenos no Bosque das Mansões; para
terrenos com forte inclinação; para terrenos
de conformação irregular; para edificações
com sub solo; para condomínios
residenciais unifamiliares ou
multifamiliares;ou a critério do departamento
técnico).

7
 ART do levantamento planialtimétrico ( para
os casos acima)
 Aprovação do DNIT ( para terrenos
confrontantes com vias marginais da BR
101, com a própria BR 101 e com a via
expressa)
 Aprovação do corpo de bombeiros ( ou
declaração padrão prefeitura + xerox da taxa do
Funrebom + xérox do protocolo de entrada junto
ao corpo de Bombeiros; exceto para postos de
revenda de combustíveis).
 01 jogo do Projeto Arquitetônico
 Aprovação da Fundação Municipal do Meio
Ambiente – LAP, para: empreendimentos com
ALVARÁ LICENÇA PARA
mais de 20 unidades e localizadas em áreas
CONSTRUÇÃO RESIDENCIAL litorâneas numa faixa de 2000 metros de terras
E/ OU COMERCIAl ( ATÉ 02 de marinha.
PAVIMENTOS)
04
E /OU PARA REFORMA E Postos de revenda de combustíveis
ACRÉSCIMO
Atividades constantes das resoluções do
COSEMA Nº 001 e 002/06 ( consultar Fundação
Municipal do Meio Ambiente)
OBSERVAÇÃO: ficam dispensadas de apresentação
dos documentos em destaque, quando da existência
de Projeto Arquitetônico aprovado pelo Departamento
Técnico, e dentro do prazo de vigência da aprovação
do mesmo.
Sumula: Requer alvará/ licença para ........insc.
imob......

1º tramite: Cadastro Imobiliário

ALVARÁ LICENÇA PARA


 Requerimento padrão da Prefeitura
CONSTRUÇÃO RESIDENCIAL
E/ OU COMERCIAl (com 03
 Xérox carnê do IPTU ou insc. Imob. do terreno
PAVIMENTOS OU MAIS)
05  Xérox da taxa de licença para construção
E /OU PARA REFORMA E
ACRÉSCIMO  Viabilidade ( atualizada e original)

8
 Certidão atualizada do registro de imóveis
 ARTs de projeto e execução para:
Arquitetônico, estrutural, elétrico, preventivo de
incêndio, hidráulico e sanitário
 Levantamento planialtimétrico ( para
qualquer situação).
 ART do levantamento planialtimétrico
 Memorial descritivo referente arquitetura,
conforme Instrução Normativa Nº
001/00
 Aprovação do corpo de bombeiros (ou
declaração padrão prefeitura + xerox da taxa
do Funrebom + xérox do protocolo de entrada
junto ao corpo de Bombeiros; exceto para
postos de revenda de combustíveis).
 Aprovação da Fundação Municipal do Meio
. ALVARÁ LICENÇA PARA
Ambiente – LAP, para: empreendimentos com
CONSTRUÇÃO RESIDENCIAL mais de 20 unidades e localizadas em áreas
E/ OU COMERCIAl (com 03 litorâneas numa faixa de 2000 metros de
PAVIMENTOS OU MAIS)
05
E /OU PARA REFORMA E
terras de marinha.
ACRÉSCIMO Postos de revenda de combustíveis
Atividades constantes das resoluções do
COSEMA Nº 001 e 002/06 ( consultar
Fundação Municipal do Meio Ambiente)
Aprovação do DNIT ( para terrenos
confrontantes com vias marginais da BR
101, com a própria BR 101 e com a via
expressa)
 Viabilidade Técnica da CASAN para
fornecimento de água e serviços de esgoto
 Cálculo do tráfego de elevadores
 01 jogo do Projeto Arquitetônico
 01 jogo do Projeto Hidráulico e Sanitário
OBSERVAÇÃO: ficam dispensados de apresentação dos
documentos em destaque, quando da existência de
Projeto Arquitetônico aprovado pelo Departamento
Técnico, e dentro do prazo de vigência da aprovação do
mesmo.

9
 Caso o requerente não possua Certidão do Registro
de Imóveis em seu nome, deverá apresentar certidão
atualizada em nome do antigo proprietário( vendedor),
mais xérox do Contrato de Compromisso de Compra e
venda com firma reconhecida em cartório, contendo
ALVARÁ LICENÇA PARA cláusula que autorize construções.
CONSTRUÇÃO RESIDENCIAL
E/ OU COMERCIAl (com 03  Sempre que necessário a Prefeitura solicitará
PAVIMENTOS OU MAIS esclarecimentos e/ ou complemento de documentos.
05
E /OU PARA REFORMA E
ACRÉSCIMO

Sumula: Requer alvará/ licença para .......insc.


imob.....
1º tramite: Cadastro Imobiliária

 Requerimento padrão Prefeitura


 Espelho do imobiliário
 Xérox carnê do IPTU ou insc. Imobiliária do
terreno.
 Xerox da taxa de aprovação do projeto
 Viabilidade (atualizada e original)
 Certidão atualizada do Registro de Imóveis
 ART de projeto arquitetônico, avalizada pelo
CREA/SC
 Levantamento planialtimétrico ( para terrenos
no Bosque das Mansões; para terrenos com
APROVAÇÃO ANTE PROJETO
06 RESIDÊNCIA UNIFAMILIAR forte inclinação; para terrenos de conformação
irregular; para edificações com subsolo; ou a
critério do Departamento Técnico).
 ART do levantamento planialtimétrico ( para os
casos acima)
 Aprovação do DNIT (para terrenos
confrontantes com vias marginais da BR 101,
com a própria BR 101 e com a via expressa)
 01 jogo do Projeto Arquitetônico
Sumula: Requer aprovação ante projeto
residência...............,insc. Imob............, conforme
documentos em anexo.
1º tramite:Cadastro Imobiliário

10
 Xerox da taxa de aprovação do projeto
 Viabilidade (atualizada e original)
 Certidão atualizada do Registro de Imóveis
 ART de projeto arquitetônico, avalizada pelo
CREA/SC
 Levantamento planialtimétrico ( para terrenos
no Bosque das Mansões; para terrenos com
forte inclinação; para terrenos de conformação
irregular; para edificações com subsolo; para
condomínios residenciais unifamiliares ou
multifamiliares; ou a critério do Departamento
APROVAÇÃO ANTE PROJETO Técnico).
EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS
07 E/OU COMERCIAIS (ATÉ 02 Espelho imobiliário
PAVIMENTOS)
 ART do levantamento planialtimétrico ( para os
casos acima)
 Aprovação do DNIT (para terrenos
confrontantes com vias marginais da BR 101,
com a própria BR 101 e com a via expressa)
 01 jogo do Projeto Arquitetônico

Sumula: Requer aprovação ante projeto


..............,insc. Imob............, conforme
documentos em anexo.
1º tramite:Cadastro Imobiliário

 Requerimento padrão da prefeitura


 Espelho Imobiliário
 Xérox carnê de IPTU ou insc. Imobiliária do
terreno
 Xerox da taxa de aprovação do projeto
APROVAÇÃO DE ANTE  Viabilidade (atualizada e original)
PROJETO DE EDIFICAÇÕES
08 RESIDENCIAIS E / OU  Certidão atualizada do Registro de Imóveis
COMERCIAIS (COM 03 OU
MAIS PAVIMENTOS)  ART de projeto arquitetônico, avalizada pelo
CREA/SC
 Levantamento planialtimétrico ( para qualquer
situação)
 ART do levantamento planialtimétrico

11
 Aprovação do DNIT (para terrenos
confrontantes com vias marginais da BR 101,
com a própria BR 101 e com a via expressa)
 01 jogo do Projeto Arquitetônico
Sumula: Requer aprovação ante projeto
..............,insc. Imob............, conforme documentos em
anexo.
1º tramite:Cadastro Imobiliário
APROVAÇÃO DE ANTE
PROJETO DE EDIFICAÇÕES
RESIDENCIAIS E / OU OBSERVAÇÕES FINAIS:
COMERCIAIS (COM 03 OU
MAIS PAVIMENTOS)  Caso o requerente não possua certidão do registro
de imóveis em seu nome, deverá apresentar
certidão atualizada em nome do antigo proprietário
08
(vendedor), mais xerox do Contrato de
Compromisso de Compra e Venda com firmas
reconhecidas em cartório, contendo cláusula que
autorize construções.
 Sempre que necessário a Prefeitura solicitará
esclarecimentos e/ou complemento de
documentos.

 Requerimento padrão Prefeitura


 Espelho Imobiliário
 Xérox da taxa de protocolo
 Alvará de licença para construção (original)
 Certidão atualizada do Registro de Imóveis
 Alvará Sanitário
 01 Jogo de Projeto Arquitetônico aprovado
HABITE-SE COM
anteriormente
SUBSTITUIÇÃO DE PROJETO
APROVADO ( com ou sem
 01 Jogo de Projeto Arquitetônico substitutivo
acréscimo de área)
 01 Jogo de projeto substitutivo do Hidráulico e
RESIDÊNCIA UNIFAMILIAR Sanitário
Para situações com Acréscimo de Área,
observar também os seguintes itens
 Xérox da taxa referente à área de acréscimo
09
 ARTs de projeto e execução para:
Arquitetônico; Estrutural; Elétrico; Preventivo
de Incêndio;Hidráulico e Sanitário; em
complemento ou em substituição as ARTs
anteriormente apresentadas.

12
 Levantamento planialtimétrico ( para terrenos
no Bosque das Mansões; para terrenos com
forte inclinação; para terrenos de conformação
irregular; para edificações com subsolo; ou a
critério do Departamento Técnico).
 ART do levantamento planialtimétrico ( para os
HABITE-SE COM casos acima)
SUBSTITUIÇÃO DE PROJETO
APROVADO ( com ou sem
acréscimo de área)
 Aprovação do DNIT (para terrenos
confrontantes com vias marginais da BR 101,
09 RESIDÊNCIA UNIFAMILIAR com a própria BR 101 e com a via expressa)

Sumula:Requer habite-se com substituição de projeto


aprovado, insc. Imob............

1º tramite:Divida Ativa

 Requerimento padrão Prefeitura


 Espelho Imobiliário
 Xérox da taxa de protocolo
 Alvará de licença para construção (original)
 Certidão atualizada do Registro de Imóveis
HABITE-SE COM  Alvará Sanitário
SUBSTITUIÇÃO DE PROJETO
APROVADO ( com ou sem  01 Jogo de Projeto Arquitetônico aprovado
acréscimo de área) anteriormente
EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS
E/OU COMERCIAIS ( ATÉ 02  01 Jogo de Projeto Arquitetônico substitutivo
PAVIMENTOS)
10
 01 Jogo de projeto substitutivo do Hidráulico e
Sanitário
 Atestado para Vistoria de Habite-se do Corpo
de Bombeiros
 Aprovação da CELESC
 Aprovação da CASAN
 Aprovação da Brasil Telecom

13
 Licença Ambiental de Operação-LAO, da
Fundação Municipal do Meio Ambiente, para:
* empreendimento com mais de 20 unidades e
localizados em áreas litorâneas numa faixa de
2000 metros de terras de marinha
* postos de revenda de combustíveis
* atividades constantes das resoluções do
CONSEMA Nº 001 e 002/06 (consultar Fundação
Municipal do Meio Ambiente)

Para situações com Acréscimo de Área,


observar também os seguintes itens.

 Xérox da taxa referente à área de acréscimo


HABITE-SE COM  ARTs de projeto e execução para:
SUBSTITUIÇÃO DE PROJETO Arquitetônico; Estrutural; Elétrico; Preventivo
APROVADO ( com ou sem de Incêndio;Hidráulico e Sanitário; em
acréscimo de área)
10 EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS complemento ou em substituição as ARTs
E/OU COMERCIAIS ( ATÉ 02 anteriormente apresentadas.
PAVIMENTOS)
 Levantamento planialtimétrico ( para terrenos
no Bosque das Mansões; para terrenos com
forte inclinação; para terrenos de conformação
irregular; para edificações com subsolo; ou a
critério do Departamento Técnico).
 ART do levantamento planialtimétrico ( para os
casos acima)
 Aprovação do DNIT (para terrenos
confrontantes com vias marginais da BR 101,
com a própria BR 101 e com a via expressa)

Sumula: Requer habite-se com substituição de


projeto aprovado, insc. Imob............

1º tramite: Divida Ativa

14
 Requerimento padrão Prefeitura
 Espelho Imobiliário
 Xérox da taxa de protocolo
 Alvará de licença para construção (original)
 Certidão atualizada do Registro de Imóveis
 Alvará Sanitário
 01 Jogo de Projeto Arquitetônico aprovado
anteriormente
 01 Jogo de Projeto Arquitetônico substitutivo
 01 Jogo de projeto substitutivo do Hidráulico e
Sanitário
 Atestado para Vistoria de Habite-se do Corpo
de Bombeiros
 Aprovação da CELESC
 Aprovação da CASAN
HABITE-SE COM
SUBSTITUIÇÃO DE PROJETO  Aprovação da Brasil Telecom
APROVADO ( com ou sem
acréscimo de área)  Licença Ambiental de Operação-LAO, da
EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS Fundação Municipal do Meio Ambiente, para:
11
E/OU COMERCIAIS ( com 03
ou mais pavimentos) * empreendimentos com mais de 20 unidades e
localizados em áreas litorâneas numa faixa de
2000 metros de terras de marinha
* postos de revenda de combustíveis
* atividades constantes das resoluções do
CONSEMA Nº 001 e 002/06 (consultar Fundação
Municipal do Meio Ambiente)
* Termo de recebimento de obra de arte (para
edificações que fizeram uso dos benefícios da Lei
nº 2908/96 – Lei de Incentivo a Arte.

Para situações com Acréscimo de Área,


observar também os seguintes itens
 Xérox da taxa referente à área de acréscimo
ARTs de projeto e execução para: Arquitetônico;
Estrutural; Elétrico; Preventivo de
Incêndio;Hidráulico e Sanitário; em complemento
ou em substituição as ARTs anteriormente
apresentadas

15
 Levantamento planialtimétrico ( para terrenos
no Bosque das Mansões; para terrenos com
forte inclinação; para terrenos de conformação
irregular; para edificações com subsolo; ou a
critério do Departamento Técnico).
 ART do levantamento planialtimétrico ( para os
casos acima)
 Aprovação do DNIT (para terrenos
confrontantes com vias marginais da BR 101,
com a própria BR 101 e com a via expressa)

HABITE-SE COM
SUBSTITUIÇÃO DE PROJETO
Sumula: Requer habite-se com substituição de
APROVADO ( com ou sem projeto aprovado, insc. Imob............
acréscimo de área)
EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS 1º tramite: Divida Ativa
E/OU COMERCIAIS ( com 03
ou mais pavimentos
OBSERVAÇÕES FINAIS:
11
 No caso de acréscimo de área, o Alvará Sanitário, o
Habite-se do Corpo de Bombeiros e a LAO(quando
necessária) deverão informar área total final da
edificação.
 Aprovação da CELESC refere-se a edificações com 05
ou mais medidores
 Aprovação da CASAN refere-se a edificações com 08
ou mais unidades
 Aprovação da Brasil Telecom refere-se a edificações
com 08 ou mais unidades
 Sempre que necessário a Prefeitura solicitará
esclarecimentos e/ou complemento de documentos.

 Requerimento padrão da Prefeitura


 Xérox da taxa de protocolo
 Certidão atualizada do registro de imóveis
 Alvará de licença para construção (original)
HABITE-SE RESIDÊNCIA
UNIFAMILIAR  Alvará Sanitário
12
 01 jogo do Projeto Arquitetônico aprovado
Sumula: Requer habite-se, Insc. Imob........

1º tramite: Divida Ativa

16
 Requerimento padrão da Prefeitura
 Xérox da taxa de protocolo
 Certidão atualizada do registro de imóveis
 Alvará de licença para construção (original)
 Alvará Sanitário
 Atestado para Vistoria de Habite-se do Corpo
de Bombeiros
 Aprovação da CELESC
 Aprovação da CASAN
 Aprovação da Brasil Telecom
 Licença Ambiental de Operação-LAO, da
Fundação Municipal do Meio Ambiente, para:
* empreendimentos com mais de 20 unidades e
HABITE-SE
EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS localizados em áreas litorâneas numa faixa de
E/OU COMERCIAIS (até 02 2000 metros de terras de marinha
pavimentos)
* postos de revenda de combustíveis
* atividades constantes das resoluções do
CONSEMA Nº 001 e 002/06 (consultar Fundação
Municipal do Meio Ambiente)
13
 01 Jogo do Projeto Arquitetônico aprovado
OBSERVAÇÃO:
O Item sublinhado refere-se a edificações com 05 ou
mais unidades.
O Item em negrito refere-se a edificações com08 ou
mais unidades
Sumula: Requer habite-se, Insc. Imob........

1º tramite: Divida Ativa

 Requerimento padrão da Prefeitura


 Xérox da taxa de protocolo
HABITE-SE
EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS  Certidão atualizada do registro de imóveis
E/OU COMERCIAIS (com 03 ou
14
mais pavimentos)  Alvará de licença para construção (original)
 Alvará Sanitário

17
 Atestado para Vistoria de Habite-se do Corpo
de Bombeiros
 Aprovação da CELESC
 Aprovação da CASAN
 Aprovação da Brasil Telecom
 Licença Ambiental de Operação-LAO, da
Fundação Municipal do Meio Ambiente, para:

* empreendimentos com mais de 20 unidades e


localizados em áreas litorâneas numa faixa de
2000 metros de terras de marinha

* postos de revenda de combustíveis

* atividades constantes das resoluções do


CONSEMA Nº 001 e 002/06 (consultar Fundação
HABITE-SE Municipal do Meio Ambiente)
EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS
E/OU COMERCIAIS (com 03 ou
14
mais pavimentos)
 Termo de recebimento de obra de Arte (para
edificações que fizeram uso dos benefícios da Lei
nº 2908/96 – Lei de Incentivo a Arte

 01 Jogo do Projeto Arquitetônico aprovado


sumula: Requer habite-se, Insc. Imob........

1º tramite:Divida Ativa

OBSERVAÇÃO
 Aprovação da CELESC refere-se a edificações
com 05 ou mais medidores
 Aprovação da CASAN refere-se a edificações
com 08 ou mais unidades
 Aprovação da Brasil Telecom refere-se a
edificações com 08 ou mais unidades
Sempre que necessário a Prefeitura solicitará
esclarecimentos e/ou complemento de documentos.

18
 Requerimento padrão Prefeitura
 Espelho Imobiliário
 Xérox da taxa de licença para legalização
 Certidão atualizada do Registro de Imóveis
 Viabilidade (atualizada e original)
 ART de legalização, com aval do CREA/SC
 Alvará Sanitário
 Levantamento planialtimétrico( para terrenos
no Bosque das Mansões; para terrenos com
LEGALIZAÇÃO RESIDÊNCIA
15 UNIFAMILIAR
forte inclinação; para terrenos de conformação
irregular; para edificações com subsolo; ou a
critério do departamento técnico).
 ART do levantamento planialtimétrico(para os
casos acima)
 01 jogo do Projeto Arquitetônico

Sumula: Requer legalização de residência......, insc.


Imob.........para área de ------metros.

1º tramite: Cadastro Imobiliário

 Requerimento padrão Prefeitura


 Espelho Imobiliário
 Xérox da taxa de licença para legalização
 Certidão atualizada do Registro de Imóveis
 Viabilidade (atualizada e original)
 ART de legalização, com aval do CREA/SC
LEGALIZAÇÃO DE  Alvará Sanitário
EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS
E/OU COMERCIAIS (até 02  Levantamento planialtimétrico( para terrenos
pavimentos) no Bosque das Mansões; para terrenos com
16 forte inclinação; para terrenos de conformação
irregular; para edificações com subsolo; ou a
critério do departamento técnico).
 ART do levantamento planialtimétrico(para os
casos acima)
 Atestado para Vistoria de Habite-se do Corpo
de Bombeiros

19
 Aprovação da CELESC
 Aprovação da CASAN
 Aprovação da Brasil Telecom
 Licença Ambiental de Operação-LAO, da
Fundação Municipal do Meio Ambiente, para:
* empreendimentos com mais de 20 unidades e
localizados em áreas litorâneas numa faixa de
2000 metros de terras de marinha
LEGALIZAÇÃO DE
EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS * postos de revenda de combustíveis
16 E/OU COMERCIAIS (até 02
pavimentos) * atividades constantes das resoluções do
CONSEMA Nº 001 e 002/06 (consultar Fundação
Municipal do Meio Ambiente)
 01 jogo de Projeto Arquitetônico
 01 jogo do Projeto Hidráulico e Sanitário

Sumula: Requer legalização de residência......, insc.


Imob........., para área de --------metros.

1º tramite: Cadastro Imobiliário

 Requerimento padrão Prefeitura


 Espelho Imobiliário
 Xérox da taxa de licença para legalização
 Certidão atualizada do Registro de Imóveis
 Viabilidade (atualizada e original)
 ART de legalização, com aval do CREA/SC
LEGALIZAÇÃO DE
EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS  Alvará Sanitário
E/OU COMERCIAIS (com 03 ou
mais pavimentos)  Levantamento planialtimétrico( para terrenos
17 no Bosque das Mansões; para terrenos com
forte inclinação; para terrenos de conformação
irregular; para edificações com subsolo; ou a
critério do departamento técnico).
 ART do levantamento planialtimétrico(para os
casos acima)

20
 Atestado para Vistoria de Habite-se do Corpo
de Bombeiros
 Aprovação da CELESC
 Aprovação da CASAN
 Aprovação da Brasil Telecom
 Licença Ambiental de Operação-LAO, da
Fundação Municipal do Meio Ambiente, para:
* empreendimentos com mais de 20 unidades e
localizados em áreas litorâneas numa faixa de
2000 metros de terras de marinha
* postos de revenda de combustíveis
* atividades constantes das resoluções do
CONSEMA Nº 001 e 002/06 (consultar Fundação
Municipal do Meio Ambiente)
 Viabilidade técnica da CASAN para
fornecimento de água e serviços de esgoto
 Cálculo do tráfego de elevadores
LEGALIZAÇÃO DE  Termo de recebimento de obra de Arte (para
EDIFICAÇÕES RESIDENCIAIS edificações que fizeram uso dos benefícios da Lei
17 E/OU COMERCIAIS (com 03 ou nº 2908/96 – Lei de Incentivo a Arte
mais pavimentos)
 01 jogo do projeto Arquitetônico
 01 jogo do projeto Hidráulico Sanitário

Sumula: Requer legalização de residência......, insc.
Imob.........para área de .......metros.

1º Tramite:Cadastro Imobiliário

OBSERVAÇÕES FINAIS:
 Aprovação da CELESC refere-se a
edificações com 05 ou mais medidores
 Aprovação da CASAN refere-se a
edificações com 08 ou mais unidades
 Aprovação da Brasil Telecom refere-se a
edificações com 08 ou mais unidades
 Sempre que necessário a Prefeitura
solicitará esclarecimentos e/ou
complemento de documentos.

21
 Consulta de viabilidade
 Título de propriedade do imóvel
 LAP(o interessado deverá requerer a LAP na
Fundação do Meio Ambiente após emissão da
consulta de viabilidade);
 Planta de situação do terreno;
 ART do levantamento topográfico
 Levantamento planialtimétrico da gleba a ser
loteada, assinada pelo proprietário ou
responsável legal e por profissional registrado
no CREA;
 Folha em branco para parecer técnico;
A planta da gleba deve conter pelo menos:
 Dados de medição topográfica do terreno com
curvas de nível de metro em metro
 Localização dos cursos d’água, terrenos de
marinha, bosques, construções,monumentos
naturais e artificiais existentes;
PROCESSOS PARA
APROVAÇÃO DE  Indicação dos arruamentos contíguos a todo o
18 LOTEAMENTO perímetro, localização das vias de
ESTUDO PRELIMINAR
comunicação, das vias livres, dos
equipamentos urbanos e comunitários
existentes no local e adjacências com as
respectivas distâncias da área a ser loteada.
*Quando o loteamento não abranger a área total
do imóvel deverá o proprietário apresentar planta
que englobe a totalidade do terreno.
*Sempre que se fizer necessário, será exigida a
extensão do levantamento altimétrico ao longo de
uma ou mais divisas da área a ser loteada, até o
talvegue ou divisor d’água mais próximo.
*As plantas obedecerão sempre a escala 1:2000
OBSERVAÇÂO: nesta etapa antes do parecer
final da SUSP o processo será encaminhado para
análise técnica do SEPLAN.
Sumula: Requer aprovação de projeto para
loteamento, conforme documentos em anexo.

1º Tramite: SUSP

22
 Registro imobiliário atualizado
 Estudo preliminar aprovado
 ART do projeto Urbanístico
 Projeto Urbanístico( anteprojeto do
loteamento), contendo já o traçado das
ruas com a respectiva hierarquia, a divisão
da área em quadras e desta em lotes e,
ainda o cálculo aproximado da superfície
de cada lote.
 Folha em branco para parecer técnico;
PROCESSO DE ANTE
19 PROJETO DE LOTEAMENTO
OBSERVAÇÃO: após a aprovação do anteprojeto o
interessado deverá requerer a LAI na Fundação do
Meio Ambiente. No anteprojeto a SUSP definirá os
percentuais mínimos das áreas conforme Lei
Municipal.

Sumula: Requer aprovação de anteprojeto para


loteamento.

1º tramite: SUSP

 Registro imobiliário atualizado


 Anteprojeto aprovado
 LAI – licença ambiental instalação
 ART de projeto e execução do projeto
Urbanístico
 Projeto Urbanístico
 Memorial descritivo do Projeto Urbanístico
PROCESSO DO PROJETO  ART de projeto e execução do projeto da rede
20 FINAL DE LOTEAMENTO de distribuição de água
 Projeto completo de rede de distribuição de
água, com a aprovação da concessionária de
água (CASAN)
 Memorial descritivo da rede de distribuição de
água
 ART de projeto e execução do projeto elétrico
 Projeto da rede de distribuição elétrica

23
 Memorial descritivo da rede de distribuição
elétrica
 ART de projeto e execução do projeto rede
pluvial
 Projeto e execução do projeto rede pluvial
 Memorial descritivo da rede pluvial
 ART de projeto e execução do projeto rede
esgoto sanitário ou sistema de tratamento
 Projeto da rede de esgoto sanitário, quando
houver rede coletora de esgoto na respectiva
bacia hidrográfica ou sistema de tratamento;
 Memorial descritivo da rede de esgoto ou
sistema de tratamento
 ART de projeto e execução do projeto de
pavimentação
 Projeto de pavimentação
 Memorial descritivo da pavimentação
 ART de projeto e execução do projeto
PROCESSO DO PROJETO terraplanagem
20 FINAL DE LOTEAMENTO
 Projeto de terraplanagem
 ART de projeto e execução do projeto
paisagístico
 Projeto paisagístico
 Memorial descritivo do projeto paisagístico
 Cronograma físico financeiro
 Termo de garantia para execução das obras
 Outros documentos ou indicações que se
julgarem necessárias
Os desenhos do projeto definitivo deverão
conter:
1. a subdivisão das quadras em lotes, com as
respectivas dimensões e numeração
2. sistema viário com respectiva hierarquia
3. as dimensões lineares e angulares do projeto,
com raios, cordas,arcos, pontos de tangência e
ângulos centrais das vias

24
Os desenhos do projeto definitivo deverão
conter:
4. os perfis longitudinais e transversais de todas
as vias de circulação e praças
5. a indicação de marcos de alinhamento e
nivelamento localizados nos ângulos de curvas de
vias projetadas
6. a indicação de marcos de delimitação das
áreas de preservação
PROCESSO DO PROJETO 7. a indicação em planta e perfil de todas as
20 FINAL DE LOTEAMENTO
linhas de escoamento das águas pluviais
8. as indicações das servidões e restrições
especiais que, eventualmente, gravem os lotes ou
edificações.
Sumula: requer aprovação de projeto final para
loteamento, conforme documentação anexa.

1º tramite: SUSP

 Capa
 Requerimento para aceitação e entrega do
loteamento
 Termo de compromisso por cinco anos pelas
PROCESSO ACEITAÇÃO E
obras executadas
21 ENTREGA DO LOTEAMENTO
 LAO
Sumula: requer aceitação e entrega do loteamento,
conforme documentos em anexo.
1º tramite: SUSP
 Preencher ficha informativa ( anexo 6)
 Requerimento com vistas à obtenção
Autorização Ambiental
 Aua – Autorização Ambiental

22
TERRAPLENAGEM  Documento expedido pela Prefeitura Municipal
declarando que a atividade está de acordo
com as diretrizes do uso do município
(Consulta de viabilidade de uso do solo,
certidão atualizada, máximo 90 dias (noventa

25
dias) e se está a montante ou a jusante do ponto
de captação de água para o abastecimento
público.
 Requerimento padrão preenchido
 Título de propriedadde do imóvel
 Inscrição de ocupação do Patrimônio da União
quando a gleba estiver localizada em área de
marinha.
 Planta de situação/localização, contendo rede
hidrográfica (nascentes, rios lagoas, canais)
características do entorno (residências,
escolas indústrias, etc).
 Descrição da vegetação existente na área.
 Descrição do volume de terra a escavar e/ou a
ser utilizada (m³), extensão da área a ser
22
terraplenada (m²).
 Origem e tipo de material a ser utilizada.
 Descrição do tipo e quantidade de
equipamento (máquinas) a serem utilizados na
execução da terraplenagem.
 Justificativa para realização da obra.
 Levantamento plani-altimétrico, caso o terreno
seja irregular, com curvas de níveis no mínimo
de 1,0 em 1,0 metro.
 Anotação de responsabilidade técnica – ATR
do projeto de terraplenagem, do levantamento
plani-altimétrico, da execução e
acompanhamento das atividades.
 Declaração de profissional habilitado,
informando se a área está sujeita a

26
alagamento e/ou inundação. Em caso positivo
deve ser informada a cota máxima da mesma.
 Desenhos, plantas, cortes e perfis (indicando a
inclinação) do projeto de terraplenagem e
drenagem pluvial.
 Planta de configuração futura
 Plano de recuperação ambiental, para
reabilitação da área, detalhando a reposição
22 florestal.
 Cronograma detalhado para execução das
obras e de implantação dos equipamentos.
Declaramos que a qualquer momento poderão ser
solicitados outros documentos que se fizerem
necessários a análise técnica.
Súmula: Requer autorização Ambiental para
terreplenagem.
1º tramite: SUSP
 Xerox da certidão de óbito
 Número de sepultamento, quadra e lote
 Nome do cemitério
 Pagar taxa do aforamento

23 AFORAMENTO PERPÉTUO Obs. O túmulo tem que estar pronto

Sumula: requer aforamento perpétuo. Lote:____;


quadra_____; nome do cemitério___________;;
nome do inumado:___

1º tramite: SUSP / Aforamento Perpétuo

 Nome do cemitério em questão


 Número do lote e quadra
2ª VIA AFORAMENTO  Nome completo das pessoas sepultadas e
24
PERPÉTUO
data do óbito.

27
 Certidão de óbito destas de pessoas se
possível.
 Nome completo de quem comprou o jazigo.
 Data da compra (mês e ano)
 Se não for titular do 1º aforamento, indicar o
grau de parentesco e anexar documento que
comprove o vinculo.
 Anexar recibos ou qualquer outro documento
referente à esta compra.

2ª VIA AFORAMENTO
 Pagamento da taxa de protocolo
24
PERPÉTUO

Súmula: Requer segunda via do aforamento perpétuo


Nome do comprador.........................
Ano da compra.................................
Nome dos sepultados no local.....................
Número da quadra e lote do jazigo...............
Cópia da certidão de ao menos uma pessoa que está
sepultada no local

1º tramite: SUSP/ aforamento perpétuo


 Requerimento
 Consulta de viabilidade
 Xérox da escritura com certidão atualizada
 Croqui de localização
 Espelho Inscrição Imobiliária
ALINHAMENTO DE MURO /  Pagamento da taxa
25 LICENÇA PARA
CONSTRUÇÃO DE MURO

Sumula: requer licença para construção de muro, insc.


Imob........

1º tramite: SUSP

28
 Xerox da certidão atualizada averbada no Registro
de Imóveis
 Espelho imobiliário
 Croqui de situação, contendo área e dimensões do
imóvel demolido
 Pagamento da taxa de certidão

Sumula: requer certidão de demolição, INSC. IMOB.......

1º tramite: Dívida Ativa


CERTIDÃO DE DEMOLIÇÃO
26 ( Somente quando a área
construída estiver averbada no OBSERVAÇÃO:
Registro de Imóveis)

Se o imóvel não estiver averbado :


 Solicitar revisão de área ( IPTU pág.43)
 Pagamento da taxa protocolo

Sumula: requer revisão de área, INSC. IMOB.......

1º tramite: Cadastro Imobiliário

 Certidão atualizada do Registro de Imóveis


 ART do Engenheiro responsável pela
demolição
 Croqui de situação
 Espelho imobiliário
ALVARÁ PARA DEMOLIÇÃO
27  Pagamento da taxa certidão
( quando ainda irá demolir)

Sumula: Requer alvará para demolição, insc.


Imob......

1º tramite: Divida Ativa

29
 Alvará de licença de construção original
 01 (hum) jogo de projeto arquitetônico aprovado
 Certidão atualizada do imóvel
 Pagamento da taxa
RENOVAÇÃO DO ALVARÁ DE
28 CONSTRUÇÃO ( valido por 06
meses)
Sumula: Requer renovação do alvará de construção.

1º tramite: Divida Ativa

 01 (hum) projeto ou planta já aprovada


 No máximo 06 (seis) jogos a serem renovados
 Pagamento da taxa
RENOVAÇÃO DE
29 ANTEPROJETO
(RECARIMBAÇÃO)
Sumula: Requer renovação de anteprojeto

1º tramite: Divida Ativa

 Consulta de viabilidade
 Certidão atualizada do registro de imóveis
 Pagamento taxa da viabilidade
LIGAÇÃO DE ÁGUA ( PELA
30
CASAN)
Sumula: Requer consulta de viabilidade para
construção, insc. Imob. ...........................

1º tramite:SUSP
 Croqui de localização
 Certidão atualizada ou contrato de locação, venda
ou escritura.
 Pagamento da taxa de viabilidade
31 VIABILIDADE

Sumula: Requer consulta de viabilidade, conforme ins.


Imobiliária nº_____________

1º tramite: SUSP

30
 Xerox do cartão CNPJ. alterado;
 Xerox contrato social ou declaração de firma
individual alterado;
 Alvará Original
 Espelho do Imóvel
 Pagamento da Taxa
ALTERAÇÃO DE RAZÃO
32 SOCIAL E / OU ATIVIDADE  Formulário de cadastro econômico preenchido e
assinado (anexo 01.02 e 05)
Sumula: requer alteração de razão social e ou
atividade conforme documentos em anexo.
1º tramite: Divida Ativa

 Xerox do cartão CNPJ alterado;


 Xerox contrato social ou declaração de firma
individual alterado;
 Pagamento da Taxa
ALTERAÇÃO DE SÓCIOS.  Formulário de cadastro econômico preenchido e
33
assinado (anexo 01, 02)
Sumula: requer alteração de sócios, conforme
documentos em anexo
1º tramite: Divida Ativa
 CNPJ e Contato Social Alterado;
 Alvará Original
 Protocolo do atestado de funcionamento do
Bombeiro e Taxa Paga (Bombeiro)
 Declaração autenticada em cartório do bombeiro
(anexo 01,02,03, 04 e 05)
34 ALTERAÇÃO DE ENDEREÇO  Certidão atualizada do registro de imóveis ou
contrato de locação com firma reconhecida.
 Espelho do imóvel
 Pagamento da Taxa
Sumula: Requer alteração de endereço, conforme
documentos em anexo.
1º tramite:Cadastro Imobiliário

31
 Cópia do cartão de alvará (para identificação)
 Formulário cadastro (anexo 01 e 02)
 Declaração com dados do contador – nome,
endereço, CPF e CRC
35 ALTERAÇÃO DE CONTADOR
 Pagamento da taxa
Sumula:Requer alteração de contador.

1º tramite:Dívida ativa

 Cópia do Contrato Social (última alteração)


 Formulário cadastral (anexo 1)
 Livro do ISS
 Guias de Recolhimento
 Blocos de Notas Fiscais (usados e não
usados)
BAIXA DE ATIVIDADES –  Alvará original ou declaração de extravio com
36 EMPRESAS PRESTADORAS firma reconhecida do proprietário.
DE SERVIÇO
 Pagar Taxa

Sumula: Requer baixa de atividades.

1º tramite: Divida Ativa


OBS: o VALOR DA TAXA REFERE-SE A TAXA DE CERTIDÃO.

 Guia da TFPU último ano ( original e paga)


 Alvará original
 Preencher formulário cadastro (ANEXO 1)
 Pagamento da taxa
BAIXA DE ATIVIDADES –
37 OBS: o VALOR DA TAXA REFERE-SE A TAXA DE CERTIDÃO
AUTÔNOMOS

Sumula: Requer baixa de atividade.

1º tramite: Divida Ativa

 Cópia do Contrato Social (última alteração)


 Alvará original
 Guia de pagamento da TFPU do último ano
 Pagar Taxa
BAIXA DE EMPRESAS COM
38 OBS: o VALOR DA TAXA REFERE-SE A TAXA DE CERTIDÃO
ATIVIDADE DE COMÉRCIO

Sumula: Requer baixa de atividade

1º tramite: Divida Ativa

32
 Xerox cartão CNPJ
 Formulário de cadastro (anexo 01, 02, 03, 04 e
05)
 Xerox do contrato social ou declaração da
firma individual
 Xerox escritura ou contrato de locação(com
firma reconhecida em cartório do locador e
locatário
 Croqui de localização
 Alvará Sanitário ( quando necessário)
 Vistoria do Corpo de Bombeiro para
funcionamento
 Espelho Inscrição Imobiliária
 Pagamento de Taxa
OBS: Deverá apresentar declaração fornecida pelo
Protocolo, assinado pelo proprietário da empresa e
com Firma reconhecida em Cartório, duas
ALVARÁ P/ FUNCIONAMENTO
COMÉRCIO GÊNEROS testemunhas, cópia do protocolo do Bombeiro e taxa
39
ALIMENTÍCIOS E SIMILARES
de pagamento. (Se não tiver atestado de
funcionamento bombeiro)
OBS: Se for escritura e não estiver em nome do
proprietário ou um dos sócios da empresa, deverá
apresentar autorização do proprietário do imóvel com
firma reconhecida em Cartório ou contrato de locação.
OBS: Toda oficina, serralheria, fábrica, indústria,
panificadora ou posto de gasolina, deverá apresentar
VIABILIDADE.
OBS: Se for contrato de locação, deverá ter firma
reconhecida em cartório do locador e locatário.
OBS: Todas as cópias deverão vir acompanhadas dos
originais, ou autenticadas de cartório.
Sumula: Requer alvará de funcionamento.......insc.
imob...........

1º tramite: Cadastro Imobiliário

33
 Xerox do cartão do CNPJ
 Formulário de cadastro ( em anexo 01,02,03,04
e 05)
 Xerox do contrato social ou declaração de firma
individual
 Xerox da escritura ou contrato de locação
 Croqui de localização
 Vistoria do Corpo de Bombeiro para
ALVARÁ P/ FUNCIONAMENTO
REPRESENTAÇÃO funcionamento.
COMERCIAL
40  Espelho Inscrição Imobiliária
 Pagamento da taxa
 CORE
As observações são as mesmas já mencionadas
no item 39 acima.
SUMULA: Requer alvará de funcionamento.......

1º tramite: Cadastro Imobiliário


 Xerox do cartão do CNPJ
 Formulário de cadastro ( anexo 01 à 05)
 Xerox do contrato social ou declaração de firma
individual
 Xerox da escritura ou contrato de locação
 Croqui de localização
 Vistoria do Corpo de Bombeiro
 Espelho Inscrição Imobiliária
ALVARÁ P/ FUNCIONAMENTO  Pagamento da taxa
COMÉRCIO DE VEÍCULOS
41 USADOS – AUTO ESCOLA E  Autorização do DETRAN (somente para Auto
DESPACHANTES
Escola e Despachantes).
As observações são as mesmas já mencionadas
no item 39 acima.

SUMULA: Requer alvará de funcionamento.......insc.


imob........

1º tramite: Cadastro Imobiliário

34
 Xerox do cartão do CNPJ
 Formulário de cadastro ( anexo 01 à 05)
 Xerox do contrato social ou declaração de firma
individual
 Xerox da escritura ou contrato de locação
 Croqui de localização
 Vistoria do Corpo de Bombeiro para
ALVARÁ P/ FUNCIONAMENTO
FARMÁCIA, DROGARIA,
funcionamento.
CLÍNICA MÉDICA,
 Espelho Inscrição Imobiliária
42 ODONTOLOGIA, ANÁLISES
CLÍNICA, SALÃO DE BELEZA,  Pagamento da taxa
ACADEMIAS, CASAS DE
MASSAGEM  Alvará Sanitário.
As observações são as mesmas já mencionadas
no item 39 acima.
SUMULA: Requer alvará de funcionamento.......insc.
imob...........

1º tramite: Cadastro Imobiliário


 Xerox do cartão do CNPJ
 Formulário de cadastro ( anexo 01 à 05)
 Xerox do contrato social ou declaração de firma
individual
 Xerox da escritura ou contrato de locação
 Croqui de localização
 Vistoria do Corpo de Bombeiro para funcionamento
ALVARÁ P/ FUNCIONAMENTO  Espelho Inscrição Imobiliária
43 JARDIM DE INFÂNCIA,  Autorização da secretaria de educação
ESCOLA, CRECHE
 Pagamento da taxa
 Alvará Sanitário.
OBS: Toda unidade de ensino que oferecer Educação
Infantil, deverá apresentar documento de autorização
de Funcionamento (original ou autenticação) junto ao
Conselho Municipal de Educação – COMESJ
(fone:32816736).

35
OBS:Deverá apresentar declaração fornecida pelo
Protocolo, assinado pelo proprietário da empresa e
com Forma reconhecida em Cartório, duas
testemunhas, cópia do protocolo do Bombeiro e taxa
de pagamento.( se não tiver atestado de
funcionamento).
OBS: Se for escritura e não estiver em nome do
proprietário ou um dos sócios da empresa, deverá

ALVARÁ P/ FUNCIONAMENTO apresentar autorização do proprietário do imóvel com


JARDIM DE INFÂNCIA,
43 firma reconhecida em Cartório.
ESCOLA, CRECHE
OBS: Se for contrato de locação, deverá ter firma
reconhecida em cartório do locador e locatário.
OBS: Todas as cópias deverão vir acompanhadas dos
originais, ou autenticadas de cartório.

Sumula: Requer alvará de funcionamento.......

1º tramite: Cadastro Imobiliário


 Xerox cartão CNPJ
 Formulário de cadastro ( anexo 01 à 05)
 Estatuto/ Ata de criação
 Xerox escritura ou contrato de locação
 Croqui de localização
 Publicação no Diário Oficial
ALVARÁ P/ FUNCIONAMENTO
ASSOCIAÇÃO ENTIDADES  Alvará Sanitário
44
BENEFICENTES
 Declaração de utilidade pública
 Vistoria Corpo de Bombeiros
 Espelho Inscrição Imobiliária
 Pagamento da Taxa

36
OBS: Deverá apresentar declaração fornecida pelo
Protocolo, assinado pelo proprietário da empresa e
com Firma reconhecida em Cartório, duas
testemunhas, cópia do protocolo do Bombeiro e taxa
de pagamento.( se não tiver atestado de
funcionamento).
OBS: Se for escritura e não estiver em nome do
proprietário ou um dos sócios da empresa, deverá
apresentar autorização do proprietário do imóvel com
firma reconhecida em Cartório.
OBS: Toda oficina, serralheria, fábrica, indústria,
ALVARÁ P/ FUNCIONAMENTO panificadora ou posto de gasolina, deverá apresentar
ASSOCIAÇÃO ENTIDADES
44
BENEFICENTES VIABILIDADE.
OBS: Se for contrato de locação, deverá ter firma
reconhecida em cartório do locador e locatário.
OBS: Todas as cópias deverão vir acompanhadas dos
originais, ou autenticadas de cartório.
Sumula: Requer alvará de funcionamento.......insc.
imob.........

1º tramite: Cadastro Imobiliário

 Xerox do cartão CNPJ


 Formulário de cadastro (anexo 01 à 05)
 Xerox do contrato social ou declaração firma
individual
 Xerox da escritura ou contrato para locação
ALVARÁ P/ FUNCIONAMENTO
COMÉRCIO  Croqui de localização
45
IMPORTAÇÃO/EXPORTAÇÃO
 Alvará sanitário ( quando comércio de
alimentos)
 Vistoria Corpo de Bombeiros para
funcionamento.

37
 Cadastro junto a CACEX ( Banco do Brasil)
 Espelho Inscrição Imobiliária
 Pagamento da taxa

OBS: são as mesmas já mencionadas no item 39


acima.
ALVARÁ P/ FUNCIONAMENTO
COMÉRCIO
45
IMPORTAÇÃO/EXPORTAÇÃO
SUMULA: Requer alvará de funcionamento.......insc.
imob..........

1º tramite: Cadastro imobiliário

 Xerox do cartão CNPJ


 Consulta de viabilidade
 Formulário de cadastro ( anexo 01 á 05)
 Xerox contrato social ou declaração firma
individual
 Xerox escritura ou Contrato de locação
 Croqui de localização

ALVARÁ P/ FUNCIONAMENTO  Alvará sanitário (Indústria de Alimentos ou


INDÚSTRIA- FÁBRICA DE
MÓVEIS – COMÉRCIO DE
Química)
46 MADEIRA – COMÉRCIO E  Vistoria do Corpo de Bombeiros para
EXTRAÇÃO DE AREIA E
OUTROS MINERAIS funcionamento.
 Autorização do IBAMA ou órgão equivalente (
Indústria Química, Fábrica de Móveis,
Comércio de Madeiras, Comércio de Extração
de Areia e outros Mineirais).
 Número do carnê de I.P.T.U, Inscrição
Imobiliária

38
 Pagamento de taxa
OBS: são as mesmas já mencionadas no item 39
ALVARÁ P/ FUNCIONAMENTO
INDÚSTRIA- FÁBRICA DE acima.
MÓVEIS – COMÉRCIO DE
46 MADEIRA – COMÉRCIO E Sumula: Requer alvará de funcionamento para.........
EXTRAÇÃO DE AREIA E
OUTROS MINERAIS insc.imob..........

1º tramite: Cadsatro Imobiliário


 Xerox do cartão CNPJ
 Formulário de cadastro (anexo 01 á 05)
 Xerox contrato social ou declaração firma individual
 Xerox escritura ou Contrato de locação
 Croqui de localização
 Vistoria do Corpo de Bombeiros para
funcionamento
ALVARÁ P/ FUNCIONAMENTO
OUTRAS EMPRESAS DE  Espelho Inscrição Imobiliária
47
PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS
 Declaração do contador quando não for autônomo
 Pagamento de taxa
OBS: são as mesmas já mencionadas no item 39
acima.
Sumula: Requer alvará de funcionamento.......

1º tramite: Divida Ativa


 Xerox cartão CNPJ
 Formulário de cadastro (anexo 01 á 05)
 Xerox contrato social ou declaração firma
individual
ALVARÁ P/ FUNCIONAMENTO  Xerox escritura ou contrato locação
COMÉRCIO DO
48  Croqui de localização
CAMELÓDROMO
 Vistoria corpo de bombeiros para funcionamento
 Espelho inscrição imobiliária
 Pagamento da taxa

39
OBS:Se for para venda de lanches, deverá apresentar
Alvará Sanitário
OBS:Deverá apresentar declaração fornecida pelo
Protocolo, assinado pelo proprietário da empresa e com
firma reconhecida em cartório, duas testemunhas, cópia
do protocolo do Bombeiro e taxa de pagamento.( se não
tiver o atestado de funcionamento)
OBS:Se for escritura e não estiver em nome do
proprietário ou um dos sócios da empresa, deverá
apresentar autorização do proprietário do imóvel com
firma reconhecida em Cartório.

ALVARÁ P/ FUNCIONAMENTO OBS:Toda oficina, serralheria, fábrica, indústria,


COMÉRCIO DO
48
CAMELÓDROMO
panificadora ou posto de gasolina, deverá apresentar
viabilidade.
OBS:Se for contrato de locação, deverá ser firma
reconhecida em cartório do locador e locatário.
OBS:Todas as cópias deverão vir acompanhadas dos
originais ou autenticadas de cartório.

Sumula; Requer alvará de funcionamento


para......insc. imob...........

1º Tramite: Divida Ativa

 Xerox cartão original


 Formulário de cadastro ( anexo 01 á 05)
 Xerox contrato social ou declaração firma individual
 Xerox escritura ou contrato locação
ALVARÁ P/ FUNCIONAMENTO  Croqui de localização
HOTÉIS – CASA DE CÂMBIO –
AGÊNCIAS DE TURISMO  Vistoria corpo de bombeiros para funcionamento
49
 Espelho inscrição imobiliária
 Habite-se
 Alvará sanitário (hotéis e turismo)

40
 Autorização da embratur
 Pagamento da taxa
OBS. Deverá apresentar declaração fornecida pelo
protocolo, assinado pelo proprietário da empresa e com
firma reconhecida em cartório, duas testemunhas, cópia
do protocolo do bombeiro e taxa de pagamento. ( se não
tiver atestado do Bombeiro).
OBS.Se for escritura e não estiver em nome do
proprietário ou um dos sócios da empresa, deverá
apresentar autorização do proprietário do imóvel com

ALVARÁ P/ FUNCIONAMENTO firma reconhecida em cartório.


HOTÉIS – CASA DE CÂMBIO –
49
AGÊNCIAS DE TURISMO
OBS.Toda oficina, serralheria, fábrica, indústria,
panificadora ou posto de gasolina, deverá apresentar
viabilidade.
OBS.Se for contrato de locação, deverá ser firma
reconhecida em cartório do locador e locatário.
OBS.Todas as cópias deverão vir acompanhadas dos
originais ou autenticadas de cartório.

Sumula: Requer alvará de funcionamento.......insc.


imob......
1º tramite: cadastro imobiliário
 Identidade e CPF – cópia e original para
conferência
 Comprovante de residência – cópia e original para
conferência
 Carteira de Identificação – para profissionais
liberais – cópia e original para conferência
 Inscrição no CORE – para representantes
ALVARÁ P/ AUTÔNOMO NÃO
50 LOCALIZADO  Certificado (s) com identificação da função a que
se refere o pedido de alvará em casos que se
fazem necessário. Ex. Atividade de Cabeleireiro
 Pagamento da taxa
Sumula: Requer alvará de ................ autônomo.

1º tramite: Divida Ativa

41
 Identidade e CPF – cópia e original para
conferência
 Formulário cadastro ( anexo 03 e 04)
 Comprovante de residência – cópia e original para
conferência
 Carteira de Identificação – para profissionais
liberais – cópia e original para conferência
 Certificado(s) com identificação da função a que
se refere o pedido de alvará em casos que se
fazem necessário Ex Atividade de Cabeleireiro
 Contrato de Locação (com firma reconhecida em
cartório do locador e locatário) ou Escritura – se
for escritura e não estiver em nome do requerente,
deverá ser apresentada autorização do
proprietário para funcionar com firma reconhecida
em cartório – cópia e original para conferência.
 Croqui de localização que poderá ser manual
ALVARÁ P/ AUTÔNOMO  Espelho Inscrição imobiliária
51 LOCALIZADO
 Vistoria dos bombeiros – caso não tenha a mesma
no ato da entrada do processo, deverá ser
apresentada Guia e Protocolo de entrada no
bombeiro e declarações em anexo com firma
reconhecida do proprietário da empresa.
 Alvará Sanitário - gêneros alimentícios e similares,
salão de beleza, clínica particular ou consultório
médico, caso não tenha o mesmo no ato da
entrada do processo, deverá ser apresentado Guia
e Protocolo da entrada e declaração em anexo
com firma reconhecida.
 Pagamento da taxa – no ato da abertura do
processo
Sumula: Requer alvará de .................... autônomo
.insc. imob................

1º tramite: cadastro Imobiliário

42
 Cartão CNPJ original
 Formulário cadastral (anexo 01 á 05)
 Xerox contrato social ou declaração firma
individual
 Xerox escritura ou contrato locação
 Croqui de localização
 Vistoria corpo de bombeiros
 Espelho do imóvel
 Pagamento da Taxa

OBSERVÇÕES:
 Deverá apresentar declaração fornecida pelo
Protocolo, assinado pelo proprietário da empresa
com firma reconhecida em Cartório, duas
testemunhas, cópia do protocolo do Bombeiro e
taxa de pagamento.
ALVARÁ PARA
FUNCIONAMENTO SHOW
ROOM  Se for escritura e não estiver em nome do
proprietário ou um dos sócios da empresa, deverá
52
apresentar autorização do proprietário do imóvel
. com firma reconhecida em Cartório.

 Toda oficina, serralheria, fábrica, indústria,


panificadora ou posto de gasolina, deverá
apresentar viabilidade.

 Se for contrato de locação, deverá ser firma


reconhecida em cartório do locador e locatário.

 Todas as cópias deverão vir acompanhadas dos


originais ou autenticadas de cartório.

Sumula: Requer alvará para funcionamento Show Room.


Insc. Imob...........

1º tramite: Cadastro Imobiliário

43
 Requerimento
 Croqui de Localização
 Autorização do proprietário com firma reconhecida
 Espelho do imóvel
 Cópia de Identidade
 Cópia CPF
AUTORIZAÇÃO P/
INSTALAÇÃO – ÁREA  Cópia Comprovante de Residência
PARTICULAR
( refere-se a instalação de
 Pagamento da Taxa
53
comércio em área externa de
propriedade particular, EX.
cachorro quente, churros) OBSERVAÇÃO: Se for autorização do proprietário ( no
caso de lojas) deverá anexar cópia da escritura ou
contrato de locação.

Sumula: Requer autorização para instalação de comércio


em área externa de propriedade particular de...............,
insc. Imob.............

1º tramite: Cadastro Imobiliário

 Xerox da certidão atualizada


 Espelho Imobiliário
 03 (três) jogos do projeto
 ART (AO804, AO201)
 Viabilidade Atualizada ( 3 meses)
 Autorização da Fundação do Meio Ambiente

DESMEMBRAMENTO.
 Memorial descritivo ( 5 lotes – 04 desmembrar, 01
54
remanescente; se for mais lotes deverá atender a
Legislação de Loteamento deixando 15% de área
verde).
 Pagamento Taxa

Sumula: Requer desmembramento, insc. Imob......

1º tramite: Cadastro imobiliário

44
 Declaração com firma reconhecida em cartório
 Comprovante de rendimentos do INSS (
atualizado)- se solteiro (a), separado (a), viúvo
(a) em seu nome; se casado em nome do
casal, informando tipo, valor e data de início do
benefício.
 Prova documental da condição de pensionista
da Previdência Social Oficial Federal, Estadual
ou Municipal, da aposentadoria, auxílio doença
a mais de 01 ano, (se casado – do casal).
 Certidão do Registro de Imóvel atualizado – se
solteiro(a) ou separado (a) em seu nome, se
viúvo(a) ou casado em nome do casal,
certificando se são proprietários de um único
imóvel; ( caso não tenha a certidão Registro
de imóvel, apresentar cópia do contrato de
compra e venda com firma reconhecida em
cartório e trazer certidão de Registro como não
tem nenhum imóvel)
 Comprovante de regularidade do CPF
 Espelho do Cadastro imobiliário
ISENÇÃO DO IPTU
55
 Pagamento da taxa

Sumula: requer isenção de IPTU, insc. Imob........,


conforme documentos em anexo.

1º tramite: Setor de Isenção

OBSERVAÇÕES:
 Quando não receber benefícios oriundos do
INSS, ou ainda receber aposentadoria ou
pensão Estadual Ou Federal, deverá
apresentar certidão negativa fornecida pelo
INSS, bem como do cônjuge do requerente;
 Quando não possui o imóvel registrado no
Cartório de Registro de Imóveis, solicitar
certidão negativa no nome do casal ou do
requerente se solteiro (a) ou separado (a);

45
 Todo (a) pensionista, mesmo que o carnê
esteja em seu nome deverá apresentar cópia
da certidão de óbito.
 Nos casos de portadores de doença grave ou
deficiência física de caráter permanente,
apresentar laudo médico ( atualizado).
 Se o (a) requerente for casado (a) apresentar
cópia da certidão de casamento;
ISENÇÃO DO IPTU
55
 Se separado (a) apresentar cópia de
documento comprovando
 O imóvel será vistoriado pelo Fiscal do setor
de Cadastro Imobiliário
 Sempre que necessário à Prefeitura solicitará
esclarecimento e/ ou complemento de
documentos.

 Declaração da Associação de Moradores ou


Centro Comunitário, informando que o requerente
foi atingido pela enchente, assinada pelo
Presidente.

 Cópia da Certidão Atualizada ou Contrato de


Compra e Venda registrado ou com firma
ISENÇÃO DO IPTU - reconhecida
56 ENCHENTE
 Espelho do Imóvel
 Pagamento da taxa

Sumula: Requer isenção de IPTU por motivo de enchente,


insc. Imob........

1º tramite: Setor de Isenção

46
 Declaração fornecida pela Associação de ex-
combatente e assinada pelo presidente.
 Declaração fornecida pela Associação de ex-
combatente e assinada pelo requerente.
 Espelho do Imóvel
ISENÇÃO DO IPTU – EX-  Cópia da Carteira da Associação
57 COMBATENTE
 É isento do Pagamento da taxa

Sumula: Requer isenção de IPTU, insc. Imob..........

1º tramite: Setor de Isenção


 Declaração do INCRA dizendo que é imóvel rural
 Comprovante do pagamento ITR (Imposto
Territorial Rural)
 Certidão do Registro de Imóveis
 Pagamento da taxa
ISENÇÃO DO IPTU –
58 TERRENO RURAL

Sumula: requer isenção do imposto de imóvel rural.

1º tramite: Setor de Isenção

 Cópia do Estatuto.
 Cópia da Ata de criação.
 Cópia da publicação Diário Oficial
 Cópia da Lei que declara utilidade pública
 Espelho do imóvel
 Cópia do Registro de Imóveis atualizado
ISENÇÃO IPTU -ENTIDADE  Pagamento da taxa
FILANTRÓPICA DE UTILIDADE
59
PÚBLICA

Sumula: Requer isenção de IPTU, insc. Imob........

1º tramite:Setor de Isenção

OBSERVAÇÃO: A isenção é apenas para o impostos, as


taxas deverão ser pagas.

47
 Carnês de pagamento original
 Cópia do carne de pagamento ( Quando for
pagamento em duplicidade) com carimbo confere
com original
 Cópia da Identidade
 Cópia do CPF
 Dados da conta bancária para o depósito
 – Pagamento da taxa
OBS: Quando o requerente não for proprietário do carnê,
deverá apresentar procuração com firma reconhecida em
cartório.
RESTITUIÇÃO DE IPTU
60

OBS: Quando o carne não estiver em nome do


proprietário do imóvel, deverá apresentar cópia da
escritura ou contrato de locação.

Sumula: requer restituição de IPTU, insc. Imob......,


conforme documentos em anexo.
Banco: Agência: Conta nº para ser efetuado o
depósito.

1º tramite: Secretaria da Receita


 Espelho do Imóvel
 Certidão atualizada (se for territorial)
 Pagamento da taxa

Sumula: Requer revisão de IPTU, insc. Imob......

REVISÃO IPTU. 1º tramite: Cadastro Imobiliário


61

OBSERVAÇÂO: colocar no requerimento se a área a ser


revisada se enquadra em: área construída , área do
terreno e característica / utilização do imóvel residencial
ou comercial.

48
 Documento de Identidade
 CPF do requerente
 Xérox da receita
 Pagamento da taxa
SOLICITAÇÃO DE
62 MEDICAMENTO
Sumula: Requer medicamentos, conforme receituário
em anexo.

1º tramite: Secretaria da Saúde

 Atestado de óbito
 Número do Sepultamento
 Declaração do cemitério (para onde será feito o
translado) que a família possui Jazigo e que esta
autorizado o translado
 Autorização do Juiz da Comarca do Município de
São José
 Pagamento de taxa

OBS: A pessoa deve estar enterrada mais de cinco anos


TRANSLADO DE RESTOS
63 MORTAIS
OBS: somente quando o inumada está em São José.

OBS: Quando for para fazer translado de outro Município


ou Estado, a autorização do Juiz tem que ser da Comarca
do Município que será transladado os restos mortais.

Sumula: Requer autorização para translados de


restos mortais.

1º tramite:SUSP / aforamento perpétuo

49
 Defesa feita pelo contribuinte
 Registro de imóveis atualizado
 Croqui de localização
 Iptu do imóvel
 Espelho do cadastro imobiliário
 Cópia da infração
DEFESA DE INFRAÇÕES
64  Cópia da carteira de identidade e CPF
 Pagamento da taxa

Sumula: Requer parecer sobre a defesa de auto


de infração em anexo.

1º tramite: SUSP

 Xérox de CPF
 Xérox do documento de identidade
 Pagamento da taxa de certidão

Sumula: Requer certidão de não lançamento para o


Sr................, CPF nº.................ou Empresa
.........CNPJ..............

1º tramite: Cadastro Imobiliário


CERTIDÃO DE NÃO
65 LANÇAMENTO

OBSERVAÇOES:
 Antes de entrar com o processo pesquisar no
Beta tributos se existe imóvel ou empresa
(CMC) em nome da pessoa. (se houver algum
registro fornecer certidão negativa).

 O requerimento e a tarifa devem ser gerados


em nome da pessoa que está solicitando.

50
 Certidão atualizada do registro de imóveis ou
Escritura.
 Espelho Inscrição Imobiliária
CERTIDÃO DE  Taxa de certidão
CONFRONTAÇÃO.
66 Sumula: Requer certidão de confrontação.

1º tramite: Cadastro Imobiliário

 Certidão atualizada do registro de imóveis ou


Escritura.
 Espelho Inscrição Imobiliária
CERTIDÃO COM ENDEREÇO
67
CORRETO DO IMÓVEL  Taxa de certidão
Sumula: requer certidão com endereço correto do
imóvel, insc. Imob.........
1º tramite: Divida Ativa
 Certidão atualizada do registro de imóveis ou
Escritura.
 Espelho Inscrição Imobiliária
CERTIDÃO COM INSCRIÇÃO  Taxa de certidão
IMOBILIÁRIA CORRETA DO
IMÓVEL Sumula: requer certidão com a inscrição
68
imobiliária correta do imóvel,para fins de
comprovação junto ao registro de imóveis, insc.
Imob.........
1º tramite: Divida Ativa
 Certidão atualizada do registro de imóveis ou
Escritura.
 Espelho Inscrição Imobiliária
CERTIDÃO DEAVALIAÇÃO DO
IMÓVEL.  Taxa de certidão
69
Sumula: requer certidão com avaliação do imóvel,
insc. Imob.........
 1º tramite: Divida Ativa

51
 Documento de identidade
 CPF
 Pagamento da 1ª parcela no ato e anexar
xérox da guia de pagamento no processo.

OBSERVAÇÕES:
 Quem pode fazer o parcelamento (o
proprietário do imóvel, esposo (a) com certidão
de casamento ou procurador com procuração
reconhecida em cartório).

70
PARCELAMENTO DE IPTU  Se estiver sob inventário, a (o) inventariante
poderá fazer o parcelamento com documento
comprobatório do processo de inventário.
 Caso o imóvel não esteja com o IPTU no seu
nome, trazer documento que comprove a
propriedade do imóvel.
 Certidão do registro de imóvel
 Contrato de compra e venda reconhecido em
cartório.
 Reparcelamento, somente uma vez. (para
efetuar o cancelamento falar com a direção do
CAC).

 Carta de arrematação

 Espelho do cadastro imobiliário

OBSERVAÇÕES:

 Abrir processo administrativo solicitando


ITBI DE IMÓVEL ADQUIRIDO providências da procuradoria para a cobrança
71 EM HASTA PÚBLICA
do IPTU em atraso (anexar cópia dos
documentos supracitados).

52
 Requerimento com firma reconhecida feito
pelos interessados (documento feito na
secretaria de transportes);
 Cópia da cédula de Identidade
 Cópia da carteira de Habilitação categoria B.
C, D, ou E;
 Atestado de saúde física e metal expedido nos
últimos 30 (trinta) dias;
 Cópia do CPF;
 Cópia do certificado de reservista ou dispensa
de incorporação Militar, salvo para maiores de
46(quarenta e seis) Anos.
 Certidão negativa de débito junto à Fazenda
Pública Municipal.
 Cópia do comprovante de residência.
 Comprovante de quitação eleitoral.
 Certidão negativa do registro de distribuição
criminal expedido pelo Fórum da Comarca de
TRANSFERÊNCIA DE
São José, e nos casos em que o interessado
PERMISSÃO DE TAXI resida em outro Município, deverá também
72 (QUANDO É VENDIDO O apresentar a Certidão da respectiva comarca.
AUTOMÓVEL)
 Inscrição no Cadastro Municipal de
contribuintes (CMC) como motorista
autônomo.
 Cópia do alvará de Funcionamento emitido
pela Prefeitura.
 Recolhimento de Taxas devidas ( Taxa de
Transferência de Permissão no valor de R$ 15
URM’S).
 Cópia do certificado de propriedade de veículo
em nome do novo permissionário, estando o
veículo licenciado no Município de São José
OBSERVAÇÕES: É necessário abertura de
processo no setor de Atendimento ao Cidadão, o
qual deverá ser encaminhado à Secretaria de
Transportes requerendo a Transferência de
Permissão.
Sumula: requer transferêcia de permissão de táxi,
veículo placa............;

1º tramite: Sec. de Transportes

53
 Requerimento com firma reconhecida feito
pelos interessados (documento feito pela
secretaria de transportes).
 Cópia da carteira de habilitação D ou E.
 Cópia de comprovante de residência.
 Certidão negativa do Registro de Distribuição
Criminal.
 Certidão negativa de débitos junto a Prefeitura
de São José.
 Cópia do certificado de propriedade do veículo,
estando este em nome do interessado ou, no
caso de estar em nome de terceiro, apresentar
também cópia do contrato de Arrendamento
Mercantil que indique o interessado como
arrendatário do veículo, estando este
devidamente licenciado no Município de São
José.
 Recolhimento de taxas devidas ( taxa de
TRANSFERÊNCIA DE transferência de Permissão no valor de 25
PERMISSÃO DE ESCOLAR URM’S).
(QUANDO É VENDIDO O
73 AUTOMÓVEL)  Inscrição no cadastro Municipal de
contribuintes.
PESSOA FÍSICA
 Cópia da Cédula de Identidade.
 Atestado de sanidade física e mental expedido
nos últimos 30 (trinta) dias
 Comprovante de inscrição no INSS.
 Cópia do alvará de funcionamento emitido pela
Prefeitura de São José.
 Certidão negativa expedida pelo Departamento
Estadual de Trânsito, relativa à exigência
contida no ART. 138, IV, do Código Nacional
de Trânsito.
OBSERVAÇÕES: É necessário abertura de processo
no setor de Atendimento ao Cidadão, o qual deverá
ser encaminhado à Secretaria de Transportes
requerendo a Transferência de Permissão.
Sumula: requer transferêcia de permissão escolar i,
veículo placa............; modelo...............; ano..........

1º tramite: Sec. de Transportes

54
 Requerimento com firma reconhecida feito
pelos interessados (documento feito pela
secretaria de transportes).
 Cópia do Contrato Social comprovando que a
firma dispõe de sede ou filial no Município de
São José.
 Cópia do alvará de funcionamento emitido pela
Prefeitura de São José.
 Cópia do certificado de propriedade do veículo,
estando este em nome da empresa ou, em
nome do sócio proprietário, ou, no caso de
estar em nome de terceiro, apresentar também
cópia do contrato de Arrendamento Mercantil
que indique a Empresa ou Sócio Proprietário
como arrendatário do veículo, estando este
devidamente licenciado no Município de São
José.
 Comprovante de regularidade com INSS.

TRANSFERÊNCIA DE  Comprovante de regularidade com o FGTS.


PERMISSÃO DE ESCOLAR
(QUANDO É VENDIDO O
 Certidão negativa de débito junto a Prefeitura
74 AUTOMÓVEL) de São José

PESSOA JURÍDICA  Pontuação relativa aos últimos 12 (doze)


meses expedida pelo Departamento Estadual
de Trânsito (DETRAN), em nome da pessoa
(condutor) que irá dirigir o veículo da
permissionária.
 Comprovante de inscrição no Cadastro
Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ).
 Certidão negativa do Registro de Distribuição
Criminal em nome da pessoa (condutor) que
irá dirigir o veículo da permissionária.
 Pagamento da taxa de 25 URM’S
OBSERVAÇÕES: É necessário abertura de processo
no setor de Atendimento ao Cidadão, o qual deverá
ser encaminhado à Secretaria de Transportes
requerendo a Transferência de Permissão.
Sumula: requer transferêcia de permissão de escolar,
veículo placa............; modelo...............; ano..........

1º tramite: Sec. de Transportes

55
 Cópia do Registro do Imóvel atualizado
autenticado por funcionário da PMSJ (confere
com original); ( 05dias)
 Original da Guia de Recolhimento e
comprovante de pagamento (se houver);
 Declaração do cartório de que não foi lavrada
RESTITUIÇÃO;
CANCELAMENTO DE ITBI. a escritura
75
 Pagamento da taxa de protocolo
Sumula:Requer restituição ou cancelamento por não
ter sido feita a transferência do imóvel, conforme
documentação anexa. ITBI nº.......

1º tramite: Séc. da Receita

 Cópia do Registro do Imóvel atualizado


autenticado por funcionário da PMSJ (confere
TRANSFERÊNCIA DE IMÓVEL com original);
EM PARTILHA DE BENS.
76 Não é processo  Espelho de Cadastro Imobiliário;
 Cópia da Escritura Pública de Inventário e
Partilha ou informações/decisão da Ação de
Inventário.

 Certidão de Amembramento emitida pelo


cartório atualizada;
 Espelho de Cadastro Imobiliário do(s)
AMEMBRAMENTO DO IPTU Imóvel(s);
(VEM PRONTO NA CERTIDÃO
77 Sumula: Requer Amembramento insc. Imob........,
DE REGISTRO DE IMÓVEIS)
conforme documentos em anexo.

1º tramite: Cadastro Imobiliário

 Croqui da área
 Cópia do registro do imóvel atualizado e
autenticado por funcionário da PMSJ (confere
com o original).
MUDANÇA DE CÓGIGO DE  Espelho de cadastro Imobiliário
78 LOGRADOURO
 Pagamento da taxa
Sumula: requer mudança de código de logradouro
conforme documento em anexo.
1º tramite: Cadastro Imobiliário

56
 Cópia do Boleto ou guia do comprovante de
pagamento com autenticação bancária nítida,
autenticada por funcionário da PMSJ (confere
com o original)
CANCELAMENTO; BAIXA OU  Dados bancários do contribuinte para o
79 COMPENSAÇÃO DE DÉBITOS. depósito ( Banco, agência, nº da conta).
Sumula: requer cancelamento débito ou dívida já
quitados, conforme comprovantes de pagamento
anexos.
1º tramite: Setor jurídico da Receita

 Cópia das Matrículas de Registro de Imóvel


individualizadas, atualizadas e autenticadas
por funcionário da PMSJ (confere com o
original).
 Cópia da Matrícula de Registro de Imóvel (
matrícula mãe), que deu origem às matrículas
individualizadas, atualizada e autenticada por
TRANSFERÊNCIAS DE funcionário da PMSJ ( confere com original).
IMÓVEIS; CADASTRAMENTO
DE UNIDADES;  Espelho de cadastro Imobiliário dos imóveis
80
LANÇAMENTO DE INSCRIÇÃO
IMOBILIÁRIA requeridos ( se houver).
 Pagamento da taxa de protocolo
Sumula: requer transferência de imóveis; ou
cadastramento de unidades; ou lançamento de
inscrição imobiliária, conforme documentação anexa.

1º tramite: Divida Ativa

 CNPJ
 Contrato social
 ART – Responsabilidade pela montagem
 Alvará Sanitário
 Licença Ambiental
AUTORIZAÇÃO PARA  Contrato de locação / autorização
INSTALAÇÃO DE CIRCO
 Vistoria do Bombeiro
81
 Tarifa de protocolo
Súmula: requer autorização para instalação de circo
conforme documentos em anexo.

1º tramite: Divida Ativa

57
 Certidão atualizada do registro de imóveis
 Escritura do imóvel
 Espelho Imobiliário
 Pagamento da taxa de certidão
CERTIDÃO DE DECADÊNCIA

82
Sumula: requer certidão de decadência para o imóvel
insc. Imobiliária nº..........................................

1º Tramite: Cadastro Imobiliário

1. Taxa de protocolo
2. Contrato de financiamento do imóvel – cópia
3. Espelho do imóvel
4. Xerox da identidade e CPF
5. Comprovante que reside no Município há mais
de um ano (1 ano).
5.1- Comprovante de endereço da residência
atual e de um ano atrás (1 ano) ou contrato de
locação ou declaração de proprietário de que
reside no imóvel há mais de 01 ano (um ano).
PROCEDIMENTOS PARA
ABETURA DE PROCESSOS 5.2- a declaração deve ter firma reconhecida da
EM RELAÇÃO AOS ITBIs
CALCULADOS CONFORME assinatura, vir com comprovante de residência em
LEI COMPLEMENTAR Nº 034
83 DE 09/09/2009 nome do declarante, com data atual e também de
um ano atrás (1 ano).
6. Comprovante de renda dos compradores (caso
um deles não possua renda, Xerox da carteira
de trabalho comprovando que não possui
carteira assinada por empregador).
7. Declaração de comprovação de renda familiar
preenchida e assinada pelo comprador do
imóvel.
1º trâmite: setor jurídico da receita

58
1. CÓPIA DO CONTRATO SOCIAL DA
EMPRESA

2. CÓPIA DO CARTÃO DE CNPJ

3. FORMULÁRIO CADASTRAL

4. CÓPIA DO CONTRATO DE LOCAÇÃO


(com firma reconhecida em cartório do
locador e locatário) ou ESCRITURA ( se a
escritura não estiver em nome de nenhum
dos sócios ou proprietário da empresa,
deverá apresentar autorização do
proprietário para funcionar com firma
reconhecida).

5. Estatuto/ Ata de criação (para


Associações e Entidades Beneficentes)

6. Alvará Sanitário ( empresas de gêneros


alimentícios, e similares, farmácias,
drogarias, clínicas médicas, laboratório de
análises clínicas, salão de beleza,
academias, casas de massagem, jardins de
infância, escolas, creches, associações,
entidades beneficentes, indústrias, fábrica
ALVARÁ DE
de móveis, comércio de madeiras, extração
FUNCIONAMENTO – VIA
de areia e outros minerais, hotéis, casa de
84 REGIN câmbio, e agência de turismo.
OBS: caso não tenha o mesmo, deverá apresentar
guia e protocolo de entrada e declaração em anexo
com firma reconhecida.

7. Vistoria do Bombeiro (caso não tenha o


mesmo, deverá apresentar guia e
protocolo de entrada e declaração em
anexo com firma reconhecida).

8. Inscrição no CORE – Empresas de


representação

9. Publicação de Utilidade Pública –


Associações e Entidades Beneficentes

10. Cópia do comprovante de recolhimento


de contribuição sindical. (Quando
necessário)

11. Cópia do Pagamento taxa de expediente


R$12,66

12.
OBS: ver anexo REGIN

59
1- Formulário cadastral preenchido

2-Viabilidade emitida pela SUSP, para fins de


compatibilidade da atividade com
o zoneamento, (cópia do parecer).

3-Cópia da Identidade e CPF.

4- Certificado de micro empreendedor


individual.
5-Comprovação da condição de Micro
empreendedor Individual- MEI, obtida através
da consulta aos Optantes do Simples Nacional,
junto ao site da Receita Federal;

6-Declaração do requerente de que a atividade


seja de baixo risco.

7-Cópia do cartão CNPJ

8-Cópia do contrato de locação (com firma


reconhecida em cartório do locador e locatário) ou
ALVARÁ DE ESCRITURA ( se a escritura não estiver em nome
FUNCIONAMENTO – MEI de nenhum dos sócios ou proprietário da
85 EM LOCAL FIXO empresa, deverá apresentar autorização do
proprietário para funcionar com firma
reconhecida).
9-Alvará Sanitário ( empresas de gêneros
alimentícios, e similares, farmácias, drogarias,
clínicas médicas, laboratório de análises clínicas,
salão de beleza, academias, casas de massagem,
jardins de infância, escolas, creches, associações,
entidades beneficentes, indústrias, fábrica de
móveis, comércio de madeiras, extração de areia
e outros minerais, hotéis, casa de câmbio, e
agência de turismo.(Caso não tenha o mesmo,
deverá apresentar guia e protocolo de entrada
e declaração em anexo com firma reconhecida.
10-Vistoria Do Bombeiro (Caso não tenha o
mesmo, deverá apresentar guia e protocolo de
entrada e declaração em anexo com firma
reconhecida).
11- Espelho Imobiliário / Inscrição Imobiliária
12- DECLARAÇÃO DE RESPONSABILIDADE
(Bombeiro, Vig. Sanitária, meio ambiente
reconhecida em cartório).

OBS: Ver anexo MEI

60
1. Cópia da Identidade e CPF.
2. Formulário cadastral
3. Certificado de micro empreendedor
individual.
4. Comprovação da condição de Micro
empreendedor Individual- MEI, obtida através
da consulta aos Optantes do Simples Nacional,
junto ao site da Receita Federal;
ALVARÁ DE 5. Declaração do requerente de que a
FUNCIONAMENTO – MEI atividade seja de baixo risco.
NÃO EXERCIDAS EM 6. Declaração como não exerce atividade em
86
LOCAL FIXO EM LOCAL local fixo.
FIXO 7. Cópia do cartão CNPJ
8. Cópia do contrato de locação ou escritura
em nome do requerente, se for escritura e não
estiver no nome do requerente, deverá ser
apresentada autorização do proprietário para
funcionar com firma reconhecida em cartório.
9. Espelho imobiliário / Inscrição Imobiliária

OBS: Ver anexo MEI

1. Contrato social
2. Cartão de CNPJ
3. Alvará de localização e funcionamento
4. Livro do ISS (últimos 5 anos para
Instituição Educacional com dívidas
retroativas).
5. Guia para pagamento do ISS ( últimos 5
anos para Instituição com dívidas
retroativas).
COMPENSAÇÃO 6. Número de alunos para o exercício 2011 (
87 TRIBUTÁRIA – LEI Nº projeção simulada), por períodos e turmas.
4110/04 7. Valor das mensalidades por ano e curso de
escolaridade para2011.
8. Identificação do imóvel ( contrato de
locação ou Registro de Imóveis).
9. Pagamento da taxa de R$ 12,66

1º trâmite: Dívida ativa.

OBS: Ver anexo 08

61
COD. DESCRIÇÃO VALOR PERÍODO
1 OUT- DOOR ANUAL 5,0000 A
2 OUT – DOOR MENSAL 0,5000 M
3 PAINEL ( ANUAL) 6,0000 A
4 PAINÉIS LUMINOSOS (ANUAL) 8,0000 A
5 LETREIROS LUMINOSOS OU ILUMINADOS ( ITENS A E B-P/ANO) 3,0000 A
6 LETREIROS LUMINOSOS OU ILUMINADOS ( ITENS C P/ANO) 1,0000 A
7 PAINEL MÓVEL ( POR ANO) 2,0000 A
8 FAIXA ( POR DIA) 0,0200 D
9 FAIXA ( POR MÊS) 0,2000 M
10 FAIXA ( POR ANO) 1,0000 A
11 PROSPECTOS E FOLHETOS DE PROPAGANDA ( POR ANO) 0,5000 A
12 BALÕES E BOLAS ( POR DIA) 0,0300 D
13 BALÕES E BOLAS ( POR MÊS) 0,3000 M
14 BALÕES E BOLAS ( POR ANO) 3,0000 A
15 PINTURA EM MUROS E FACHADAS DE EDIFICAÇÕES (POR ANO) 1,0000 A
16 PUB CONDUZIDA P/ PESSOA E EXIBIDA EM VIA PÚB. ( P/ MÊS) 0,1000 M
17 PUB CONDUZIDA P/ PESSOA E EXIBIDA EM VIA PÚB. ( P/ ANO) 0,6000 A
18 PUB NA PARTE EXTERNA DE VEÍCULOS (ITEM A – P/ MÊS) 1,0000 M
19 PUB NA PARTE EXTERNA DE VEÍCULOS (ITEM A – P/ANO) 10,0000 A
20 PUB NA PARTE EXTERNA DE VEÍCULOS (ITEM B – P/ MÊS) 0,5000 M
21 PUB NA PARTE EXTERNA DE VEÍCULOS (ITEM B – P/ANO) 5,0000 A
22 PUB NA PARTE INTERNA DE VEÍCULOS (ITEM A – P/ MÊS) 0,5000 M
23 PUB NA PARTE INTERNA DE VEÍCULOS (ITEM A – P/ANO) 5,0000 A
24 PUB NA PARTE INTERNA DE VEÍCULOS (ITEM B – P/ MÊS ) 0,4000 M
25 PUB NA PARTE INTERNA DE VEÍCULOS (ITEM B – P/ANO) 4,0000 A
26 PUB ESC EM VEÍCULO DEST A QUALQUER MODAL DE PUB. (P/ DIA) 0,0500 D
27 PUB ESC EM VEÍCULO DEST A QUALQUER MODAL DE PUB. ( P/ MÊS) 1,0000 M
28 PUB ESC EM VEÍCULO DEST A QUALQUER MODAL DE PUB. ( P/ ANO) 5,0000 A
29 EXPOSIÇÃO DE PRODUTOS OU PROPAGANDA (POR DIA) 0,0200 D
30 EXPOSIÇÃO DE PRODUTOS OU PROPAGANDA (POR MÊS) 0,2000 M
31 EXPOSIÇÃO DE PRODUTOS OU PROPAGANDA (POR ANO) 2,0000 A
32 RELÓGIO DIGITAL ( POR MÊS) 0,2000 M
33 RELÓGIO DIGITAL ( POR ANO) 2,0000 A
34 PLACAS INDICAT. DE NOMES DE ESTABELEC. ( ITEM A P/ MÊS) 0,0000 M
35 PLACAS INDICAT. DE NOMES DE ESTABELEC. ( ITEM A P/ ANO) 0,0000 A
36 PLACAS INDICAT. DE NOMES DE ESTABELEC. ( ITEM B P/ MÊS) NULL M
37 PLACAS INDICAT. DE NOMES DE ESTABELEC. ( ITEM B P/ ANO) NULL A
38 PLACAS INDICAT. DE NOMES DE ESTABELEC. ( ITEM C P/ MÊS) NULL M
39 PLACAS INDICAT. DE NOMES DE ESTABELEC. ( ITEM C P/ ANO) NULL A
40 PLACAS INDICAT. DE NOMES DE ESTABELEC. ( ITEM D P/ MÊS) NULL M
41 PLACAS INDICAT. DE NOMES DE ESTABELEC. ( ITEM D P/ ANO) NULL A
42 VITRINE ( POR ANO) 1,0000 A
43 PUBLICIDADE SONORA EM VEÍCULOS ( POR DIA) 0,1000 D
44 PUBLICIDADE SONORA EM VEÍCULOS ( POR MÊS) 2,0000 M
45 PUBLICIDADE SONORA EM VEÍCULOS ( POR ANO) 10,0000 A
46 PUB EM CINEMAS, TEATROS, BOATES E SIMILARES (P/ DIA) 0,0500 D
47 PUB EM CINEMAS, TEATROS, BOATES E SIMILARES (P/ MÊS) 1,0000 M
48 PUB EM CINEMAS, TEATROS, BOATES E SIMILARES (P/ ANO) 5,0000 A
49 PUB COLOC EM TERRENOS, CAMPOS DE ESP., CLUBES...( P/MÊS) 0,1000 M
50 PUB COLOC EM TERRENOS, CAMPOS DE ESP., CLUBES...( P/ANO) 1,0000 A
51 QUALQUER OUTRO TIPO DE PUBLICIDADE ( POR MÊS) 0,1000 M
52 QUALQUER OUTRO TIPO DE PUBLICIDADE ( POR ANO) 1,0000 A

62
ESTADO DE SANTA CATARINA
PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ
SECRETARIA MUNICIPAL DA RECEITA
Rua: Domingos André Zanini,300 – campinas
São José – SC CEP: 88117-200 Tel: 3381-0022

NOME / RAZÃO SOCIAL:_____________________________________________________________


RUA:______________________________________________________________________________
_
BAIRRO:________________________________ MUNICÍPIO:_______________________________
CMC:___________________________________
CNPJ:______________________________________
ATIVIDADE:________________________________________________________________________
ANEXANDO OS DOCUMENTOS EXIGIDOS, REQUER O ESPECIFICADO ABAIXO:
( ) ALVARÁ DE LICENÇA P/ LOCALIZAÇÃO E FUNCIONAMENTO A PARTIR DE ___/____/______
( ) LICENÇA PARA FUNCIONAMENTO EM HORÁRIO ESPECIAL DE ___/____/_____ À
____/____/____ DAS _______ HS ÁS _________HS.
( ) LICENÇA PARA FUNCIONAMENTO COMÉRCIO EVENTUAL OU AMBULANTE DE
____/____/____
À _____/_____/_____.
( ) ALTERAÇÃO DE RAZÃO SOCIAL DE
______________________________________________________
PARA______________________________________________________________________________
_________
( ) ALTERAÇÃO DE ATIVIDADE DE ____________________________PARA
________________________
( ) INCLUSÃO DE ATIVIDADE
(S)____________________________________________________________
( ) ALTERAÇÃO DE SÓCIOS
( ) ALTERAÇÃO DE CONTADOR
( ) ALTERAÇÃO DE CAPITAL SOCIAL

MESTES TERMOS PEDE DEFERIMENTO

SÃO JOSÉ, _____ DE ____________________DE____________.

_________________________________
ASSINATURA DO REQUERENTE

63
ESTADO DE SANTA CATARINA
PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ
SECRETARIA MUNICIPAL DA RECEITA
CENTRO DE ATENDIMENTO AO CIDADÃO
RUA: DOMINGOS ANDRÉ ZANINI, 300 – BAIRRO CAMPINAS
SÃO JOSÉ – SC CEP: 88 117- 200 FONE: (48) 3381 0022

FORMULÁRIO DE CADASTRO
RAZÃO SOCIAL :
______________________________________________________________________________

ENDEREÇO:
__________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________
___________

PRESTADORA DE SERVIÇOS: ( ) SIM


( ) NÃO

SE SIM, INFORMAR ALÍQUOTA DA ATIVIDADE: ( )

ÁREA CONSTRUÍDA OCUPADA ____________M²

INSCRIÇÃO IMOBILIÁRIA:_____________________________________________

HORÁRIO ESPECIAL ( ) HORÁRIO COMERCIAL ( )

PUBLICIDADE ( ) SIM ( ) NÃO ( TABELA DE PUBLICIDADE EM ANEXO)


1º ( )
2º ( ) (SE HOUVER)
3º ( ) (SE HOUVER)

SE O CÓDIGO DE PUBLICIDADE FOR : 34,35,36,37,38,39,40 OU 41 ASSINALAR ABAIXO:

TIPO DE ATIVIDADE PORTE DA EMPRESA

( ) ATIVIDADE COMERCIAL ( ) MICRO INDÚSTRIA


( ) ATIVIDADES CIVIS ( ) PEQUENO PORTE
( ) PROFISSIONAIS INDUSTRIAIS ( ) MÉDIO PORTE
( ) ATIVIDADES INDUSTRIAIS ( ) GRANDE PORTE

DADOS DO CONTADOR ( RESPONSÁVEL PELA CONTABILIDADE DA EMPRESA)

NOME:_____________________________________________________________________________
___________

ENDEREÇO:________________________________________________________________________
___________

CPF:_______________________________________________________________________________
___________

CRC
Nº_________________________________________________________________________________
______
64
ESCRITÓRIO:_______________________________________________________________________
___________

RESPONSÁVEL PELAS INFORMAÇÕES ACIMA:

NOME:
___________________________________________________________________________________
___

TELEFONE:________________________________________________________________________
___________

OBSERVAÇÕES:____________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________
__________________________________

ASSINATURA:_______________________________ DATA:______/________/______

65
ESTADO DE SANTA CATARINA
PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ
SECRETARIA MUNICIPAL DA RECEITA
Rua: Domingos André Zanini,300 – campinas
São José – SC CEP: 88117-200 Tel: 3381-0022

TERMO DE RESPONSABILIDADE

Eu,
__________________________________________________________________,
proprietário da
Empresa______________________________________________________, inscrita
no CNPJ___________________________________, estabelecida à
Rua:____________________________________________________________ Nº
_______, Bairro:_______________________________,
Cidade:______________________, declaro perante a Prefeitura Municipal de São
José, por ocasião do requerimento de Alvará de Funcionamento, assumo total
responsabilidade pela integridade física do estabelecimento acima citado, enquanto o
mesmo não possuir atestado de aprovação expedido pelo Corpo de Bombeiros.

São José,_______ de _________________________de 20____.

___________________________________________________________________
Assinatura do proprietário ou representante legal
( reconhecer firma em cartório)

____________________________________________________________
Testemunha

___________________________________________________________
Testemunha

66
ESTADO DE SANTA CATARINA
PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO JOSÉ
SECRETARIA MUNICIPAL DA RECEITA
Rua: Domingos André Zanini,300 – campinas
São José – SC CEP: 88117-200 Tel: 3381-0022

TERMO DE RESPONSABILIDADE

Eu,
__________________________________________________________________,
proprietário da
Empresa______________________________________________________, inscrita
no CNPJ___________________________________, estabelecida à
Rua:____________________________________________________________ Nº
_______, Bairro:_______________________________,
Cidade:______________________, declaro que estou ciente, de que a liberação do
Alvará de Funcionamento definitivo, está na dependência de serem anexos ao
processo as cópias autenticadas dos seguintes documentos:
( ) Alvará Sanitário ( se necessário)
( ) Vistoria do Bombeiro
( ) Licenças Ambientais ( Se necessário)

___________________________________________________________________
Assinatura do proprietário ou representante legal
( reconhecer firma em cartório)

São José,_______ de _________________________de 20____.

67
68