Anda di halaman 1dari 34

9 Marcas

1. Pregação Expositiva
2. Teologia Bíblica
3. Evangelho
4. Conversão
5. Evangelismo
6. Membresia
7. Disciplina
8. Discipulado
9. Liderança
Marca 8 – Discipulado e crescimento

 Teologia bíblica do crescimento


 A prática bíblica do crescimento
 Esperanças para o crescimento
 Importância
 O que acontecerá semcrescimento
Marca 8 – Discipulado e crescimento

A igreja deve se preocupar com os novos


cristãos? Cuidar deles? Como? Porquê?
A igreja deve ser preocupar com o
crescimento dos demais crentes? Como?
Porquê?
A igreja deve se preocupar com o
crescimento numérico?
O que é Discípulo?

Discípulo = aprendiz,aluno
Discipulo é aquele que é seguidor dos ensinos de Cristo,
buscando praticar a vontade de Cristo. Exige obediência.
“a salvação semobediência é algo desconhecido nas Escrituras Sagradas” Tozer

“Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo: Toda a


autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, portanto,
fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do
Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar
todas as coisas que vos tenho ordenado. Eeis que estou
convosco todos os dias até à consumação do século.” (Mateus
28:18-20 RA)
Qual o preço de ser discípulo?

Exige renuncia. Tomar a cruz significa


estar marcado para morrer, dar a vida, se
for necessário, para ser discípulo.
“ Equalquer que não tomar a sua cruz e
vier após mim não pode ser meu discípulo.”
(Lucas 14:27 RA)
O preço de ser discípulo?
A.W. Tozer

“Oferecendo aos nossos ouvintes umevangelho doce e


leve, e prometendo a todo aquele que o recebe um
lugar na encosta ensolarada da colina, não apenas
os enganamos cruelmente, mas também garantimos
alto índice de acidentes entre os conversos. Emcertos
campos estrangeiros foi cunhada a expressão
“cristãos com arroz” para descrever os que se
convertem por algum lucro.
O preço de ser discípulo?

“Abaixando o preço do discipulado, estamos


produzindo “cristãos com arroz” às dezenas de
milhares, precisamente aqui, no continente americano.
... Agora mesmo há uma explosão no setor dosbens
religiososna encosta ensolarada da colina. Milhares
estão investindo e unspoucos empresários estão
ficando ricos”.
A.W. Tozer
http://www.monergismo.com/textos/meditacoes/vento_tozer.htm
A resposta do verdadeiro discípulo.

Contexto: multiplicação dos pães→ a busca a Jesus


por interesse→ o ensino da soberania.

“Então, perguntou Jesus aos doze: Porventura,


quereis também vós outros retirar-vos?
Respondeu-lhe Simão Pedro: Senhor, para quem
iremos? Tu tens as palavras da vida eterna; e nós
temos crido e conhecido que tu és o Santo de Deus.
João 6.66-68
Queremos crescer no discipulado?

“ desejai ardentemente, como crianças recém-nascidas,


o genuíno leite espiritual, para que, por ele, vos seja
dado crescimento para salvação” (1 Pedro 2:2RA)
“ antes, crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor
e Salvador Jesus Cristo. A ele seja a glória, tanto agora como
nodia eterno.” (2 Pedro 3:18RA)

“ Porque estas coisas, existindo em vós e em vós aumentando,


fazem com que não sejais nem inativos, nem infrutuosos no pleno
conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo.” (2 Pedro 1:8 RA)
Crescimento individual
“Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo
naquele que é a cabeça, Cristo, de quem todo o corpo, bem
ajustado e consolidado pelo auxílio de toda junta, segundo a
justa cooperação de cada parte, efetua o seu próprio
aumento para a edificação de si mesmo em amor.” (Efésios
4:16 RA)

Como a Igreja faz isso? Através de planos de


ensino bem executados, catequeses, estudos na
Palavra, exortação, edificação por meio da
pregação, da ceia e do cuidado pastoral.
Crescimento numérico

“ Ora, naqueles dias, multiplicando-se o número dos


discipulos...” (Atos 6:1 RA)

“ Crescia a palavra de Deus, e, em Jerusalém, se


multiplicava o número dos discípulos; também muitíssimos
sacerdotes obedeciam à fé.” (Atos 6:7 RA)

“ Assim, a palavra do Senhor crescia e prevalecia


poderosamente.” (Atos 19:20 RA)
Crescimento numérico

→ Épara a glória de Deus.


→ Épara o fortalecimento dos demais.
→ Não é prova cabal de que Deus aprova aquela
igreja ou comunidade
→ Deve alegrar o crente quando isso acontece dentro
de umcontexto de “Igreja saudável”
→ Não deve ser desprezado.
Crescimento depende de Deus
O crescimento vem de Deus e não depende do homem.

“ Euplantei, Apolo regou; mas o crescimento veio de


Deus. De modo que nem o que planta é alguma
coisa, nem o que rega, mas Deus, que dá o
crescimento.” (1 Coríntios 3:6-7 RA)
Crescimento do Reino
O Reino de Deus é um reino que cresce

“ para que se aumente o seu governo, e venha


paz semfim sobre o trono de Davi e sobre o seu
reino, para o estabelecer e o firmar mediante o
juízo e a justiça, desde agora e para sempre. O
zelo do SENHORdos Exércitos fará isto.” (Isaías
9:7 RA)
Crescimento do Reino

O Reino de Deus cresce...

“Outra parábola lhes propôs, dizendo: O reino


dos céus é semelhante a umgrão de mostarda, que
umhomem tomou e plantou no seu campo, o qual é,
na verdade, a menor de todas as sementes, e,
crescida, é maior do que as hortaliças, e se faz
árvore, de modo que as aves do céu vêm aninhar-
se nos seusramos.” (Mateus 13:31-32 RA)
Crescimento do Reino

Crescimento numérico
x
Crescimento qualitativo

Cuidado com o falso ensino de que devemos ter


apenas qualidade, deixando de lado a
evangelização das pessoas. Deus quer alcançar
pecadores, por meio da igreja, para a Sua
glória.
Práticas bíblicas de crescimento

1) PREGAÇÃO EXPOSITIVA
Precisamos crescer ouvindo a Palavra de Deus, e a
melhor maneira é por meio da exposição das
escrituras, ao invés de pregação por assunto.
2) TEOLOGIA BÍBLICA
A medida que compreendemos a Biblia como um
todo, mais aptos ao crescimento estamos. A falta de
uma teologia gera conhecimentos desconexos e
desencontrados.
Práticas bíblicas de crescimento

3) ENTENDIMENTO CORRETODO EVANGELHO


A base do crescimento é umentendimento que
somos pecadores, que precisamos confiar em
Cristo, de que não é por nossas forças que somos
salvos.
4) CONVERSÃO
Somente aqueles que são verdadeiramente
nascidos de novo é que podem experimentar
crescimento, tal como umbebê, desejando o
genuíno leite espiritual.
Práticas bíblicas de crescimento

5) EVANGELIZAÇÃO
Pessoasque vieram a igreja como “clientes”, certamente
vieram por meio de outro evangelho e portanto, não
crescerão.
6) MEMBRESIA
A compreensão correta da membresia ajuda os
demais a crescerem porque somos estimulados,
encorajados, cuidados pelos demais. Também cria em
nós responsabilidade pela igreja.
Práticas bíblicas de crescimento

7) DISCIPLINA ECLESIÁSTICA
O Mau testemunho de crentes prejudica os
demais, “levedando a massa”.

8) LIDERANÇA BIBLICA
Uma liderança que se preocupa espiritualmente
com as pessoas, que ganha o respeito delas,
serve como ajuda a cada no seu crescimento
espiritual
Esperanças para ocrescimento

Retorno à prática da visitação pastoral


Conversar com os membros, conhecê-los nas suas
dificuldades, ajudá-los a entender a Palavra, orar
por elas regularmente, ouvir seusanseios e
angustias, integrá-las nocorpo.

Prática do ensino particular


Quando novos convertidos chegam, a Igreja deve se
preocupar com o crescimento espiritual daqueles
novos crentes, por meio de umtempo de estudo
dedicado na Palavra de Deus.
Esperanças para ocrescimento

Quando for do interesse da maioria


Quanto mais pessoas se sentirem responsáveis pelo
crescimento da igreja, mas isso será alcançado,
trabalhando juntos, orando juntos, se importando, se
esforçando, estudando e participando.
A importância do crescimento

Trabalhar para promover o discipulado e o


crescimento espiritual significa trabalhar, não para
a nossa própria glória, e sim para a glória de
Deus. Esta é a maneira que Deus se tornará
conhecido nomundo.
A importância do crescimento
A preocupação com isso é abrangente: tanto numérica
quanto pessoal. Não se pode ser sempre um “bebê em
Cristo”, nem ser sempre se conformar a ser uma igreja
semcrescimento numérico.

O crescimento é umsinal de que existe vida. Árvores vivas


crescem, animais e pessoas vivas crescem. Quando algo
pára de crescer, morre.
A importância do crescimento

Maus sinais:

→Muitos membros, mas ausentes das reuniões


→Alto desinteresse pela Palavra de Deus
→ Indiferença para com os demais membros
→ Indiferença pelo que se crê
→ Indiferença para com os incrédulos
A importância do crescimento
Bons sinais:

→Entusiasmo
→Uso crescente de linguagem espiritual
→ Conhecimento cada vez maior dasEscrituras
→Aumento evidente de alegria e amor
→Aumento de interesse pela igreja
→Aumento no zelo, no louvor, na confiança(fé)
A importância do crescimento
[sobre segurança...]
O que é então? De acordo com Edwards, enquanto
todas essas coisas podem ser evidências de um
verdadeiro crescimento cristão, o único sinal
observável certo é uma vida de santidade
crescente, arraigada na abnegação cristã. A
igreja deveria ser marcada por uma preocupação
vital com este tipo de piedade crescente nas vidas
de seusmembros.
http://www.bomcaminho.com/md010.php
O que acontece se não crescermos?

CRIANÇAS EMCRISTO.

“Eu, porém, irmãos, não vos pude falar como a espirituais,


e sim como a carnais, como a crianças em Cristo.
Leite vos dei a beber, não vos dei alimento sólido; porque
ainda não podíeis suportá-lo. Nem ainda agora podeis,
porque ainda sois carnais.”
1 Co 3:1-2
O que acontece se nãocrescermos?

“Não é uma coisa esquisita e umespanto que, com a sombra


da destruição atômica pendendo sobre o mundo e com a
vinda de Cristo estando próxima, os seguidores professos do
Senhor se entreguem a divertimentos religiosos? Que numa
hora emque há tão desesperada necessidade de santos
amadurecidos, numerosos crentes voltem para a criancice
espiritual e clamem por brinquedos religiosos?”

A.W.Tozer
Concluindo…

Não pode ser um estado permanente. Se


for, há claros sinais de falta de vida.

O que importa é umcoração desejoso de


seguir/obedecer às ordens dadas por Cristo,
produzindo umdesejo de viver de modo digno do
Senhor.
Marca 8 – Interesse por discipulado e crescimento

O que é?
A Escritura ensina que uma vida cristã é umcrescimento cristão (2
Ped. 1:8-10). Também a Escritura ensina que devemos crescer,
não somente pela instrução, mas por imitação (1 Coríntios.
04:16, 11:1). Igrejas deveriam exortar seusmembros
a crescer em santidade e ajudar os outros a que façam o
mesmo, junto com a igreja.
Marca 8 – Interesse por discipulado e crescimento

Onde isso está na Bíblia?


Pedro exortou seusleitores a crescer na graça e no
conhecimento de nosso Senhor e Salvador JesusCristo (2 Ped.
3:18)
Paulo exortou os efésios a crescer por falar a verdade em
amor unsaos outros (Ef4:15).

Muitas passagens nas Escrituras nos instruem a imitar lideres de


Deus (Fp 4:9, Heb.13:7).

O ponto é que, segundo as Escrituras, todos os cristãos devem


crescer em Cristo, imitar outros cristãos de Deus, e encorajar
outros em seu crescimento emCristo.
Marca 8 – Interesse por discipulado e crescimento

Por que isso é importante?


Promoção do Crescimento e discipulado bíblico é importante, porque nenhum
de nós é umproduto acabado. Até que morram, todos os cristãos lutarão
contra o pecado, e nós precisamos de toda ajuda que recebemos nesta luta.

Se a igreja descuidar do discipulado e crescimento, ou ensinar uma versão


distorcida e antibíblica, ela vai desencorajar cristãos genuínos e,
erradamente, dar segurança a falsos cristãos. Por outro lado, se uma igreja
promove uma cultura de discipulado e crescimento cristão, ela vai multiplicar
os esforços dos crentes a crescer na santidade.

A igreja que não tem crescimento na fé, acabará por produzir um


testemunho não saudável para o mundo.