Anda di halaman 1dari 108

Dominando o

Imposto de Renda

Nelson Huoya
Essa apresentação tem o objetivo ajudar a instruir os leitores para os impostos e
declarações relacionados aos investimentos seja no brasil ou no exterior;

O uso desse conteúdo juntamente com a ferramenta de Imposto de Renda do o


Bastter System permite aos investidores maior conhecimento de como proceder em
relação a impostos a pagar mensalmente , declaração de ajuste anual de imposto de
renda pessoa física(IRPF) e declaração de Capital Brasileiro no Exterior (CBE);

Este material tem o fim totalmente educativo, portanto não substitui informações e
relatórios da Receita Federal bem como das instituições financeiras custodiantes dos
ativos;

As instruções a seguir são realizados baseadas em pesquisas, experiência,


conhecimento e opinião própria, portanto estas estão suscetíveis a erros e
divergências. Sendo de cada leitor a INTEIRA e TOTAL responsabilidade das atitudes
tomadas posteriormente.
● Investimentos no Brasil

○ Rendimentos Isentos e Não Tributáveis


■ Dividendos
■ Rendimentos FIIs
■ Rendimentos de Poupança, LCI e LCA
■ Bonificação
■ Ganhos de capital com ações em operações que totalizaram
valor abaixo de 20 mil reais mês
■ Sobras de Bonificações

○ Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva/Definitiva


■ Juros sobre Capital Próprio
■ Rendimentos de Aplicações Financeiras (CDB, Tesouro Direto, Aluguel de Ações)
■ Ganhos de capital Sujeitos à Tributação (Ganhos de capital com ações em operações que
totalizaram valor acima de 20 mil reais, ganhos de capitais com FIIs, ETFs,Opções e Day
Trade)
● Preenchendo Programa GCAP

○ Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoa Física e do Exterior pelo Titular


■ Aluguéis Recebidos
Referências
● Investimentos no Brasil
○ Bens e Direitos
■ Ações
■ Fundos Imobiliários
■ Fundo de Investimento
■ Aplicações em Renda Fixa
■ Poupança
■ Conta Corrente no Banco
■ Saldo na Corretora
■ Créditos em Trânsito
■ Criptomoedas

Referências
● Investimentos no Exterior

○ Rendimentos e Ganho de Capital


■ Proventos/Rendimentos
■ Ganho de Capital
● Ganho de capital em Moeda Estrangeira - Rendimentos auferidos originalmente em
reais
● Ganho de capital em Moeda Estrangeira - Rendimentos auferidos originalmente em
moeda estrangeira
● Ganho de capital em Moeda Estrangeira - Rendimentos auferidos originalmente em
reais e em moeda estrangeira

○ Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física


■ Proventos
■ Ganhos de Capital com Ações em Operações que
Totalizaram Valor Abaixo de 35 mil Reais Mês
■ Ganhos de Capital Sujeitos à Tributação
■ Bens e Direitos
■ Acréscimo Patrimonial Decorrente Variação Cambial em Conta Não
Remunerada Referências
● Investimentos no Exterior
○ Declaração de Capitais Brasileiros no Exterior
■ Instruções CBE
● Declarando Ativos - Ações negociadas em bolsa
● Declarando Ativos - Brazilian depositary receipt (BDRs)
● Declarando Ativos - Depositary receipt - Empresa Brasileira (DRs de empresa
brasileira)
● Declarando Ativos - Depositary receipt - Empresa não Brasileira (DRs de empresa
não brasileira)
● Declarando Ativos - Fundo de Investimento
● Declarando Ativos - Depósitos à vista e a prazo (Conta corrente, poupança e
instrumentos similares)
● Declarando Ativos - Título de dívida não intercompanhia (Aplicações financeiras em
renda fixa)
● Declarando Ativos - Imóvel

Referências
Menu

Investimentos no
Brasil
Menu

Rendimentos Isentos e Não


Tributáveis
Menu
Dividendos
Menu
Dividendos

● CNPJ da Fonte Pagadora= CNPJ da


empresa

● Nome da Fonte Pagadora= Nome da


empresa

● Valor = Total de dividendos da empresa


recebidos ao longo do ano
Menu
Rendimentos FIIs
Menu
Rendimentos FIIs

● CNPJ da Fonte Pagadora= CNPJ da


administradora do fundo imobiliário

● Nome da Fonte Pagadora= Nome da


administradora do fundo imobiliário

● Descrição= Rendimentos de Fundos


Imobiliários

● Valor = Total de rendimentos do fundo


imobiliário recebidos ao longo do ano
Menu
Poupança
Menu
Poupança

● CNPJ da Fonte Pagadora= CNPJ do


banco

● Nome da Fonte Pagadora= Nome do


banco

● Valor = Total de rendimentos recebidos da


poupança ao longo do ano
Menu
Bonificações de Ações
Menu
Bonificações de Ações

● CNPJ da Fonte Pagadora= CNPJ da


empresa

● Nome da Fonte Pagadora= Nome da


empresa

● Valor = Valor total correspondente das


ações recebidas de acordo com o preço
informado pela empresa ao anunciar o
evento de bonificação
Ganhos de Capital com Ações em Operações que Totalizaram Menu
Valor Abaixo de 20 mil Reais Mês
Ganhos de Capital com Ações em Operações que Totalizaram Menu
Valor Abaixo de 20 mil Reais Mês

● Valor = Total de ganhos de capital ao


longo do ano em operações que somadas
não passaram o valor de 20 mil reais
mensais

Obs: Preenchendo o GCAP e importar os


dados é outra maneira de informar os ganhos
de capital com ações em operações que
totalizaram valor abaixo de 20 mil reais mês
Menu
Sobra de Bonificações de Ações
Menu
Sobra de Bonificações de Ações

● CNPJ da Fonte Pagadora= CNPJ da


empresa

● Nome da Fonte Pagadora= Nome da


empresa

● Descrição= “Rendimentos decorrentes ao


leilão de frações de bonificações”

● Valor = Valor total de rendimentos


recebidos devido ao leilão de frações de
bonificações daquela empresa ao longo do
ano
Menu

Rendimentos Sujeitos à
Tributação Exclusiva/Definitiva
Menu
Juros Sobre Capital Próprio
Menu
Juros Sobre Capital Próprio

● CNPJ da Fonte Pagadora= CNPJ da


empresa

● Nome da Fonte Pagadora= Nome da


empresa

● Valor = Valor líquido do total de juros de


capital próprio recebidos da empresa ao
longo do ano
Menu
Rendimentos de Aplicações Financeiras
Menu
Rendimentos de Aplicações Financeiras

● CNPJ da Fonte Pagadora= CNPJ do


banco ou corretora para aplicações
financeiras( inclusive TD) ou Bovespa no
caso de aluguéis de ações

● Nome da Fonte Pagadora= Nome do


banco ou corretora para aplicações
financeiras( inclusive TD) ou Bovespa no
caso de aluguéis de ações

● Valor = Valor líquido do total de juros


recebidos ao longo do ano. Aluguel de
ações se soma todas os rendimentos de
todas as empresas.
Ganhos de Capital Sujeitos à Tributação Menu

Para informar os valores de Ganhos de


Capital Sujeitos à Tributação tem duas
maneiras:
● Utilizar a parte de Renda Variável
do próprio programa de IRPF e
preencher manualmente as
informações
ou

● Importar os dados do programa de


GCAP previamente preenchidos
Ganhos de Capital Sujeitos à Tributação Menu

● Informar os ganhos de capital devido a


operações de venda de ações (+20k
mês),opções e day trade bem como os impostos
retidos na fonte e pagos além de prejuízos
anterior a compensar.
Ganhos de Capital Sujeitos à Tributação Menu

● Preencher manualmente as colunas “Resultado líquido


do mês” , “Resultado negativo até o mês anterior” (em
caso de prejuízos passados e “Imposto Pago” para
operações com fundos imobiliários
Menu
Preenchendo o Programa de GCAP
Preenchendo o Programa de GCAP Menu
Menu
Preenchendo o Programa de GCAP
Menu
Preenchendo o Programa de GCAP

● Os dados de Apuração do Custo de


Aquisição podem ser informados
diretamente ou calculados através da
opção “Planilha”
Menu
Preenchendo o Programa de GCAP
Menu
Preenchendo o Programa de GCAP
Menu
Preenchendo o Programa de GCAP

● Após cadastrar as informações ao


longo do ano no programa GCAP,basta
importar os dados para o programa de
IRPF.
Menu

Rendimentos Tributáveis
Recebidos de Pessoa Física e
do Exterior pelo Titular
Menu
Alugueis Recebidos

● Preencher manualmente as colunas


“Aluguéis” e “Darf pago cód. 0190” para
cada mês
ou
● Importar Dados do Carnê-Leão
Menu
Alugueis Recebidos
Menu

● Informar os valores de alugueis recebidos ● Os impostos devidos devem ser pagos até
em cada mês o último dia útil do mês através de Darf de
código 0190.
● Informar os valores pagos de impostos
sobre os aluguéis recebidos em cada mês
Menu

Bens e Direitos
Menu
Ações
Menu
Ações

● CNPJ = CNPJ da empresa

● Discriminação= Nome da empresa,cnpj


da empresa, corretora(s) onde se
encontram os ativos e quantidade de
ações que possui

● Situação = Valor de aquisição utilizado na


compra dos ativos somado aos custos de
corretagens e incorporações de possíveis
bonificações, este último utilizando o preço
informado pela empresa
Menu
Fundos Imobiliários
Menu
Fundos Imobiliários

● CNPJ = CNPJ do Fundo Imobiliário

● Discriminação= Informar nome do fundo


imobiliário, cnpj da administradora e do
fundo,corretora(s) onde se encontram os
ativos e quantidade de cotas que possui

● Situação = Valor de aquisição utilizado na


compra dos ativos somado aos custos de
corretagens e subtraindo possíveis
amortizações, este último utilizando o
preço informado pela empresa
Fundos de Investimentos Menu
Menu
Fundos de Investimentos

● CNPJ = CNPJ do administrador do fundo


de investimento ou corretora

● Discriminação= Informar nome do fundo


de investimento, cnpj do administrador do
fundo de investimento ou
corretora,corretora(s) onde se encontram
os ativos e quantidade de cotas que
possui

● Situação = Valor de aquisição utilizado na


compra dos ativos somado aos custos de
corretagens
Menu
Aplicações em Renda Fixa
Menu
Aplicações em Renda Fixa

● CNPJ = CNPJ da corretora ou banco

● Discriminação= Informar nome do ativo

● Situação = Valor atualizado do ativo para


o último dia do ano
Menu
Poupança
Menu
Poupança

● CNPJ = CNPJ do banco

● Discriminação= Poupança

● Situação = Valor atualizado do ativo para


o último dia do ano
Menu
Conta Corrente no Banco
Menu
Conta Corrente no Banco

● CNPJ = CNPJ do banco

● Discriminação= Nome do Banco

● Situação = Saldo atualizado do ativo para


o último dia do ano
Menu
Saldo em Corretora
Menu
Saldo em Corretora

● CNPJ = CNPJ corretora

● Discriminação= “Conta Corretora”, nome


da corretora e cnpj da corretora

● Situação = Saldo atualizado do ativo para


o último dia do ano
Menu
Créditos em Trânsito
Menu
Créditos em Trânsito

● Discriminação= “créditos em trânsito”,


tipo do provento(juros sobre capital
próprio, dividendos, rendimentos), ano
referente provento, empresa e cnpj da
empresa

● Situação = Valor total liquido a receber no


ano seguinte
Menu
Criptomoedas

● Discriminação= tipo da criptomoeda e


quantidade em posse

● Situação = Valor de aquisição utilizado na


compra dos ativos somado aos custos de
corretagens

Vendas de totalizam valores acima


de 35 mil reais mês e que resultem
em ganho de capital estão sujeitas a
recolhimento de impostos.

Como esse tipo de “moeda” não possui cotação oficial, uma vez que não há um órgão
responsável pelo controle de sua emissão, não há uma regra legal de conversão dos
valores para fins tributários.Entretanto, essas operações deverão estar comprovadas com
documentação hábil e idônea para fins de tributação caso a receita peça.
Menu

Investimentos no
Exterior
Menu
Menu
Menu

Tabela de Países com acordo de reciprocidade


Voltar Menu
Menu

Cotação Banco Central


Menu

Tabela Progressiva de Aliquotas


Voltar Menu
Menu
Menu
Menu

A partir de 2018 o programa de Ganho de Capital em Moeda Estrangeira (GCME) foi incorporado
ao programa GCAP. Portanto para os cálculos e registros do ganhos de capitais em moeda
estrangeira é necessário utilizar a parte de Direito/Bens Móveis do GCAP. Operações de anos
anteriores a 2018 devem usar o GCME.
Menu

Fórmula:
Valor de alienação($) x cotação de compra do dia da venda
- Valor de aquisição($) x cotação de venda do dia da compra
Ganho de capital
x 15%
Imposto Devido
Menu
Menu

● Especificação= Informar o ativo gerador do ganho de


capital
● Dólar na data de aquisição = Dólar de venda do dia da
aquisição
● Custo de Aquisição= Valor em dólar gasto na
aquisição/aplicação no ativo financeiro(pode considerar
corretagem). Valor zero para juros de aplicações
financeiras ou depósitos remunerados

Em caso de múltiplas compras do mesmo ativo gerador de ganho de capital entende-se


que deve utilizar a cotação de média ponderada e a data de aquisição da primeira
aquisição. Essa informação não é oficial mas é a maneira encontrada para lidar com
o programa
Menu

● Natureza= “Liquidação ou Resgate de


Aplicação Financeira”
● Dólar na data de alienação = Dólar de
compra do dia da venda
● Valor de Alienação= Valor recebido em dólar
pela venda ou juros da aplicação
financeira/depósito remunerado
● Valor do Imposto em Reais=Informar o valor
de imposto retido no país da operação, caso
não tenha sido retido nenhum valor , deixar
em branco
Menu
Menu

Fórmula:
[Valor de alienação($) - Valor de aquisição($)]
x Cotação de compra do dia da venda
Ganho de capital
x 15%
Imposto Devido
Menu
Menu

● Especificação= Informar o ativo gerador do ganho de


capital
● Custo de Aquisição= Valor em dólar gasto na
aquisição/aplicação no ativo financeiro(pode considerar
corretagem). Valor zero para juros de aplicações
financeiras ou depósitos remunerados
Menu

● Natureza= “Liquidação ou Resgate de


Aplicação Financeira”
● Dólar na data de alienação = Dólar de
compra do dia da venda
● Valor de Alienação= Valor recebido em dólar
pela venda ou juros da aplicação
financeira/depósito remunerado
● Valor do Imposto em Reais=Informar o valor
de imposto retido no país da operação, caso
não tenha sido retido nenhum valor , deixar
em branco
Menu
Menu

Fórmula: Valor de alienação($) x cotação de compra do dia da venda


- Valor de aquisição($) x cotação de venda do dia da compra
Ganho de Capital x % Rendimentos Auferidos Originalmente em Reais
+
[Valor de alienação($) - Valor de aquisição($)]
x Cotação de compra do dia da venda
Ganho de capital x % Rendimentos Auferidos Originalmente em Moeda Estrangeira

= Ganho de Capital Total


x 15%
Imposto Devido
Menu
Menu

● Especificação= Informar o ativo gerador do ganho de capital


● Dólar na data de aquisição = Dólar de venda do dia da aquisição
● Custo de Aquisição(Moeda Nacional) = Valor em dólar gasto com
origem de rendimentos de reais. na aquisição/aplicação no ativo
financeiro(pode considerar corretagem). Valor zero para juros de
aplicações financeiras ou depósitos remunerados
● Custo de Aquisição(Moeda Estrangeira) = Valor em dólar com
origem de rendimentos em moeda estrangeira gasto na
aquisição/aplicação no ativo financeiro(pode considerar corretagem).
Valor zero para juros de aplicações financeiras ou depósitos
remunerados

Em caso de múltiplas compras do mesmo ativo gerador de ganho de capital entende-se


que deve utilizar a cotação de média ponderada e a data de aquisição da primeira
aquisição. Essa informação não é oficial mas é a maneira encontrada para lidar
com o programa
Menu

● Natureza= “Liquidação ou Resgate de


Aplicação Financeira”
● Dólar na data de alienação = Dólar de
compra do dia da venda
● Valor de Alienação= Valor recebido em dólar
pela venda ou juros da aplicação
financeira/depósito remunerado
● Valor do Imposto em Reais=Informar o valor
de imposto retido no país da operação, caso
não tenha sido retido nenhum valor , deixar
em branco
Menu
Menu
Menu

● Preencher manualmente as colunas


“Exterior”ou Importar Dados do Carnê-Leão

● Impostos devem ser preenchidos


manualmente em Imposto Pago/Retido
Menu

● O total de impostos retidos


de cada mês devem ser
multiplicados pela mesma
cotação que os
rendimentos daquele mês
foram convertidos.

● Valores mensais são


somados para chegar o
valor total do ano o qual
deve ser informado em
Imposto pago no exterior
pelo titular e pelos
dependentes.
Ganhos de Capital com Ações em Operações que Totalizaram Menu
Valor Abaixo de 35 mil Reais Mês
Ganhos de Capital Sujeitos à Tributação Menu

● As informações de ganhos de capital sujeitos


à tributação devem ser obrigatoriamente
importados do programa GCAP. Para
operações anteriores a 2018 devem ser
utilizado o GCME.
Ganhos de Capital Sujeitos à Tributação Menu
Menu
Bens e Direitos
Menu

● Declarar pelo preço de aquisição convertido


pela cotação do dólar de venda do dia da
aquisição
Menu

● Declarar pelo preço de aquisição convertido


pela cotação do dólar de venda do dia da
aquisição
Menu

● Declarar pelo preço do último dia do ano


convertido pela cotação do dólar de compra
dessa data
Menu

● Declarar pelo preço de aquisição convertido


pela cotação do dólar de venda do dia da
aquisição
Menu

● Declarar pelo preço de aquisição convertido


pela cotação do dólar de venda do dia da
aquisição
Acréscimo Patrimonial Decorrente Variação Cambial Menu
em Conta Não Remunerada
Acréscimo Patrimonial Decorrente Variação Cambial Menu
em Conta Não Remunerada

● CPF/CNPJ da Fonte Pagadora= Deixar em


branco
● Nome da Fonte Pagadora = Deixar em
branco
● Descrição= “Acréscimo Patrimonial
decorrente variação cambial”
● Valor=Diferença positiva entre os anos do
valor em conta corrente
Menu
Menu
Instruções CBE:

Observações:

● Obrigatório para aqueles que somam mais de 100 mil dólares


investidos no exterior

● Para aqueles com mais de 100 mil dólares e menos de 100 milhões de
dólares no exterior, declaração anual com data-base 31/12

● Para aqueles com mais de 100 milhões de dólares, declaração


trimestral com datas-base 31/03, 30/06, 30/09 e 31/12.
Menu
Instruções CBE:

Observações:

● Para ativos de posse de mais de um titular cada parte deverá


considerar o valor integral para análise do enquadramento dos
critérios de obrigatoriedade. Porém, deve declarar apenas da sua
respectiva parcela, mesmo que o total individual declarado seja inferior
ao piso de obrigatoriedade.

● Para no incluir um ativo bastar ir no menu ATIVOS, clicar no botão


“Incluir ativo” e selecione a opção do ativo a ser inserido. Na
sequência, inclua as informações solicitadas e a seguir finalize
clicando no botão “Incluir Ativo Selecionado”.
Menu
Declarando Ativos:

Ações negociadas em Bolsa


Mercado de negociação: País do mercado de negociação da ação

Moeda: Moeda original em que está referenciado o valor do ativo. Será com base nessa mesma
moeda que deverão ser informados os demais valores nesta ficha

Valor na data-base: Soma do valor de todos os ativos deste tipo na data base

Dividendos no período-base: Soma de todos os dividendos e outros rendimentos recebidos no


período base

Ações do mesmo tipo são aqueles que coincidem o país do mercado de negociação e
a moeda de denominação.
Menu
Declarando Ativos:

Brazilian depositary receipt (BDRs)


País da empresa: País sede da empresa emissora do BDR

Dividendos no período-base: Soma de todos os dividendos e outros rendimentos recebidos


no período base

Valor na data-base: Soma do valor de todos os ativos deste tipo na data base

BDRs do mesmo tipo são aqueles que coincidem o país sede da empresa emissora do
BDR.
Menu
Declarando Ativos:

Depositary receipt - Empresa Brasileira (DRs de empresas


brasileiras)

Mercado de negociação: País do mercado de negociação da ação

Moeda: Moeda original em que está referenciado o valor do ativo. Será com base nessa
mesma moeda que deverão ser informados os demais valores nesta ficha

Valor de mercado na data-base: Soma do valor de todos os ativos deste tipo na data
base

Dividendos e outros recebimentos recebidos no período-base:Soma de todos os


dividendos e outros rendimentos recebidos no período base

ADRs de empresas brasileiras do mesmo tipo são aqueles que que coincidem o país
do mercado de negociação e a moeda de denominação.
Menu
Declarando Ativos:

Depositary receipt - Empresa Não Brasileira (DRs de empresas não


brasileiras)
Mercado de negociação: País do mercado de negociação da ação

País da empresa não brasileira: País da empresa não-brasileira emissora da ADR

Moeda: Moeda original em que está referenciado o valor do ativo. Será com base nessa
mesma moeda que deverão ser informados os demais valores nesta ficha

Valor de mercado na data-base: Soma de todos os dividendos e outros rendimentos


recebidos no período base

Dividendos e outros recebimentos recebidos no período-base:Soma de todos os


dividendos e outros rendimentos recebidos no período base

ADRs de empresas não brasileiras do mesmo tipo são aqueles que coincidem o país
do mercado de negociação, país da empresa emissora e a moeda de denominação.
Menu
Declarando Ativos:

Fundos de Investimento

Mercado de negociação: País do mercado de negociação da ação

Moeda: Moeda original em que está referenciado o valor do ativo. Será com base nessa
mesma moeda que deverão ser informados os demais valores nesta ficha

Valor de mercado na data-base: Soma do valor de todos os ativos deste tipo na data base

Dividendos e outros recebimentos recebidos no período-base:Soma de todos os


dividendos e outros rendimentos recebidos no período base

ETFs do mesmo tipo são aqueles que coincidem o país do mercado de negociação e
a moeda de denominação.
Menu
Declarando Ativos:

Depósitos à vista e a prazo (Conta corrente, poupança e


instrumentos similares)

País: País da instituição depositária dos valores

Moeda: Moeda original em que está referenciado o depósito. Será com base nessa
mesma moeda que deverão ser informados os demais valores nesta ficha

Saldo na data-base: Soma do valor de todos os ativos deste tipo na data base

Recebimentos no período-base: Soma de todos os dividendos e outros rendimentos


recebidos no período base

Depósitos à vista e a prazo do mesmo tipo são aqueles que coincidem o país e a
moeda de denominação.
Declarando Ativos: Menu

Título de dívida não-intercompanhia (Aplicações financeiras de


renda fixa)

País: País do devedor do empréstimo no exterior

Moeda: Moeda em que está referenciado o empréstimo. Será com base nessa mesma
moeda que deverão ser informados os demais valores nesta ficha

Prazo inicial do empréstimo: Prazo original do empréstimo, dividido em duas categorias:


“Até 12 meses” ou “Mais de 12 meses”. Na hipótese de prazo flexível ou indefinido, utilize
sua melhor expectativa

Saldo na data-base: Saldo nominal do empréstimo na data-base. O saldo nominal do


empréstimo consiste na soma do saldo a receber de principal, incluindo os juros incorridos
e não recebidos

Recebimentos no período-base: Soma de todos os dividendos e outros rendimentos


recebidos no período base
Empréstimo não-intercompanhia do mesmo tipo são aqueles que coincidem o país, a
moeda de denominação e a categoria do prazo inicial do empréstimo.
Declarando Ativos: Menu

Imóvel
País do imóvel: País de localização do imóvel

Moeda: Moeda em que está referenciado o valor do imóvel e eventual saldo devedor de
financiamento. Será com base nessa mesma moeda que deverão ser informados os demais
valores nesta ficha

Método de valoração: Escolher um método de valoração do valor na data base. As opções são:
“Valor de aquisição”, “Valor de aquisição com benfeitorias” e “Valor de mercado”

Valor na data base:Soma do valor de todos os ativos deste tipo na data base

O imóvel está quitado: Responder se o imóvel está totalmente pago

Saldo devedor na data-base: saldo devedor de financiamento remanescente na data-base.


Caso tenha respondido que o imóvel está quitado, este campo ficará desabilitado

Aluguéis recebidos: Soma de todos os aluguéis recebidos no período base

Imóveis do mesmo tipo são aqueles que coincidem o país, a moeda de denominação,
metodo de valoração e a informação se o imóvel está quitado
Menu

Referências:
● Pergunta e Resposta IRPF 2017
● Instruções de Preenchimento IRPF 2018
● Instruções de Preenchimento Carnê-Leão 2018
● Instruções de Preenchimento GCAP 2018
● Manual do Declarante CBE
● Site Banco Central