Anda di halaman 1dari 5

AlfaCon Concursos Públicos

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
ÍNDICE
Seleção da Proposta Vencedora e Habilitação..................................................................................................2

Lei do Direito Autoral nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998: Proíbe a reprodução total ou parcial desse material ou divulgação com
fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na Internet, sem autorização do AlfaCon Concursos Públicos.
1
AlfaCon Concursos Públicos

Seleção da Proposta Vencedora e Habilitação


No curso da sessão, o autor da oferta de valor mais baixo e os das ofertas com preços até 10%
(dez por cento) superiores àquela poderão fazer NOVOS LANCES VERBAIS E SUCESSIVOS, até
a proclamação do vencedor.
Não havendo pelo menos 3 ofertas nessas condições, poderão os autores das melhores propostas,
até o máximo de 3 , oferecer novos lances verbais e sucessivos, quaisquer que sejam os preços ofere-
cidos.
Para julgamento e classificação das propostas, será adotado o CRITÉRIO DE MENOR PREÇO,
observados os prazos máximos para fornecimento, as especificações técnicas e parâmetros mínimos
de desempenho e qualidade definidos no edital.
Examinada a proposta classificada em primeiro lugar, quanto ao objeto e valor, caberá ao pre-
goeiro decidir motivadamente a respeito da sua aceitabilidade. O pregoeiro poderá negociar dire-
tamente com o proponente, a fim de que seja obtido preço melhor.
Encerrada a etapa competitiva e ordenadas as ofertas, o pregoeiro procederá à abertura do in-
vólucro contendo os documentos de habilitação do licitante que apresentou a melhor proposta,
para verificação do atendimento das condições fixadas no edital.
A habilitação far-se-á com a verificação de que o licitante está em situação regular perante a
Fazenda Nacional, a Seguridade Social e o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço - FGTS, e as
Fazendas Estaduais e Municipais, quando for o caso, com a comprovação de que atende às exigências
do edital quanto à habilitação jurídica e qualificações técnica e econômico-financeira.
Os licitantes PODERÃO DEIXAR DE APRESENTAR os documentos de habilitação que já
constem do Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores – SICAF e sistemas semelhan-
tes mantidos por Estados, Distrito Federal ou Municípios, ASSEGURADO aos demais licitantes o
direito de acesso aos dados nele constantes.
Verificado o atendimento das exigências fixadas no edital, o licitante será declarado vencedor.
Se a oferta não for aceitável ou se o licitante desatender às exigências habilitatórias, o pregoeiro
examinará as ofertas subsequentes e a qualificação dos licitantes, na ordem de classificação, e assim
sucessivamente, até a apuração de uma que atenda ao edital, sendo o respectivo licitante declarado
vencedor. Nesse caso, o pregoeiro também poderá negociar diretamente com o proponente para que
seja obtido preço melhor.
Recurso
Declarado o vencedor, qualquer licitante poderá manifestar imediata e motivadamente a
intenção de recorrer, quando lhe será concedido o prazo de 3 dias para apresentação das razões do
recurso, ficando os demais licitantes desde logo intimados para apresentar contrarrazões em igual
número de dias, que começarão a correr do término do prazo do recorrente, sendo-lhes assegurada
vista imediata dos autos.
O acolhimento de recurso importará a invalidação apenas dos atos insuscetíveis de aproveita-
mento.
A falta de manifestação imediata e motivada do licitante importará a decadência do direito de
recurso e a adjudicação do objeto da licitação pelo pregoeiro ao vencedor.
Decididos os recursos, a autoridade competente fará a adjudicação do objeto da licitação ao lici-
tante vencedor.
Homologada a licitação pela autoridade competente, o adjudicatário será convocado para assinar
o contrato, no prazo definido em edital. Se o licitante vencedor, convocado dentro do prazo de
Lei do Direito Autoral nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998: Proíbe a reprodução total ou parcial desse material ou divulgação com
fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na Internet, sem autorização do AlfaCon Concursos Públicos.
2
AlfaCon Concursos Públicos

validade da sua proposta, não celebrar o contrato, aplicar-se-á o disposto no inciso XVI do Art. 4º
(exame das propostas subsequentes).
→ Desse modo, encontramos a seguinte ordem de fases no pregão:
˃ julgamento das propostas (classificação);
˃ habilitação;
˃ adjudicação;
˃ homologação.
→ Verifica-se que existe uma inversão de fases em relação à Lei 8.666/93, que segue a seguinte ordem:
˃ habilitação;
˃ classificação;
˃ homologação;
˃ adjudicação.
→ Na modalidade “pregão”, É VEDADA A EXIGÊNCIA de:
˃ garantia de proposta;
˃ aquisição do edital pelos licitantes, como condição para participação no certame; e
˃ pagamento de taxas e emolumentos, salvo os referentes a fornecimento do edital, que não
serão superiores ao custo de sua reprodução gráfica, e aos custos de utilização de recursos de
tecnologia da informação, quando for o caso.
O prazo de validade das propostas será de 60 dias, se outro não estiver fixado no edital.
→ A Lei 10.520/02 estabelece algumas condutas passíveis de penalidades:
˃ se, convocado dentro do prazo de validade da sua proposta, não celebrar o contrato;
˃ deixar de entregar, ou apresentar documentação falsa exigida para o certame;
˃ ensejar o retardamento da execução de seu objeto;
˃ não mantiver a proposta;
˃ falhar ou fraudar na execução do contrato;
˃ comportar-se de modo inidôneo ou cometer fraude fiscal.
Nessas situações, o licitante ficará impedido de licitar e contratar com a União, Estados, Distrito
Federal ou Municípios e será descredenciado no SICAF, ou nos sistemas de cadastramento de for-
necedores pelo prazo de até 5 anos, sem prejuízo das multas previstas em edital e no contrato, e das
demais cominações legais.
Os atos essenciais do pregão, inclusive os decorrentes de meios eletrônicos, serão documenta-
dos no processo respectivo, com vistas à aferição de sua regularidade pelos agentes de controle, nos
termos do regulamento próprio da União, Estados, Distrito Federal e Municípios.
Aplicam-se subsidiariamente, para a modalidade de pregão, as normas da Lei nº 8.666, de 21 de
junho de 1993.
As compras e as contratações de bens e serviços comuns, no âmbito da União, dos Estados, do
Distrito Federal e dos Municípios, quando efetuadas pelo sistema de registro de preços, previsto
no Art. 15 da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993, PODERÃO adotar a modalidade de pregão,
conforme regulamento específico.
A Lei 10.520/02 foi publicada em 17 de julho de 2002, entrando em vigor na mesma data.
Lei do Direito Autoral nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998: Proíbe a reprodução total ou parcial desse material ou divulgação com
fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na Internet, sem autorização do AlfaCon Concursos Públicos.
3
AlfaCon Concursos Públicos

EXERCÍCIOS
01. A empresa ABC, vencedora de importante pregão, fraudou a execução do contrato adminis-
trativo. Nos termos da Lei n° 10.520/2002, a referida empresa, sem prejuízo de outras sanções,
ficará impedida de licitar e contratar com a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municí-
pios, pelo prazo de até:
a) seis anos.
b) oito anos.
c) sete anos.
d) dez anos
e) cinco anos.
02. Considere as seguintes assertivas acerca do pregão, de âmbito federal:
I. Os licitantes poderão deixar de apresentar os documentos de habilitação que já constem do
Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores - SICAF.
II. A lei não exige que o pregoeiro dê acesso aos demais licitantes, acerca dos dados constantes
no SICAF sobre o licitante de melhor proposta, por ser competência única e exclusiva da
Comissão licitante.
III. No pregão, a fase de habilitação deve ocorrer antes da etapa competitiva de oferta dos lances.
Está correto o que consta em:
a) I e II, apenas.
b) III, apenas.
c) I, apenas.
d) II e III, apenas.
e) I, II e III.
03. De acordo com as disposições da Lei n° 10.520/2002, na modalidade licitatória pregão, é
VEDADO (A):
a) a negociação do pregoeiro diretamente com o proponente.
b) o pagamento de taxas ou emolumentos referentes à aquisição do edital.
c) a participação de empresas estrangeiras.
d) a exigência de garantia de proposta.
e) a exigência de qualificação econômico-financeira.
04. No curso de determinado pregão, aberta a sessão pública e feitos os lances, constatou-se que
a empresa “J” é a autora da oferta de valor mais baixo, cujo valor é de um milhão de reais. As
empresas “X”, “Y” e “Z” apresentaram, respectivamente, ofertas nos valores de R$ 1.050.000,00;
R$ 1.100.000,00 e R$ 1.200.000,00. Nos termos da Lei n° 10.520/02, até a proclamação do
vencedor, poderão fazer novos lances verbais e sucessivos as empresas:
a) J, X, Y e Z.
b) J, X e Y, apenas.
c) J e X, apenas.
d) X, Y e Z, apenas.
e) Y e Z, apenas.
Julgue os itens a seguir:
05. É legalmente admissível a realização de licitação, na modalidade “pregão”, para o registro de
preços.
Lei do Direito Autoral nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998: Proíbe a reprodução total ou parcial desse material ou divulgação com
fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na Internet, sem autorização do AlfaCon Concursos Públicos.
4
AlfaCon Concursos Públicos

Certo ( ) Errado ( )
06. Considere que a Administração Pública Federal necessite adquirir, junto ao mercado, papel
A4 para impressão, para uso de determinado ente público. Nessa situação, caso seja realizado
pregão, deverão os licitantes adquirir o edital como condição para a participação no certame.
Certo ( ) Errado ( )
07. A Administração Pública poderá exigir do licitante a garantia da proposta realizada.
Certo ( ) Errado ( )
GABARITO
01 - E
02 - C
03 - D
04 - B
05 - CERTO
06 - ERRADO
07 - ERRADO

Lei do Direito Autoral nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998: Proíbe a reprodução total ou parcial desse material ou divulgação com
fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na Internet, sem autorização do AlfaCon Concursos Públicos.
5