Anda di halaman 1dari 18

2.

Matrizes
Engenharia Elétrica
Profa. Dra. Larissa Ferreira Marques

Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Cornélio Procópio, PR, Brasil

lmarques@utfpr.edu.br

1 / 18
Introdução

Observe abaixo a quantidade de bonecas, carrinhos e jogos que havia no estoque de duas
lojas de brinquedos no inı́cio da manhã.
Loja A Loja B
Bonecas 18 12
Carrinhos 10 8
Jogos 16 14

Nesse dia as duas lojas obtiveram as seguintes vendas no perı́odo da manhã e da tarde:
Manhã Loja A Loja B Tarde Loja A Loja B
Bonecas 7 2 2 5
Carrinhos 3 4 3 2
Jogos 4 3 6 1

Qual o estoque de brinquedos de cada loja no final desse dia?


Estoque final Loja A Loja B
Bonecas 9 5
Carrinhos 4 2
Jogos 6 10

2 / 18
Os dados apresentados nessas tabelas são representados na forma de matrizes e o cálculo
para saber o número de brinquedos no estoque ao final do dia utiliza as operações com
matrizes.

Matriz é uma tabela de elementos dispostos em linhas e colunas.

Exemplo
A seguir estão dispostas as notas de três alunos em algumas disciplinas:
Português Matemática Fı́sica Quı́mica
Aluno X 8 3 6 5
Aluno Y 7 5 4 3
Aluno Z 5 7 8 2

!
8 3 6 5
Representação: 7 5 4 3
5 7 8 2

3 / 18
Notação geral: Representamos matrizes por letras maiúsculas A, B, ... e os elementos por letras
minúsculas acompanhados dos ı́ndices i e j que indicam,respectivamente, a linha e a coluna
ocupadas pelo elemento.

 a a12 ... a1n



11
a21 a22 ... a2n
Am×n =  .
  = (a )
. .. ..  ij m×n
. . ... .
am1 am2 ... amn

Exemplo
A seguir estão representadas algumas matrizes:
−2
 
1 √0 ;
1 2
 
2
2 ;
−5

3 (−5).

4 / 18
Dizemos que duas matrizes Am×n = (aij )m×n e Br ×s = (bij )r ×s são iguais se m = r , n = s
e aij = bij .
I Por exemplo, sejam

32
   
1 log1 9 1 0
A= eB= .
2 22 5 2 4 5

É fácil verificar que A = B.

5 / 18
Tipos de Matrizes

1 Matriz quadrada: uma matriz Am×n


! é quadrada se m = n. Dizemos que A é matriz de
2 √5 0
ordem n. Ex. 0 2 0
−3 7 −1
√ √
Observação: 2, 2, −1 formam a diagonal principal; 0, 2, −3 formam a diagonal se-
cundária.

2 Matriz nula: é aquela em que aij = 0, ∀i, j. Notação: 0m×n .


 
0 0 0
Ex.A2×3 = .
0 0 0

3 Matriz coluna: é aquela que possui uma única coluna (n = 1).


!
1
Ex. 3
9

6 / 18
4 Matriz linha: possui uma única linha (m = 1).

Ex. −3 10 0

5 Matriz diagonal: é uma matriz quadrada (m = n) onde aij = 0 para i 6= j.


!
−2 0 0
Ex. 0 3 0
0 0 5

6 Matriz identidade: é uma matriz quadrada onde aij = 0 para i 6= j e aij = 1 para i = j.
 
1 0
Ex. I2×2 =
0 1

7 Matriz triangular superior (inferior): é uma matriz quadrada onde os elementos abaixo
(acima) da diagonal principal são nulos.
! !
−2 3 0 −1 0 0
Ex. 0 5 2 e 0 7 0
0 0 9 2 5 4

7 / 18
8 Matriz transposta: a transposta de uma matriz m × n é uma matriz n × m obtida trocando
ordenadamente suas linhas por suas colunas ou suas colunas por suas linhas.

!
√1 0  
1 2 3
Ex. A = 2 5 ⇒ At =
0 5 7 2×3
3 7 3×2

9 Matriz simétrica: é uma matriz quadrada A de ordem n tal que At = A.


   
1 3 1 3
Ex. A = ; At =
3 2 3 2

10 Matriz oposta: é a matriz obtida trocando todos os sinais dos elementos.


   
5 −3 −5 3
Ex. A = ; −A =
2 −1 −2 1

11 Matriz anti-simétrica: é uma matriz quadrada A de ordem n tal que


At = −A.
 
0 −2
Ex. A =
2 0

8 / 18
Operações com Matrizes

1 Adição: Sejam as matrizes Am×n = (aij )m×n e Bm×n = (bij )m×n . Definimos

A + B = (aij + bij )m×n .

Exemplo
! ! !
1 −1 0 4 1 3
4 0 + 2 0 = 6 0
2 3 1 −3 3 0

Observações:

I Por definição, só podemos adicionar matrizes do mesmo tipo m × n;


I A diferença entre duas matrizes A e B do tipo m ×n, indicada por A−B,
é dada por A − B = A + (−B).

9 / 18
Propriedades:

Comutativa: A + B = B + A;

Associativa: A + (B + C ) = (A + B) + C ;

Elemento Neutro: A + 0m×n = 0m×n + A = A;

Elemento Oposto: A + (−A) = (−A) + A = 0m×n ;

(A + B)t = At + B t .

10 / 18
2 Multiplicação de uma matriz por um escalar: Sejam a matriz
Am×n = (aij )m×n e k um número real. Então, kA = (kaij )m×n .

Exemplo
   
2 0 −4 0
−2 =
1 −3 −2 6

Propriedades:

Distributiva em relação à soma de matrizes: k(A + B) = kA + kB;

Distributiva em relação à soma de escalares: (k1 + k2 )A = k1 A + k2 A;

0A = 0m×n ;

Associativa: k1 (k2 A) = (k1 k2 )A;

Elemento Neutro: 1A = A;

(kA)t = kAt .

11 / 18
Exercı́cio
Dadas as matrizes
     
1 2 −1 0 0 −1
A= , B= e C= .
1 3 0 1 2 0

Calcule:
1 3A + B − 2C ;
2 a matriz X tal que 2X + 2A − 3B = 0.

12 / 18
3 Multiplicação de Matrizes

Em uma empresa, o encarregado pelas compras deve adquirir de seus fornecedores


três tipos de produtos denominados produto 1, produto 2 e produto 3. Para isso,
fez orçamento com dois fornecedores (1 e 2). Resumindo os dados do problema,
temos:
I Quantidade de unidade do produto j que o comprador deve adquirir:

A= 100 200 300

I Preço, em reais, de cada unidade do produto i cobrado pelo fornecedor j.


!
58 62
B= 53 59
55 61

I Então,qual o valor do orçamento com o fornecedor j?

13 / 18
Dadas duas matrizes Am×n = (aij )m×n e Bn×p = (bjk )n×p , o produto AB é uma matriz
Cm×p = (cik )m×p , onde cada elemento cik é obtido multiplicando ordenadamente os
elementos da i-ésima linha da matriz A pelos elementos da k-ésima coluna da matriz B
e somando esses produtos.

Exemplo
! !
1 −1   2 −3
2 1
0 4 = 0 16
0 4
5 3 10 17

Observações:

1 O produto entre duas matrizes só está definido quando o número de colunas da
primeira matriz for igual ao número de linhas da segunda matriz.

2 Na matriz produto, o número de linhas é igual ao número de linhas da primeira


matriz e o número de colunas é igual ao número de colunas da segunda matriz.

14 / 18
Propriedades:

Elemento Neutro: AI = IA = A;

Distributiva à esquerda: A(B + C ) = AB + AC ;

Distributiva à direita: (A + B)C = AC + BC ;

Associativa: A(BC ) = (AB)C ;

(AB)t = B t At ;

0m×n An×p = 0m×p e Am×n 0n×p = 0m×p ;

Esta operação não é comutativa, pois pode ocorrer AB 6= BA.

15 / 18
Matriz Inversı́vel
Uma matriz A de ordem n é dita inversı́vel se existe uma matriz B de ordem n tal que
AB = BA = In . Dizemos que B é a inversa de A.
Notação: B = A−1 .
Logo, AA−1 = A−1 A = I.
Se A é uma matriz inversı́vel, então sua inversa é única.

Propriedades:

Sejam A e B matrizes inversı́veis. Então

A−1 é inversı́vel e (A−1 )−1 = A;

AB é inversı́vel e (AB)−1 = B −1 A−1 .

16 / 18
Exercı́cio
 
−1 1 −1
Calcule A , caso exista, onde A = .
0 2

Dada uma matriz quadrada A de ordem n, definimos as potências de base A e expoente


inteiro não negativo, da seguinte maneira:

A0 = In
A1 = A
A2 = AA
A3 = A2 A
..
.
Ak = Ak−1 A, k ∈ N

17 / 18
Recomendação:

Faça uma revisão do conteúdo e resolva a 2a lista de


exercı́cios (não deixe acumular!).

18 / 18