Anda di halaman 1dari 6

www.rbfotografia.com.

br

FOTOGRAFIA INFRAVERMELHO
DIGITAL
Romulo Lubachesky

A radiação infravermelho foi reconhecida nas fotografias em 22 de


janeiro de 1839 por John Herschel. Foi utilizada para reconhecimento de
camuflagens nas grandes guerras, na medicina e na agricultura. Porém as
fotos em infravermelho também podem ser usadas como arte, pois nos
mostram o mundo de uma forma diferente com imagens exóticas e de
beleza singular.

Espectro eletromagnético

Entre os sentidos humanos a nm, capaz de estimular o olho e


visão é o mais apurado, no produzir a sensação visual,
entanto está restrita a uma também é registrado pelas
pequena faixa de ondas películas fotográficas comuns e
eletromagnéticas conhecida pelos sensores fotossensíveis das
como luz visível (Figura 1), câmeras digitais.
formado por radiações de
diferentes comprimentos de onda A partir do vermelho, com
que originam as cores (vermelho, comprimentos de onda
alaranjado, amarelo, verde, azul, progressivamente crescentes,
roxo e violeta). estão: os raios infravermelhos, as
<Ultravioleta Infravermelho> ondas de radar e as microondas,
as ondas de televisão e as de
rádio. Ao lado do violeta, com
comprimentos de onda cada vez
400 500 600 700
Comprimento de ondas em namometros (nm) menores estão: a radiação
Figura 1. Espectro eletromagnético da ultravioleta, os raios X, os raios
luz visível. gama e a radiação cósmica,
formando todo o espectro de
O comprimento de onda energia eletromagnética
compreendido entre 400 e 700 conhecido.

O Infravermelho

Existem dois tipos de só pode ser captado por câmeras


infravermelho, o infravermelho especiais e sensores de alguns
termal e o infravermelho próximo satélites orbitais, estes fazem
(near infrared, NIR), também imagens baseadas nas diferenças
conhecido como infravermelho de de temperatura dos alvos.
reflexão. O infravermelho termal

www.rbfotografia.com.br
www.rbfotografia.com.br

O infravermelho de reflexão é espectros, bem como filtros


emitido basicamente pelo sol e capazes de boquear outras ondas
lâmpadas incandescentes, sendo indesejáveis. A partir do ano de
refletido muito bem por alvos 1999, quase todas as câmeras
como as plantas e absorvido por digitais também passaram a ser
outros como a água. sensíveis ao infravermelho de
reflexão, isso tem popularizado a
Para captar o NIR foram técnica que se tornou mais fácil e
desenvolvidos filmes fotográficos barata.
sensíveis a essa porção do

Infravermelho e a fotografia digital

Os fabricantes de câmeras, eficientes a cada novo modelo,


consideram a sensibilidade dos por isso alguns sites na internet
seus sensores ao NIR um ensinam como desmontar a
problema, pois ele reduz a nitidez câmera e retirar esse conjunto de
e desloca as cores nas fotos filtros, no entanto isso só é
normais. Para solucionar isso foi recomendado para câmeras que
criado um conjunto de filtros, Anti- irão ser usadas exclusivamente
Aliasing (AA), e Hot Mirror (HM), para fotos IR, pois a retirada dos
(Foto 1), que ficam na frente do filtros diminui em muito a
sensor, sendo o Hot Mirror qualidade das fotos normais.
responsável por diminuir a Para fotografia de alvos na
passagem do NIR, tornando obscuridade, você terá que
necessário o uso de exposições fornecer a iluminação apropriada
maiores nas fotos IR e até mesmo de infravermelho distante usando
impossibilitando que algumas uma câmera equipada com fontes
câmeras sejam usadas. de NIR, como a Sony Dsc-f707,
Dsc-f717 ou a Dsc-f828, que tem
seus filtros HM móveis .

Sua câmera é capaz de


captar o infravermelho de reflexão
se aparecer uma luz ao fotografar
o LED de um controle remoto em
uso (Foto 2).

Foto 1. Mount de uma NikonD70


mostrando o filtro AA.

Com a evolução das câmeras Foto 2. LED de um controle remoto


os filtros AA e HM ficam mais fotografado por uma Olympus C5050

www.rbfotografia.com.br
www.rbfotografia.com.br

Filtros infravermelho

Existem vários fabricantes (Tabela 1). O mais usado é o Hoya


que produzem esses filtros, tais IR R72 que transmite cerca de
como o Heliopan, o Tiffen, a Hoya 90% de ondas com mais de ~720
e a B+W com seus vários nm, o que inclui os comprimentos
modelos, cada um com uma faixa de onda do infravermelho
própria de espectro bloqueado proximal, termal e maiores.

Wratten B+W Hoya Tiffen Limite


inferior

#25 090 25A 580nm

#29 091 600nm

#70 640nm

#89B 092 R72 680nm

#87 87 740nm

#87C 093 780nm

#87B 820nm

#87A Rm90 880nm


Tabela 1. Principais filtros infravermelho.

Falsa cor

Como o infravermelho é
invisível para nós, a maneira
encontrada para enxergarmos
essas imagens é a falsa cor,
alterando o balanço de branco na
câmera obtém-se diferentes tons
(Foto 3).

Foto 3. Quatro diferentes tons obtidos


com a mesma câmera Olympus C 730.

www.rbfotografia.com.br
www.rbfotografia.com.br

Exposição

A iluminação afeta O NIR sofre deslocamentos


diretamente a qualidade das fotos, no vidro ótico das lentes diferentes
as melhores imagens são dos que acontecem na luz visível,
adquiridas com máxima isso altera o plano de foco.
iluminação solar e céu limpo. Algumas lentes mostram a
Como esse tipo de foto requer compensação que deve ser feita
longas exposições (Foto 4 e 5), é para fotos NIR em foco infinito.
necessário o uso de um apoio No entanto, a melhor maneira
para câmera, um tripé ou algo que de corrigir o foco é usar aberturas
funcione como um, por exemplo do diafragma intermediárias,
um banco ou um muro. Somente aumentando assim a amplitude do
câmeras com o filtro HM móvel ou campo de foco juntamente com a
removido conseguem exposições agudez das fotos, visto que as
superiores a ~1/30 em iso normal lentes são mais nítidas nessas
(iso 100). condições.

Foto 4. Foto IR com abertura f 9.5 e Foto 5. Fotovisível com abertura f 9.5 e
velocidade 1/3 segundos. velocidade 1/350 segundos.

Com um pouco de paciência Também é possível explorar a


é possível fazer fotos de assuntos longa exposição para dar efeito de
móvies mesmo em tempos de movimento aos alvos (Foto 7).
exposição baixos (Foto 6).

Foto 6. Foto IR de uma Capivara com Foto 7. Efeito de movimento em tartarugas


abertura f 3,2 e velocidade 1/4 s. nadando, abertura f 2,8 e velocidade 1s.

www.rbfotografia.com.br
www.rbfotografia.com.br

Tratamento digital posterior

Cada modelo de câmera fato das câmeras digitais normais


responde de forma diferente ao não serem projetadas para o
NIR em cada sensor RGB infravermelho, a maioria das fotos
(vermelho, verde e azul), isso terão o contraste muito baixo,
também se aplica a cada balanço sendo necessário seu aumento
de branco da câmera, permitindo em editores de imagens no
a manipulação dos canais RGB no computador. A forma mais eficaz
computador, tratamento que era de se obter bons resultados na
impossível nas fotos em tons de alteração do contraste no
cinza adquiridas pela maioria dos computador é equalizar os
filmes infravermelhos. histogramas de formas diferentes
Devido à alta taxa de reflexão nos canais RGB (Figura 2).
do NIR na maioria dos alvos e ao

Original Convencional Diferencial

Figura 2. Exemplo de contraste em foto IR obtida direto da câmera Nikon D70


(Original), aumento simples de contraste (Convencional), e aumento de contraste em
cada canal RGB (Diferencial), com seus respectivos histogramas.

Após ter equalizado o cinza. Mas pode-se ainda optar


contraste da sua foto você poderá pela recombinação dos canais
tomar diversos caminhos, RGB gerando outras três
dependendo dos tons de saída combinações de cores. Cada
configurados na câmera a foto fotógrafo de IR tende a
pode ser agradável sem outras desenvolver seu próprio estilo de
alterações. O mais usual é edição.
converter a foto para tons de

www.rbfotografia.com.br
www.rbfotografia.com.br

Combinações mais complexas entre fotos NIR e fotos visíveis também


são possíveis e mostram resultados ainda mais surpreendentes, com no
mínimo seis novas opções de combinações (Fotos 8 e 9).

Foto 8. Combinação do canal R e G de Foto 9. Canal R de uma foto NIR


uma foto visível com o canal B de uma substituindo o canal R de uma foto visível.
foto NIR.

A fotografia infravermelho é uma técnica que depende de muitas


variáveis, isso a torna extremamente interessante e envolvente, pois cada
pequena alteração na forma de obter ou tratar as imagens mostrará
resultados particulares.

Foto infravermelho do Jardim Botânico de Porto Alegre - RS.

Todas as fotos e o texto são de autoria e propriedade de Romulo


Lubachesky, copyright 2003.
Contato fone 0(51) 92771872 ou e-mail romulogeo@gmail.com.br

www.rbfotografia.com.br