Anda di halaman 1dari 5

SERAFIM - ASSESSORIA & CONSULTORIA JURÍDICA

MARCELO SERAFIM DE SOUZA - OAB/ES 18.472


______________________________________________________

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA VARA CÍVEL E COMERCIAL DA


COMARCA DE VIANA/ES

Bem-aventurados os que
observam a justiça...
(Salmos 106:3)

Processo nº 0005993-16.2016.8.08.0050

MOISÉS DE SOUZA, devidamente qualificado nos autos em que contende com


TRANSPORTADORA BELMOK LTDA., BELMOK SERVIÇOS LTDA. (RODA BRASIL LTDA.), e
IMOBILIARIA DONNABEL S/A, devidamente qualificadas nos autos suso, por seu advogado
subscritor, com escritório descrito no rodapé da página onde recebe as intimações/notificações
de estilo, vem com todo o acato e respeito a honrada presença de V. Exa., dizer e requerer o
que segue:

Ab initio, cumpre ressaltar que por este mm. Juízo fora prolatado r. decisum, datado de
14/12/2016, conforme excerto que segue infra:
DECISÃO
MOISÉS DE SOUZA moveu Ação de Reintegração de Posse em face
de TRANSPORTADORA BELMOK LTDA, BELMOK SERVIÇOS LTDA (RODA
_______________________________________________________________________________________________________
Rua José Alexandre Buaiz, nº 300 Vitória/ES (27) 99778-6930 / 3325-4958
Salas 1215/1216, Ed. Work Center Enseada do Suá marceloserafim.adv@gmail.com
SERAFIM - ASSESSORIA & CONSULTORIA JURÍDICA
MARCELO SERAFIM DE SOUZA - OAB/ES 18.472
______________________________________________________

BRASIL LTDA) e IMOBILIÁRIA DONNABEL S/A alegando, basicamente, com


base nos documentos de fls. 33/155, que é proprietário e possuidor de
terreno situado no bairro Canaã, supostamente invadido
pelos requeridos. Por tal razão, requereu, em antecipação de tutela, a
reintegração da posse do bem.
Decido.
[...]
Em que pese a determinação do art. 165 do CPC/15, cite-se a parte
requerida, para, no prazo de 15 (quinze) dias úteis, oferecer Contestação
nos autos, sob pena de incidência dos efeitos da revelia, conforme
previsão dos arts. 335 e seguintes do CPC/15 e determinação do E. TJ/ES
no Relatório disponível em seu sítio eletrônico, já que ainda não criados
os centros judiciários de solução consensual de conflito. (grifos nossos)

Com acerto, cumpre destacar e, estritamente nos ditames da lei, este douto juízo determinou
em sede de decisão interlocutória a citação das partes requeridas, para que estas, no prazo de
15 (quinze) dias ofereçam contestação nos autos da Ação Possessória autoral.

Contudo, verifica-se que malgrado propalada decisão datada de 14 de dezembro de 2016 (ou
seja, proferida há exatos 110 (cento e dez) dias, ou ainda, há 3 (três) meses e meio), determine
a citação das partes requeridas, para, no prazo de 15 (quinze) dias úteis, oferecer Contestação
nos autos, sob pena de incidência dos efeitos da revelia, porém, até a presente data as partes
requeridas sequer foram citadas para manifestar-se nos autos em epígrafe.

O que, cumpre ressaltar, está causando um mal inexcedível, além de assaz insegurança jurídica
ao autor dos autos.

_______________________________________________________________________________________________________
Rua José Alexandre Buaiz, nº 300 Vitória/ES (27) 99778-6930 / 3325-4958
Salas 1215/1216, Ed. Work Center Enseada do Suá marceloserafim.adv@gmail.com
SERAFIM - ASSESSORIA & CONSULTORIA JURÍDICA
MARCELO SERAFIM DE SOUZA - OAB/ES 18.472
______________________________________________________

Cumpre ressaltar que a ausência de citação para contestação causa insegurança jurídica no
jurisdicionado, o que é vedado pela legislação, doutrina e majoritária jurisprudência pátrias,
bem como instabilidade processual. Neste diapasão convém colacionar infra o seguinte aresto
que corrobora o supra exposto. Senão vejamos, verbis:
APELAÇÃO. IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. AUSÊNCIA DE CITAÇÃO E
DE ABERTURA DE PRAZO PARA CONTESTAÇÃO. PREJUÍZO PRESUMIDO.
VIOLAÇÃO DA AMPLA DEFESA E CONTRADITÓRIO. SENTENÇA
ANULADA1. (sem grifos no original)

Conforme se extrai do aresto supra, a ausência de citação para contestação fere de morte o
princípio da ampla defesa e do contraditório.

O novel jurista Cacemiro, em importante escólio sobre ponderoso e assaz relevante tema, afirma
que a “Modalidade processual de resposta mais comum à citação, a contestação é tema
obrigatório no estudo do direito processual civil2”.

Impende ressaltar que, a Contestação é tão salutar para o processo judicial, que o novel
legislador reformador destinou no Capítulo VI do Título I do Livro I da Parte Especial do Novo
Código de Processo Civil (lei 13.105 de 16 de março de 2015), 8 (oito) artigos, a saber, os artigos
335, 336, 337, 338, 339, 340, 341, e por último, o artigo 342, para tratar única e exclusivamente
do Instituto da Contestação.

1
AC 200950030002526. Órgão Julgador QUINTA TURMA ESPECIALIZADA. Publicação 18/02/2014. Julgamento 4 de Fevereiro
de 2014. Relator Desembargador Federal MARCUS ABRAHAM
2
CACEMIRO, Wellington. Contestação no novo CPC: princípios e requisitos. Revista Jus Navigandi, ISSN 1518-4862,
Teresina, ano 21, n. 4881, 11 nov. 2016. Disponível em: <https://jus.com.br/artigos/49163>. Acesso em: 2 abr. 2017.
_______________________________________________________________________________________________________
Rua José Alexandre Buaiz, nº 300 Vitória/ES (27) 99778-6930 / 3325-4958
Salas 1215/1216, Ed. Work Center Enseada do Suá marceloserafim.adv@gmail.com
SERAFIM - ASSESSORIA & CONSULTORIA JURÍDICA
MARCELO SERAFIM DE SOUZA - OAB/ES 18.472
______________________________________________________

Em relevante contribuição doutrinária acerca deste importante e insubstituível Instituto


Processual, o preclaro jurista Didier Júnior, assim preleciona: “a contestação está para o réu
como a petição inicial está para o autor3.

Neste diapasão, NEVES em relevante contribuição acerca deste relevante tema, afirma-nos em
sua balizada doutrina:
A contestação é a resposta defensiva do réu, representando a forma
processual pela qual o réu se insurge contra a pretensão do autor. O prazo
de contestação é de quinze dias, tendo como termo inicial a juntada do
mandado de citação ou do aviso de recebimento (AR) aos autos. O termo
inicial do prazo de quinze dias da contestação é o tema do art. 335 do novo
CPC4.

Acerca do Instituto da Citação, cumpre esthesir que, o legislador infraconstitucional reformador


preleciona no artigo 238 do Novo CPC (lei 13.105 de 16 de março de 2015) que, a Citação é o
ato pelo qual são convocados o réu, o executado ou o interessado para integrar a relação
processual.

Continua a reverberar, doravante no artigo 239 propalado legislador infraconstitucional


reformador que, para a validade do processo é indispensável a citação do réu ou do
executado... (grifos nossos)

Para o legislador infraconstitucional reformador, a citação é tão vital e salutar ao processo


judicial, que ainda quando ordenada por juízo incompetente, induz litispendência, torna

3
DIDIER JR, Fredie. Curso de Direito Processual Civil. 17ª edição. Salvador: JusPodvm, 2015.
4
NEVES, Daniel Amorim Assumpcão. Novo CPC - Código de Processo Civil - Lei 13.105/2015, São Paulo: Método, 2015.
_______________________________________________________________________________________________________
Rua José Alexandre Buaiz, nº 300 Vitória/ES (27) 99778-6930 / 3325-4958
Salas 1215/1216, Ed. Work Center Enseada do Suá marceloserafim.adv@gmail.com
SERAFIM - ASSESSORIA & CONSULTORIA JURÍDICA
MARCELO SERAFIM DE SOUZA - OAB/ES 18.472
______________________________________________________

litigiosa a coisa e constitui em mora o devedor. Ilação que se extrai do artigo 240, do Diploma
retro mencionado, verbis:
Art. 240. A citação válida, ainda quando ordenada por juízo
incompetente, induz litispendência, torna litigiosa a coisa e constitui em
mora o devedor, ressalvado o disposto nos arts. 397 e 398 da Lei
no 10.406, de 10 de janeiro de 2002 (Código Civil). (grifos acrescidos)

ANTE O EXPOSTO, REQUER:


Seja deferida a citação dos requeridos, para querendo, contestem a presente ação, sob pena de
revelia e ciente de que os fatos articulados e não contestados, serão tidos como verdadeiros,
conforme o pedido constante do Item 4, da Exordial Autoral e, em estrita obediência ao disposto
na legislação pátria, corroborado por majoritária, maciça e esmagadora doutrina e
jurisprudências. É o que desde já se requer.

Termos em que
Pede e aguarda deferimento

Vitória/ES, 03 de abril de 2017.

_________________________
MARCELO SERAFIM DE SOUZA
ADVOGADO - OAB/ES 18.472
_______________________________________________________________________________________________________
Rua José Alexandre Buaiz, nº 300 Vitória/ES (27) 99778-6930 / 3325-4958
Salas 1215/1216, Ed. Work Center Enseada do Suá marceloserafim.adv@gmail.com