Anda di halaman 1dari 2

Teoria da origem dos Demónios

Teologista

05/14/17

1) Seriam espíritos desencarnados de uma raça antes de Adão:

- Esta teoria diz que houve uma raça de seres semelhantes aos humanos neste planeta, antes da
catástrofe mencionada em Génesis 1:2.

Os 6 períodos da criação registado em Génesis, ao que parece, incluem também obras de


restauração no planeta.

Assim, o nosso mundo original teria sido maravilhoso e liderado por Lúcifer, (no original
hebraico: aquele que carrega a luz) governando uma raça muito especial, mas, provavelmente a
certa altura, ocorreu a rebelião de Lúcifer e o consequente cataclisma que atingiu o planeta,
envolvendo-o em trevas. Teriam sido mortos todos os seres daquela raça, e seus espíritos se
tornaram demónios que permaneceram vagando, na busca desesperada de corpos, até mesmo
corpos animais.

2) Seriam filhos de anjos com as mulheres antes-diluvianas:

Esta ideia tem sido baseada em Gn. 6:2,4: "Vendo os filhos de Deus que as filhas dos homens
eram formosas, tornaram para si mulheres as quais, entre todas,. mais lhe agradavam.., naquele
tempo havia gigantes na terra; e também depois, quando os filhos de Deus possuíram as filhas
dos homens, as quais te deram filhos, este foram os valentes, varões de renome, na
Antiguidade."

De acordo com o que a Bíblia nos informa sobre anjos, eles são espíritos e não tem corpo de
carne e osso como o nosso; portanto, não tem sexo, embora identificados pelo sexo masculino,
eles tem um corpo celestial. Jesus esclarece que os anjos não se casam, portanto não geram
filhos.

A expressão filhos de Deus é referida 2 vezes em Génesis 6:2-4. Mas no Novo Testamento a
expressão filhos de Deus indica aqueles que se tornam filhos de Deus através do nascimento em
Cristo Jesus - João 1:12

3) Seriam anjos caídos:

Esta é outra teoria discutida pelos estudiosos das Escrituras Sagradas. A base desta ideia esta na
informação da Bíblia, de que Lúcifer se rebelou contra Deus, e nada menos do que a terça parte
dos anjos seguiu seguiu a sua liderança revoltando-se também.

Lúcifer antes da sua queda era chamado de "O estrela da manhã, filha da alva! Como foste
lançado por terra, tu que debilitavas as nações!" Is.14:12. Esses exércitos de anjos decaídos
(anjos maus) teriam se tornado demónios: Apocalipse 12:4,7.

Jesus também confirma a ideia de exercito de anjos seguindo a Satanás ao dizer. "Então dirá
também aos que estiverem a sua esquerda: apartar-vos de mim, malditos, para o fogo eterno,
preparado para o Diabo e seus anjos." Mt.25:41.

No total dessa terça parte dos anjos decaidos, alguns, nao se sabe quantos, que nao guardaram
o seu estado original (Judas 6), estão presos nos abismos de trevas, aguardando o juízo final - II
Pedro 2:4.

Por outro lado, são inumeraveis os exércitos de anjos maus ainda livres habitando na dimensão
espiritual da nossa atmosfera a serviço de Satanás

A verdadeira origem dos demónios

A Bíblia nos mostra claramente, que os demónios existem, e isso é o que de fato importa. A
palavra de Deus nos mostra de maneira objetiva, a natureza perversa, os seus propósitos e
métodos malignos, suas estratégias, bem como enfrenta-lo e resisti-lo.

Jesus nunca lutava contra os endemoniados, mas contra os demónios. Jesus e os apóstolos
usavam exclusivamente a autoridade de Palavra de Deus sob o poder do Espírito Santo. Nao
conta na Bíblia que eles entrassem em luta com a pessoa possessa, como alguns fazem -
Matheus 8:28-32.

Jesus ordenou que seus seguidores expulssassem os demónios, conforme lemos em Marcos
16:17; Lc. 10:17.

Os apóstolos reconhecem a existência dos demónios. Paulo disse: 1 Coríntios 10:20,21 - I


Timóteo 4:1. Tiago afirmou - Tiago 2:19. Portanto, a existência dos demónios é definida na Bíblia,
e reconhecida pelo testemunho de Jesus e dos discípulos.

Os demónios tem a função de induzir as pessoas a praticar o mal e pecar. Para um trabalho
perfeito, precisam apossar-se do espírito, da alma e do corpo do indivíduo. Uma coisa é certa, os
demónios são espíritos sem corpo e são tão reais como nos mesmos.