Anda di halaman 1dari 2

NIVEIS DE GRAVIDADE

EXISTEM OUTROS PROBLEMAS DE


SAÚDE RELACIONADOS? Interação / comunicação social: II FALOG CULTURAL
• Nível 1 (necessita de suporte): Pre-
O transtorno do espectro autista em juízo notado sem suporte; dificuldade
em iniciar interações sociais, respostas
várias ocasiões vem acompanhado por atípicas ou não sucedidas para abertu-
outras intercorrências clínicas como a ra social; interesse diminuído nas inte-
rações sociais; falência na conversa-
hiperatividade, epilepsia, alterações
ção; tentativas de fazer amigos de for-
comportamentais, entre outras. Nestes ma estranha e malsucedidas.
casos o tratamento associado com • Nível 2 (necessita de suporte subs-
medicamentos, além das terapias, se faz tancial): Déficits marcados na conver-
sação; prejuízos aparentes mesmo
necessário. com suporte; iniciação limitadas nas
interações sociais; resposta anormal/
A LEI DE PROTEÇÃO AOS AUTISTAS reduzida a abertura social.
• Nível 3 (necessita de suporte mui-
LEI Nº 12.764, DE 27 DE DEZEMBRO DE to substancial): Prejuízos graves no
funcionamento; iniciação de interações
2012. sociais muito limitada, respostas míni-
mas a abertura social.

Comportamento restritivo / repetitivo:


• Nível 1 (necessita suporte): Com-
portamento interfere significativamen-
te com a função; dificuldade para tro-
car de atividades; independência limi- “Não queremos mudar a forma com
tada por problemas com organização e que nossos filhos veem o mundo.
planejamento. Queremos mudar a forma como o
• Nível 2 (necessita de suporte subs- mundo vê nossos filhos.” Sou Mãe
tancial): Comportamentos suficiente- de Autista
mente frequentes, sendo óbvios para
observadores casuais; comportamento
interfere com função numa grande va-
riedade de ambientes; aflição e/ou difi-
culdade para mudar o foco ou ação.
• Nível 3 (necessita de suporte mui-
to substancial): Comportamento in-
terfere marcadamente com função em
todas as esferas; dificuldade em lidar
com mudanças; grande aflição/
dificuldade de mudar o foco ou ação.
ENFERMAGEM MATUTINO 2º SEMESTRE
QUAIS OS PRINCIPAIS EXISTE TRATAMENTO?
SINTOMAS DE UMA PESSOA
Não existe cura. O tratamento é
DENTRO DO ESPECTRO
multidisciplinar, pois implica na participação
AUTISTA?
de vários profissionais como fonoaudióloga,
• Dificuldade para o contato psicóloga, terapeuta ocupacional,
visual, a pessoa não olha nos
olhos de outras pessoas; neuropediatra, psiquiatra que possam
melhorar a qualidade de vida do paciente.
• Ausência de expressão facial ou
corporal;
COMO DEVE SER FEITA A EDUCAÇÃO DE
• Tendência a ficar isolado e não UMA CRIANÇA AUTISTA?
O QUE É O AUTISMO? compartilhar atividades;
Não há um padrão único
• Não atende aos chamados pelo
O transtorno do espectro autista seu nome; estabelecido, pois o quadro clínico é
complexo. A orientação deve ser
(TEA) é uma condição que leva a • Atraso no desenvolvimento da
fala; individualizada. Além dos profissionais
dificuldades na comunicação e nas envolvidos a escola tem um papel
• Não consegue iniciar ou manter
habilidades sociais. Não é uma doença, um diálogo; extremamente importante no esquema

• Movimentos repetitivos, como terapêutico.


a pessoa já nasce autista e será autista
agitar as mãos, balançar os
por toda a vida. Essa desordem braços, balançar o corpo, girar QUAIS OS CUIDADOS E ADAPTAÇÕES
objetos, girar no próprio eixo; OS PAIS DE UMA CRIANÇA DENTRO DO
causada por alterações neurológicas e
• Dificuldade para dormir e sono ESPECTRO AUTISTA DEVEM REALIZAR?
no desenvolvimento caracterizada por agitado;
Os pais devem ser bem orientados
comprometimento de dois domínios • Estresse ou reações negativas
pelos profissionais envolvidos no
ao ouvir certos sons;
principais: déficit na comunicação e tratamento das crianças para que saibam
• São ligados a rotinas.
quais as necessidades a serem trabalhadas
interação social e padrões repetitivos COMO É FEITO O e as perspectivas para o seu filho.
DIAGNÓSTICO?
de comportamento, atividades e
O diagnóstico é clínico e é
interesses.
feito pela análise das características
comportamentais que o paciente
apresenta.