Anda di halaman 1dari 22

BOLETIM INFORMATIVO DA APEC

(Gestão 2016-2017)
1ª Edição

Associação Brasileira de Pesquisadores e Estudantes Brasileiros na Catalunha (APEC)


Sumário
EDITORIAL

APEC EM AÇÕES
Eixo Acadêmico: Colóquio “Itinerário acadêmico: Brasil-Catalunha – Por que
estudamos e pesquisamos aqui?”
Eixo Cultural: Coral Villa-Lobos
Eixo Social: Almoço de Confraternização

NOTÍCIAS EM DESTAQUE & OPORTUNIDADES ACADÊMICAS


Novas regras facilitarão a validação de diplomas emitidos por instituições do
exterior
CNPq anuncia recomposição de bolsas no exterior
Convocatórias de Bolsas de Estudos
Eventos Acadêmicos
Chamadas de Artigo
Atualização do Qualis Perióticos (CAPES)

PESQUISA EM PAUTA

CONHEÇA A GESTÃO 2016-2017

Boletim Informativo da Associação de Pesquisadores e Estudantes Brasileiros na Catalunha (APEC)


Gestão 2016-2017
BOLETIM INFORMATIVO DA APEC FEVEREIRO DE 2017

Editorial
Com alegria e satisfação a diretoria da Associação de Pesquisadores e Estudantes
Brasileiros na Catalunha (APEC) torna pública a primeira edição do seu Boletim Informativo.
Trata-se de iniciativa desenvolvida pela Gestão 2016-2017 com o objetivo de difundir ações
institucionais e compartilhar notícias e oportunidades acadêmicas.

Seu conteúdo será veiculado exclusivamente no formato digital, pela página web da
APEC e remessa aos correios eletrônicos de nossa(o)s associada(o)s. Ademais, suas edições
terão periodicidade mensal. Assim, nossa comunidade receberá – de forma natural e atrativa
– a prestação de contas da gestão.

Em termos estruturais, o boletim é composto de três partes fixas:

APEC EM AÇÕES

Divulgação das ações desenvolvidas pela gestão 2016-2017 dentro dos eixos acadêmico,
cultural e social.

NOTÍCIA EM DESTAQUE & OPORTUNIDADES ACADÊMICAS


Destaque de notícia de interesse transversal ao âmbito da pesquisa, além da indicação de
eventos acadêmicos, chamadas de artigos e bolsas.

PESQUISA EM PAUTA
Espaço em que associada(o)s da APEC terão a oportunidade de apresentar – resumidamente
– sua pesquisa.

Por fim, registramos que a capa do boletim homenageia a Gestão 2011-2012 com a
reutilização da arte definida para o Seminário Anual na ocasião dos 20 anos de formalização
institucional da APEC.

Cordialmente,
Douglas Borges de Vasconcelos.
Presidente da Gestão 2016-2017

Associação de Pesquisadores e Estudantes Brasileiros na Catalunha


BOLETIM INFORMATIVO DA APEC FEVEREIRO DE 2017

APEC em Ações
Eixo Acadêmico: Colóquio “Itinerário acadêmico: Brasil-
Catalunha – Por que estudamos e pesquisamos aqui?”

No dia 27 de janeiro de 2017 a destaque desse eixo é o Seminário Anual


Gestão 2016-2017 da APEC iniciou os (que em 2017 chega a sua 22ª edição).
trabalhos do seu eixo acadêmico. Tal linha Porém, nossos canais de debate e difusão
de ação visa promover palestras, debates e de conhecimento não podem estar
seminários que versem sobre temas de limitados a tal evento. Destarte, a agenda
interesse público (com foco na da atual gestão promoverá – dentro do
comunidade de pesquisadora(e)s e conjunto de ações comemorativas pelos 25
estudantes brasileira(o)s afiliada(o)s. O anos de institucionalização formal da

Associação de Pesquisadores e Estudantes Brasileiros na Catalunha


BOLETIM INFORMATIVO DA APEC FEVEREIRO DE 2017

APEC – uma série de colóquios que compreender quais são os fatores que
colocará pesquisadora(e)s e estudantes unem pesquisadora(e)s e estudantes com
brasileira(o)s como protagonistas das perfis tão distintos. Para tanto, a
discussões. estruturação do colóquio teve a
preocupação de permitir a máxima
Para inaugurar esse projeto, foi
interação dos participantes. Afinal, a
realizado o colóquio “Itinerário
construção de ideias e a obtenção de dados
acadêmico: Brasil-Catalunha – Por que
sobre a temática teria por base as
estudamos e pesquisamos aqui?”. O
experiências compartilhadas.
objetivo específico do evento foi

Estruturação do Evento
Num segundo momento houve a
A mesa diretiva do colóquio deu confrontação de sistemas, com a
início aos trabalhos evidenciando a exposição de dados do MEC, CAPES e
importância de se encontrar uma CNPq (Brasil), e do “Sistema Integrado de
identidade ou se estabelecer os fatores que Información Universitaria” (SIIU), que é
determinaram a tomada de decisão da(o) gerido pelo “Ministerio de Educación,
associada(o) que optou pela Catalunha Cultura y Deporte” (Espanha). A
como destino de seu itinerário acadêmico. abordagem dos dados oficiais permitiu ao
público cotejar com maior precisão as

Associação de Pesquisadores e Estudantes Brasileiros na Catalunha


BOLETIM INFORMATIVO DA APEC FEVEREIRO DE 2017

realidades de pós-graduação do Brasil e da 2ª Rodada: discussão a partir dos pontos


Espanha. levantados na primeira rodada
(novamente: a palavra foi franqueada por
Por fim, foi iniciada a reflexão acerca da
meio de inscrição e por 3 minutos).
questão central do colóquio. Afinal, “Por
qual razão estamos aqui?”. Para a 3ª Rodada: tentativa de pontuação dos
construção das respostas, a mesa pontos convergentes e divergentes, e
coordenadora formatou a linha que concessão de palavra por 3 minutos aos
balizaria as respostas e intervenções da(o)s associados.
participantes. Os paradigmas foram os
Conclusões
seguintes:
As manifestações do público
a) O que motivo a decisão de estudar
evidenciaram que há dois grupos bem
no exterior?
definidos de pesquisadores e estudantes.
b) O que determinou a escolha da
Um, minoritário, priorizou fatores
Espanha/Catalunha como local de
institucionais para a sua tomada de
estudos/pesquisa?
decisão. Desse modo, a qualidade do
c) Quais foram os fatores importantes
ensino foi o dado determinante para a
para a eleição do país?
eleição da Catalunha como destino do seu
d) Quais foram os fatores importantes
itinerário acadêmico. Outro, majoritário,
para a escolha do curso no
não priorizou esse pressuposto para a
estrangeiro?
tomada de decisão (que foi determinada
e) Quais eram as outras opções de
por fatores diversos). Entretanto, os dois
cursos que você estava buscando?
grupos coincidiram quanto a alta qualidade
f) Quais as vantagens e desvantagens
da estrutura de trabalho propiciada pelas
e desvantagens do curso que você
universidades da Catalunha (fator
escolheu entre os demais cursos?
analisado após a chegada no exterior). Vale
ressaltar, porém, que para uma associada –
Dinâmica da área de Engenharia e que cursou parte
de seus estudos em Portugal – sua
A partir da exposição desses fatores
experiência como pesquisadora e
foram promovidas três rodadas de
estudante ficou aquém de suas
discussão.
expectativas. Ao fim, também foi
1º Rodada: por meio de inscrição, cada questionado o modelo da pós-graduação
associada(o) teve a palavra por até 3 brasileira, principalmente pela dinâmica da
minutos. A mesa tomou nota dos principais matriz pedagógica dos cursos de doutorado
pontos expostos, e – a partir deles – na Europa.
fomentou o debate da 2ª rodada.

Associação de Pesquisadores e Estudantes Brasileiros na Catalunha


BOLETIM INFORMATIVO DA APEC FEVEREIRO DE 2017

FOTOS

Associação de Pesquisadores e Estudantes Brasileiros na Catalunha


BOLETIM INFORMATIVO DA APEC FEVEREIRO DE 2017

Eixo Cultural: Coral Villa-Lobos


No dia 13 de dezembro de 2016, no Nessa ocasião, o coral apresentou o
Centro Cultural do Brasil em Barcelona, o repertório que foi trabalhado em pouco
Coral Villa-Lobos fazia a sua primeira mais de um mês de atividade para
apresentação desde a retomada de suas comemorar as festas de fim de ano.
atividades (que ocorreu em outubro de
2016).

A apresentação foi seguida de coral e seus convidados, num clima de


confraternização entre os membros do descontração e muito bate-papo.

Associação de Pesquisadores e Estudantes Brasileiros na Catalunha


BOLETIM INFORMATIVO DA APEC FEVEREIRO DE 2017

História

O Coral Villa-Lobos foi criado em várias apresentações, sempre com sucesso,


1995 por iniciativa da professora Socorro em diversos ambientes socioculturais de
Sena, com vinculação ao Centro Cultural Barcelona e cidades vizinhas.
do Brasil em Barcelona, e realizou

Seu surgimento tem a


intenção de divulgar a música
brasileira e fomentar o interesse por
seus estilos, compositores e os
movimentos estéticos vinculados a
esta arte. O projeto do coral amplia
o leque de oferta cultural e artística
para todos aqueles que buscam
aprender um pouco mais das
manifestações culturais do Brasil.

O coral é formado por


cantores brasileiros e membros da
sociedade catalana e tem como
diretor artístico e regente titular o
maestro José Roberto de Paulo,
membro da APEC e doutorando em
História da Arte e Musicologia pela
Universidade Autônoma de
Barcelona – UAB.

Participe dessa atividade


cultural!

Ensaios: toda segunda-feira, das 13:00 às 15:00, no Centro Cultural do Brasil em Barcelona
(CCBB) – Passeig de Gràcia, 41, 3º, 2ª-B, Barcelona, Espanha.

Associação de Pesquisadores e Estudantes Brasileiros na Catalunha


BOLETIM INFORMATIVO DA APEC FEVEREIRO DE 2017

Eixo Social: Almoço de Confraternização


A agenda institucional da APEC promoveu um almoço de confraternização
contempla um eixo social, via de ação que entre associada(o)s. O Encontro ocorreu
visa auxiliar a integração da(o) em 16 de dezembro de 2016, no restaurante
associada(o)s ao seu contexto social. brasileiro Vilmar, que está situado na
Dentro dessa linha, a Gestão 2016-2017 Carrer Rosselló, nº. 209, em Barcelona.

Na ocasião celebramos o encerramos Em breve divulgaremos nossa


do ano 2016 com alegria, descontração e próxima atividade social: o APECNIC!
muita integração.

Associação de Pesquisadores e Estudantes Brasileiros na Catalunha


BOLETIM INFORMATIVO DA APEC FEVEREIRO DE 2017

Notícias em Destaque
Novas regras facilitarão a validação de diplomas emitidos
por instituições do exterior
Estudantes brasileiros que Segundo a coordenadora de
concluíram cursos de graduação e pós- avaliação internacional da Secretaria de
graduação (mestrado ou doutorado) no Educação Superior (Sesu) do MEC,
exterior terão, respectivamente, os Elizabeth Balbachevsky, o problema é que
diplomas revalidados e reconhecidos com os procedimentos de validação adotados
maior agilidade a partir de nova política do pelas universidades brasileiras sempre
Ministério da Educação. seguiram “uma tendência restrita, de
comparação de disciplinas e medição de
cargas horárias”. Esse rigor mostra-se, de
Trâmite acordo com Elizabeth, desatualizado com
o ensino acadêmico global e dificulta a
No Brasil, a revalidação dos
política nacional de internacionalização na
diplomas de graduação fica a cargo das
educação superior.
universidades públicas. Já o
reconhecimento dos diplomas de mestrado A coordenadora também enfatizou
ou doutorado stricto sensu pode ser feito que muitos brasileiros deixam de se
também por instituições particulares. matricular em cursos de excelência, em
nível de pós-graduação, no exterior, por
De acordo com o Ministro da
saber que dificilmente conseguirão ter os
Educação, Mendonça Filho, a nova
diplomas reconhecidos no Brasil. “O que
política “[...] é muito importante e vai na
acontece hoje, no Brasil, é uma situação
direção da facilidade para pesquisadores,
completamente arcaica e anômala e não
professores e acadêmicos que estudam no
ajuda nada no avanço do conhecimento”,
exterior [...] a burocracia não pode
disse. Esse entrave da legislação brasileira
atrapalhar a vida das pessoas; devemos ter
para as políticas de internacionalização
uma burocracia que proteja o Estado, que
ficou ainda mais latente com o programa
resguarde os direitos do cidadão, mas que
Ciência sem Fronteiras (CsF), que
não crie situações em que as pessoas levem
fomentou a mobilidade internacional de
dez anos para ter o reconhecimento de um
estudantes brasileiros de graduação e pós-
diploma. Isso é coisa do século passado ou
graduação.
retrasado e é inaceitável”.

Associação de Pesquisadores e Estudantes Brasileiros na Catalunha


BOLETIM INFORMATIVO DA APEC FEVEREIRO DE 2017

Critério de validação da nova política: dissertação, mas a universidade de lá tem


mérito outro formato de curso”, acrescentou. Com
novos critérios a vigorar, ela espera ter o
A dificuldade dos bolsistas em ter os
curso reconhecido. “Quero muito poder
diplomas validados no Brasil pautou
dar aulas sobre desenho urbanístico, que é
diversas discussões na Câmara de
uma carência nos cursos de graduação do
Educação Superior do CNE: órgão que
Brasil.”
aprovou a Resolução nº 3 com normas
referentes a processos de revalidação e de
reconhecimento.
Prazos
A portaria assinada pelo Ministro da
O prazo para a validação e o
Educação (e que formaliza a nova política
reconhecimento dos diplomas será de, no
de validação de diplomas) ratifica as
máximo, 180 dias. Antes, havia casos de o
normas sugeridas pelo CNE. A principal
trâmite se estender por até três anos. “A
alteração, descrita no art. 2º, faz referência
nova legislação estabelece normas e prazos
à fundamentação da análise, que deve ser
que são importantes tanto para as
relativa “ao mérito e às condições
instituições realizarem as revalidações e
acadêmicas do curso ou programa
reconhecimentos quanto para as pessoas
efetivamente cursado” e ao “desempenho
que os solicitam”, disse Concepta
global da instituição ofertante, levando em
Margaret McManus Pimentel, diretora de
consideração diferenças existentes entre
Relações Internacionais da Coordenação
as formas de funcionamento dos sistemas
de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível
educacionais, das instituições e dos cursos
Superior (Capes).
em países distintos”.
Ela explica que a nova política conta
A arquiteta e urbanista Gabriela
um portal online que estabelece uma
Callejas, 32 anos, está otimista com a nova
plataforma única e padronizada para a
legislação e a chance de ter, enfim,
realização dos pedidos. Assim, mesmo
reconhecido o diploma do mestrado
antes de sair do país para estudar no
cursado na Columbia University, de Nova
exterior, acrescenta a diretora, “as pessoas
York. “É frustrante fazer um investimento
terão conhecimento sobre os documentos
para um mestrado que seria válido em
necessários para o reconhecimento e
qualquer parte do mundo e não conseguir
revalidação dos diplomas no Brasil, os
equivalência no Brasil”, argumenta a
prazos para os procedimentos, bem como
profissional, que teve, em 2012, o processo
informações sobre os cursos no exterior
de reconhecimento do diploma indeferido.
em que os alunos que já tiveram seus
“Disseram que não poderiam reconhecer o diplomas validados”.
diploma porque não escrevi uma

Associação de Pesquisadores e Estudantes Brasileiros na Catalunha


BOLETIM INFORMATIVO DA APEC FEVEREIRO DE 2017

Tratamento de Bolsistas extraordinário para os processos de


reconhecimento e revalidação dos
Os bolsistas do programa Ciência
diplomas estrangeiros, que sofreram um
sem Fronteiras e os demais financiados
processo de burocratização”. No portal,
pela CAPES e outras agências brasileiras
que homenageia a primeira mulher a
serão beneficiados pela nova legislação e
presidir a Sociedade Brasileira para o
terão a tramitação de revalidação
Progresso da Ciência (SBPC), tanto os
simplificada. Nesses casos, o prazo de
responsáveis, nas universidades, pelos
tramitação será menor, de 60 dias. “O
processos de validação, quanto os
Ciência sem Fronteiras mostrou que o
diplomados no exterior vão poder
nosso sistema de reconhecimento e de
consultar a legislação vigente e as
validação é ultrapassado”, disse Elizabeth
orientações necessárias para submeter um
Balbachevsky. “Chegamos à situação
diploma à validação. Falecida em 2004, a
anômala de bolsistas que tiveram seus
pedagoga e doutora em psicologia
estudos no exterior financiados com
Carolina Martuscelli Bori construiu uma
recursos públicos e não conseguiram ter o
carreira acadêmica que se desdobrou da
diploma validado para trabalhar.”
educação para a psicologia, para a ciência
O secretário de Educação Superior em geral e para política científica em
do MEC, Paulo Barone, disse que o defesa da sociedade. Uma das primeiras
processo de validação nacional dos pesquisas que realizou, no final da década
diplomas estrangeiros passará a verificar o de 1940, fez referência ao preconceito
mérito científico e acadêmico dos cursos e racial e social.
instituições dos diferentes países. “A
Presidente da Capes, Abílio Baeta
burocracia não pode superar o mérito”,
disse esperar que as universidades
afirmou. Segundo Barone, não faz sentido
brasileiras façam uso da base de dados da
uma sistemática de validação de diplomas
plataforma Carina Bori e se aproveitem da
pautada em comparar carga horária e
experiência da Capes na concessão de
disciplinas. Apesar das mudanças
bolsas de pós-graduação. “Um dos
estabelecidas pela nova legislação, ele
elementos por trás de cada bolsa concedida
assegura que a desburocratização dos
pela Capes diz respeito à qualidade do
procedimentos não significará menor rigor
destino pretendido e essa é uma
com cursos de mérito duvidoso no
informação que precisa ser considerada
exterior.
nos procedimentos de validação dos
Criação do Portal Carolina Bori diplomas”, observou. E elogiou a nova
política do MEC: “Num momento em que
A secretária-executiva do MEC,
se aposta numa inserção internacional mais
Maria Helena Castro, afirma que o Portal
forte das nossas universidades e da nossa
Carolina Bori “representa um avanço

Associação de Pesquisadores e Estudantes Brasileiros na Catalunha


BOLETIM INFORMATIVO DA APEC FEVEREIRO DE 2017

comunidade acadêmica é preciso que nós América Latina destaca-se como a


saibamos reconhecer como se formam principal origem dos pedidos de validação
recursos humanos de alto nível nos outros e reconhecimento de diplomas, seguida
países e que com bastante rapidez e pela Europa, Estados Unidos e Canadá.
agilidade possamos integrá-los ao nosso Entre os principais problemas relatados
sistema.” pelas instituições estão legislação
insuficiente e apresentação de
documentação errada.
Diagnóstico
A Portaria Normativa do MEC nº
Pesquisa realizada pelo MEC, entre 22/2016, que dispõe sobre a tramitação de
28 de setembro e 21 de outubro deste ano, processos de revalidação de diplomas de
junto a 76 instituições de educação graduação estrangeiros e o
superior aptas a revalidar e a reconhecer reconhecimento de diplomas de pós-
diplomas obtidos no exterior, revela que os graduação stricto sensu expedidos por
processos de equivalência estão ativos em instituições do exterior, foi publicada
apenas 53% delas. Das 2.306 solicitações no Diário Oficial da União desta quarta-
recebidas no último ano, 70% foram para feira, 14. Confira o seu teor aqui.
reconhecimento de diplomas de pós-
Fonte: Ministério da Educação, com a cobertura e
graduação. redação de Rovênia Amorim.

Ao se considerar uma demanda


média anual de 1.426 solicitações, a

Associação de Pesquisadores e Estudantes Brasileiros na Catalunha


BOLETIM INFORMATIVO DA APEC FEVEREIRO DE 2017

Oportunidades Acadêmicas
Bolsas de Estudo
FUNDAÇÃO CAROLINA: CONVOCATÓRIA PARA
529 BOLSAS NA ESPANHA

A Fundação Carolina abriu nova programas acadêmicos, distribuídos pelas


convocatória de bolsas, correspondente ao regiões da Espanha, dos quais 162 são para
curso acadêmico 2017-2018. pós-graduação, 2 em empreendimento, 1 de
estudos institucionais, junto ao programa de
Nesta 17ª edição ofertam-se 529
doutoramento, programa de estadas curtas e
financiamentos, distribuídos com a seguinte
o programa de mobilidade de professores do
proporção: 281 bolsas de pós-graduação, 70
Brasil.
de doutorado e estadas de curta duração pós-
doutorais, 27 de mobilidade de professores Como em cada ano, os candidatos
brasileiros, 2 bolsas do Programa de serão sujeitos a um rigoroso processo de
Empreendimento, 34 de Estudos seleção, determinado pela excelência
Institucionais, 115 renovações (84 de curricular e a independência dos avaliadores.
doutoramento e 31 de pós-graduação de
Os candidatos poderão encontrar todas
segundo ano).
as informações referentes às bolsas no
A convocatória cobre todas as áreas de site http://www.fundacioncarolina.es, onde é
conhecimento e é orientada exclusivamente gerada a tramitação das candidaturas.
para estudantes dos países Ibero-
Americanos no intuito de que completem sua
formação na Espanha. Nesta edição, a Prazo final para a candidatura: 6 de abril.
convocatória compreende um total de 168

Associação de Pesquisadores e Estudantes Brasileiros na Catalunha


BOLETIM INFORMATIVO DA APEC FEVEREIRO DE 2017

UNIVERSITAT DE LLEIDA OFERTA BOLSAS DE


ESTUDO PARA MESTRADO
A Universitat de Lleida está com além dos itens citados, inclui também 750
inscrições abertas para o processo de euros a cada trimestre para ajudar com os
concessão de bolsas de mestrado em custos de vida no país.
período integral e parcial.
Sobre a Universidade
Áreas contempladas: saúde, A Universidade de Lleida, é a universidade
tecnologia, engenharia, administração, mais antiga da província de Aragão e a
direito e línguas (confira a íntegra dos terceira mais antiga da Espanha, tendo sido
cursos elegíveis aqui). fundada em 1300 pelo Rei Jaime III.
Há duas modalidades de bolsas: a primeira Prazo final das inscrições: 15 de maio.
cobre os custos com mensalidades,
matrícula e seguro escolar. A segunda,

CNPQ ANUNCIA RECOMPOSIÇÃO DE BOLSAS DO


EXTERIOR
O Conselho Nacional de Pesquisa e Doutorado Sênior (PDS); Pós-Doutorado
Desenvolvimento Tecnológico (CNPq) Empresarial (PDI); Doutorado-Sanduíche
anunciou que as datas de inscrições das no País (SWP); Doutorado-Sanduíche
bolsas especiais no país e no exterior para Empresarial (SWI);
ano de 2017 estão definidas. A ação retoma (ii) Bolsas no Exterior: Doutorado Pleno
a possibilidade de solicitações de novas no Exterior (GDE); Pós-Doutorado
bolsas no exterior que estiveram suspensas (PDE); Doutorado-Sanduíche (SWE);
em 2016. Estágio Sênior (ESN).
O calendário é dividido em três O novo calendário vem
cronogramas ao longo do ano, com acompanhado do anúncio do adiantamento
submissões cujos prazos finalizam em do pagamento trimestral das bolsas no
março, junho e setembro. exterior. Na última semana de dezembro
As modalidades contempladas são: de 2016, foram pagas todas as bolsas dessa
modalidade até março de 2017, um total de
(i) Bolsas no país: Pesquisador Visitante
R$ 21,1 milhões.
(PV); Pós-Doutorado Júnior (PDJ); Pós-

Associação de Pesquisadores e Estudantes Brasileiros na Catalunha


BOLETIM INFORMATIVO DA APEC FEVEREIRO DE 2017

Além desse adiantamento, o CNPq estabelecido em 2016 para o CNPq


anunciou a recomposição das bolsas de totalizava aproximadamente R$ 1,38
Iniciação Científica que havia sofrido um bilhão e a execução final foi de R$ 1,89
corte de 20% em agosto do ano passado e bilhão. Isso representa um adicional de
a quitação dos pagamentos atrasados da aproximadamente R$ 500 milhões sobre o
Chamada Universal 2014. Essas ações valor previsto, ou seja, 37% a mais.
contribuíram para que o CNPq fechasse Confira os detalhes aqui.
2016 investindo recursos da ordem de
137% do valor originalmente programado
Fonte: Coord. de Comunicação Social do CNPq.
para o referido ano. O crédito orçamentário

Chamadas de Artigos
Revista de Estudios Brasileños (REB)
A Revista de Estudios Brasileños (REB) é Áreas: Humanidades, Ciências Sociais e
gerida pela Universidade de Salamanca Jurídicas.
(Espanha), Universidade de São Paulo
Idioma dos trabalhos: português, espanhol
(Brasil) e Universia.
e inglês.
Objeto da Revista: publicação de estudos
Prazo de envio de trabalhos: até 31 de
originais sobre todos os diversos aspectos
março de 2017.
que configuram a identidade do Brasil.
Normas: https://reb.universia.net/
Qualis 2016: B5.
Contato: red@usal.es

Eventos Acadêmicos
9ª Conferência Anual “Edulearn – Empowering Learners
in a digital world”
A Edulearn celebrará sua 9ª A conferência é organizada pela
conferência anual destinada a docentes, “International Academy of Tegnology,
pesquisadores, cientistas e profissionais da Education and Devellpment”, e em 2017 a
educação de todo o mundo. Anualmente o será sediada na cidade de Barcelona entre
evento reúne cerca de 700 participantes os dias 3, 4 e 5 de julho.
procedentes de 80 países.

Associação de Pesquisadores e Estudantes Brasileiros na Catalunha


BOLETIM INFORMATIVO DA APEC FEVEREIRO DE 2017

As propostas devem ser remetidas Prazo final para o envio de resumos: 30 de


exclusivamente pela plataforma online do março de 2017.
evento, e a publicação será revisada para a
Normas: http://iated.org/edulearn/
sua inclusão na “Web of Science” com
DOI.

Periódicos
A Coordenação de Aperfeiçoamento Periódicos referente ao ano de 2016.
de Pessoal de Nível Superior (Capes) Acesse a lista na íntegra:
divulgou a atualização do Qualis https://goo.gl/ItFavQ

Associação de Pesquisadores e Estudantes Brasileiros na Catalunha


BOLETIM INFORMATIVO DA APEC FEVEREIRO DE 2017

Pesquisa em Pauta
Relatos de uma doutoranda
Por Ana Luiza Valverde da Silva

Ao amanhecer do dia eu já sabia que hoje De repente, uma onda de felicidade tomou
seria um dia diferente e feliz. Após o café, conta de mim, algo incrível! Fiquei
a primeira ação foi ligar o computador e radiante por ter a tese nas mãos e estar a
abrir o arquivo da tese. Havia algumas ponto de depositá-la. Finalizei os trâmites,
correções a serem feitas, as quais eu vinha juntei outros documentos e os enviei à
procrastinando. Enquanto efetuava as Universidade de Valencia. Não que um
alterações, liguei para o administrador do grande peso saiu das minhas costas, essa
departamento da Universidade de afirmação não é verdadeira, porque, na
Valencia, um sujeito muito agradável, realidade, a defesa me assusta. Mas o fato
responsável pelo processo de doutorado do de ter visto a tese impressa e tê-la
departamento de comunicação. depositado gerou em mim uma grande
Conversamos e ele passou as diretrizes satisfação. Enfim... alegrias à parte, vou
sobre como proceder para o depósito da colar o resumo da tese abaixo, espero que
tese. Confesso que havia mais formulários vocês apreciem tanto quanto eu.
do que eu pensava, os quais tomaram
Em 1964, Glauber Rocha dirigiu o filme
grande parte do meu dia. Meu professor,
Deus e o Diabo na Terra do Sol. Ano em
que mora em Madrid, está indo para
que o Brasil sofreu o golpe militar de
Valencia amanhã e ele não é o tipo de
estado. Devido a forte censura na época,
orientador que está disponível facilmente.
era proibido o diálogo sobre política ou
Assim que, se amanhã será o dia que ele
questões sociais. Glauber Rocha escreveu
estará na universidade, é o dia de finalizar
e dirigiu “Deus e o diabo na terra do sol”,
o processo. Meu pensamento: “agiliza tudo
1964, e o “Dragão da maldade contra o
porque é agora ou nunca” – forma literal de
santo guerreiro”, 1969, dois filmes que
dizer. Detalhes à parte, já havia passado
tratam sobre a dicotomia entre o bem/mal,
das duas da tarde quando, enfim, acabei as
os cultos/incultos, a ordem/desordem, as
correções e corri para a papelaria a fim de
diferenças sociais, as construções
imprimir a tese. Cheguei em cima da hora,
simbólicas do espaço como semiosfera, as
pois eles já iriam fechar para o almoço,
fronteiras e suas rupturas causadoras do
mas consegui colocar a impressão em
caos. Para o diretor, a religião está
prática. Algumas horas depois, fui buscar
intimamente relacionada à política. O
o material. Ao folheá-lo, li alguns trechos
desejo pelo poder está plasmado nas
e a emoção tomou conta de mim. Na minha
relações: político-social (interesse dos
singela opinião, “o texto é bom” e vê-la,
proprietários sobre os trabalhadores) e
física, gerou uma sensação emocionante.
religiosos (sacerdotes sobre os discípulos).

Associação de Pesquisadores e Estudantes Brasileiros na Catalunha


BOLETIM INFORMATIVO DA APEC FEVEREIRO DE 2017

A análise discorre sobre as dualidades conhecer a mensagem que o cineasta


simbólicas, baseada na discussão transmite.
semiótica do teórico Yuri Lotman. A
Meu nome é Ana Luiza Valverde da Silva,
intenção foi examinar como Glauber
sou doutoranda em comunicação da
Rocha construiu os espaços simbólicos ao
Universidade de Valencia e bolsista da
longo das imagens e do discurso fílmico, e
Capes.

Deseja divulgar sua pesquisa?


Escreva para apecbcn@gmail.com

Associação de Pesquisadores e Estudantes Brasileiros na Catalunha


BOLETIM INFORMATIVO DA APEC FEVEREIRO DE 2017

Conheça a Gestão 2016-2017


Presidência Vice-Presidência Secretaria

Douglas Borges de Vasconcelos Marina Quezado José Roberto de Paulo


Doutorando em Direito Doutoranda em Direito Doutorando em História
(UPF) e Ciência Política da Arte e Musicologia
(UB) (UAB)

Tesouraria Coordenação de Comunicação Coordenação de Cultura

Carine Encinas Gabriel Adams Ana Luiza Valverde


Mestranda em Arquitetura Doutorando em Tradução Doutoranda em
(UPC) e Estudos Interculturais Comunicação
(UAB) (UV)

Coordenação Científica Coordenação de Tecnologia

Luciano Kingeski Joana Joana Castellar


Doutorando em Administração Doutoranda em Sustentabilidade
de Empresas (UPC) (UPC)

Associação de Pesquisadores e Estudantes Brasileiros na Catalunha


BOLETIM INFORMATIVO DA APEC FEVEREIRO DE 2017

Realização:

Associação de Pesquisadores
e Estudantes Brasileiros na Catalunha

Gestão 2016–2017

Associação de Pesquisadores e Estudantes Brasileiros na Catalunha