Anda di halaman 1dari 7

youtube.

com/biokrill

facebook.com/biokrill

twitter.com/biokrill

Revisão Enem - Ecologia:

1. Conceitos Fundamentais 2. Ecossistemas


- Hábitat - Fluxo Unidirecional de Energia
- Nicho Ecológico - Fluxo Cíclico de Matéria
(Cíclos Biogeoquímicos)

ECOLOGIA 3. Comunidades
- Sucessão Ecológica
- Relações Ecológicas
a) Positivas
b) Negativas

4. Populações
- Curva de Crescimento
Populacional

O mapa de ideias acima apresenta os temas fundamentais no estudo da Ecologia.

Uma vez definidos os conceitos fundamentais (Hábitat e Nicho Ecológico) a Ecologia ocupa-se
do estudo dos Ecossistemas. Um ecossistema consiste num sistema ecológico formado por fatores
ambientais ou fatores abióticos (luminosidade, umidade, temperatura, salinidade, etc.) e a comunidade
de organismos que vive e explora este ambiente.
Um lago é um bom exemplo de ecossistema.

BioKrill® 2017
youtube.com/biokrill

facebook.com/biokrill

twitter.com/biokrill

Nele podemos observar que a comunidade é formada por uma grande diversidade de organismos:
fitoplâncton (algas unicelulares microscópicas), zooplâncton (microcrustáceos), várias espécies de
peixes, crustáceos, moluscos e diferentes algas fixadas no fundo do lago.

Num ecossistema, a principal relação entre os organismos é alimentar: algas unicelulares


servem de alimento para os microcrustáceos que, por sua vez, alimentam os peixes. A estas relações
alimentares chamamos de Cadeia Alimentar.

Num ecossistema existem várias cadeias possíveis. Ao conjunto destas cadeias chamamos de
Teia Alimentar. Veja um exemplo abaixo:

Microcrustáceos

Algas
Peixe 1 Peixe 2
Unicelulares

Na cadeia alimentar os organismos autótrofos, como as algas, ocupam a posição inicial e são
chamados de organismos produtores, uma vez que produzem o alimento. Os produtores sustentam os
demais organismos da cadeia, denominados de consumidores.

Ao longo da cadeia alimentar, além da transferência de alimento (matéria orgânica) há também


transferência de energia.

Fluxo de Energia

No exemplo acima, as algas, através da fotossíntese, absorvem energia luminosa que é fixada
nos alimentos na forma de energia química. Uma parte desta energia é utilizada pela própria alga para
seu crescimento e reprodução dissipando-se na forma de calor, enquanto outra parte é armazenada.
A energia armazenada fica disponível para os consumidores.
Observe que na passagem de um nível trófico para o outro a quantidade de energia disponível
diminui, uma vez que ela é consumida pelos organismos e se dissipa (calor). Por isso dizemos que
num ecossistema a energia segue um fluxo unidirecional e decrescente.

Ciclo de Nutrientes

A teia alimentar acima não está completa. Além de produtores e consumidores há um grupo de
micro-organismos muito importantes: os decompositores.

Ao se alimentar de organismos mortos, bactérias e fungos decompositores, transformam a matéria


orgânica em inorgânica, que poderá ser incorporada e reaproveitada, principalmente pelos produtores.
Assim a matéria segue um fluxo cíclico na natureza – são os ciclos biogeoquímicos.

Algas
Peixe 1 Peixe 2
Unicelulares

Decompositores
(bactérias e fungos decompositores)

BioKrill® 2017
youtube.com/biokrill

facebook.com/biokrill

twitter.com/biokrill

a) Ciclo do Carbono

Na natureza o carbono está disponível na atmosfera na forma de CO2. Através da fotossíntese, a


planta absorve este carbono que é utilizado para a produção de glicose (C6H12O6).

Esta glicose é transferida aos consumidores pela cadeia alimentar e será utilizada por todos
(plantas e animais) como fonte de energia na Respiração Celular. É desta forma que o CO2 retorna à
atmosfera.

Quando os organismos morrem, a decomposição da matéria orgânica também forma CO2, liberado
para a atmosfera.

Decomposição

Fotossíntese Respiração

Algas
Peixe 1 Peixe 2
Unicelulares

Decompositores
(bactérias e fungos decompositores)

Vamos lembrar que em condições especiais o processo de decomposição pode ser interrompido
e a matéria orgânica pode dar origem aos combustíveis fósseis (petróleo, gás natural e carvão). Nos
últimos dois séculos, estes combustíveis têm sido a principal fonte de energia que move a indústria e
como consequência a quantidade de gases estufa (CO2 e CH4) vêm aumentando significativamente na
atmosfera, sendo responsáveis pelo agravamento do Efeito Estufa.

Efeito Estufa

É importante destacar que o efeito estufa é muito importante para a manutenção


da temperatura no planeta em níveis razoáveis ao desenvolvimento da vida, ou seja, a
retenção de calor pela atmosfera é positiva!

O problema está no aumento do efeito estufa. A maior concentração de CO2 na


atmosfera favorece a retenção de calor e a temperatura da Terra vêm subindo de 2oC a
4oC. Esta variação de temperatura é suficiente para levar a extinção muitas espécies de
organismos, ao derretimento das calotas polares com o consequente aumento do nível
dos oceanos, além de impactar negativamente a agricultura.
Para minimizar o efeito estufa é importante buscarmos fontes alternativas de energia,
reduzir o desmatamento e as queimadas.

BioKrill® 2017
youtube.com/biokrill

facebook.com/biokrill

twitter.com/biokrill

b) Ciclo do Nitrogênio

O nitrogênio é fundamental aos organismos uma vez que é matéria prima para a formação
dos aminoácidos que compõem as proteínas e das bases nitrogenadas, que constituem os ácidos
nucleicos.

O nitrogênio na forma de nitrato (NO3-) que se encontra no ambiente é absorvido pelos produtores
e utilizado no metabolismo. Através da cadeia alimentar, os compostos nitrogenados formados são
transferidos aos demais organismos.

A excreção dos animais ou a decomposição das proteínas leva a liberação de amônia no ambiente.
Como sabemos, a amônia é tóxica, mas algumas bactérias (bactérias nitrificantes) são capazes de
aproveitá-la na quimiossíntese, liberando nitrato (NO3-) novamente no ambiente. Pronto, já temos um
pequeno ciclo do nitrogênio, mesmo que incompleto!

Vegetais Animais
Decomposição
Excreção

Para completá-lo basta lembrar que o reservatório de nitrogênio na natureza é a atmosfera. Nela,
o nitrogênio se encontra na forma de gás (N2), porém poucos organismos são capazes de utilizá-lo. Em
ecossistemas aquáticos as cianobactérias transformam N2 em NH3, processo denominado Fixação.
Processo idêntico é realizado por algumas bactérias que vivem no solo e outras que vivem associadas
a raízes de leguminosas (Rhizobium), genericamente chamadas de bactérias fixadoras.
A devolução de nitrogênio para atmosfera (Desnitrificação) é feita por um outro grupo de bactérias
(bactérias desnitrificantes) que transformam nitrato (NO3-) em nitrogênio atmosférico (N2).

Vegetais Animais
Decomposição
Excreção

Fixação

BioKrill® 2017
youtube.com/biokrill

facebook.com/biokrill

twitter.com/biokrill

Eutrofização

Chamamos de Eutrofização ao aumento da quantidade de nutrientes orgânicos ou


inorgânicos em ecossistemas aquáticos que provocam sério desequilíbrio ambiental.

Imagine que próximo a um lago se instale um condomínio de apartamentos ou uma


indústria de fertilizantes. Se, ao mesmo tempo, não houver a construção de uma estação
de tratamento de esgoto todo o dejeto humano será lançado in natura nesse lago. Por
sua vez, resíduos industriais nitrogenados também poderão ser lançados neste lago. A
matéria orgânica (fezes) e/ou inorgânica (compostos nitrogenados – NO3-) provocam a
eutrofização do lago.
Abaixo você pode acompanhar a sequência de eventos, consequência da eutrofização,
que pode levar este lago à morte!

O ciclo acima leva à morte do lago devido à falta de oxigênio. Nesta situação ocorrerá
a decomposição anaeróbica que tem como produtos metano (CH4) e compostos de enxofre
que provocam um mal cheiro típico.

Devido a eutrofização também é comum observar a proliferação de algas que


formam um “tapete verde” na superfície do lago, consequência da grande quantidade de
compostos inorgânicos disponíveis. Este fenômeno conhecido como floração das águas
acelera o processo de morte do lago, uma vez que dificulta a penetração de luz reduzindo
a atividade fotossintética de algas e angiospermas bentônicas.

BioKrill® 2017
youtube.com/biokrill

facebook.com/biokrill

twitter.com/biokrill

Exercicios:

Questão 01 (ENEM 2016)

Os seres vivos mantêm constantes trocas de matéria com o ambiente mediante processos
conhecidos como ciclos biogeoquímicos. O esquema representa um dos ciclos que ocorrem nos
ecossistemas.

O esquema apresentado corresponde ao ciclo biogeoquímico do(a):

a) água.

b) fósforo.

c) enxofre.

d) carbono.

e) nitrogênio.

Questão 02 (ENEM 2015)

O nitrogênio é essencial para a vida e o maior reservatório global desse elemento, na forma
de N2, é a atmosfera. Os principais responsáveis por sua incorporação na matéria orgânica são
microrganismos fixadores de N2, que ocorrem de forma livre ou simbiontes com plantas.

ADUAN, R. E. et al. Os grandes ciclos biogeoquímicos do planeta.


Planaltina: Embrapa, 2004 (adaptado).

Animais garantem suas necessidades metabólicas desse elemento pela:

a) absorção do gás nitrogênio pela respiração.

b) ingestão de moléculas de carboidratos vegetais.

c) incorporação de nitritos dissolvidos na água consumida.

d) transferência da matéria orgânica pelas cadeias tróficas.

e) protocooperação com microorganismos fixadores de nitrogênio.

BioKrill® 2017
youtube.com/biokrill

facebook.com/biokrill

twitter.com/biokrill

Questão 03 (ENEM 2012)

Paleontólogos estudam fósseis e esqueletos de dinossauros para tentar explicar o desaparecimento


desses animais. Esses estudos permitem afirmar que esses animais foram extintos há cerca de 65
milhões de anos. Uma teoria aceita atualmente é a de que um asteroide colidiu com a Terra, formando
uma densa nuvem de poeira na atmosfera.
De acordo com essa teoria, a extinção ocorreu em função de modificações no planeta que:

a) desestabilizaram o relógio biológico dos animais, causando alterações no código genético.

b) reduziram a penetração da luz solar até a superfície da Terra, interferindo no fluxo energético das
teias tróficas.

c) causaram uma série de Intoxicações nos animais, provocando a bioacumulação de partículas de


poeira nos organismos.

d) resultaram na sedimentação das partículas de poeira levantada com o impacto do meteoro,


provocando o desaparecimento de rios e lagos.

e) evitaram a precipitação de água até a superfície da Terra, causando uma grande seca que impediu
a retroalimentação do ciclo hidrológico.

Questão 04 (ENEM 2016)

Ao percorrer o trajeto de uma cadeia alimentar, o carbono, elemento essencial e majoritário da


matéria orgânica que compõe os indivíduos, ora se encontra em sua forma inorgânica, ora se encontra
em sua forma orgânica. Em uma cadeia alimentar composta por fitoplâncton, zooplâncton, moluscos,
crustáceos e peixes ocorre a transição desse elemento da forma inorgânica para a orgânica.
Em qual grupo de organismos ocorre essa transição?

a) Fitoplâncton.

b) Zooplâncton.

c) Moluscos.

d) Crustáceos.

e) Peixes.

Respostas: 01 - D; 02 - D; 03 -B; 04 - A;

BioKrill® 2017