Anda di halaman 1dari 3

Para responder às questões 01 a 05, leia a) Percebe-se que o eu-lírico vivia doente e,

atentamente a letra de música abaixo, de portanto, “viajava” apenas na leitura


Hélio Contreiras, cantada por Xangai daquele dito almanaque de farmácia.
(Eugênio Avelino) no vinil Qué qui tu tem b) Nota-se que o almanaque de farmácia era
canário, obra da década de 80 do séc. XX. o meio a que tinha acesso o eu-poético às
obras clássicas da Literatura mundial.
ESTAMPAS EUCALOL c) Observa-se que o título foi utilizado,
principalmente, para rimar com a palavra
Montado no meu cavalo “sol”, presente no verso seguinte.
Libertava Prometeu d) Entende-se que Estampas Eucalol
Toureava o Minotauro representa um título desnecessário, pois
Era amigo de Teseu em nada se refere às obras da
Viajava o mundo inteiro Antiguidade.
Nas Estampas Eucalol
À sombra do abacateiro 3) A intertextualidade é uma prática comum
Ícaro fugia do sol ao mundo das artes e nos faz ter um maior
conhecimento geral. Informe-se sobre os
Subia o Monte Olimpo personagens citados no texto e assinale a
Ribanceira lá do quintal alternativa CORRETA em relação aos
Mergulhava até Netuno mesmos:
No Oceano Abissal
São Jorge ia pra lua a) Minotauro era um ser monstruoso com
Lutar contra o dragão corpo de touro e tronco e cabeça de
São Jorge quase morria homem.
Mas eu lhe dava a mão b) Teseu foi o deus que roubou uma fagulha
E voltava trazendo a moça do cetro de Zeus e a deu aos seres
Com quem ia me casar humanos.
Era a minha professora c) São Jorge era apenas um cavaleiro
Que roubei do Rei Lear medieval, antes de ser considerado um
santo católico.
d) Rei Lear foi um dos grandes
1) Apesar de ser um texto do século XX, personagens das clássicas tragédias de
Estampas Eucalol, apresenta Shakespeare.
intertextualidades que nos remetem à
Antiguidade Clássica, que serviu de 4) Em relação à primeira estrofe, assinale a
inspiração tanto a Hélio Contreiras alternativa INCORRETA.
quanto aos artistas do Classicismo.
Assinale a opção que apresenta apenas a) Os dois primeiros versos nos remetem ao
referências típicas da Antiguidade: fato de que Prometeu fora acorrentado e
que o eu-lírico o salva.
a) Prometeu, Minotauro e São Jorge. b) O terceiro e o quarto verso indicam que o
b) Minotauro, Teseu e Estampas Eucalol. eu-poético, assim como Teseu, de quem
c) Ícaro, Netuno e Monte Olimpo. se considera amigo, lutou contra o
d) Netuno, São Jorge e Rei Lear. Minotauro.
c) O quinto e o sexto verso atestam a
2) O título Estampas Eucalol refere-se a capacidade de o eu-poético imaginar,
um almanaque de curiosidades que era “viajar” a partir das leituras feitas.
distribuído, principalmente no interior do d) Os dois últimos versos mostram o local
Brasil, gratuitamente, ou vinculado à típico em que os deuses greco-romanos
compra de algum medicamento. Marque ficavam a descansar.
a alternativa que MELHOR justifique o
título dado à letra de música.
5) Todos os argumentos abaixo comprovam
a criatividade, a imaginação infantil da
voz poética, relacionadas a partir da
leitura do almanaque de farmácia, b) Barroco.
EXCETO c) Romantismo.
d) Arcadismo.
a) O eu-lírico mistura personagens e) Modernismo.
de épocas distintas, fazendo-se amigo delas.
b) A voz poética aproxima a sua
realidade (quintal e abacateiro) das histórias 8) Podem ser enumeradas como
lidas. características da arte renascentista,
c) O eu-poético mostra-se, como exceto:
muitas crianças, apaixonado por sua
professora. a) A busca por referências greco-latinas.
d) O eu-lírico atua como um b) O retorno à mitologia pagã.
personagem, interferindo e recriando as c) A dependência aos valores católicos.
narrativas. d) A busca pela perfeição formal.

6) A propósito do Renascimento Cultural, 9) A questão a seguir refere-se ao Canto V


julgue as afirmações. de Os Lusíadas (1572), de Luís Vaz de
Camões (1524/5?-1580).
I. Um dos seus traços marcantes foi o
racionalismo que atendia às
XXXVII
aspirações da burguesia, no sentido
de alcançar um domínio mais
Porém já cinco sóis eram passados
completo da natureza objetivando
Que dali nos partíramos, cortando
aumentar seus lucros.
Os mares nunca de outrem navegados,
II. O Renascimento retirou da Igreja o
Prosperamente os ventos assoprando,
monopólio da explicação das coisas
Quando uma noite, estando descuidados
do mundo, fato que culminou no
Na cortadora proa vigiando,
empirismo científico dos séculos XVII
Uma nuvem, que os ares escurece,
e XVIII.
Sobre nossas cabeças aparece.
III. A arte renascentista comprometia-se
predominantemente com os valores
XXXVIII
católicos, pois objetivava legitimar o
monopólio religioso católico.
Tão temerosa vinha e carregada,
Que pôs nos corações um grande medo.
Estão corretas:
Bramindo, o negro mar de longe brada,
Como se desse em vão nalgum rochedo
a) I e III
- “Ó Potestade – disse – sublimada,
b) Apenas I
Que ameaço divino ou que segredo
c) Apenas II
Este clima e este mar nos apresenta,
d) Nenhuma
Que mor cousa parece que tormenta?”

(CAMÕES, Luís Vaz de. Os Lusíadas. 4ª. ed. Porto:


7) Crescimento do comércio de reduzida Editorial Domingos Barreira, s.d. p. 332)
importância na Idade Média; crescente
utilização do dinheiro, invenções e
melhoramentos técnicos decorrentes das Acerca do trecho e também do seu
grandes navegações; valorização das conhecimento sobre a obra, considere os
belezas humanas em detrimento das itens:
idealizações.
I. Verifica-se, na passagem selecionada,
Os dados anteriores integram o painel o registro de mudança no cenário.
histórico do: II. Nos quatro últimos versos transcritos
faz-se presente a voz de Vasco da
a) Classicismo.

jacarei.educacaoadventista.org.br
Gama, herói português a liderar a) I e II.
embarcações rumo às Índias. b) II e III.
III. A referência a “corações” sugere a c) I e III
saudade que os marinheiros sentem d) Todas.
de suas esposas que ficaram em
Portugal.

Estão corretas:
a) I e II
b) I e III
c) Apenas I
d) Apenas II

“As armas e os Barões assinalados


Que da Ocidental praia Lusitana
Por mares nunca de antes As navegações grandes que fizeram;
navegados Cale-se de Alexandre e de Trajano
Passaram ainda além da Taprobana,
Em perigos e guerras esforçados Que eu canto o peito ilustre Lusitano,
Mais do que prometia a força
humana,
E entre gente remota edificaram
Novo Reino, que tanto sublimaram:

(...)

10) A partir dos versos acima, que fazem


parte do primeiro canto d’Os Lusíadas, do
poeta português Luís de Camões, analise
as afirmativas abaixo:

I. O assunto central do épico são as


navegações portuguesas do início da
Idade Moderna.

II. As frequentes menções a elementos da


Antiguidade como Alexandre, Trajano,
Marte e Netuno destoam das linhas gerais
do Renascimento Cultural.

III. A exaltação ao que se vai cantar revela


uma postura diferente daquela
normalmente verificada em textos
renascentistas, já que os artistas desta
época exaltavam incessantemente a Deus.
Exaltar um feito humano seria, portanto,
uma heresia.

Estão corretas

jacarei.educacaoadventista.org.br