Anda di halaman 1dari 67

ÍNDICE

01 - Redeterminação da Estrutura para o Código do domicílio Fiscal...................................... 02

02 - Criar Tipo de Formulário Para NF-e.................................................................................. 04

03 - Criar Tipo(s) de Nota Fiscal 0604 - Criar Atribuição de Grupo de controle de Tela........... 12

05 – De-Para de SD…………………………………………………………………………………... 14

06 – De-Para MM……………………………………………………………………………………... 16

07 - Criar Grupo de Numeração Para NF-e.............................................................................. 20

08 - Intervalo de numeração para a NF-e................................................................................. 22

09 - Atribuir parâmetros de Numeração e Impressão............................................................... 24

10 - Tipos de condição……………………………………………………………………………….. 28

11 - Determinação da Impressora do DANFE (Transação J1BG)............................................ 35

12 - Parametrização da Contigência......................................................................................... 41

13 - Configuração dos endereços do portal.............................................................................. 45

14 - Configuração da impressora para o período de homologação.......................................... 46

15 - Parametrizações a serem realizadas no Ambiente............................................................ 47

16 - Versão do Schema………………………………………………………………………………. 61

17 - Definir Código de Status da SEFAZ................................................................................... 63

18 – Requests........................................................................................................................... 65
1. Redeterminação da Estrutura para o Código do domicílio Fiscal

É necessária a redeterminação da estrutura para código de domicílio fiscal, tendo em


vista que o referido código passará a ser no formato conforme segue no cadastro do
endereço da própria filial quanto no endereço de clientes e fornecedores.

Sendo os três primeiros dígitos a região, os dois primeiros dígitos numéricos identificam
o estado e os últimos cinco a cidade.

Caminho no Menu:

2
3
2. Criar Tipo de Formulário Para NF-e

É necessário criar tipo de formulário para NF-e para cada série de nota utilizada.
No caso da LDC, foram criados dois formulários, um para saída e um para entrada
sendo que cada um deles utilizará uma série.
Caminho do Menu:

4
Formulários Criados (em destaque)

5
3. Criar Tipo(s) de Nota Fiscal

Será necessário criar uma categoria de Nota Fiscal Eletrônica, para cada Categoria de
Nota Fiscal (que passará a emitir NF-e). Abaixo segue as categorias criadas.

6
Caminho do Menu:

Abaixo segue exemplo de algumas das Categorias Criadas:

7
Criar a “Z8” (NF-e de Saída) – Copiar da “N1” (NF de Saída)

Categoria N1 (Nota Fiscal de Saída) – Já existente

Categoria Z8 (Nota Fiscal Eletrônica de Saída) Criada com cópia da Ctg. N1

8
Flag indicando a NF-e

Ctg. de cancelamento
criada (NF-e)

Identidica o Tipo de Formulário


(Criado Anteriormente)

Identifica o Modelo da nota 55 (NF-E)

Criar a “ZB” Cancelamento de Saída NF-e


Copiar da “A2” (Cancelamento de Saída)

9
10
Neste caso o Formulário deve ficar em branco, pois esta categoria não
imprime NF. (assim como a A2).

11
4. Criar Atribuição de Grupo de controle de Tela

Para cada categoria criada, é necessário criar a atribuição de grupo de controle de tela.
Este controle pode ser copiado da Ctg. de origem da qual a Ctg. NF-e foi copiada.

Caminho do Menu

Segue abaixo exemplo da atribuição de controle de tela criada para algumas das
Categorias de NF-e.

12
Criar para:

Z8 - Copiar da N1
Z9 - Copiar da N5
ZB - Copiar da A2

Foram criados controle de tela para as categorias:

13
5. De – Para de SD

É Necessário fazer uma associação para que a categoria de Nota Fiscal passe a ser a
nova categoria de Nota Fiscal Eletrônica. Após esta associação, a NF-e gerada será
modelo NF55.

Caminho do Menu:

14
Detalhe do DE-PARA

Como podemos observar abaixo, o DE-PARA de SD é feito através da relação:


Empresa / Local de Negócio / Ctg. NF / Ctg. NF-e

Esta parametrização foi realizada pra todos locais de nogócio que passaram a emitir a
NF-e.

15
6. DE-PARA DE MM

Além do DE-PARA de SD, é necessário fazer uma associação categoria de Nota Fiscal
Eletrônica pelo tipo de movimento (MM).

Caminho do Menu:

16
Detalhe do DE-PARA (MM)

No caso do MM, a associação é feita através do centro / tipo de movimento / Ctg. da


NF-e.

17
18
19
7. Criar Grupo de Numeração Para NF-e

Foi criado um grupo de numeração para cada local de negócio que passou a emitir NF-
e, tendo em vista que a numeração da NF-e passou a ter o formato composto por 9
dígitos.

Caminho do Menu:

20
Segue exemplo (detalhe de tela) de alguns dos grupos criados:

21
8. Intervalo de numeração para a NF-e

Para cada Grupo de numeração criado, deve ser determinado um intervalo de


numeração conforme segue:

Caminho do Menu:

22
Abaixo segue exemplo do intervalo de numeração criado para o grupo de numeração
“121NFE” (Criado anteriormente)

23
9. Atribuir parâmetros de Numeração e Impressão

Caminho do Menu

24
Para cada local de negócio da empresa que passará a emitir a NF-e, é necessário
atribuir o(s) Formulário(s) criados. No caso da LDC foram criados dois formulários
(NF55 e NF56), e os mesmos foram atribuídos as filiais conforme segue.

25
Detalhe de Tela (NF55)

Podemos observar em destaque as infomações sobre formulário, grupo de numeração,


série da Nota e Intervalo de numeração (criados para NF-e).

26
10. Tipos de condição

Nos tipos de condição, definimos as rotina de processamento, portanto, devemos inserir


os tipos de mensagem NF55 e NF56 para que possamos definir suas respectivas
rotinas.

Caminho do Menu:

27
Criar os tipos de mensagens

Para criar o Tipo de mensagem NF55 (saída), basta selecionar o tipo de mensagem
NF01 (saída) e criar com cópia, alterando o tipo de mensagem e a denominação.

28
Detalhe de tela do tipo de mensagem NF55

Após criados os tipos de mensagem, devemos inserir as rotinas de processamento


conforme segue através da transação J1BJ.

29
Tipo de Mensagem

Programa responsável pela impressão do DANFE.


(o formulário encontra-se em branco, pois o
Programa está utilizando um Smart Form)

30
Transação /cscorp/nfparam (para informar o Smart Form)

31
O Tipo de mensagem NF01 (já existente), deverá permanecer da mesma forma, pois
este refere-se a impressão da Nota Fiscal modelo 1/1A, exceto durante o período de
homologação (paralelo).

32
Durante o período de homologação (paralelo), o sistema irá gerar uma nota modelo
1/1A, imprimir o DANFE e enviar o aquivo XML para a SEFAZ simultaneamente.
Portanto, durante esse período o tipo de mensagem NF01 deverá ser tratado conforme
segue através da transação J1BJ.

Processamento 1 – Responsável pela impressão da Nota Fiscal modelo 1/1A

Processamento 2 - Responsável pela impressão do DANFE.

Processamento 3 – Responsável pelo envio do arquivo XML à SEFAZ.

33
11. Determinação da Impressora do DANFE (Transação J1BG)

Define qual impressora o DANFE será impresso em cada local de negócio.

Caminho do Menu:

34
Entrar com Empresa, Local de negócio e tipo de formulário e selecionar a opção
impressora (fazer para todos locais de negócio) e executar.

35
Neste local, o dispositivo de saída deverá permanecer em branco conforme segue.

36
Executando novamente a transação J1BG agora para a opção “Condition tables for
Output Nota Fiscal” e executar (para o tipo de mensagem NF55)

37
Preencher os campos conforme segue:

Meio

Tipo de Formulário Momento

38
Após preencher os campos conforme acima, dar um duplo clique na linha e irá aparecer
a tela abaixo:

Informar a Impressora do DANFE

Flag de Saída Imediata

39
12. Parametrização da Contigência :

Quando uma nota estiver em contingência, o DANFE deverá ser impresso em


Formulário de Segurança (papel moeda). Para isso, existe uma parametrização que
deve ser feita conforme segue.

Caminho do Menu:

Criar a tabela de condiçao 501, com base na tabela 120.

40
Criar com os seguintes campos conforme acima.

41
42
Incluir o acesso da chave 501.
Na J1BG deverá apresentar as 3 chaves de combinaçao :

43
13. Configuração dos endereços do portal (para cada ambiente)

Configura /CSCORP/NFHTTP os endereços do portal ( Web Services ) nos ambientes


R/3 :

44
14. Configuração da impressora para o período de homologação

Transacao : /CSCORP/NFPARALLEL Configuração do Paralelo com esta


configuraração filiais e processos que não terão emissão de nota fiscal eletrônica não
irão para o monitor da Cscorp.

Campo que define qual a impressora a DANFE será impressa ( no Paralelo ).

45
15. Parametrizações a serem realizadas no Ambiente:

Não geram Request :

Tópico 1 : Intervalo de Numeração :

Para cada intervalo de numeração atualizar utilizando a transação J1BI_NFE

Fazer para cada intervalo de numeração.


Clicar em Intervalos ( Lápis )

46
Clicar no e seguir as parametrizações conforme acima ( PARA TODOS OS
GRUPOS DE NUMERAÇÃO ).

Atencao : Verficar em qual numeração deverá ser iniciada a contagem neste caso
atualizar o campo “ Pos.interv.numeração”

Clique em para atualizar a numeração atual.

Obs: Mesmo sendo NFE ( Nota Fiscal Eletrônica ), após a parametrização acima caso o
sistema exibir mensagem de erro de falta de atribuição de numeração durante o
processamento da nota fiscal, executar a parametrização conforme segue :

47
Ou transação : J1BI

48
Executar a parametrização para cada grupo de formulário criado.

49
Tópico 2 :

A seguinte transação /CSCORP/NFPARALLEL defini o paralelo e também a impressora


que será impressa a DANFE, esta transação gera request, conferir os valores de
impressora quando na Produção.

50
Tópico 3 – Definir as impressora ( J1BG )

Definir a impressora aonde será impressa a DANFE quando for NFE (Nota Fiscal
Eletrônica ) sem paralelo, processo Normal :

NF55 Tipo de mensagem para NFE

Clicar em

51
Criar registro para cada local de negócio, utilizando o formulário NF55

Definir a impressora.

Clicar em

52
Selecionar o Dispositivo de saida, aonde sera impressa a DANFE.

53
Tópico 4 : J1BG Processamento Paralelo
Configurar para a emissão da Nota Fiscal, já que o DANFE vimos no Tópico 2.

Utilizar o tipo de Mensagem NF01, clicar em

Selecionar 3a opção.

54
Definir/Rever a impressora par cada Filial.

Clicar em

55
Obs: No caso da LDC, caso nao tenha uma impressora definida para o usuário na SU3,
o sistema irá abrir um pop-up para que o usuário especifique em qual impressora a nota
fiscal será impressa, conforme parametros abaixo :

56
57
Transação J1B3N

Pop-up solicitando uma impressora.

Transação /cscorp/nfparallel (para alterar a impressora da DANFE no modo paralelo)

58
59
16. Versão do Schema (Deixar a versão 1,10)

É necessário definir a versão da versão do Schema XML enviado à SEFAZ de cada


região conforme segue:

Caminho do Menu:

60
61
17. Definir Código de Status da SEFAZ

O cadastro dos Códigos de Status da SEFAZ é necessário para quando consultarmos a


Nota Fiscal Eletrônica através do monitor J1BNFE, possamos observar qual a
mensagem devolvida pela SEFAZ. Estas mensagens encontram-se no Manual do
Contribuinte.

Caminho do Menu:

62
63
18 . Requests

Lista de todas Requests Geradas pelo usuário “SILVARAF”durante parametrização /


ajustes para da NF-e.

Requests de Workbench

64
Requests de Customizing

65
66
Request-s – Reorganizadas para produção

67