Anda di halaman 1dari 14
— Quem acha que seria preferivel que deficientes 109 fisicos, judeus, negros, pederastas etc. nao tivessem nascido. Universo do bufao: baixarias das grossas, piadas grosseiras, tudes truculéncias, inteligéncia, Goya, Bruegel, Bosch. —S6 isso? —N&o.Junte ainda a liberdade que paira sobre os seres mutilados que vivem as gargalhadas. Obrigado por ter me escutado. Até mais ver, Interrogador. Hoje vocé nao me irritou. Estranho! Muito estranho! seguinte ~ Eu me vesti no capricho para continuar a ouvir suas aventuras . Como se estivesse no teatro! Bem-vestido dos pés & cabeca! esenhor até me julgue brega, mas, quando cumpro o ritual de ir » eu capricho na roupa para que haja ai um pouco de solenidade. Ademais, um terno elegante, bem passado, me ajuda a r aquilo que o senhor chama de “fronteira da imaginagio” Por favor, me conte logo as hist6rias dos bufoes. Eu estava no Brasil quando trés skinheads atearam fogo num indio perdido em Sao Paulo. O indio morreu trés dias depois no mesmo local. Ouvi os textos que vém a seguir ditos por uma tribo indigena numa aldeia. O nome do lugarejo é dificil de pronunciar, e até mesmo de escrever: Macuapanim. Onde fica no mapa? As margens do rio Solimées, a 44 quilémetros da ilha de Mapixari, no estado do Amazonas. Traduzi os textos do portugués, que esta cheio de palavras indigenas, fazendo uma bela mistura. Um amigo, professor da Universidade de Brasilia, me ajudou na tradugao. Os indios nus surgem de repente da floresta, representam os textos, gritam, dangam e voltam para a escuridao de onde vieram. Surgem como verdadeiros diabos. A tribo é animada por uma espécie de gosto pela blasfémia. 110 Nada de tablado! Ptiblico todo de pé! Os fardis acesos de um carro velho servem de iluminacao. De floresta, rugidos de animais selvagens sao ouvides. Misturam-se com o espetaculo. Uma selvagem gravidade embeleza a ceriménia. Mulher corifeia de um grupo de seis indios: Apesar dessa obstinagao em nos ignorar hé milénios, dessa decisio inflexivel de nao nos enxergar hd milénios, da ordem que vocés nos deram de sumir para sempre na nos charcos, nos guetos, apesar dessa determinaciio em mie querer mais nos ver, boa noite! Apesar da divisiio dos mortos, aquele que esta @ de Deus Pai e aquele que padece nos infernos, 0 eleito ee péria, boa noite! Quem foi que disse “Descanse em paz’? Apesar dos tormentos que tivemos de enfrentar & abandono, boa noite! Eu sou aquela que foi proscrita e que retorna Nao se preocupem! Nao ha nada a temer! O édio cumpriu sua tarefa. Ah, o doce 6dio que corroeu 0 amor! No comeco no foi facil, por causa do arrep. Diziam que vocés voltariam, que vocés diriam que havia sido apenas um mal-entendido, uma negligéncam equivoco. O édio, o sibio édio, sussurrava: — Eles niio voltaréo. Queimem, em meu nome, E nés respondiamos: — Espere! As folhagens dos arbustos se mexeram seja um dos embaixadores deles que esteja vindo E 0 édio, benevolente, respondia: ~E ovento que mexeu a folhagem dos arbustos. Queimem, em meu nome, cada uma das suas ilusdes. —Espere! Estou ouvindo conversas na E 0 édio, 0 bondoso édio, reagia: —E 0eco das palavras dos loucos que gritams mas montanhas. — Veja ali, uma sombra deslizando. ue —Easombra de um lobo que deixou seu bando.” — Quem é esse homem que ouve os batimentos da terra? — Ele morreu de tanto esperar por ouvir os passos daqueles que nao vieram. — Sim, 6dio, leve-me! Me ensine! Que cada um dos meus arrependimentos queime ao seu contato. Que minhas saudades se atirem alegres em seu fogo, feito os animais selvagens quando se langam sobre suas presas. Que tudo se consuma, prazerosamente, festivamente, magicamente. Atice 0 fogo, dio, que os arrependimentos queimarao um a um, que os sentimentos se consumiraio. Atice o fogo, édio, que o amor se carbonizard. Nao se preocupem! Nao ha nada a temer! O 6dio cumpriu sua tarefa. Agora somos indiferentes! Trés mulheres entram em cena: - MULHER 1: Quem foi o idiota que te ensinou a dedurar? MULHER 3: Deus! MULHER 1: O Deus idiota te ensinou a dedurar? MULHER 1: Poderia ter sido qualquer um, até Deus idiota. O grupo foge para dentro da floresta. As trés indias riem. Outra mulher rodeada por outro grupo: Olé! Tenham todos uma excelente noite! Um cordialissimo boa-noite! Sejam muito bem-vindos! Pensamos o tempo todo em vocés enquanto chafurddévamos no pantano. O tempo estava uimido, as dguas lamacentas, fedorentas... nossas feridas em carne viva. Boa noite! Nosso cordial boa-noite! Tenham todos uma excelente noite! Um cordialissimo boa-noite! Li no pintano, nés ficdvamos pensando em vocés. E vocés, legisladores, vocés estavam pensando em nés? Nos, lé no brejo, chafurdando na lama, cobertos de pustulas, cheios de vermes. Por acaso pensavam em nés, os proscritos?