Anda di halaman 1dari 20

ntrodução

Num passado não muito distante, havia uma cultura em que as


crianças deveriam ficar ao lado de seus pais ou responsáveis, durante o
culto ou sermões, numa linguagem totalmente voltada para adultos.
Com o passar dos anos, viram a necessidade de retirar as crianças
do culto, pois atrapalhavam a liturgia. Não havia ministério infantil e
muito menos culto infantil.
Infelizmente nos dias atuais isso ainda tem sido uma triste realidade.
Não há um investimento neste ministério, que o Senhor Jesus priorizou!
Quisera todos os líderes já estivessem despertado para esta urgência,
chamado de pastoreio de cordeiros.
Não quero que me estender, apontar erros, omissões, indiferenças
ou descaso com os pequeninos.
Quero te impulsionar a abrir os seus lábios em favor dos que não
sabem se defender . (Provérbios 31.8)
Não desista do seu chamado. Obedeça à voz do mestre e o
milagre acontecerá!
Peixes, muito peixes irá pescar!

➢ Se autoresponsabilize pelo seu ministério;


➢Lute em favor das crianças;
➢ Faça a obra do Senhor com excelência;
➢ministério infantil e culto infantil devem ser levados a sério
como prioridade.

“Deixai vir a mim as crianças, pois das tais é o


reino do céus!”
Verônica Santos
efinição de Culto
Segundo o Dicionário Aurélio, culto significa uma forma pelo
qual se presta homenagem ou adoração a uma divindade, em
qualquer forma e em qualquer religião.
O conceito bíblico básico de culto é o do serviço.
No antigo testamento haviam rituais de sacrifício de animais e
queima de incenso, praticada pelo povo de Israel, expressando
amor e gratidão ao Deus verdadeiro e somente o sumo sacerdote
entrava no santo dos santos para expiar os pecados do povo.
No novo testamento, a palavra mais significativa era a de
beijar a mão de alguém, como sinal de respeito e consideração.
Jesus certa vez foi encontrado na sinagoga ensinando que o
verdadeiro culto era o amor a Deus e ao próximo.
As crianças sempre estavam presentes nas celebrações. Certa
vez Jesus estava estando em Jerusalém e levaram as crianças que
sempre estavam presentes nas celebrações. Certa vez, Jesus
entrando em Jerusalém elas louvavam com alegria!
Em outro momento quando Jesus estava conversando e
ensinando seus discípulos, sobre divórcio, eles tentaram impedir
que as crianças se aproximassem de Jesus e rapidamente Ele os
repreendeu, dizendo que das tais é o reino dos céus.

E disseram-lhe: Ouves o que


estes dizem? E Jesus lhes
disse: Sim; nunca lestes: Pela
boca dos meninos e das
criancinhas de peito tiraste o
perfeito louvor?
(Mateus 21:16)
que é culto infantil?
O culto infantil ainda em algumas denominações é
inferiorizado ou não existe. Não existe de fato, o que há uma
aglomeração de crianças em locais inapropriados ou com
pessoas despreparadas, que tentam a todo custo mantê-los
quietos ou ocupados até o término do culto no prédio maior.
Muitos insistem em chamar culto de cultinho, sala de salinha,
bíblia de biblinha e será que chamariam Deus deusinho?
Sabemos que mesmo que involuntariamente ou
implicitamente falam de forma pejorativa, tentando diminuir o
culto a Deus, sim, este Deus é grandão.

Portanto não é cultinho e sim culto


Não é musiquinha É adoração
Não é entretenimento é quebrantamento
Não é culto das crianças é culto à Deus dado pelas
crianças
Notou a diferença?
Certa vez fui ministrar em uma mega igreja e ao descer do
carro fui abordada por um obreiro que me perguntou se eu era
palhacinha que iria animar as crianças.
Veja bem, nada contra palhaço, mas ele falou de forma
pejorativa.
Ao insistir por três vezes, me chamando de palhaça,
perguntou se eu era uma animadora, tive que respirar fundo e
respondi com educação: - “Não senhor, não sou palhaça e muito
menos animadora. Sou Verônica, Evangelista de crianças e fui
convidada a ministrar sobre a vida delas!”
Bom o que quer dizer com este simples depoimento?
Você como ministra (o) de crianças, precisa de posicionar e
mostrar a todos a sua volta que ministério infantil não é
entretenimento e sim quebrantamento.
No momento em que o líder Ministro de crianças
posicionar-se, assim como Jesus se posicionou, quando estavam
vendendo no templo ou quando o diabo O tentou, muitas coisas
começarão a mudar no culto infantil ou melhor, no ministério
infantil.
Moises afirmou a Faraó
que nenhuma unha
ficaria, todos iriam
adorar a Deus, inclusive
as crianças!
ipos de culto

Paralelo

Temático

Evangelístico

No lar

Bebês
ulto paralelo
O culto infantil paralelo pode ser separado por faixas etárias
ou no mesmo ambiente, numa sala maior ou igreja Kids.
A missão do culto paralelo, claro que em primeiro lugar, deve
ensinar as crianças sobre adoração ao Deus verdadeiro e
reconhecendo sua grandeza, majestade e soberania.
Com isso, aprenderão também a serem fiéis e obedientes aos
princípios bíblicos, de forma transformadora, relevante
contextualizada e adequada a linguagem infantil.
mportância do culto paralelo
O culto paralelo é de suma importância, pois possibilita que
você tenha consciência quanto à integração e atuação dos
pequeninos no culto com os adultos.
E no culto paralelo nas salas ou na igreja, são treinados para
adorarem a Deus expressão deste amor e também de orações,
louvores, leituras bíblicas, ofertando e testemunhando.
As crianças que participam dos Mundos Paralelos aprendem a
ter reverência e disciplina dando adeus o culto na sua mente
racional, mas principalmente ao espiritual, pois a presença do
Senhor é notória. O mesmo acontece em quando passam de
faixas etárias e não podem mais ficar nas salas.
Saem grandes, já aprenderam sobre batismo, ceia, dízimo,
santidade e princípios que norteiam uma vida cristocêntrica.
Quero ressaltar que quando estão presentes no culto litúrgico
semanal ou quando há evento dos adultos e até mesmo nos cultos
temáticos, os cordeiros passam a amar, respeitar e admirar o
pastor da igreja, o tendo como referência!
ulto temático
Culto temático é definido com os objetivos e metas que desejamos
atingir no processo de curto, médio ou longo prazo.
Esses cultos podem ser realizados mensalmente, bimestralmente,
trimestralmente ou anualmente.
Para que haja excelência, relevância, coerência e organização, dez
pressupostos que são indispensáveis:

1. Oração ;
2. Vislumbrar mentalmente ;
3. Expor ideias e liderança para
aprovação e ajuste ;
4. Reunir-se com a equipe para
elaborar o planejamento ;
5. Estrutura básica análise da
realidade, projetar, finalidade e
forma de mediação;
6. Elaborar estratégias dentro da
missão visão e valores;
7. Desenvolver a estrutura do culto
temático;
8. Montar o plano de ação;
9. Flexibilidade ;
10. Feedback;
Que os pressupostos podem e devem ser utilizados na elaboração
não só do culto temático no prédio, mas também no culto
evangelístico em outros locais, no culto do bebê e no culto no lar!

Entretanto não basta


somente planejar,
pois sem ação torna-
se ineficaz!
ontando o plano do culto temático

Tema Relevante;

Subtema com base bíblica;

Objetivos gerais e específicos;

Recursos: humanos, físicos,financeiro,


alimentício...

Plano de ação em anexo;

Execução (Passo a passo - cronograma);

Avaliação/ Feedback;
ulto infantil evangelístico

“Assim não é da vontade do pai que está nos céus que


nenhum desses pequeninos se perca.” Mt 18.14.
Todos nós sabemos que evangelizar não é algo opcional e
sim, uma ordenança deixada pelo mestre Jesus.
“Ide e pregai o Evangelho a toda criatura”
Jesus não quer que nenhum se perca e que as empecemos em
conhecê-lo!

Ele nos amou com amor


incondicional,
Ele amor com Amor Perfeito,
Ele nos amou com amor
sacrificial

Jesus priorizou os pequeninos e deseja que façamos o mesmo!


Cabe a nós evangelistas de crianças, buscar métodos e
estratégias, para alcançá-las, discipulá-las e consolidá-las na fé
cristã, para que jamais se desviem.
Os cultos infantis evangélicos podem acontecer nos lugares
menos ou mais improváveis, não esquecendo de adequar sua
linguagem a este público com ludicidade, criatividade, verdade e
acima de tudo, com a palavra de Deus que é insubstituível!
Existem vários métodos e recursos evangelísticos para
alcançá-los e o mais utilizado é o Livro Sem Palavras!

“O coração da
criança é fértil!”
12 “SER” de um líder eficaz
Ser cristão;
Ser convicto;

Ser amoroso;

Ser responsável;
Ser ético;

Ser exemplo;

Ser inovador;

Ser proativo;

Ser maduro;

Ser flexível

Ser pesquisador;

Ser humilde;
nsinar exige
Sabemos que culto infantil é diferente de EBD, pois no culto
infantil é nosso momento de adoração a Deus, e na EBD é o
ensinamento de Deus para nós, através da Sua palavra. Porém,
em ambos precisamos estar aptos para aprender e ensinar, tudo
o que está em Sua Palavra.

Testemunho Pesquisa

Respeito Criatividade

Ensinar
Estética Exige Ética

Conhecimento
Cultural
Metodologia
onsiderações finais

Que Deus abençoe poderosamente sua


vida e ministério!!!
Lembre-se: “O trabalho no Senhor
nunca é em vão!”
Busque sempre as ferramentas
necessárias, para fazer a Obra do
Senhor com amor, excelência, ética e
com consistência!
Amo você!

Verônica dos Santos