Anda di halaman 1dari 4

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO

PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO

DIRETORIA DE GESTÃO DE EDUCAÇÃO A DISTANCIA

SISTEMA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL - UAB

ALUNA: ELISA TRANQUILINO DA SILVA

RESENHA CRÍTICA EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS E SOCIEDADE: PARA


ALÉM DO LIBERALISMO

PROFESSOR: DR MATHEUS DE MESQUITA E PONTES


EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS: POSSIBILIDADES E CONTRIBUIÇÃO
PARA A SOCIEDADE

A necessidade de implantar os direitos humanos na educação é algo


inquestionável, porém traz consigo muitos desafios. Sabemos que ao longo dos
anos já veem sendo criadas politicas públicas e vários acordos oriundos da
Declaração Universal dos Direitos Humanos, porém entra um contra ponto que é
neoliberalismo que em muitos casos inviabiliza e até mesmo acaba tirando direitos
garantidos na constituição.
Os direitos humanos podem ser compreendidos como um conjunto de
medidas que lutam pela universalização da dignidade humana, ou seja, os Direitos
Humanos tem se constituídos em um campo de muitas disputas seja elas culturais e
politicas e prol da sociedade. Um fato bastante marcante em relação ao tema foi no
século XVIII onde se construiu um modelo de sociedade que era embasada em cima
de uma tríade, isto é, um modelo disposto a impulsionar uma sociedade que não
tinha poder de voz, que era refém de um governo absolutista e cheio de privilégios.
Essa tríade tinha com objetivo proporcionar uma sociedade com liberdade,
igualdade e fraternidade acrescida a uma proposta de democracia contemporânea
que serviu como um norte para os movimentos políticos e sociais onde se
constituiu os parâmetros de uma sociedade moderna.
Os direitos Humanos como possibilidades é algo bastante mencionado na
historia ao longo do tempo, isso porque teve um aumento bastante significativo da
população na luta e na produção de cidadania. Diante desses movimentos e da
participação ativa da sociedade o Estado foi obrigado a mediar conflitos políticos
passando então a dar voz para a população, ou seja, foi obrigado a ouvir tais
reivindicações bem como media las; estamos relatando esse fato a nível planetário,
daí podemos ver a grandeza que é os direitos Humanos. Ao falar desse tema a nível
Brasil podemos identificar que é um tema recente se comparado a alguns países,
pois os direitos humanos só passaram a ser reconhecido a partir de movimentos
sociais enfrentado na ditatura militar.
Outro ponto a ser analisado são as consequências que o neoliberalismo
acarreta na sociedade, uma vez que a ideologia neoliberal prega a individualidade
sendo assim a pobreza é um problema individual e com isso dificulta a atuação do
Estado. Embora temos ciência que esse mesmo Estado independente de qualquer
situação não está preocupado com a desigualdade na sociedade.
Diante desses fatos, temos plena convicção que a educação voltada para os
direitos humanos torna se uma ferramenta indispensável no processo de formação
cidadã, tendo em vista que vivemos em país onde os direitos do cidadão nem
sempre são respeitados, e é nesse contexto que os Direitos Humanos em educação
entrariam com o foco de formar crianças, jovens e adultos a participar efetivamente
da vida democrática, exercitando seus direitos e responsabilidades perante a
sociedade e ao mesmo tempo respeitando e promovendo os direitos das demais
pessoas.
Entendo que educação em Direitos Humanos é uma porta de saída para uma
sociedade que ao longo da historia sempre foi pautada por um Estado absolutista
que oprimia e não dava poder de voz à sociedade; onde uma pequena parte desta
sociedade sempre foi marcada por privilégios sociais e a maioria desta nem se
quiser tinha o direito de lutar pelos seus ideais. Para se educar em DH torna se
necessário formar uma nova sociedade disposta a lutar e que veja em si mesma um
sujeito de direito capaz de visar respeito mutuo pelo outro e pelas diferentes culturas
e tradições. Só assim teremos um Brasil mais justo onde todos possam viver
desfrutando de seus direitos e respeitando as diferenças.
REFERÊNCIAS

RODINO, A. M. TOSI, Giuseppe. FERNÁNDES M. B, ZENAIDE, M.N. T. Cultura


e educação em direitos humanos na américa latina. Editora do CCTA João
Pessoa 2016.