Anda di halaman 1dari 4

Representatividade afro-brasileira nas mídias 5º Ano Fundamental

Considerações iniciais:
O ensino da cultura afro-brasileira na escola tem função reparatória e
corretora e que auxilia na construção de uma identidade negra no Brasil. Não é
possível falar de uma educação democrática no Brasil sem haver uma
educação das relações étnico-raciais. A escola é um lugar de democracia, onde
o aluno convive com outros não apenas por laços familiares e/ou de afinidades.
Portanto, a escola deve ser um lugar para diálogo, encontros e reconstrução.

Objetivos da aula:
- Reconhecer o papel das mídias nas dinâmicas existentes entre as pessoas na
sociedade;
- Reconhecer a importância representatividade afro-brasileira nas mídias;
- Criar um ambiente agradável e receptivo para falas, relatos de experiências e
dúvidas;
- Reconhecer e analisar dados em presentes em textos e gráficos.

Competências disciplinares:
 Reconhecer o papel da informação e o da comunicação nas dinâmicas
existentes entre os grupos que ocupam as diferentes regiões do Brasil.
 Identificar os grupos étnicos e sociais que, ao longo do tempo, constituíram o
povo brasileiro, focalizando:
[...]
*contribuições dos africanos e de seus descendentes na formação da nação
brasileira;
* negro na sociedade brasileira contemporânea
 Reconhecer que a formação do povo brasileiro é resultado de um processo
de
miscigenação entre esses grupos.
 Reconhecer-se como integrante do povo brasileiro e, portanto, com
características desses diferentes grupos.
 Constatar as diversas formas de discriminação (étnica, etária, física, de
gênero, econômica, etc...).
 Analisar relações estabelecidas entre grupos constituidores do povo
brasileiro,
identificando processos de confronto e de dominação cultural.
 Valorizar a diversidade cultural brasileira, atribuindo às suas variadas
manifestações e contribuições o mesmo grau de importância.

Competências transversais
 Reconhecer o uso da porcentagem no contexto diário.
 Investigar, explorar e interpretar informações obtidas a partir da leitura de
dados apresentados em tabelas e em gráficos reconhecendo sua utilidade na
vida cotidiana.
 Realizar cálculos simples de porcentagem, utilizando diferentes estratégias.
 Identificar o tema de um texto.
 Localizar informações explícitas em um texto.

Retomada de conteúdo trabalhado anteriormente:


- Língua portuguesa: textos informativos
- Matemática: Análise de gráficos com porcentagens;
100
- Contabilizar porcentagem, entendendo um inteiro como .
100

Plano de aula
Etapa 1 –
Introdução –
- Debater com os alunos o tema da aula buscando compreender o que eles
entendem pelas palavras: “representatividade”, “afro-brasileiro” e “mídia”, se
necessário com o auxílio de um dicionário.
- Depois debater o sentido da frase como um todo.
Etapa 2 –
- Relembrar com os alunos os principais pontos que procuramos ao analisar
um texto jornalístico, tais como: fonte, data, título, principais ideias e palavras-
chave e montar uma tabela com isso no quadro.
- Montar no quadro lista com os pontos levantados pelos alunos;
- Entregar texto 1 (anexo 1) para metade da turma e a outra metade receberá o
texto 2 (anexo 2);
- Os alunos contarão o conteúdo do texto que leram para os outros informando
os dados para preencher a lista. Professor anotará essas informações no
quadro.
- Abrir espaço para debate, falas e experiências pessoais.

Etapa 3
- Apresentar dados sobre representatividade brasileira em gráficos com
porcentagem;
- Analisar e discutir sobre os dados apresentados debatendo a relevância
dessas informações e se eles percebem isso em seu dia-a-dia.
Etapa 4 –
- Debater com turma se eles como eles percebem essa informação em seu
cotidiano
- Escolher com a turma dois tipos de mídia e listar as cinco principais
personalidades destas mais vistas pela turma.
- Identificar quais dessas são afro-brasileira
- Realizar cálculo de porcentagem com a amostragem recolhida na turma;
- Dialogar sobre os resultados encontrados.
Etapa 5 –
- Discutir sobre possibilidades para reversão do cenário de baixa
representatividade;
- Propor para turma como tarefa de casa uma pesquisa sobre alguma
personalidade negra brasileira em uma mídia a sua escolha;

Desdobramentos dessa aula:


- Apresentação das pesquisas realizadas pelos alunos;
- Propor a escolha de algumas dessas personalidades para montar biografias
dessas;
- Separar grupos em razão de interesse comum;
- Montar essas biografias e com o auxílio de ferramentas de pesquisa e de
aplicativo editor de textos em uma aula de informática;
- Propor aos alunos a divulgação dessas biografias na escola como modo de
estimular o consumo de conteúdo produzido e/ou protagonizado por negros.
Avaliação – Realizar uma avaliação processual, de caráter contínuo. Partindo
da observação das atividades, como tem sido o desenvolvimento da turma e de
casa aluno. Visando entender quais estratégias pedagógicas que surtiram mais
efeito e analisando quais objetivos devem ser mais trabalhados, e de uma outra
forma, em uma próxima aula

https://www.huffpostbrasil.com/2018/04/30/a-ausencia-de-atores-negros-em-
segundo-sol-novela-da-globo-ambientada-na-bahia_a_23424010/ (anexo1)

https://ponte.org/canais-negros-lutam-por-visibilidade-no-youtube/ (anexo 2)