Anda di halaman 1dari 43

Faculdade de Ciências Sociais, Humanas e Artes

ABANDONO ESCOLAR NO
ENSINO SECUNDÁRIO
Docente: Ana Domingos

Decentes:
Ialmer Semedo
Lucelina Santos
OBJETIVO:
Objetivo geral:
 Analisar o Abandono Escolar no Ensino Secundário
(AEES) e as suas peripécias.
Objetivos específicos:
 Pensar sobre o conceito do Abandono Escolar;
 Apresentar as causas e consequências do Abandono
Escolar;
Avaliar o impacto do Abandono Escolar na vida
psicossocial do individuo;
JUSTIFICATIVAS

• Tendo em conta a grande relevância do tema para a


sociedade, a escolha deste, visa compreender o Abandono
Escolar no Ensino Secundário e conhecer os seus principais
fatores e seu impacto na vida dos estudantes no seu mundo
psicossocial, bem como saber o papel do psicólogo face a
este fenómeno.
METODOLOGIA
PARTICIPANTES:
 Fizeram parte deste estudo antigos estudantes do Ensino
Secundário.
INSTRUMENTOS:
 Foi construído um guião de entrevista baseado num
questionário versão experimental, “O Abandono Escolar”,
tendo como objetivo explorar as experiências dos
estudantes face à este Fenómeno. Procurou-se perceber o
estado psicossocial dos estudantes perante a sua situação.
 O trabalho desenvolvido seguiu as regras do estudo
explorativo, por meio de uma pesquisa no internet.
INTRODUÇÃO
 É do conhecimento de educadores e de todo sujeito ligado à
Educação Em Cabo Verde que o Abandono Escolar é um dos
Principais Problemas para a Escola, e por conseguinte para a
Sociedade.
 A crescente onda de Abandono Escolar que tem ocorrido nas nossas
Escolas Secundárias, ao longo dos anos, tem sido uma preocupação
de todos os que fazem parte do sistema educativo, visto que se vem
aumentando a sua taxa.
 Logo, é um especto que leva a uma Análise e Reflexão Profunda,
baseados em Investigações, principalmente daqueles que se
consideram como agentes fundamentais na formação integral dos
indivíduos (cognitivo, pessoal e social) e que por esta razão se
preocupam em conhecer e analisar as suas causas, buscando
possíveis intervenções.
SUMÁRIO:
 Unidade 1 – Caraterização do Abandono Escolar
(AE) e Ensino em Cabo Verde
Difinição do Abandono Escolar,
Sistema Educativo em Cabo Verde
Ensino Secundario em Cabo Verde
Causas do Abandono Escolar;
Consequencias do Abandono Escolar
Taxas de Abandono Escolar em Cabo Verde
 Unidade 2 – Compreender e Combater o Abandono
Escolar nas Escolas e a Nível Local
 Papel do Psicologo Escolar perante esse Fenómeno
 Unidade 3 – Trabalho Empírico
 Unidade 4 - Palavra Final .
UNIDADE I

CARATERIZAÇÃO DO
ABANDONO ESCOLAR E ENSINO
SECUNDÁRIO EM CABO VERDE
I ABANDONO ESCOLAR. O QUE É

 O Abandono é o Ato e o resultado de


abandonar: deixar algo para trás.

 Escolar, entretanto, diz-se daquilo que


está relacionado com a escola
(estabelecimento onde se recebe a
instrução).
I ABANDONO ESCOLAR. O QUE É

 Muitossão as definições dadas ao fenómeno


“Abandono Escolar”, por diferentes autores.
 Porém, a UNESCO caracteriza-o como um fato,
por parte do aluno, de deixar a escola antes do
fim do último ano do ciclo de ensino que foi
inscrito.
 Abandono Escolar, refere-se à saída de um aluno
da escola antes do final do ano letivo que estava a
frequentar/em que estava matriculado.
I SISTEMA EDUCATIVO EM CABO
VERDE
PODEMOS ENCARRAR A EDUCAÇÃO EM CABO
VERDE EM FUNÇÃO DE DUAS GRANDES ETAPAS:

A ETAPA COLONIAL

A ETAPA PÓS
INDEPENDÊNCIA NACIONAL
Cont.
I ENSINO SECUNDÁRIO EM CABO
VERDE

Duração: 4 Anos Letivos:

Particularidade: Cursos Técnicos ou Via


Geral.

Idade: 14 a 17 anos

OBS: Têm acesso ao ensino secundário os(as) alunos(as) que tenham


completado com aproveitamento o ensino básico (cf. artigo 26º do
Decreto-Legislativo nº2/2010 que revê as bases do sistema educativo).
I CAUSAS DO ABANDONO ESCOLAR:
 Os jovens abandonam a escola precocemente por várias Fatores, que
são muito específicas a cada um:
A) FATORES SOCIAIS:
 Pobreza;
 Trabalho com incompatibilidade de horário para os estudos;
 Agressão entre os alunos;
 Gravidez Precoce;
 E violência em relação a gangues;
 Diversão;
 Imigração;
 Individualismo e Consumismo.

 Obs.: Ninguém tem dúvidas em concordar que a atual


sociedade assenta num conjunto de valores que desencorajam
o estudo e promovem o Abandono Escolar.
I Cont:
B) FATORES EDUCATIVOS:
 O programa e os métodos de ensino podem não ser adequados às suas
necessidades;
 Falta de unidade entre os profissionais da educação;
 A fragilidade da formação inicial;
 A expectativa por metodologias diversificadas;
 A ausência seguida de professores;
 Más relações com os professores ou colegas;
 E poderá existir um clima escolar negativo.

 Obs. A organização escolar pode contribuir de diferentes formas para o


insucesso dos alunos. Frequentemente esquece-se esta dimensão do
problema. Vejamos alguns casos típicos, nomeadamente, objetivos não
partilhados. Se só alguns conhecem os objetivos prosseguidos pela escola,
ninguém pode identificar-se com ela.
I Cont:
C) FATORES FAMILIARES:
 Desinteresse em relação ao destino dos filhos;
 Negligência dos pais ou responsáveis;
 Agregados familiares em situação de desemprego;
 Famílias monoparentais;
 Conflitos familiares;
 E agregados familiares que estejam a passar por situações de tensão.

 Obs. Os alunos oriundos das famílias desfavorecidas, nem sempre, são


motivados pelos pais para prosseguirem os seus estudos. Estes pais, ao
mais pequeno insucesso dos filhos, colocam logo a questão da saída
destes da escola, contribuindo, deste modo, para as mais elevadas
taxas de abandono escolar.
I Cont:
D) FATORES ECONÓMICOS:
 Desemprego;
 Pobreza;
 Baixa Renda de vida;
 Falta de Meios Financeiros.

E) FATORES PESSOAIS:
 O Desinteresse e desmotivação pelos estudos;
 Indisciplina;
 Repetência;
 Problemas de saúde;
 Problemas emocionais.

 Obs. Tendo em conta a nossa realidade social e económica, o trabalho infantil, a


falta de acompanhamento dos pais e encarregados de educação, o baixo nível
sociocultural, entre outros, são alguns dos fatores que têm contribuído para o
abandono escolar de muitos alunos.
I CONSEQUENCIAS DO ABANDONO
ESCOLAR:

FISÍCA EMOCIONAL

SOCIAL EDUCATIVO
I TAXA DE ABANDONO ESCOLAR NO ENSINO
BÁSICO E SECUNDÁRIO EM CABO VERDE

ANO LETIVO ANO LETIVO 2015\2016


2011\2012

% POR SEXO

ENSINO BASICO M F
1,6 % 1,1 %
1,4 % 0,7 %

ENSINO 8.4 % 5.5 %


SECUNDÁRIO 6.9 % 7.0 %
UNIDADE II

COMPREENDER E COMBATER O
ABANDONO ESCOLAR NAS ESCOLAS E
A NÍVEL LOCAL
II COMPREENDER E COMBATER O
ABANDONO ESCOLAR NAS ESCOLAS E A
NÍVEL LOCAL

 O Abandono Escolar (AE) é um Fenómeno Complexo,


Dinâmico e Multifacetado, que resulta de uma combinação de
Fatores Sociais, Económicos, Educativos e Familiares, muitas
vezes associados a desvantagens socioeconómicas.
 Devido à sua natureza complexa, o AE deve ser abordado e
combatido pela escola e por todos os demais intervenientes,
trabalhando em conjunto.
 Todos os atores têm a responsabilidade de se envolverem numa
ação coesa, coletiva e colaborativa, assente na
multidisciplinaridade e na diferenciação.
II Cont.

 O Núcleo De Gestão de Atividades Socioeducativas e de


Promoção da Cidadania é uma estrutura pedagógica criada
em cada agrupamento de escola ou escola não agrupada que
presta apoio na prevenção e superação de problemas
socioeducativos, por forma a garantir o combate a exclusão,
ao abandono e ao insucesso Escolar. (B.O de 22 de fevereiro
de 2019 artigo 55º)

 Compete ao NGASPC, promover atividades socioeducativas


destinadas a prevenir o insucesso, o absentismo e o
abandono escolar; (B.O artigo 57º linha f)
II PAPEL DO PSICÓLOGO

 É importante investir na intervenção junto de crianças e jovens


que se encontrem em risco de abandono escolar, começando
por compreender os motivos do seu desinteresse e procurando,
junto do psicólogo escolar, encontrar estratégias que possam
contrariar a tendência em questão (Dowson, McInerney,
Nelson, & Vickers, 2005).
 A necessidade permanente de psicólogos em contexto educativo
é reforçada pela prevalência das perturbações mentais, dos
problemas de comportamento e dos problemas sociais que
afetam as crianças e os adolescentes, a qual tem vindo a
aumentar nos últimos anos, estimando-se hoje que 1 em cada 5
crianças e jovens manifestam perturbações neste domínio.
II PAPEL DO PSICÓLOGO cont.

 O impacto destas problemáticas no desempenho escolar é


preocupante, uma vez que estão associadas a:
a. Um desempenho académico inferior,
b. A problemas disciplinares (bullyng),
c. A absentismo e Abandono escolar.
 Para fazer face a esta realidade é necessário implementar:
1. Estratégias de prevenção,
2. Estratégias de intervenção
3. E estratégias de promoção da saúde Psicológica nas
escolas.
II PAPEL DO PSICÓLOGO cont.

 Uma das primeiras análises a fazer no que diz


respeito à intervenção do psicólogo é a avaliação
de diferentes variáveis individuais:
• Autoestima;
• Existência de uma identificação pessoal com o
meio escolar ou não;
• Autoconceito académico, que se traduz na noção
da auto eficácia;
• Aspirações e os objetivos futuros destes alunos.
II COM A INTERVENÇÃO DO PSICÓLOGO
EDUCACIONAL PRETENDE-SE:
 • Promover a boa adaptação ao processo de aprendizagem e potenciar o
sucesso académico dos alunos;
 • Avaliar e prestar apoio psicológico e psicopedagógico junto dos alunos com
dificuldades de aprendizagem e com necessidades educativas especiais;
 • Desenvolver atividades de aconselhamento psicossocial e vocacional;
 • Trabalhar com os pais, professores e educadores, no sentido de engendrar
soluções para problemas de aprendizagem e de comportamento;
 • Ajudar os pais, professores e educadores a promover o bem-estar e o
ajustamento dos alunos;
 • Promover interajuda, compreensão e confianças entre a tríade pais, alunos
e professores;
 • Reforçar as relações de trabalho colaborativas e positivas entre pais,
professores e outros serviços da comunidade no apoio e bem-estar de
crianças e adolescentes;
 • Contribuir para a construção de um clima escolar positivo e preventivo do
desajustamento e promocional de competências equilibradas.
II MEIOS PARA DIMINUIR O
ABANDONO ESCOLAR
1. MOTIVAR SEU ALUNO E 2. INVESTIGAR AS CAUSAS DO
AJUDA-LO NAS DIFICULDADES ABANDONO DE ALUNOS

4. CONHECER O PERFIL DOS


3. IDENTIFICAR
SE O PROBLEMA ALUNOS E ACOMPANHE A
ESTÁ NA ESCOLA FREQUÊNCIA

5. RESSALTAR SEUS 6. ELABORAR CAMPANHAS PARA


DIFERENCIAIS COMPETITIVOS REMATRÍCULA
UNIDADE III

TRABALHO EMPÍRICO
III TRABALHO EMPÍRICO
 Carateristica da Amostra;
 A nossa amostra é composta por 13 ex.alunos;
 Para a Recolha de dados elaborou-se um questionário
sobre o Abandono Escolar, trata-se de um instrumento
simples que garante sobretudo o anonimato dos inquiridos.
 Os questionário foi aplicado em Monte Vermelho,
Palmarejo, com jovens que abandonaram o Ensino
Secundário, 5 do sexo feminino e 8 do sexo masculino com
idade comprendida entre 18 a 25 anos, sendo todos da
nacionalidade cabo-verdiana.
III PROCEDIMENTOS:
 A aplicação do questionário ocorreu em 08 de Maio de 2019, para o
levantamento dos dados sobre os sujeitos em situação do Abandono
Escolar.
 Na elaboração do questionário teve-se em atenção a estruturação das
perguntas de modo que a linguagem utilizada fosse da compreensão dos
sujeitos do estudo.
 O questionário foi de carácter individual, constituído por 5 blocos de
perguntas, sendo a maioria das respostas fechadas.
 Do seu conteúdo fazem parte questões sobre, Identificação/caraterização
dos Inquiridos, nível de escolaridade dos inquiridos, vivência escolar dos
inquiridos, situação sócio familiar e o último bloco diz respeito às
informações complementares cujo perguntas do tipo aberto,
consideradas igualmente importantes para o presente estudo.
 O questionário foi entregue a cada um dos inquiridos individualmente e
demorou cerca de uma ora a ser completado.
QUESTIONÁRIO APLICADO AOS ALUNOS EM SITUAÇÃO DE ABANDONO 4.2-. Quem era o seu encarregado de educação? Mãe Pai Avó/Avô Pai / Mãe Tio / Tia
ESCOLAR
4.3. - Quantas pessoas moravam na mesma casa contigo?
Marca com um X a opção correta.
1a2 3a7 8 Ou mais
1- IDENTIFICAÇÃO
4.4-. Como caracterizavas o ambiente familiar em casa, quando estudavas?
1.1 – Idade: 12 a 17 18 a 25
Muito Bom Bom Razoável
1.2 - Sexo: – M F
5- Informações complementares
1.3 – Residência: ______________________________________________________
5.1. Em que zona vivias quando estudavas?
1.4 – Nacionalidade _____________________________________________________ ______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
2- NIVEL DE ESCOLARIDADE
5.2. Por que motivo deixaste de estudar?
2.1. Que ano de escolaridade estudavas quando abandonaste o estudo? _______ ano
______________________________________________________________________
2.2. Que idade tinhas no seu último ano de estudo? _______ anos ______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
3 - VIVÊNCIA ESCOLAR ____________________________________________________________________
Muito. Bastante. Pouco. Nada. 5.3 Gostarias de voltar a estudar? Sim Não
3.1 Gostavas de estudar
3.2 Gostavas da escola que frequentavas Muito obrigado pela tua colaboração!
3.3 Gostavas dos teus colegas
3.4 Gostavas dos teus professores
3.5. Sentias que os teus professores gostavam de ti
3.6. Os teus resultados escolares eram satisfatórios
3.7 O teu encarregado de educação te acompanhava nas atividades escolares
3.8 Quando deixavas a escola os teus pais insistiam para continuares a estudar?
4- SITUAÇAO SOCIO – FAMILIAR
4.1- Qual era a situação profissional dos teus pais ou encarregados de educação nos últimos anos
de estudo?
Trabalhador. Domestica. Desempregado
III. APRESENTAÇÃO E ANÁLISE DOS RESULTADOS

Identificação dos ex. Alunos No que diz respeito à idade dos inquiridos,
Idade dos ex. Alunos
constatamos que a maioria dos alunos em
12 a 17 18 a 25
situação de abandono escolar pertence à
0 13
uma faixa etária dos 18 (dezoito) aos 25
Sexo dos ex. Alunos (vinte e cinco) anos de idade. Constata-se,
Masculino Feminino
ainda, que o abandono escolar situa-se
8 5
com maior relevância na faixa etária dos
14 à 18 anos de idade, todos do mesmo
Residência dos ex. Alunos Concelho e de nacionalidade cabo-
Monte Vermelho Tira Chapéu verdiana. O quadro ilustra uma variação
11 2 para mais, na ordem dos 8 do total de
abandono escolar, nos Rapazes.
Nacionalidade dos ex. Alunos
Cabo-verdiana
13
Níveis de Escolaridade

Ano de Escolaridade quando abandonaste A maior percentagem de abandono escolar


se verifica com os alunos de 8º ano, em
o estudo.
plena idade de adolescência que, segundo o
7º ano 8º ano 9º ano 10º ano 11º ano
conceito de adolescente revelado por
2 7 2 1 1 Erickson (2004:354) – é uma etapa de
exploração no qual os jovens precisam ter
várias experiências que irão ajuda-los a
traçar o seu projeto de vida e a sua
Idade quando abandonaste o estudo identidade. Entretanto, a realidade
14 ano 15 ano 16 ano 17 ano 18 ano constatada exalta esta teoria, tendo em
6 5 1 0 1 conta que o abandono se incide com maior
relevância nos adolescentes de 14 (catorze)
a 18 (dezoito) anos de idade.
Vivencia Escolar
Lista Muito Bastante Pouco Nada
Gostavas de estudar. 5 1 7 0
Gostavas da escola onde estudavas. 9 1 3 0

Relação interpessoal com os colegas 10 1 2 0


quando estudavas.
Relação interpessoal com os 4 2 7 0
professores quando estudavas.

Sentias que os professores gostavam 2 0 7 4


de ti.
Os teus resultados escolares eram 1 0 12 0
satisfatórios.
O teu encarregado de educação te 1 0 12 0
acompanhava nas atividades
escolares.
Interesse dos pais na continuação 5 0 7 1
dos estudos dos filhos
Vivência Escolar Dos Alunos Inquiridos
 Dos treze ex-alunos inquiridos, cinco (6) afirmaram que
gostavam de estudar e sete (7) afirmaram que não gostavam de
estudar.
 Quando perguntamos aos inquiridos se gostavam da escola
que frequentavam, dez (10) afirmaram que gostavam e três
(3), afirmaram que não gostavam da escola.
 Quando questionados se os professores gostavam deles, dois (2)
alunos, afirmaram sim e onze (11), afirmaram não.
 Quando perguntamos aos alunos se os resultados escolares
eram satisfatórios, um (1) afirmaram sim e doze (12),
afirmaram não.
Vivência Escolar Dos Alunos Inquiridos
 É notório um nível forte de afetividade em relação aos
colegas, sendo apenas 2 dos alunos manifestaram ter uma
afetividade má, perante os seus colegas, quando estudavam.
 Relativo ao acompanhamento dos pais no processo educativo
dos seus filhos demonstram que os referidos pais não têm
vindo a acompanhar de forma razoável os seu filhos, embora
tenha havido 0 dos pais que nunca acompanharam os seus
filhos e 12 que pouco se preocupavam com os estudos dos
mesmos.
 No concernente à motivação dos alunos pelos pais para
prosseguirem os seus estudos, de acordo com as respostas
explícitas pelos referidos alunos, 8 (oito) dos pais nunca ou
pouco se interessavam pela prossecução dos estudos dos seus
filhos.
Situações Sociofamiliar
Nível de escolaridade dos pais
Ensino Primário Não sabia ler e nem escrever
12 1

Situações Profissionais\Emprego
Trabalhador Domestica Desempregado
11 2 0

Vencimento dos teus pais e ou Encarregados de


Educação
1 – 5000$00 6 – 10.000$00 11 – 20.000$00
2 2 9

Quem era o seu Encarregado de Educação


Pai\Mãe Mãe
9 4
Situação Sócio - Familiar Dos Alunos
Inquiridos
 Quando perguntamos aos inquiridos quem era o seu encarregado de
educação , nove (9), responderam pai\mãe e quatro (4) responderam que era
a mãe.
 O baixo nível de escolaridade dos pais (12 habilitados com o ensino primário
e 1 é analfabeto) fez com que o número de empregados ascendesse. As duas
(2) domestica, não são empregadas domésticas por conta de outrem, mas sim
mães com deveres específicas maternais e caseiros.
 Verificamos que o salário dos pais, nove (9), corresponde a (11 – 20.000$00)
constantes no quadro, enquadra – se na categoria de indivíduos sem
qualificação profissional.
 De acordo com os inqueridos, o salário varia diretamente com a qualidade
de educação. A tendência é a pressão para o abandono escolar dos seus filhos,
com vista a incorporação no mundo do trabalho para o aumento do
rendimento familiar.
Informações Complementares:

Motivo do Abandono Escolar De acordo com o quadro, os alunos que não têm a
Motivação Gravidez Condições intenção de prosseguir os seus estudos correspondem a
Própria Financeiros 9.
9 3 1 Estes valores refletem, no entanto, que a maioria dos
alunos que abandonou os estudos não vão poder
usufruir da nova politica do Ministério da Educação,
sobretudo no que respeita ao ensino obrigatório.
Gostava de Voltar A Estudar De acordo com os inqueridos, esses desinteresses por
Sim Não estudos, deve – se ao facto de os alunos terem
4 9 enfrentado certos problemas, designadamente,
económicos, pessoais (gravidez, de relacionamento
com os docentes, de interesses) e familiares (iniciativas
dos pais.)
III CONSIDERAÇÕES FINAIS
 Chegando a este ponto, pode-se afirmar que os alunos em situação de abandono escolar em Monte
Vermelho – Palmarejo, com idade compreendida entre 18 a 25 anos e eram alunos que estudavam
7.º, 8.º, 9.º, 10.º e 11.º ano de escolaridade, todos de nacionalidade cabo-verdiana.
 Da análise feita dos resultados dos questionários aplicados, com a pretensão de explicitar as causas
pessoais e externas dos 13 (treze) alunos em situação de abandono escolar, os dados apontam para
uma renda baixa.
 Essa renda é assegurada periodicamente por particulares e, em média, a remuneração por vencer
não ultrapassa os 15.000$00 mensais, visto que a maioria dos pais se enquadra na lista dos
indivíduos de baixa categoria profissional, e os pais não têm vínculo laboral. Esta é, também, uma
das razões que levam os pais a não se preocuparem com as atividades escolares dos filhos.
 Salienta-se, ainda, que dos dados recolhidos apontaram que, apenas 9 dos inqueridos afastaram
definitivamente do sistema do ensino secundários, mas verifica – se um aumento considerável de
abandono escolar neste nível.
 É de se referir que o abandono escolar é tão expressivo, pois, os 13 alunos abandonaram os seus
estudos.
 Acrescenta-se, ainda que, 9 dos inquiridos manifestaram as suas intenções em não prosseguirem os
estudos. Facto que leva a concluir que esses adolescentes, ou não têm conhecimento, ou não querem
saber dos direitos dos mesmos, consagrados na Declaração dos Direitos Humanos (ONU, 1959).
UNIDADE IV

PALAVRA FINAL
IV PALAVRA FINAL
 Com este trabalho chegamos a conclusão, que o Abandono
Escolar é um tema que deve preocupar toda a sociedade.
Garantir a permanência e o sucesso dos(as) estudantes na
escola é garantir uma sociedade mais desenvolvida.
 À medida que o nível de escolaridade aumenta, maiores são
as condições de o cidadão superar situações de subemprego,
desemprego e pobreza, e da sociedade diminuir índices de
desigualdade e violência.
 Com a aplicação do questionário, concluímos que, as maiores
causas do Abandono Escolar esta relacionado com a
desmotivação e falta dos interesses por parte dos alunos, a
Gravidez Precoce e as Condições Financeiras.
FONTES:
 https://www.academia.edu/3298903/Do_que_falamos_quando_falamos_de_Abandono_Escolar (consultado
em 20/05/2019)
 https://conceito.de/abandono-escolar (consultado em 25/05/2019)
 http://knoow.net/ciencsociaishuman/psicologia/abandono-escolar/ (consultado em 25/05/2019)
 http://recursos.ordemdospsicologos.pt/files/artigos/parecer_sobre_a_necessidade_e_a_imp_dos_psis_no_ctx
t_educ.pdf (consultado em 25/05/2019)
 https://blog.portabilis.com.br/permanencia-5-dicas-para-reter-alunos/ (consultado em 26/05/2019)
 http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/cadernospde/pdebusca/producoes_pde/2014/2014_ufpr_ped_
artigo_rosangela_cristina_rocha.pdf (consultado em 26/05/2019)
 http://knoow.net/ciencsociaishuman/psicologia/abandono-escolar/ (consultado em 05/06/2019)
 https://dtudo1pouco.com/taxa-de-abandono-escolar-no-ensino-basico-em-cabo-verde-no-ano-lectivo-
20152016-foi-de-11/ (consultado em 06/06/2019)
 https://excelenciaeducativa.blogs.sapo.cv/sistema-educativo-conceito-34305 (consultado em
06/06/2019)
 https://www.globalpartnership.org/sites/default/files/plano_estrategico_da_educacao_cv-vfinal.pdf
(consultado em 06/06/2019)
 https://www.minedu.gov.cv/index.php?option=com_content&view=article&id=106:ensino-
secundario&catid=87:o-sistema-educativo (consultado em 07/06/2019)
 https://www.minedu.gov.cv/index.php?option=com_jdownloads&task=download.send&id=1086&catid=31&m=
0&Itemid=838 (consultado em 07/06/2019)
OBRIGADO
PELA VOSSA
ATENÇÃO!!!