Anda di halaman 1dari 51

INTRODUÇÃO À

HISTÓRIA DO
MOBILIÁRIO – PARTE 2
Disciplina: Mobiliário Profa.
Andresa Jessita
Resumo
 EGITO – 1500 à 1000 a.C (móveis
encontrados em tumbas) Conhecimento em encaixes
de madeira (cavilhas)

Ornamentação com
motivos do dia a dia

Uso de materiais nobres

Peças para demonstração


de poder
Resumo
 Grécia e Roma – 500 à 100 a.C

Proporção humana

Uso de madeira, bronze


e mármore

Móveis comuns e cerimoniais

Lectus – móvel mais utilizado


Idade Média
 Idade Média – séc. V ao XV (influência da
Igreja Católica) – poucos móveis
Móveis multifuncionais

Móveis dobráveis e
desmontáveis

Uso de madeira e ferro


Móveis rudes

Arca banco Trono de Dagoberto


Resumo
 Renascimento – 1500 a 1600
 descoberta do mundo e do homem;

Avanço em arquitetura, mas não


no mobiliário

Rigidez medieval
Barroco
 Barroco – 1600 a 1700 – predomina a emoção

Armários

Desproporcionalidade
e entalhes curvos
Barroco
Desproporcionalidade Entalhamento e utilização de ouro

Cadeira Ficheiro
Influência da Religião
Rococó
 Rococó – 1700 a 1800
Móveis pequenos c/ vários usos

Uso de materiais nobres, linhas leves e


elegantes

Marchetaria
Rococó

Poltrona (Curvas e estampa)

Poltrona (Curvas elegantes)


Secretaria
Estilo Império e Neoclassicismo
 Império – século XVIII
Uso do bronze

Poltrona Medalhão

Linhas mais retas,


superfícies planas Estampas adamascadas
Império e Neoclassicismo

Mesa

Sofá
Da Antiguidade à Idade
Moderna
Egito Idade Média
1500 a 1000 a.C Séc. V - XV

Grécia e Roma Renascimento


500 a 100 a.C 1500 a 1600

Império e
Barroco Neoclassicismo
1600 a 1700 Séc. XVIII

Rococó Revolução
1700 a 1800 Industrial
Séc. XIX
Resumo
 Grande mudança com a Revolução Industrial
 Produção em massa – à partir do século XIX
 Novos materiais;
 Produtos artesanais x industrializados;
 Necessidade de designers e evolução no
design de móveis;
 Classe média com mais dinheiro maior
consumo.
Arts and Crafts – Artes e
Ofícios
 Metade do séc. XIX
Arts abd Crafts
Arts and Crafts
Art Nouveau – Arte Nova
 1890/1914 - orgânico
Art Nouveau

Casa Batló – arquiteto Gaudí


Art Nouveau
Art Nouveau

Confeitaria Colombo - RJ
Art Nouveau

Mackintosh Michael Thonet


Art Déco (Arts Décoratifs)
 1918 a 1939 – geométrico e exótico
Art Déco

Teatro Goiânia
De Stijl (Neoplasticismo)
 1917 a 1931 – essência da forma e das cores

Casa Schroeder – arquiteto Rietveld


Bauhaus – 1º escola de design
 1919 a 1933 Alemanha – funcional

Desenho - Kandisnky
Bauhaus

Cadeira Wassily, 1925-


Marcel Breuer Cadeira Barcelona, 1929 –
Mies van der Rohe
Estilo Internacional - MOMA
 1932 a 1945- Minimalista, peças da Bauhaus
Villa Savoye – Le Corbusier
Estilo Internacional

Chaise longue, 1928 – Le Corbusier

Poltrona Cubo, 1928 – Le Corbusier,


Pierre Jeanneret e Charlotte Perriand
Anos 50
 Década obcecada pela modernidade e pelo
consumo de tudo que facilitasse o trabalho
cotidiano, representando a nova forma
moderna de viver;
 Mobiliários moldados em plástico, pés de
palito, madeira pau-marfim, estofados com
almofadas soltas, cores em tonalidades vivas
acompanhadas de preto ou cinza;
 Os móveis se tornaram leves e elegantes,
com o cromado presente.
Anos 50

Cadeira Formiga, 1951-1952 e Cadeira Série 7, 1955 – Arne Jacobsen


Anos 50

Coleção Tulipa, 1955-1956 – Eero Saarinen


Anos 50

Móveis com pés de palito


Anos 60
 Design pop;
 Experiência lúdica;
 Imagens, ícones e símbolos da época, arte
ingênua e popular (encontrada nas feiras e
parques de diversão);
 Estilo alegre, irreverente, criativo, gráfico e
com bordas arredondadas;
 Continua o plástico que chega ao seu apogeu
com peças infláveis.
Anos 60

Cadeira Panton, 1960 – Verner Panton Cadeira Ball, 1963 – Eero Arnio
1º cadeira feita como uma forma única Fibra de vidro
Anos 60

Cadeira Blow, 1967 - De Pas, D’Urbino,


Cadeira Chair, 1968 – Eero Arnio
Lomazzi e Scolari
Concha em acrílico cristal, aro e corrente
Primeira cadeira inflável produzida em
em aço inox
massa, tornou-se ícone do design pop
Anos 60

Sacco, 1968 – Gatti, Paolini e Teodoro Cadeira Polyprop, 1962-1963 – Robin Da


Minimalismo
 1970 a 1990;
 “Menos é mais”- Mies van der Rohe;
 Exaltação à arte de viver com o mínimo;
 Estilo de certa forma “frio”, podendo parecer
impessoal;
 Muito atual;
 Celebração do espaço vazio (poucos móveis);
Minimalismo

Cadeira Joe Miller, 1972/ Estante John Ild, 1977/ Mesa Nina Freed, 1983 – Philippe Sta
High-Tech
 Anos 80;
 Exploração de materiais utilizados nas
indústrias, evitando madeira;
 Em arquitetura as tubulações hidráulicas e
elétricas aparentes, bem como dutos de ar
condicionado e vigas (brutalismo).
High-Tech

Cadeira Von Vogelsang, 1985 e Protótipo de Banco Bar Stool, 1987 – Philippe Starc
Pós-moderno
 Começo dos anos 90;
 Nascido do questionamento de arquitetos e
designers sobre os ideais e a estética
inexpressiva do modernismo (frio, branco e
abstrato);
 Estilo “brincalhão”;
 Na Itália formação de um grupo de designers
chamado Memphis, que questionava
conceitos pré-estabelecidos (paradigmas
sobre sentar, guardar livros...)
Pós-moderno

Cadeira Miss Blanche, 1989 Cadeira Wassily, 1978 –


Poltrona How High the Moon,
1986 – Shiro Kuramata Shiro Kuramata Redesenhada por Alessandro
Mendini
Pós-moderno

Safari, 1968 – Archizoom Associate


“Uma bela peça que você simplesmente
Divisória de ambientes e estante de
não merece” (Andréa Branzi)
livros Carlton, 1981 – Ettore Sottsass
Pós-moderno

Cadeira First, 1983 – Poltrona Proust, 1978 – Poltrona Getsuen, 1990 –


Michele De Lucchi Alessandro Mendini Masanori Umeda
Da Idade Moderna à
Contemporânea
Art Déco/De
Arts and Crafts Stijl/Bauhaus
Metade séc. XIX 1917-1939

Art Nouveau Estilo


1890-1914 Internacional
1932-1945

Design Pós-
orgânico Minimalismo moderno
anos 50 1970-1990 anos 90

Design Pop High Tech


anos 60 anos 80
Exercício 16
 Os móveis com “pés de palito” surgiram em
que época?
A. Anos 70

B. Anos 60

C. Anos 50
Exercício 17
 Qual foi o período, no qual o design virou pop,
tendo móveis e itens de decoração
encontrados até mesmo em feiras e parques
de diversões?
A. Anos 50

B. Anos 60

C. Anos 70
Exercício 18
 A frase “menos é mais” de Mies van der Rohe,
na qual exalta a arte de viver com o mínimo,
pertence a qual movimento?
A. High Tech

B. Pós moderno

C. Minimalismo
Exercício 19
 O High Tech, nos anos 80, teve como principal
material utilizado: a madeira. Este nome veio
à partir da grande tecnologia nas máquinas
prá cortes e montagens de móveis em
madeira.
A. Verdadeiro
B. Falso
Exercício 20
 Qual foi o movimento que questionava a
estética fria do modernismo, trazendo
algumas peças clássicas com uma leitura
brincalhona e com outro material?
A. Kitsch

B. High Tech

C. Pós-moderno
Bibliografia
 FIELL, Charlotte & Peter. Icons. Itália: Taschen, 2002.
 GURGEL, Miriam. Projetando Espaços. São Paulo: Senac São
Paulo, 2007.
 Introdução à História do Mobiliário. Disponível em:
http://pt.scribd.com/doc/82510959/Introducao-a-Historia-do-
Mobiliario
 Trabalho de História do Mobiliário. Disponível em:
http://pt.scribd.com/doc/86257415/Trabalho-de-Historia-do-
Mobiliario
 Senta que lá vem história. Disponível em:
http://tavernafilosofica.wordpress.com/2011/06/18/senta-que-la-
vem-historia/
 História do Design de Móveis. Disponível em:
http://amaeco.blogspot.com.br/p/design-de-moveis.html
 Imagens:
 http://www.arquitetura.com.br/noticias/impressao.php?id=383
 http://arquitracobrasil.wordpress.com/art-nouveau/