Anda di halaman 1dari 5

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ

INSTITUTO DE TECNOLOGIA
FACULDADE DE ENGENHARIA MECÂNICA
CONFORMAÇÃO PLÁSTICA DOS METAIS – TE-04174

ENÉAS PINHEIRO NETO - 201302140060

1 – Como se classificam os processos de fabricação e quais as diferenças entre os


processos mecânicos?
Os processos de fabricação são classificados em dois grupos: processos metalúrgicos
e processos mecânicos. As diferenças entre os processos mecânicos são basicamente as
tensões. Como exemplo no processos de conformação por usinagem, as tensões aplicadas
são sempre superiores ao limite de resistência à ruptura do metal; e no processos de
conformação plástica as tensões aplicadas são geralmente inferiores ao limite à ruptura do
material, sendo a forma final, obtida por deformação plástica.

2- Quais as vantagens do processo de Conformação Plástica e que variáveis devem ser


consideradas na elaboração de um projeto de uma operação de conformação?
O processo de conformação plástica de metais comumente produz pouca ou nenhuma
sobra e a geometria final do componente aparece num curto período de tempo, normalmente
com um ou poucos golpes de uma prensa ou martelo. Como resultado final, a conformação
plástica de metais apresenta um potencial para economia de energia e material -
especialmente em médios e grandes lotes, em que o custo de ferramental pode ser facilmente
amortizado. Além disso, para um dado peso, componentes produzidos por conformação
plástica exibem melhores propriedades mecânicas, metalúrgicas e confiabilidade do que
aqueles produzidos por fundição e usinagem.
As variáveis que devem ser consideradas numa operação de conformação são:
material do tarugo, ferramental, condição de interface ferramenta-peça, zona de deformação,
equipamento usado, produto e ambiente.
11 - No plano horizontal de um elemento de solo atuam uma tensão normal de 4kgf/cm2
e uma tensão de cisalhamento de 1 kgf/cm2. No plano vertical atensão normal é de
2 kgf/cm2 e de cisalhamento de -1kgf/cm2. Determine:
a)O círculo de Mohr representativo do estado de tensões
b) O Pólo
c) O ângulo dos planos principais com a horizontal
θ principal = 22,5º

d) As tensões num plano α = - 45o com a horizontal


τx’y’=0,98 kgf/cm²

3 – Num certo ponto de uma viga são conhecidas as seguintes tensões: σx = + 25MPa;
σy = -5 MPa; τxy = τyx = 20 MPa. Utilizando o Círculo de Mohr, pede-se determinar:
- as tensões principais;
σ máximo = 35 MPa
σ mínimo = -15 MPa

- a máxima tensão tangencial


τ máximo = 25 Mpa

4 – Qual seria a deformação necessária na laminação (ε1=ε2 e ε3=0) para produzir o


mesmo efeito que uma determinada deformação em um ensaio de tração (ε1=(ε2 + ε3))?
Utilize as equações de tensão e deformação efetivas.

5-

Área i = 0,006^2 x π = 11,3 µm²


Área f = 0,004^2 x π = 50,26 µm²
R Ai/Af = 0,22
σ real = 0,425 Mt/m²
εr = ln(R Ai/Af) = 0,81

6–

Ai = 0,006^2 x π = 113,1 µm²


Af = 0,0045^2 x π = 63,6 µm²
R Ai/Af = 1,77

7 - Considere que V.Sa. seja o(a) gerente de uma estamparia de chapas de aço. Sua
empresa está com uma grande encomenda de peças, que necessitam da matéria-prima
conforme a especificação de fabricação mostrada na coluna abaixo. Existem três
fornecedores no mercado, também descritos. Escolha e justifique tecnicamente o
porquê de não ter escolhido o fornecedor/material mais barato.
O único fornecedor que cumpre com as normas estabelecidas é o U. O fornecedor N
falha nas especificações do alongamento. As especificações do fornecedor C não são
compatíveis com os requerimentos no aspecto LE e LR.

8 – Qual é a correspondência entre as tensões aplicadas e efetivas para os


carregamentos mecânicos seguintes (considere que não ocorram estricções):
a) Tração (σ1 = 0, σ2 = σ3 = 0);
b) Torção (σ1 = -σ3, σ2 = 0);
c) Compressão hidrostática (σ1 = σ2 = σ3 < 0);
d) Qual deverá ser o processo (ensaio) que produz maiores quantidades de
deformação para um mesmo nível de tensão aplicado?

9 – Um eixo é estirado com um alongamento de 10% de seu comprimento, num


equipamento de tração à velocidade de 1 mm/s. Determinar a taxa de deformação
média empregada no processo. Como dobrar essa taxa empregando a mesma
velocidade?
ε = ln(h/1,1*h)/(h-1,1*h)*1 = 0,953/h * 1/s. Para dobrar resolvemos a equação para
o dobro da taxa. Fazendo isso descobrisse que podem dobrar a taxa mudando o alongamento
para 5%. Ln(h*0,5/1,1*h*0,5)/(h*0,5-1,1*h*0,5) = 1,906.

10 – Seja um material que apresenta a seguinte curva de escoamento: σ=


100. ε0,2 [MPa]:
- Qual o valor do coeficiente de encruamento?
O valor corresponde a 0,2

- Qual a tensão correspondente a uma redução de altura de 40% por compressão?


100*-0,40,2 = -83,2 Mpa

11 – Quais as grandezas que afetam o limite de deformação e de que forma elas atuam?
As grandezas mais influenciam o limite de deformação são: o estado de tensão, a
temperatura e a velocidade de deformação. Com o aumento de temperatura, o limite de
deformação máximo aumenta devida a recristalização. O aumento da velocidade de
deformação aumenta a tendência do material à fratura frágil, reduzindo o limite máximo de
deformação.
12 – Em que casos utilizar o cada um dos modelos de atrito e qual a correlação entre a
transferência de calor que ocorre em conformação plástica e o atrito?
O modelo de Coulomb estabelece que a tensão de cisalhante é diretamente
proporcional a tensão aplicada. Esse método apresenta resultados confiáveis quando
aplicado a processo em que a lubrificação é eficiente e os níveis de pressão na interface são
reduzidos. Já no modelo de fator de atrito constante, o fator independe da pressão aplicada,
aplicado quando o acesso do lubrificante à interface de contato é dificultado e os níveis de
pressão são elevados.