Anda di halaman 1dari 9

Estudos Disciplinares X

1- A flexibilização das relações de trabalho que atingem inclusive os postos de


trabalho situados no âmbito do Estado brasileiro, importante empregador dos
assistentes sociais do país, gera como consequências para essa categoria de
profissionais:
e. Obrigação de permanente qualificação profissional, pois o profissional é
chamado a responder a demandas variadas e mutantes.

2 - A partir da década de 1950, estruturou-se em países de capitalismo periférico,


entre eles o Brasil, um modelo de desenvolvimento denominado desenvolvimentismo,
que marcou profundamente o modo de funcionamento dessas sociedades. Nesse
modelo, o Estado:
a. Assume o papel de agente central do processo de industrialização acelerada e
de modernização econômica e social.

3 - As políticas sociais como modalidades de intervenção do Estado permitem aos


cidadãos acessar recursos, bens e serviços sociais necessários, sob múltiplos
aspectos e dimensões da vida, tais como: social, econômico, cultural, político e
ambiental.
a. As duas asserções são proposições verdadeiras e a segunda é uma justificativa
correta da primeira.

4 - As primeiras formulações teóricas do Serviço Social no Brasil seguem os


princípios propostos pela Igreja Católica, determinados basicamente nas encíclicas
Rerum Novarum e Quadragésimo Ano, documentos que propunham o envolvimento
dos católicos com os problemas sociais. Essa perspectiva de formação teórica visa a
subsidiar a prática profissional dos assistentes sociais sob uma visão teórica
neotomista. Podemos afirmar que a Igreja:
e. Deveria se envolver com as questões e os problemas sociais.

5 - O Brasil tem obtido avanços em relação ao tratamento dado às denúncias relativas


à violência contra a mulher, com medidas como a instituição da Lei 11.340/2006, a
chamada Lei Maria da Penha. No entanto, existe um tipo de violência difícil de
combater, a simbólica, que incide sobre a identidade social das mulheres e que:
c. Impõe comportamentos e papéis sociais resultantes da lógica de dominação do
masculino sobre o feminino em toda a esfera social.

6 - O Serviço Social tem, junto às questões ambientais, um espaço que vale a pena
ser ocupado pelas inúmeras possibilidades de estudos interdisciplinares que
apresentam, não só frente às questões ligadas ao desenvolvimento urbano, à
preservação do meio ambiente e à geração de renda, mas também pela importância
da qual se revestem essas questões, que criam inúmeras oportunidades de
intervenção ao serviço social, em ações de mobilização, organização das populações
ameaçadas pela degradação do seu meio ambiente ou de educação dessa mesma
população para sua preservação. (COLITO, M. C) e PAGANI, A. M. M.)

Conversando sobre as questões ambientais e o serviço social, a educação ambiental


é compreendida como um dos processos mais importantes de construção de valores,
conhecimentos, habilidades e atitudes, tendo como objetivo:
a. Estimular e fortalecer uma consciência crítica sobre a problemática ambiental e
social.

7 - O momento conjuntural e as transformações sociais, políticas e econômicas pelas


quais passa o Brasil exigem dos assistentes sociais intervenções que respondam às
demandas das novas configurações societárias. A apropriação do conhecimento das
variáveis conjunturais que compõem o planejamento social, dos métodos e das
técnicas eficazes, constitui instrumento fundamental para que as administrações
públicas possam atingir seus objetivos e suas metas elegíveis como prioritárias.
Nessa perspectiva, o assistente social que for solicitado a trabalhar com
planejamento social deve:
I. Definir a síntese dos fatos e das necessidades que motivam o plano e a formulação
de objetivos.
II. Prever que é possível resolver os problemas sociais com poucos recursos.
III. Prever as mudanças legais, institucionais e administrativas indispensáveis para a
viabilidade do plano
IV. Propor ações que visem a atender demandas clientelistas.
V. Propor ações de caráter populista.

É correto apenas o que se afirma em:


b. I e III.

8 - O neoliberalismo é um sistema econômico baseado na ideia de intervenção


mínima do Estado na economia, deixando que o mercado pratique a autorregulação
com total liberdade. O pensamento neoliberal baseia-se na instituição de um sistema
de governo no qual o indivíduo tem mais importância do que o Estado, sob o
argumento de que, quanto menor a participação do Estado na economia, maior é o
poder dos indivíduos e mais rapidamente a sociedade pode se desenvolver,
progredir, atingir o estado de bem-estar social.
Desse modo, trata-se de uma concepção do Estado como público e de tudo o que não
é estatal como privado. As críticas atuais ao pensamento de base neoliberal ocorrem
em vários planos. Os críticos ao sistema afirmam que a economia neoliberal só
favorece as grandes potências econômicas e as empresas multinacionais. Os países
pobres ou em desenvolvimento, como o Brasil, sofrem com os resultados dessa
política. Ao neoliberalismo são atribuídos problemas como desemprego, salários
baixos e dependência do capital internacional.

Nesse sentido, o modelo de Estado que mais se aproxima ao ideal do pensamento


neoliberal é aquele que:
d. Reduz suas intervenções no campo social, apela à solidariedade e se apresenta
como parceiro da sociedade em suas responsabilidades sociais.

9 - O processo histórico de instituição dos direitos fundamentais consistiu


primeiramente na conquista das liberdades políticas, o que foi denominado como
direitos de primeira geração, tendo como subsídio os valores do liberalismo no
período da Revolução Francesa. Nesse processo, considera-se que a luta travada no
ambiente político da época consistia em uma luta de classe:
I. Em busca da afirmação dos direitos individuais.
II. Para impor freios aos poderes absolutistas.
III. Pela afirmação dos direitos sociais.
IV. Pela afirmação do direito à greve.
V. Pela preservação do direito de propriedade.

Está correto o que se afirma somente em:


b. I, II e V.

10 - Os artigos 182 e 183, da Constituição Federal, estabelecem parâmetros para a


política urbana, os quais estão regulamentados na Lei 10.257, de julho de 2001, o
Estatuto da Cidade. De acordo com essa Lei, avalie se cada um dos itens a seguir
constitui uma diretriz para a elaboração da política urbana.
I. Planejamento do desenvolvimento das cidades.
II. Regularização fundiária e urbanização de áreas ocupadas por população de baixa
renda.
III. Desapropriação de solo urbano para fins da constituição de zonas de interesse
social.
IV. Instituição do imposto territorial progressivo para terrenos subtilizados nas zonas
urbanas centrais da cidade.
V. Integração e complementaridade entre as atividades urbanas e rurais, tendo em
vista o desenvolvimento socioeconômico do município e do território sob sua área de
influência.

Estão corretos apenas os itens:


b. I, II e V.

11 - A partir da Constituição Federal de 1988, a saúde conforma “um direito de todos


e dever do Estado” (Artigo 196). A inscrição da saúde no referido documento
constitui a base jurídico-legal para a criação de um Sistema Único de Saúde (SUS)
que se sustenta nos seguintes princípios, exceto:
c. Universalidade do acesso aos serviços de saúde, sobretudo, no nível da atenção
primária.

12 - Leia o texto a seguir.


O atendimento se constitui por um tipo de articulação em conjunto amplo e dinâmico
de organizações diversas, em torno de interesses comuns, que realizam ações
complementares em um processo unitário e coerente de decisões, estratégias e
esforços. Essas ações em parceria realizam seus processos e se vinculam de
maneira horizontal, de interdependência e complementaridade. (CARVALHO e
GUARÁ, 1995)
Acerca do texto citado, os autores referem-se a que tipo de atendimento?
e. Em rede.

13 - Leia o texto a seguir.


Sou negra e, certa vez, no banheiro de um cinema, fui abordada por uma senhora
branca que se queixou do lixo cheio, supondo, certamente, que eu era a faxineira. Eu
apenas expliquei que não era a responsável pela limpeza e fui embora, mas gostaria
de ter dado uma resposta mais dura, acordando aquela mulher para o preconceito
que ela certamente trazia. O que eu poderia ter respondido que fosse um alerta, mas
não uma grosseria? Seria interessante ter chamado a atenção dela de que o
comentário poderia ser interpretado como um ato discriminatório. Caso não fosse
esta a intenção daquela senhora, a sua intervenção teria criado um momento
educativo, um diálogo sobre a situação e até mesmo uma reflexão de como as
mulheres negras são vistas pela sociedade. É no dia a dia e nas situações mais
normais e corriqueiras que o racismo e a discriminação se manifestam, mas também
é quando podemos mudar comportamentos e atitudes. Quando a prática
discriminatória é declarada e direta, é necessário acionar a justiça e fazer valer os
direitos conquistados pela população negra: racismo é crime inafiançável. O fim do
racismo é algo que depende de cada uma de nós e deve ser incorporado em nossa
vida diária. Isso quer dizer que a desconstrução do racismo depende da forma como
lidamos com ele, das leituras que fazemos das práticas discriminatórias e da maneira
como repudiamos qualquer ato racista. Com base na leitura, podemos concluir que o
racismo brasileiro é resultado:
a. Da dificuldade de abandonar os preconceitos raciais existentes no imaginário
social.

14 - O Serviço Social é uma profissão de caráter sociopolítico, crítico e interventivo,


que se utiliza de instrumental científico multidisciplinar das Ciências Humanas e
Sociais para análise e intervenção nas diversas refrações da “questão social”, isto é,
no conjunto de desigualdades que se originam do antagonismo entre a socialização
da produção e a apropriação privada dos frutos do trabalho e, para sua atuação,
geralmente elabora registros dos atendimentos que realiza, redige relatórios,
preenche fichas e formulários. O material referido acima:
e. Serve como objeto de reflexão com base nos fundamentos teóricos de sua
profissão, possibilitando o desvelamento das reais necessidades dos usuários

15 - O atual quadro sócio-histórico não se reduz a um pano de fundo para que se


possa, depois, discutir o trabalho profissional. Ele atravessa e conforma o cotidiano
do exercício profissional do assistente social, afetando as suas condições e as
relações em que se realiza o exercício profissional, assim como a vida da população
usuária dos serviços sociais. A análise crítica desse quadro requer um diagnóstico
mais complexo sobre os processos sociais e a profissão neles inscrita. (IAMAMOTO,
M. V. As dimensões ético-políticas e teórico-metodológicas no Serviço Social
contemporâneo. Serviço social e saúde: Formação e Trabalho Profissional. São
Paulo: Cortez, 2006, p. 76 – adaptado). A partir do texto e considerando o exercício da
assistência social no contexto atual, assinale a alternativa correta.
c. Os limites e as possibilidades da intervenção estão impressos no terreno
sócio-histórico em que se exerce a profissão e nas referências éticas, políticas e
metodológicas do assistente social.

16 - O processo de descentralização das políticas sociais públicas, com ênfase na


sua municipalização, requer dos assistentes sociais [...] novas funções e
competências. Os assistentes sociais estão sendo chamados a atuar na esfera da
negociação, formulação e avaliação de políticas e do planejamento, gestão e
monitoramento, inscritos em equipes multiprofissionais. Ampliam seu espaço
ocupacional para atividades relacionadas políticas, programas e projetos.
(IAMAMOTO. M. V., 2006)
Avalie se as afirmações a seguir estão de acordo com o perfil do assistente social na
contemporaneidade.
I. Localizar-se na linha de frente das relações entre população e instituição, sendo
executor terminal de políticas sociais.
II. Desenvolver capacidade de negociação, conhecimento e know-how na área de
recursos humanos e relações no trabalho.
III. Fazer leitura e análise dos orçamentos públicos, identificando seus alvos e
compromissos, assim como os recursos disponíveis para projetar ações.
IV. Decifrar as situações particulares com que se defronta o assistente social no seu
trabalho, de modo a conectá-las aos processos sociais microscópicos que as geram
e as modificam.
É correto apenas o que se afirma em:
d. II e III.

17 - Para Marilda Iamamoto, o Serviço Social apresenta o desafio contemporâneo de


redescobrir alternativas e possibilidades para o trabalho profissional. Sobre essa
questão, avalie os itens a seguir.
I. Levantamento de dados, informações e indicadores com o objetivo de mapear a
realidade social e propor medidas de controle social.
II. Formulações de propostas e contrapropostas de políticas institucionais, sem
desconsiderar a conjuntura e o contexto socioeconômico local.
III. Aperfeiçoamento de processos de seleção em concursos públicos, tornando-os
mais eficazes e adequados aos recursos existentes.
IV. Interpretação crítica da realidade social e acompanhamento conjuntural.

São possibilidades relativas ao exercício profissional do assistente social as


apresentadas nos itens:
e. I, II e IV.

18 - Partindo-se do pressuposto de que o objetivo da profissão na área da saúde


passa pela compreensão dos determinantes sociais, econômicos e culturais que
interferem no processo saúde-doença e na busca de estratégias para seu
enfrentamento, é possível afirmar que as ações desenvolvidas pelos assistentes
sociais devem:
e. Ter uma direção socioeducativa por meio de reflexões críticas sobre os fatores
determinantes e condicionantes da saúde como moradia, alimentação, saneamento
básico, trabalho, renda, dentre outros.

19 - Se os trabalhadores puderem descobrir, pela compreensão do processo de


trabalho, que formam uma classe social oposta aos senhores do capital, que sem o
trabalho não pago não haveria capital e que a ideologia e o Estado capitalistas
existem para impedi-los de tal percepção, se puderem compreender isso, sua
consciência será conhecimento verdadeiro da práxis social. Terão a ciência de sua
práxis. Se tiverem essa ciência, se conseguirem unir-se e organizar-se para
transformar a sociedade e criar outra sem a divisão e luta de classes, passarão à
práxis política. (Chauí, M., Convite à Filosofia. São Paulo: Ática, 2000).
Segundo o texto, os proletários passam à práxis política revolucionária quando:

a. Tomam consciência do seu papel no funcionamento do sistema capitalista e


organizam-se para criar uma sociedade igualitária.

20 - Sobre a atuação do assistente social, analise as afirmativas a seguir.


I. O campo de trabalho do assistente social restringe-se à esfera pública, como
funcionário municipal, estadual ou federal.
II. A função do assistente social limita-se à defesa dos direitos dos grupos
minoritários e historicamente discriminados.
III. Fazem parte do escopo de atuação do assistente social a leitura e a análise dos
orçamentos públicos, com identificação de alvos, compromissos e recursos
disponíveis para a projeção das ações.
Está correto o que se afirma em:
e. III, apenas.

21 - Com o avanço das medidas neoliberais atreladas à reestruturação produtiva,


tem-se um quadro alarmante de desempregados, cujas consequências atingiram
dimensões negativas para os proletários enquanto indivíduos e como classe,
vulnerabilizando-os. A maioria, desprovida de todas as necessidades básicas para
continuar sobrevivendo, passou a conviver com a miséria em diversos sentidos. A
intensificação do desemprego e situação de vulnerabilidade, imbricadas em suas
determinações cotidianas, estão agravando a situação dos trabalhadores e de seus
familiares, causando rupturas profundas em alguns segmentos sociais, ampliando o
grau de miserabilidade e destruindo relações humanas, muitos se transformando em
demanda para os profissionais que trabalham na área social.
Resposta Selecionada:
e. II, III e IV.

22 - No contexto neoliberal, também os serviços sociais participam mais diretamente


do processo de acumulação do capital. Serviços como saúde, educação e
previdência, que seriam responsabilidade do Estado, passaram a ser mercantilizados,
propagando-se a ideia de que o bom é o que é privado, mas que só está ao alcance
daqueles que têm condições de pagar por ele. Ao serem incorporados pelo capital,
esses serviços têm uma utilidade social voltada para o lucro, “de modo a atender às
necessidades das indústrias, seja ela farmacêutica, de equipamentos, de produção da
cesta básica, dos proprietários de grandes hospitais, creches e escolas, bem como
do setor financeiro, voltado para os seguros de vida e previdência” (MOTA, 1998, p.
110). Deste modo, muitos serviços sociais transformam-se em mercadoria, e só tem
acesso a eles quem pode comprar; quem não pode, vê-se obrigado ao atendimento
no serviço prestado pelo Estado, que oferece o mínimo possível e com baixa
qualidade à população, seja em nível de acesso ao atendimento, como na demora
para consegui-los, agravando assim as desigualdades entre os cidadãos, ao mesmo
tempo em que demonstra o contraste de acesso universal garantido por lei.
Podemos considerar essa afirmativa apenas:
Resposta Selecionada:
e. A afirmativa expande para todo o território nacional.

23 - A intervenção profissional do assistente social estava dirigida, sobretudo, às


situações de “pobreza” e aos “pobres ou desajustados”. O objetivo central era
levá-los a um maior ajustamento à ordem social vigente – visão em que a pobreza se
caracteriza em um caso de ¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬-________. Nesse contexto, a
intervenção do serviço social se realizava preferencialmente no âmbito individual,
trabalhando sobre as “características individuais” dos sujeitos que apresentavam
algum tipo de “desajuste social”.
Preencha a lacuna:
Resposta Selecionada:
b.Polícia.

24 - Na América Latina, já é consenso que nem o mercado e nem o Estado tem


condições de responder, por si só, aos desafios do desenvolvimento social com
equidade. O melhor instrumento de que se dispõe para reverter o quadro de pobreza,
violência e exclusão social que ameaça os fundamentos de nossa vida em comum é:
Resposta Selecionada:
b. O papel das ONGs, que tem uma rica história de solidariedade e trabalho conjunto
com movimentos populares

25 - Na América Latina, já é consenso que nem o mercado e nem o Estado tem


condições de responder, por si só, aos desafios do desenvolvimento social com
equidade. O melhor instrumento de que se dispõe para reverter o quadro de pobreza,
violência e exclusão social que ameaça os fundamentos de nossa vida em comum é:
Resposta Selecionada:
b. O papel das ONGs, que tem uma rica história de solidariedade e trabalho conjunto
com movimentos populares

26 - O Serviço Social caracteriza-se por ser uma área interventiva, inscrita na divisão
social do trabalho da sociabilidade burguesa. Segundo Pontes (2002), seu caráter
interventivo exige que, além de conhecer a realidade na sua complexidade, crie
mecanismos para transformá-la por meio de: Resposta Selecionada:
c. Instrumentais.

27 - O assistente social tem sido demandado para atuar na gestão de políticas


públicas, abrindo possibilidades para seu ingresso no campo da formulação, gestão e
avaliação. Tal atuação requer competência teórico-metodológica, ético-política e
técnico-operativa. Como seu objeto de trabalho é a questão social, a pesquisa da
realidade social é reconhecida como parte constitutiva desse trabalho, porque:
Resposta Selecionada:
d. O campo da gestão de políticas requer acúmulo de informações sobre a totalidade
social, que envolve dados referentes às várias formas de manifestação das
contradições e sua vivência pelos sujeitos sociais.

28 - Se por um lado os direitos civis estão historicamente vinculados ao ideário


burguês, por outro, os direitos políticos e sociais são resultados da organização e da
luta da classe trabalhadora. O Estado burguês, por sua vez, intervém por meio de
políticas sociais para atenuar o conflito, possibilitando o desenvolvimento e
aprofundamento da sociedade capitalista. A partir do texto apresentado, política
social: Resposta Selecionada:
a. é terreno de conflito de classes.
29 - Ao discorrer sobre as relações precárias de trabalho, inicialmente é importante
definir que na literatura o significado conceitual para o termo precário diz respeito a
uma mudança, _________, na qualidade das condições de trabalho, evidenciada
______________, com a passagem da forma de¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬ produção
fordista para a produção flexível¬. Nesse sentido, o termo precarização se construiu a
partir da realidade concreta das transformações contemporâneas
¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬¬-__________vivenciadas pelos trabalhadores, através das más
condições de trabalho a que estavam submetidos, refletidas na ausência e/ou
redução dos direitos trabalhistas, no desemprego que assola grande parte da
população, na fragilidade dos vínculos de trabalho, enfim, de diferentes formas que
fragilizam acentuadamente a qualidade de vida do trabalhador. Cabe aqui salientar
que há muitas imprecisões e indefinições nessa qualificação do trabalho como
precário, pois o que parece explicar a atual situação do trabalho assalariado pode
ocultar algumas características próprias ao assalariamento no capitalismo.
Preencha as lacunas com as afirmativas corretas: Resposta Selecionada:
a. para pior, no capitalismo, no mundo do trabalho.
30 - As políticas sociais públicas fazem parte das respostas que o Estado oferece às
expressões da questão social. Nesse sentido, o Estado é concebido como: Resposta
Selecionada:
e. Uma relação de forças, assimétrica e desigual, que interfere tanto na viabilização
da acumulação, como na reprodução social das classes subalternas.