Anda di halaman 1dari 30

Atualizações da versão 3.

20

Atualizado item 3.2.1 – Siglas e Acrónimos (27/3/2014)


Inclusão de novo padrão para uso de acrónimos.
1

UNISUL

Guia de Redação Web


Dicas e normas para o Portal Unisul
Projeto Navegar – Frente Conteúdo

2013
2

Sumário

1. Produção e estruturação de textos............................................................................. 3


1.1 Estrutura do texto web: camadas de informação ........................................................ 3
1.2 Dicas de como utilizar as camadas de texto ............................................................... 4
2. Comunicação para diferentes públicos ....................................................................... 6
3. Linguagem ................................................................................................................. 7
3.1 Redação – escrita para web.......................................................................................... 7
3.2 Padronização de redação – principais aspectos ........................................................... 8
3.2.1 Siglas e Acrónimos ................................................................................................. 8
3.2.2 Abreviaturas .......................................................................................................... 9
3.2.3 Algarismos ........................................................................................................... 10
3.2.4 Apóstrofo ............................................................................................................. 11
3.2.5 Aspas .................................................................................................................... 11
3.2.6 Dias da semana .................................................................................................... 11
3.2.7 Dois pontos .......................................................................................................... 11
3.2.8 Utilização de itens e do ponto-e-vírgula ............................................................. 12
3.2.9 Hora (ver também abreviaturas e numerais) ...................................................... 12
3.2.10 Identificação de pessoas ................................................................................... 13
3.2.11 Maiúsculas ......................................................................................................... 13
3.2.12 Tabelas ............................................................................................................... 14
3.2.13 Telefones ........................................................................................................... 14
3.2.14 Nova Ortografia ................................................................................................. 14
3.3 Regras especiais para o Portal Unisul ......................................................................... 14
4. Padrão para identificação das Unidades Universitárias ............................................. 16
5. Padrão para nomes de documentos e imagens ......................................................... 16
5.1 Grafia correta.............................................................................................................. 17
5.2 Sobre as categorias de documentos........................................................................... 17
5.3 Como padronizar nomes de arquivo: ......................................................................... 18
5.4 Como padronizar nomes de arquivos de imagens/vídeos: ........................................ 18
5.5 Como padronizar nomes de Editais: ........................................................................... 19
5.5.1 Editais de Oferta .................................................................................................. 19
5.5.2 Editais de Classificados ........................................................................................ 20
5.5.3 Termos Aditivos ................................................................................................... 20
5.6 Regras especiais para divulgação dos editais no conteúdo da página: ...................... 22
5.6.1 Editais de Oferta .................................................................................................. 22
5.6.2 Editais de Classificados ........................................................................................ 23
5.6.3 Termos Aditivos ................................................................................................... 23
5.7. Abreviaturas .............................................................................................................. 23
6. Fontes consultadas .................................................................................................. 25
ANEXO ........................................................................................................................ 26
3

Guia de Redação e Estilo - Portal Unisul


Esse guia define dicas gerais para redação e uniformização dos textos no Portal Unisul.
Trata da produção e estruturação de textos, padronização de nomes de unidades,
padronização de arquivos, fotos e vídeos.

É um guia útil para manter a identidade dos textos no portal e facilitar o trabalho dos
responsáveis pela publicação de conteúdos.

1. Produção e estruturação de textos

1.1 Estrutura do texto web: camadas de informação

A formatação do texto online difere ao longo das páginas do Portal, de acordo com as
características de cada tema. A formatação depende da necessidade de detalhamento de cada
conteúdo, do público a que se destina, da natureza da informação e da forma como será
divulgada.

A Cartilha de Redação Web do Governo Federal exemplifica a organização da informação em um


site por meio da “metáfora da cebola”, que propõe que se pense a informação em níveis (como as
camadas de uma cebola), indo do essencial ao detalhe. Nesse contexto, a distribuição em camadas
é a base do conteúdo online.

Todavia, quanto mais profunda é a camada onde está tal informação, maior é o risco de ela não
ser encontrada. Por isso, o ideal é a criação de poucas camadas. As informações mais importantes
devem ser as mais visíveis e mais facilmente encontradas.

Nos anexos desse documento, há exemplos de aplicação de níveis de informação:

 1ª: Camada Apresentação


É a vitrine do conteúdo, exposição dos aspectos mais persuasivos da informação que virá a
seguir, assim como as chamadas das primeiras páginas de jornais impressos. É por
destaques que um visitante acessa uma página web, seja apenas para conhecê-la ou com
um objetivo específico. Por isso, os destaques precisam ser atrativos e informativos,
convidando os visitantes a acessar as camadas seguintes. Além dos textos, a imagem e a
respectiva legenda servem como novos espaços que o produtor de conteúdo poderá
aproveitar para inserir mais informações.

 2ª: Camada Genérica


É chamada de genérica porque é acessada tanto por usuários que estão apenas visitando o
portal, conhecendo-o e buscando informações básicas, como por aqueles que querem
informações mais aprofundadas. O objetivo é contextualizar o visitante sobre o tema e
4

estimulá-lo a conhecer mais. Aqui está o texto principal, no qual são respondidas as
questões básicas sobre a informação em questão: o que, quando, quem, como, quando,
onde e por quê. Deve-se tomar cuidado para não esquecer nenhum ponto, pois a falta de
um elemento pode dificultar o entendimento do assunto.

 3ª: Camada Detalhamento


Também conhecidas como páginas de “leia mais”, nas quais estão todos os detalhes sobre
a informação abordada. É comum que os textos desta camada sejam acompanhados por
tabelas, gráficos e links para documentos, como itens que ajudam a complementar o
assunto. Ao encontrar na camada de detalhamento todas as informações de que
necessita, o visitante não só fica com uma boa impressão do Portal (e, consequentemente,
da Universidade), como o recomenda para outros usuários. Um exemplo a ser aplicado é a
utilização de links que remetem a documentos como portarias, autorizações, editais, entre
outros.

Não é obrigatória a utilização das três camadas, depende da necessidade de aprofundamento/


detalhamento do conteúdo. Ainda, muitas vezes, as duas primeiras camadas apresentam-se
juntas, ou ainda, a terceira camada não é necessária.

1.2 Dicas de como utilizar as camadas de texto

 Incluir sempre nos títulos da Camada de Apresentação a palavra-chave que defina o


aspecto da informação que será apresentada logo a seguir, no texto do destaque. Este
recurso auxilia o usuário a escolher a informação que ele deseja entre as outras que lhe
são apresentadas na página. Na primeira página de um site, é preciso auxiliar o leitor a
selecionar, entre tantas informações, quais as mais relevantes;

 O texto do destaque da Camada de Apresentação deve ser econômico, tanto pela


necessidade de objetividade nos aspectos da informação a ser acessada, como por uma
questão de espaço. Isso não impede sua função persuasiva: por isso, é aconselhável
estimular a ação e preferir verbos e expressões como conheça, descubra, consulte, etc. Os
destaques dividem a tela com elementos típicos de uma página web, como menu
principal, banners e o logotipo da instituição, e assim é preciso que chamem bastante
atenção;

 Destaques, em sua maioria, são compostos por título, texto, imagem e legenda da
imagem. Não há por que repetir aspectos de uma informação em cada um dos elementos
do destaque. Isso também não deve acontecer entre a imagem e sua legenda, que deve
apenas complementar a informação da imagem;

 O texto principal deve ser visto como uma ficha com as informações básicas sobre o
assunto e por isso seu título precisa ser elaborado para funcionar como um identificador,
5

como uma aleta em uma pasta de um arquivo. Assim, como no título do destaque da
Camada de Apresentação, é preciso que a palavra-chave ou expressão-chave do assunto
esteja presente no título do texto principal. Isso facilita a assimilação imediata de qual
tema será tratado no texto a seguir;

 Nos textos principais é aconselhável abordar o aspecto mais interessante no primeiro


parágrafo, e só depois apresentar os outros. Como a leitura em telas de computador é
feita da esquerda para a direita, procurar deslocar a palavra principal de cada uma das
frases do texto para o início da frase. Esse recurso é utilizado para capturar a atenção do
visitante do Portal e ajudar na leitura rápida dos textos;

 Dentro do possível, restringir cada parágrafo a uma ideia apenas. Essa prática possibilita
criar textos em “pedaços”, facilitando a leitura na tela. Da mesma forma, tentar estruturar
o conteúdo em itens e não em texto corrido. Grifar, de preferência em negrito, a palavra-
chave que defina cada parágrafo. Ao passar os olhos rapidamente pela página, o usuário
poderá saber, em questão de segundos, quais são os aspectos abordados sobre o assunto
ao longo do texto;

 Ser breve ao elaborar o texto principal, mas sem deixar de responder às questões básicas
do assunto abordado. Cada página de um Portal deve ser vista como uma peça de um
todo. Sua informação precisa atender às expectativas do usuário e provocar o interesse
dele em continuar a navegação;

 A maioria dos conteúdos em um sítio é granular, ou seja, uma informação se desdobra,


camada após camada, como uma forma do redator distribuir o conteúdo de maneira
eficaz. Os títulos dos textos podem auxiliar para que esta granularidade seja coesa: em
cada título de conteúdo que está sendo desdobrado, não esquecer de inserir a palavra-
chave ou expressão-chave que identifique o exato aspecto da informação que está sendo
tratada naquela página. Depois, a cada título/camada deste desdobramento, é
aconselhável somar cada nova palavra-chave à anterior. Para que a qualidade da redação
do título não seja prejudicada com esta associação contínua, são criados subtítulos para
abrir espaço na tarefa de sinalizar conteúdos. Conteúdos com granularidade bem
trabalhada em títulos são um grande estímulo à continuidade da navegação. Para isso, é
importante fugir de palavras e expressões subjetivas para sinalizar o conteúdo de um
texto: os termos precisam ser precisos em sua definição. Exemplo: ao invés de utilizar
“Uma chance que vai mudar a sua vida”, utilize na camada principal “Inscreva-se para o
vestibular de verão da Unisul”. Na segunda camada, mantendo-se a palavra-chave: “Saiba
quais são os documentos necessários para a inscrição no vestibular de verão da Unisul”.
Dessa forma, mantem-se o caráter persuasivo da informação, sem deixar de citar, no
título, as palavras-chave que definem o conteúdo (inscrições, vestibular). Algumas vezes a
frase mais persuasiva pode vir como um subtítulo, sendo que a informação mais
importante virá como título principal da página, como no exemplo:
6

TÍTULO DA PÁGINA: Inscreva-se para o Vestibular 2012


MENU SUBTÍTULO: Uma chance que vai mudar sua vida

TEXTO APRESENTAÇÃO: Aproveite a chance de dar uma nova


direção a sua vida profissional. Inscreva-se no Vestibular 2012 da
Unisul. Há diversos cursos disponíveis nos campi Tubarão e Pedra
Branca...

 Enquanto na Camada Genérica o objetivo é ser sucinto, não é preciso atentar para este
aspecto nos textos das Camadas de Detalhamento. O usuário espera encontrar nestas
páginas todos os detalhes que procura, portanto não há limite para a extensão dos textos.
Contudo, o bom senso deve prevalecer. O conteúdo expandido não deve ser visto como
um repositório de informações, mas sim como a continuidade do trabalho do redator em
informar e persuadir. O conteúdo de detalhamento não precisa ficar restrito a uma página
apenas. É possível criar desdobramento de informações em páginas e camadas
subsequentes.

2. Comunicação para diferentes públicos

O Portal Unisul é voltado basicamente para dois públicos, o interno e o externo:

Público interno: usuários do Portal já inseridos no dia a dia da Unisul, com conhecimento da
estrutura e processos da Universidade. Esse público inclui:

 Alunos
 Pais de alunos (ou responsáveis)
 Professores
 Colaboradores da Universidade

Público externo: pessoas que possuem pouca ou nenhuma informação a respeito da Unisul, como
por exemplo, interessados em iniciar um curso de graduação, pós-graduação, mestrado ou
doutorado, ou aquelas que utilizam ou desejam utilizar algum dos serviços prestados pela
Universidade, por meio de seus projetos. Também se incluem aqui os ex-alunos.

 Ex-alunos
 Futuros alunos
 Comunidade em geral
 Empresas parceiras e fornecedores
 Poder público
 Imprensa
7

O público-alvo prioritário do Portal Unisul é o externo, já que existem a intranet e outras


ferramentas para o público interno. Claro que o Portal também tem como objetivo atender ao
público interno, mas o foco será naquele que não tem familiaridade com os processos da
instituição e que por essa razão necessita ser orientado.

Deste modo, adequando a linguagem ao público-alvo, deve-se evitar o uso de termos que são bem
conhecidos internamente, os jargões institucionais, como siglas e termos específicos, mas que não
são reconhecidos por usuários externos, impactando na compreensão e utilização do portal.
Assim, a informação será acessível ao público externo, e consequentemente ao interno também.
Um exemplo aplicado ao Portal Unisul é utilizar “Área de Formação” ao invés de “UnA”, sigla
exclusiva e interna da Unisul, utilizada nos documentos institucionais da Universidade.

3. Linguagem

3.1 Redação – escrita para web

 Objetiva, com foco na informação, e não na estrutura organizacional: utilizar expressões


como “como ingressar” ou “como estudar na Unisul” nos menus é mais apropriado que
oferecer um link para “Pró-reitoria de Graduação”;
 Concentrar as principais informações (o quê, quem, quando, onde, como, por quê) no
início do texto, de preferência no início do parágrafo;
 Utilizar um parágrafo para cada ideia;
 Utilizar frases curtas, sempre que possível;
 Sempre que possível e o contexto permitir, escrever termos em língua estrangeira pouco
conhecidas em itálico: catering, moulage, entre outros;
 Palavras estrangeiras bastante conhecidas e de uso comum dispensam o uso de itálico e
tradução (web, link, online, site, show, etc);
 Evitar o uso excessivo de negrito, itálico, ou qualquer outra forma de destaque de texto.
Nunca usar os três destaques ao mesmo tempo;
 Citações devem ser escritas entre aspas;
 Deve-se manter as informações atualizadas e dispostas de forma a gerar interesse e
facilidade de acesso;
 Textos de portais de notícias, jornais, revistas ou outro meio de comunicação devem ser
citados com a fonte / link (no caso de meios digitais) para o conteúdo original;
 Textos da autoria de terceiros só podem ser reproduzidos mediante autorização do autor
e identificação da fonte;
 Só devem ser utilizadas imagens que sejam de domínio público ou cujos créditos do autor
ou o direito de exibição tenham sido expressamente respeitados;
 Sempre que possível, o conteúdo de arquivos de áudio e vídeo devem ser transcritos ou,
ao menos, ser disponibilizado texto com as informações básicas do assunto tratado. Isso
facilita a identificação do conteúdo pelos leitores de tela, utilizados por deficientes visuais;
 Legendas de fotos devem ser utilizadas para fornecer informações adicionais, não para
repetir o que a imagem já informa. Um bom uso da legenda é na identificação de pessoas,
local ou evento. Exemplo: “Reitor faz discursos a alunos” – nesse caso, uma foto
mostrando o reitor discursando, com alunos na plateia, é óbvia. Assim, a legenda deve
8

acrescentar informações à imagem, como em: “Reitor dá boas vindas aos calouros do
curso de Nutrição”;
 Documentos devem ser disponibilizados preferencialmente em formato “.pdf” para evitar
fraudes e questões relativas à distribuição de documentos com direitos autorais. A forma
de nomear os documentos e arquivos de imagens está descrita no item 5 deste
documento;
 Nunca utilizar frases inteiras em letra maiúscula, no meio de um texto. Deve-se evitar o
uso de letras maiúsculas, pois dificultam a leitura e poluem o visual da página. Exceções
são os títulos e/ou subtítulos quando as páginas tiverem layout diferenciado.
 Verificar a necessidade de utilizar links externos ao Portal: evitar sempre que possível,
pois essa prática faz com que o leitor saia do Portal Unisul. Se for extremamente
necessário, evitar sites comerciais e aqueles de credibilidade duvidosa. Inserir sempre
após o texto, para evitar que o leitor se perca antes de terminar a leitura da página onde
está.

3.2 Padronização de redação – principais aspectos

3.2.1 Siglas e Acrónimos

Para melhor clareza textual na web, é importante evitar o uso de siglas, acrónimos, abreviaturas e
expressões de uso interno da Universidade, como nomes de departamentos, pessoas sem
identificação de função, apelidos de colaboradores sem relação com o assunto do texto, que
possam dificultar a compreensão pelo público externo.

Na primeira citação em uma página, é recomendável colocar o significado da sigla/acrónimo com a


sigla/acrónimo entre parênteses. Nas próximas citações, utilizar somente a sigla/acrónimo. Se o
texto for muito longo, ou tiver muitos intertítulos ou camadas, repetir o significado completo da
sigla/acrónimo. Exemplo: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Como grafar as siglas/acrónimos:

 Siglas (leitura letra a letra) e acrónimos (leitura silábica) formados por até três letras são
grafadas com maiúsculas: ONU, PIS, OMC.
 Siglas formadas por quatro ou mais letras são grafadas com maiúsculas: PMDB, INPC, INSS.
 Acrónimos formados por quatro ou mais letras, são grafados como nome próprio (apenas
a primeira letra é maiúscula): Otan, Unesco, Petrobras.
 Acrónimos com escrita e pronúncia igual à outra palavra da língua portuguesa, por
exemplo: SUAS (Sistema Único de Assistência Social), para que haja distinção, devem ser
grafados com todas as letras maiúsculas.
 Há casos especiais, em que letras que compõem palavra cuja inicial vem anteposta são
grafadas com minúsculas, independentemente do tamanho da sigla. É o caso de UnB
(Universidade de Brasília, em que o n pertence à palavra universidade, representada pela
letra U que se lhe antepõe); CNPq (Conselho Nacional de Pesquisas, na qual a letra q
pertence à palavra Pesquisas, expressa pela letra P);
 Siglas dispensam o uso de aspas;
 Não se utilizam pontos de separação entre as letras que formam sigla;
9

 Embora devessem ser consideradas como palavras invariáveis, há gramáticos que


admitem o plural para siglas. Assim, é permitido o uso do s após a sigla, para representar
valores superiores a um: 3 mil ORTNs, 300 UPCs, 850 Ufirs;

3.2.2 Abreviaturas

As abreviaturas devem ser utilizadas somente quando necessário: dentro de tabelas, box, para fins
de não prejudicar o visual da página quando há restrição no tamanho do texto, principalmente as
de uso restrito ao ambiente universitário.

Em texto corrido, utilizar a forma por extenso.

A seguir, algumas orientações para a padronização de abreviaturas de uso corrente:

 Os títulos dr. e dra. (só para pessoas com titulação de doutorado), sr. e sra. ou d. (dom e
dona) devem ser escritos de preferência na forma abreviada e com inicial minúscula;

 Não abrevie outros títulos como: prof. Antônio (use professor Antônio), eng. José
(engenheiro José), gen. Tinoco (general Tinoco);

 Nenhuma das abreviaturas do sistema métrico decimal tem ponto ou plural:


o 1 km, 6 km (e nunca 6kms.);
o 1h, 5h (e nunca 5hs.);
o 2m;
o 6kg;
o 16l (e não ls.);
o 25ha (hectares),
o 30t,
o 40g,
o 57min,
o 18s,
o 18h16min14s;

 Por motivo de simplificação, as abreviaturas aparecem, na maior parte dos casos, sem
pontos intermediários:
o HP (e não H.P.);
o CIF (e não C.I.F.);
o rpm (e não r.p.m.);
o SOS (e não S.O.S.), etc;

 Se tiver necessidade de formar abreviaturas (em casos excepcionais, apenas), o


procedimento recomendado é fazê-las terminar numa consoante e não em vogal. Assim,
fil. ou filos. para filosofia, fís. para física, etc. Se cortar a palavra num grupo de consoantes,
mantenha-as: depr. para depreciativo, e não dep., antr. e não ant. para antropônimo, ópt.
e não óp. para óptica, etc;
10

 Para mais informações sobre abreviaturas, consultar a Frente de Conteúdo do Portal


Unisul.

3.2.3 Algarismos

 Números devem ser escritos na forma do próprio algarismo: 1, 2, 10, 200, etc;

 Da mesma forma, os números ordinais como: 1º, 2º, 10º, 200º, etc.

 Números inteiros acima de mil são grafados com algarismos e por extenso: 1 mil, 3 mil, 4
milhões, 5 bilhões;

 Números decimais superiores a mil são grafados com algarismos: 1,3 mil; 4,7 milhões;

 Com mil, milhão, bilhão e trilhão, use a forma mista se os números forem redondos ou
aproximados:
o 2 mil pessoas,
o 3 milhões de unidades,
o 5,4 milhões de toneladas,
o 1,4 bilhão (e não 1,4 bilhões) de reais,
o 2 bilhões de habitantes,
o 15,5 trilhões de micróbios, etc.
o Repare: 2 (em algarismos) mil pessoas (e não duas - por extenso - mil pessoas).
Use apenas mil (e nunca "1 mil");

 Com números quebrados, use algarismos: O senador obteve 3.127.809 votos;

 Cifras em reais são grafadas com algarismos: R$ 4; R$ 98; R$ 1,5 milhão;

 Cifras em moeda estrangeira são grafadas com algarismos, acompanhados do nome por
extenso da moeda. Exemplos: 553 dólares; 104 milhões de dólares; 2,4 libras esterlinas;
1,9 milhão de francos suíços; 200 euros;

 Os valores percentuais devem ser grafados com algarismos (o número) e respectivo sinal
(a unidade): A inflação chegou a 10,5%;

 Preferir porcentagem à fração (exemplo: 50% no lugar de ½);

 Não usar zero antes do número em datas, horas e demais casos, como: dia 02/03. Utilizar
no dia 2/3. Utilizar às 3h (e não “às 03h);

 O primeiro dia do mês é sempre grafado em ordinal: 1º de janeiro, 1º de outubro;

 Exceção: quando se tratar de nome histórico ou logradouro público: o Sete de Setembro, a


avenida Primeiro de Maio, etc;
11

 Séculos são gravados com algarismos romanos: século VII;

 Duração: utilizar os algarismos e escrever a duração por extenso: 5 anos e 11 meses;

 Datas são preferencialmente grafadas com algarismos e barras: 22/12; 20/6.

3.2.4 Apóstrofo

Sinal gráfico utilizado em substituição às aspas, em expressões textuais contidas em frase já


aspeada. Ex.: “Decidi filmar a história ‘Grande Sertão: Veredas’ logo após ler o livro”, disse o
cineasta.

3.2.5 Aspas

Sinal gráfico com que se abre e se fecha uma citação. É empregado para significar a reprodução de
declaração atribuída a alguém. As aspas também podem ser utilizadas para destacar palavras. Se
uma citação textual divide-se em mais de um parágrafo, usar apenas um abrir e fechar aspas,
como por exemplo em textos de depoimentos.

3.2.6 Dias da semana

 Os dias da semana são escritos por extenso, seguidos do dia do mês: terça-feira (21),
sexta-feira (8). Quando for “amanhã” ou “hoje”, usar esses termos, e nunca nesta quarta-
feira, por exemplo;
 Importante no uso dos dias da semana é a atualização diária da informação, assim como as
palavras “amanhã” ou “hoje”. Nesse caso, utilizar também a data, como “hoje (24)”. Evitar
o uso do “ontem”. Dessa forma, evita-se a incerteza quanto às datas de atualização de
conteúdos, pois nem sempre o leitor tem a informação, no momento da leitura, da data
de atualização do texto;
 Quando usados dentro de tabelas, deve-se utilizar somente os números ordinais que
representam os dias da semana, por extenso. Exemplo: Segunda, Terça, Quarta.

3.2.7 Dois pontos

 Sinal de pontuação, empregado para introduzir algo que é anunciado ou para apresentar
idéia que explica outra anterior. A frase que se segue a ele deve começar com minúscula,
exceto quando reproduz citação ou declaração;

 Na web, os dois pontos são um recurso válido para atrair ao lado esquerdo da frase os
elementos mais informativos, as palavras portadoras de informação, como: “Fique atento:
inscrições abertas”;

 Também pode significar que a palavra que precede os dois pontos é a mais portadora de
informação, a que tem mais gancho e que retém a atenção do usuário. Pode ser usada
para destacar o autor de uma declaração, como em: “Dunga: ‘A vitória está garantida’”.
Assim ajuda a reduzir o número de palavras do título;
12

3.2.8 Utilização de itens e do ponto-e-vírgula

O uso do ponto-e-vírgula em textos corridos segue as regras gerais de pontuação da Língua


Portuguesa. Porém, quando utilizados marcadores, na forma de itens, pode haver exceções à
regra:

 No caso de uma lista de itens, a frase que a precede deve terminar com dois pontos. A
primeira letra de cada item deve ser maiúscula e a frase terminar com ponto e vírgula,
exceto a última, como em:

“O formado no curso de Administração deve apresentar as seguintes


competências:

 Saber trabalhar em equipe;


 Desenvolver a liderança;
 Desenvolver habilidades para a pesquisa acadêmica.”

 No caso de um box/tabela/quadro de destaque, ou quando se tratarem de informações


curtas, como uma lista de nomes, não há necessidade do ponto-e-vírgula, como em:

“Vantagens do curso a distância:

 Flexibilidade
 Autonomia
 Recursos didáticos inovadores”

 Outro exemplo de utilização de itens e ponto-e-vírgula:

“Integrantes:

 Jefferson Luiz Traebert (coordenador)


Graduação em Odontologia; mestrado em Public Dental Health, University College
London, Inglaterra; doutorado em Odontologia, UFSC;
 Josimari Telino de Lacerda
Graduação em Odontologia; mestrado em Saúde Pública (UFSC) e doutorado em Medicina
Preventiva, USP.”

3.2.9 Hora (ver também abreviaturas e numerais)


 Horas inteiras devem ser abreviadas com “h” sem espaço entre este e o número: “A
reunião começou às 17h”;
 Horas fracionadas são abreviadas com “h” nas horas e com “min” nos minutos, também
sem o espaçamento. Exemplo: “A sessão foi encerrada às 23h25min”.
 Quando houver intervalo de horas, utilizar a abreviatura de horas somente na hora final.
Exemplos:
Segunda, das 8 às 11h e das 13 às 17h.
De segunda a terça-feira, das 7h30min às 11h, e das 13 às 19h.
13

3.2.10 Identificação de pessoas


 Os gestores são identificados por seu nome completo sempre que esse aparecer pela
primeira vez num texto;
 O nome deve ser colocado depois do cargo: o representante da Conferência Nacional dos
Bispos do Brasil, bispo Fulano de Tal...;
 Em princípio, as pessoas devem ser qualificadas pelo que são, não pelo que foram;
 Não utilizar o título professor antes do nome, mas sim a titulação após o nome.
Exemplos: Marco Aurélio Silva, doutor ou Fabiana de Castro, mestre.

3.2.11 Maiúsculas

Há três situações que definem o emprego das maiúsculas:

1ª Início de oração ou frase.

2ª Convencional, para fins científicos, historiográficos, artísticos, técnicos e afins; nas seguintes
situações:

 Nomes de artes, ciências, períodos históricos, arqueológicos, disciplinas escolares e


assemelhados: História; Matemática; Psicologia; Idade Média; Renascença;
 Nomes das regiões geográficas e os pontos cardeais, quando empregados para designá-
las: No Sul do Brasil, o setor agropecuário é muito desenvolvido;
 Os títulos de livros, jornais, revistas, filmes, produções artísticas, literárias e científicas
devem ser grafados em maiúscula e com itálico: O Estado de São Paulo; O Alquimista; E o
Vento Levou; Aquarela do Brasil. Observação: Nesses títulos, são escritos com iniciais
minúsculas os artigos, conjunções e preposições, monossilábicos ou não, como através,
ou, do, para, contra, diante, etc.;
 As denominações de leis, impostos, taxas e tarifas públicas: Código de Trânsito; Lei dos
Genéricos; Imposto sobre Produtos Industrializados; Imposto de Renda; Taxa de Juros de
Longo Prazo; Taxa de Limpeza Urbana;

3ª Notacional, dos chamados nomes próprios e afins. Para melhor conceituação desse tipo de
emprego de maiúsculas, é necessário estabelecer distinção entre substantivos comuns e
substantivos (ou nomes) próprios, como em:

 Os antropônimos, ou seja, os nomes próprios de pessoas, apelidos ou qualquer outro


designativo, são grafadas com maiúsculas: Rui Barbosa, o Águia de Haia; Floriano Peixoto,
o Marechal de Ferro. Obs.: são grafados com minúsculas os adjetivos derivados de nomes
próprios: marxista, hegeliano, kafkiano, byroniano;
 Na referência aos ocupantes de cargos e funções, assim como aos detentores de títulos,
profissionais ou não, a inicial será minúscula, ainda que feita a uma pessoa específica: o
deputado José da Silva; o ministro Antônio de Souza; o reitor afirmou que... . Exceções são
o Papa e Presidente da República, quando grafados em substituição ao nome - quando
acompanhados dos nomes próprios, esses cargos são grafados com minúsculas: o
presidente Lula; o papa João Paulo II;
 São grafadas com maiúsculas as palavras País, Nação (quando usadas em lugar de Brasil),
Governo e União (quando empregadas para designar o poder político organizado no
14

Brasil) e Universidade ou Instituição (quando referem-se à universidade já citada e, no


caso do Portal, quando se refere à Unisul, para não repetir o nome, como em “o curso de
Naturologia da Unisul é pioneiro no Brasil”, “Oferecer uma formação alinhada às
necessidades do mercado é o objetivo da Universidade”;
 Quando se tratar de plural, usar iniciais minúsculas, como em: os ministérios da Fazenda e
do Planejamento...; os estados da Bahia e Pernambuco.

3.2.12 Tabelas

Para a elaboração dos textos das tabelas, devem ser seguidas as orientações constantes nesse
Guia, inclusive no que diz respeito a abreviaturas. Já a formatação da tabelas é padronizada e,
para criar ou alterar tabelas, a equipe de Conteúdo do Portal deve ser consultada.

3.2.13 Telefones

 Os telefones devem ser descritos da seguinte maneira: Telefone: (48) 3222 2222. Quando
houver mais de um número, mostrar separados por barra e espaço.
Exemplo: Telefones: (48) 3222 2222 / 9184 2222;

 No caso de páginas destinadas a público de outros países, utilizar o código do País e o sinal
de +, indicando a operadora: + 55 (48) 3222 2222;

 Não usar traço entre os números;

 Para divulgação no Portal Unisul, deve-se utilizar os telefones da empresa, nunca pessoais,
celulares e residenciais; (telefones são divulgados somente mediante consulta prévia a
gerente do callcenter – o canal padrão é o email institucional ou 0800 do Fale Conosco.);

 Essa regra vale para divulgação de contatos de setores da Universidade e de cursos;

 Para utilização do Fale Conosco (0800 970 7000) deve-se consultar o setor responsável.

3.2.14 Nova Ortografia

O novo Portal Unisul já utiliza o Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa. As novas regras
podem ser acessadas em www.academia.org.br ou na Cartilha E-Gov (referências deste manual).

3.3 Regras especiais para o Portal Unisul

Visando a padronização da linguagem e do layout no Portal Unisul, convencionou-se a forma


correta de grafar alguns termos:

 Modalidade: as modalidades dos cursos são nomeadas como presencial e a distância.


Exemplo: “O curso de Direito é oferecido nas modalidades presencial e a distância”. Nunca
utilizar “virtual” para se referir a curso a distância;
15

 Aluno e estudante: utiliza-se “aluno” para referir-se a quem já faz parte de cursos da
Unisul, como: “Alunos do curso de Fisioterapia realizam atendimento ao público”. Já
“estudante” refere-se a estudantes em geral, como: “Estudantes de Florianópolis
conhecem as instalações da Unidade Pedra Branca”;

 Ex-aluno: para referir-se a ex-aluno de um curso, utiliza-se a palavra “aluno formado” ou


somente “formado”. Evita-se utilizar “egresso” (termo acadêmico) ou “ex-aluno” pois dá a
entender que o aluno não está mais ligado à Universidade. Dentro da concepção de
educação permanente, o ex-aluno ainda tem interesse na Instituição, em novas
certificações, pós-graduação ou mesmo extensão – uma forma de qualificação contínua;

 Área de formação: utilizar a expressão Área de formação no lugar de UnA, uma sigla
acadêmica;

 Links: utilizar sempre o link sobre a palavra, e não o endereço (URL por extenso). O mesmo
vale para documentos.
Exemplos:
o Acesse a página do IBGE (e não http://www.ibge.gov.br);
o Prefeitura Municipal de Florianópolis (e não http://www.pmf.sc.gov.br).

Essa é uma forma de deixar o layout mais limpo e organizado, mantendo a estética das
páginas web. Os links precisam ficar visíveis para o leitor. Para isso, não devem ficar
em apenas uma palavra, no caso de ser uma palavra curta, mas sim sobre uma
expressão. É preferível “Acesse a página do IBGE” a “Acesse a página do IBGE”. Não
colocar o link sobre uma frase inteira;

 Minha Unisul: informar que o acesso necessita de login e senha. Isso evita que o leitor que
não dispõe de login e senha acesse o link, como em: “Regularize sua situação financeira
acessando o Minha Unisul com seu login e senha”. Caso a expressão Minha Unisul apareça
muitas vezes no mesmo texto, não precisa citar o login e senha repetidamente, fazendo-o
somente na primeira vez;

 Acessibilidade: os conteúdos sobre acessibilidade devem utilizar os seguintes termos:

o Pessoa com deficiência – todas as pessoas com algum tipo de deficiência física
e/ou cognitiva. Também pode ser utilizado “pessoa com necessidade educacional
específica”;
o Deficiente auditivo – usuários de próteses auriculares / com baixa audição;
o Surdo – pessoas sem resquício auditivo;
o Deficiente visual - pessoas com deficiência visual em geral, seja com baixa visão ou
cego;
o Cego – pessoa com ausência de visão.

Importante: não utilizar a expressão “portador de necessidades especiais”. Quem porta


alguma coisa, pode deixar de portá-la. Porém, uma pessoa com necessidades especiais
subentende-se alguém com uma limitação permanente.

 Níveis de cursos – nomenclaturas adotadas no Portal Unisul:


16

o Graduação (Bacharelado; Licenciatura; Tecnólogo ou Superior de Tecnologia);


o Especialização e MBA (Pós-graduação Lato Sensu);
o Mestrado e Doutorado (Programas de Pós-graduação Stricto Sensu);
o Cursos de Curta Duração: Extensão; Sequencial de Complementação de Estudos;
Disciplinas ou Unidades de Aprendizagem Especiais;
o Infantil, Fundamental e Médio.

4. Padrão para identificação das Unidades Universitárias

O nome mais curto será o utilizado nos menus do portal e títulos e subtítulos de páginas. Os
nomes entre parênteses, mais longos, figurarão nas resoluções e conteúdos (textos). Quando um
nome de unidade se repete em um texto, pode ser citado pela primeira vez pelo nome mais longo
e após, pelo mais curto.

 Campus Tubarão (Campus Universitário de Tubarão)


Unidade Tubarão (Unidade Universitária Tubarão)
Unidade Araranguá (Unidade Universitária Araranguá)
Unidade Içara (Unidade Universitária Içara)
Unidade Braço do Norte (Unidade Universitária Braço do Norte)
Unidade Imbituba (Unidade Universitária Imbituba)

 Campus Grande Florianópolis (Campus Universitário da Grande Florianópolis)


Unidade Pedra Branca (Unidade Universitária Pedra Branca)
Unidade Florianópolis (Unidade Universitária Florianópolis)

 Campus Unisul Virtual (Campus Universitário Unisul Virtual - quando se refere ao


Campus, escrever separado)
Polos de Apoio Presencial

Observação: UnisulVirtual (escreve-se junto, quando se refere à UnisulVirtual de maneira geral e


não ao nome do Campus)

5. Padrão para nomes de documentos e imagens

O objetivo dessas normas é padronizar o nome dos documentos que serão armazenados na
ferramenta WCM, bem como os textos dos links que levam a estes documentos. Essa é uma forma
de tornar os arquivos mais acessíveis, identificar seu conteúdo pelo nome e data da publicação.
Também é uma forma de se evitar a utilização de versões antigas de um mesmo documento.

Não foram previstas todas as variáveis quanto à nomenclatura e classificação de arquivos, porém,
orientações gerais de padronização e grafia correta.
17

5.1 Grafia correta

 Para evitar problemas na transmissão e de portabilidade, o nome do arquivo não deve


conter caracteres em branco nem caracteres diacríticos (letras acentuadas ou cedilhas,
pontuação);
 Deve-se utilizar o sublinhado (“_”) e o hífen (“-“);
 As recomendações acima evitam erros do sistema Windows (de vez em quando duplica
arquivos quando o nome contém ‘ã’), e os nomes não geram confusão ao serem enviados
para sistemas Unix ou Linux;
 Deve-se utilizar somente caixa baixa, uma vez que em Linux e Unix os nomes são sensíveis
à caixa. Exemplo: Abc.doc e abc.doc nomeiam dois arquivos diferentes.

5.2 Sobre as categorias de documentos

Orientações sobre as categorias utilizadas na nomeação de documentos:

 Tipo de documento: indica a natureza do documento, sua finalidade. Estes são alguns
tipos previamente determinados e que são comumente usados na Unisul:
- edital;
- ofício;
- regulamento;
- norma;
- lista;
- relatório;
- artigo;
- manual;
- documento institucional;
- formulário inscrição;
- revista;
- livro.

 Nome: deve ser sucinto, é o principal identificador do documento. O nome identifica o


documento, o processo. Por exemplo: inscrição, matrícula, “nome da revista”, “nome do
livro”, “título do artigo”. Deve ter tamanho máximo de 20 caracteres. No caso de títulos de
artigos, recomenda-se utilizar uma versão resumida ou as principais palavras-chave;

 Setor/curso: identifica a origem do documento, o setor/curso/área de


formação/unidade/equipe pelo qual foi gerado ou também se for um autor individual;

 Ano: identifica o ano em que foi gerado ou período de vigência. Se a vigência for de mais
de um ano, colocar ano inicial e ano final. Exemplo: 2010-2014. Também pode identificar o
semestre. Exemplo: 2012-1 ou 2012-2;

 Versão: esse recurso deve ser utilizado caso haja mais de uma versão do documento com
o mesmo nome – evitando-se assim a utilização de documentos com versões defasadas.
18

5.3 Como padronizar nomes de arquivo:

Período/
Setor/curs
Tipo de documento Nome Ano semestre/
o/autor
versão no ano
Exemplo 1 Documentos PDI 2010-2014
Institucionais
Exemplo 2 Manual Conteúdos Projeto 2012 v1
Portal Navegar

Assim, os nomes dos arquivos são:


Exemplo 1: doc-institucionais_pdi_2010-2014.doc
Exemplo 2: manual_conteudos-portal_projeto-navegar_2012_v1.doc

Observação: Os nomes são separados com hífen quando pertencerem a uma mesma categoria, e
separados por “underline” (_), para diferenciar uma categoria da outra.

5.4 Como padronizar nomes de arquivos de imagens/vídeos:

Setor/curso/auto
Tipo de imagens/vídeos Nome r/unidade (com Ano
abreviatura)
Exemplo 1 Foto Seminário de Unidade Tubarão 2012
Nutrição - Sede
Exemplo 2 Vídeo Apresentação Projeto Navegar 2012

Exemplo 3 Tabela Custos Unidade 2012


Florianópolis
Exemplo 4 Gráfico Evolução Curso de Nutrição 2012

Exemplo 5 Banner Congresso PI Unidade Tubarão 2012


(inserir tamanho - Grande, Pequeno –
com abreviatura)

Assim, os nomes dos arquivos são:


Exemplo 1: foto_seminario-de-nutricao_tb_2012
Exemplo 2: video_apresentacao_projeto-navegar_2012
Exemplo 3: tabela_custos_fpolis_2012
Exemplo 4: grafico_evolucao_curso-de-nutricao_2012
Exemplo 5: banner-g_congresso-pi_tb_2012 / banner-p_congresso-pi_tb_2012
Observação:
Os nomes são separados com hífen quando pertencerem a uma mesma categoria, e separados por “underline” (_), para diferenciar uma
categoria da outra.

5.5 Como padronizar nomes de Editais:

5.5.1 Editais de Oferta


Nome: Tipo/número Nível Modalidade Processo Nomes dos documentos
1 Edital 2013/2* Graduação Presencial Vestibular Acafe ed2013-2_grad_pres_vest.pdf
2 Edital 576/2013 Graduação A distância Processos Internos ed576-2013_grad_ead_proc-int.pdf
3 Edital 588/2013 Especialização Presencial Seleção - Edital ed588-2013_pgl_pres_sel-1.pdf
4 Edital 612/2013 Especialização Presencial Seleção – 2º Período letivo ed612-2013_pgl_pres_sel-2.pdf
5 Edital 05/2013 Mestrado em Presencial Inscrição, seleção e ed05-2013-pgs-edu_pres_sel.pdf
Educação matrícula
6 Edital 45/2012 Sequencial de Presencial Seleção ed45-2012_sce_pres.pdf
Complementação de
Estudos
7 Edital 123/2012 Graduação A distância Histórico Escolar a Distância ed123-2012_grad_ead_hist-esc_cien-aero.pdf
– Ciências Aeronáuticas**
8 Lista de espera Graduação Presencial Referente Edital 19/2012 - lista-espera_grad_pres_prouni-ed19-2012.pdf
ProUni presencial
9 Cancela oferta Graduação Presencial Referente Edital 52/2012 – ed-cancela-oferta_2012_grad_pres_vest.pdf
Vestibular Acafe presencial
10 Complementar de Graduação Presencial Referente Edital 548/2012 - comp-oferta-cursos-e-vagas_hist-esc-
oferta de cursos e Graduação - Histórico pres_ed548-2012.pdf
vagas Escolar presencial
20

5.5.2 Editais de Classificados


Nome: Tipo/número Nível Modalidade Processo Nomes dos documentos
1 Classificados – 1ª Graduação Presencial Vestibular Acafe - Edital clas1_grad_pres_vest_ed2013-2.pdf
chamada 2013/2
2 Classificados – 1ª Graduação A distância Processos Internos clas1_grad_ead_sel2_proc-int_ed576-2013.pdf
chamada – 2º período
letivo
3 Classificados Especialização Presencial Seleção clas_pgl_pres_sel-1_ed588-2013.pdf
4 Classificados Especialização Presencial Seleção – 2º Período letivo clas_pgl_pres_sel-2_ed612-2013.pfd
5 Classificados - 1ª Mestrado em Presencial Inscrição, seleção e clas-1-etapa_pgs_edu_pres_sel_ed05-2013.pdf
etapa Educação matrícula
6 Classificados Sequencial de Presencial Seleção clas_sce_pres_ed45-2012.pdf
Complementação de
Estudos
7 Classificados Graduação A distância Histórico Escolar a Distância clas_grad_ead_hist-esco_cien-aero_ed123-
– Ciências Aeronáuticas** 2012.pdf

5.5.3 Termos Aditivos


Nome: Tipo/número Nível Modalidade Processo Nomes dos documentos
1 Termo aditivo 1: altera Graduação Presencial Vestibular Acafe aditivo1_ed2013-2_grad_vest-pres.pdf
cursos
2 Termo aditivo 2: altera Graduação A distância Processos Internos aditivo2_ed576-2013_grad_proc-int-pres.pdf
datas
3 Termo aditivo 2: altera Especialização Presencial Seleção aditivo2_ed588-2013_pgl-pres_sel-1.pdf
documentos
4 Termo aditivo 1: altera Especialização Presencial Seleção – 2º Período letivo aditivo1_ed612-2013_pgl-pres_sel-2.pdf
cursos
5 Termo aditivo 1: Mestrado em Presencial Inscrição, seleção e aditivo1_ed05-2013_pgs_edu-pres_sel-1.pdf
prorroga inscrições Educação matrícula
6 Termo aditivo 3: altera Sequencial de Presencial Seleção aditivo1_ed45-2012_sce-pres_sel-1.pdf
datas e documentos Complementação de
Estudos
21

7 Termo aditivo 1: altera Graduação A distância Histórico Escolar a distância aditivo1_ed123-2013_grad_hist-esco-ead_cien-


datas – Ciências Aeronáuticas** aero.pdf
*A barra utilizada no nome do edital do Vestibular deve ser mantida, pois não se altera nome de
editais.
** Inserir nome do curso quando o Edital se referir a apenas um curso.

Observações:
 Os nomes são separados com hífen quando pertencerem a uma mesma categoria, e
separados por “underline” (_), para diferenciar uma categoria da outra.
 A data do Edital refere-se à data da sua publicação.
 Informações como nomes de processos por extenso, data completa com semestre vigente
e unidades universitárias devem ser contempladas no conteúdo da página, na
apresentação do link.
 No caso de retificações, lista de classificados, entre outros, sempre identificar a qual edital
se refere para evitar equívocos por parte do usuário.
 Pelo mesmo motivo, utilizar sempre o nome correto do edital no link.

5.6 Regras especiais para divulgação dos editais no conteúdo da página:

Link = Data de publicação + Nome do edital Descrição

(caso o documento seja referente a outro edital, (nome do processo, número da chamada, modalidade,
usar o nome do processo) campus, etc.)

Aplicando nos exemplos dos editais citados, temos:

5.6.1 Editais de Oferta


Exemplos Nome do link
1 15/4/2013 - Edital 2013/2
Graduação - Vestibular Acafe presencial
2 2/7/2013 - Edital 576/2013
Graduação - Processos Internos a distância
3 14/6/2013 – Edital 588/2013
Especialização presencial
4 11/9/2013 – Edital 612/2013
Especialização presencial – 2º período letivo
5 12/8/2013 - Edital 05/2013
Mestrado em Educação - Inscrição, seleção e matrícula
6 25/9/2012 - Edital 45/2012
Sequenciais de Complementação de Estudos presencial
7 1/11/2012 – Edital 123/2012
Graduação - Histórico Escolar a distância - Ciências Aeronáuticas
8 12/7/2012 - Lista de espera
Referente Edital 19/2012 - ProUni presencial
23

9 1/4/2012 - Cancela Oferta


Referente Edital 52/2012 – Vestibular Acafe presencial
10 19/12/2012 - Complementar de Oferta de cursos e vagas
Referente Edital 548/2012 - Graduação - Histórico Escolar presencial

5.6.2 Editais de Classificados


Exemplos Nome do link
1 28/6/2013 - Classificados – 1ª chamada
Referente Edital 2013/2 – Graduação – Vestibular Acafe presencial
2 28/8/2012 - Classificados – 1ª chamada/2º período letivo
Referente Edital 576/2012 – Graduação – Processos Internos a distância
3 10/9/2013 – Classificados
Referente Edital 588/2013 – Especialização presencial
4 29/9/2013 – Classificados – 2º período letivo
Referente Edital 612 2013 – Especialização presencial
5 23/9/2013 – Classificados – 1ª etapa de seleção
Referente Edital 05/2013- Mestrado em Educação - Inscrição, seleção e matrícula
6 18/10/2012 – Classificados
Referente Edital 45/2012 - Sequenciais de Complementação de Estudos presencial
7 18/11/2012 – Classificados – 1º período de oferta
Referente Edital 123/2012 - Graduação - Histórico Escolar a distância - Ciências Aeronáuticas

5.6.3 Termos Aditivos


Exemplos Nome do link
1 19/4/2013 – Termo aditivo 1: altera cursos
Referente Edital 2013/2 - Graduação - Vestibular Acafe presencial
2 9/7/2013 – Termo aditivo 2: altera datas
Referente Edital 576/2013 -Graduação - Processos Internos a distância
3 19/6/2013 – Termo aditivo 2: altera documentos
Referente Edital 588/2013 - Especialização presencial
4 18/9/2013 – Termo aditivo 1: altera cursos
Referente Edital 612/2013 - Especialização presencial – 2º período letivo
5 15/8/2013 – Termo aditivo 1: prorroga inscrições
Referente Edital 05/2013 - Mestrado em Educação - Inscrição, seleção e matrícula
6 2/10/2013 – Termo aditivo 3: altera datas e documentos
Referente Edital 45/2012 -Sequenciais de Complementação de Estudos presencial
7 17/11/2012 – Termo aditivo 1: altera datas
Referente Edital 123/2012 - Graduação - Histórico Escolar a distância - Ciências Aeronáuticas

5.7. Abreviaturas

Abreviaturas padronizadas para serem utilizadas nas nomenclaturas de arquivos:


24

Abreviatura para nomenclatura das unidades:


Unidade Abreviatura
Unidade Tubarão – Sede tb
Unidade Araranguá ara
Unidade Içara ica
Unidade Braço do Norte bn
Unidade Imbituba imb
Unidade Pedra Branca pb
Unidade Florianópolis fpolis
Campus UnisulVirtual cp-virtual
Campus Tubarão cp-tb
Campus Grande Florianópolis cp-fpolis

Abreviatura para nome do nível:


Nível de ensino Abreviatura
Graduação grad
Extensão ext
Sequencial seq
Sequencial de Complementação de Estudos seq-comp
Sequencial de Formação Específica Seq-form
Especialização pgl*
Mestrado e Doutorado pgs**
*pgl: pós-graduação lato sensu
**pgs: pós-graduação stricto sensu

Outras abreviaturas:
Nível de ensino Abreviatura
Presencial pres
A distância ead
Seleção sel
Processos Internos proc-int
Processos Externos proc-ext
Histórico Escolar hist-esco
Vestibular Acafe vest
Classificados clas
Complementar comp
Disciplinas Especiais des
Chamada cham
Edital ed
Cancelamento cancela
Homologados homol
Pequeno p
Grande g
Médio m
25

6. Fontes consultadas

CORRÊA, Elizabeth S. Comunicação digital: uma questão de estratégia e de relacionamento com


públicos. São Paulo: Organicom, 2005.

FRANCO, Guillermo. Como escrever para a web. Austin: Knight Center for Journalism in The
Americas, [2008].

Guia de Redação e Estilo – Jornal Estado de São Paulo. 3 ed. 2012. Disponível em: <
http://www.estadao.com.br/manualredacao/>. Acesso em: <18 de março de 2013>.

Padrões Brasil e-Gov: Cartilha de Redação Web. Ministério do Planejamento, Orçamento e


Gestão, Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação. Brasília: MP, SLTI, 2010. Disponível
em: <http://epwg.governoeletronico.gov.br/cartilha-redacao>. Acesso em: <19 de abril de 2012>.

Políticas e Diretrizes Web – versão 1.0. Núcleo de Imagem, Produção e Pesquisa / Núcleo de
Processamento de Dados. Universidade Federal do Espírito Santo – UFES. Vitória, 2012. Disponível
em: < http://www.npd.ufes.br/node/408>. Acesso em: <30 de agosto de 2012>.

Renovar para Evoluir: Educação permanente. O que você precisa saber. Assessoria de
Comunicação & Marketing Unisul.

STAA, Arnd von. Recomendação para a escolha de nomes de arquivo – Relatório LES. Julho de
2008. Pontifícia Universidade Católica: Rio de Janeiro.

Web Policy and Guidelines. Halifax: Dalhousie University, 2012. Disponível em:
<http://www.dal.ca/webteam/web_style_guide/brand_identity.html>. Acesso em <5 de abril de
2012>.
26

ANEXO

1. Aplicação das normas nas páginas do Portal Unisul


A seguir são apresentados exemplos de textos para o Portal Unisul, nos quais foram aplicadas as
principais diretrizes e orientações constantes neste documento, como forma de demonstrar a
aplicação das melhores práticas para redação e estruturação de textos para web.

Foram observados aspectos como: persuasão, objetividade, agilidade, relevância, abrangência,


visibilidade, interatividade e, principalmente, a adequação da linguagem ao público-alvo. Para tal,
foram selecionados dois textos com foco em públicos distintos.

Também foram respeitados os conceitos de “camadas” de informação.

Os exemplos referem-se à aplicação de textos e pode haver pequenas diferenças em alguns


elementos, como box e menus, quando aplicados aos layouts do Portal Unisul. Os textos são
exemplos, também podem diferir dos publicados no novo Portal Unisul.

1.1. Público externo

Aplicação das diretrizes apresentadas neste documento em uma página de curso de graduação,
com foco no futuro aluno.

Exemplo de aplicação – Site de curso de graduação

1ª Camada – Apresentação: no caso de sites de cursos de graduação o menu lateral e as abas


internas nas páginas dão acesso às demais camadas de informação.

Ciências Biológicas – Tubarão


Menu do curso Página inicial do curso

Preservação ambiental exige profissionais aptos a promover


Apresentação
desenvolvimento com sustentabilidade
Currículo
Local de O curso de Ciências Biológicas - Bacharelado da Unisul forma o biólogo,
funcionamento que além de exercer a função de professor, pode atuar como pesquisador
ou prestador de serviços, profissional liberal ou não, em atividades
Calendário legalmente delegadas à área. A formação é generalista, porém apresenta
acadêmico ênfase na área ambiental.
Como ingressar
A crescente preocupação, em nível mundial, com a preservação do meio
Área do Aluno ambiente, vem aumentando a área de atuação e a importância das
27

Fique por Dentro Ciências Biológicas – a ciência que estuda todas as formas de vida busca
contribuir para a promoção do desenvolvimento aliado à
Fale Conosco
sustentabilidade.
_______________
Abas do curso A formação dá acesso diferentes ramos de atividade, como consultorias e
_______________ monitoramentos ambientais, empresas, além de organizações não
governamentais e fundações relacionadas à preservação e fiscalização do
Perfil do meio ambiente.
Profissional
Formado No texto acima, as informações foram divididas em três parágrafos, cada
um tratando de uma ideia apenas – o que facilita a leitura na tela. O
aspecto mais interessante e/ou importante, nesse caso o nome do curso,
Objetivos, Dados foi colocado no início do primeiro parágrafo.
Legais e
Legislação Objetividade, economia de informações e linguagem persuasiva foram as
preocupações ao se criar essa página. Ela deverá ser complementada por
imagens, fotografias, vídeos, entre outros elementos que apresentem a
Coordenação informação - eles devem ser utilizados de forma coordenada,
Geral complementar, porém, sem repetir a informação de um para outro, o que
vale também para as legendas.

BOX LATERAL
Modalidade
Presencial
Titulação
Bacharel em Ciências Biológicas (disciplinas devem ser escritas com letras
maiúsculas – o mesmo vale para quando for nome de curso)
Carga horária
1.000 h (forma correta de grafar números e abreviatura)
Duração
Cinco anos (forma correta de grafar o número)
5 anos e 11 meses
Reconhecimento do Curso
Parecer nº 0000/2012
28

1.2. Público interno

Apresenta-se a aplicação das diretrizes em uma página que tem como foco o aluno já matriculado.

Exemplo de aplicação – Página de Refinanciamento de débitos

1ª Camada: de acordo com a regra da apresentação de textos em camadas, esta é 1ª – Camada


de Apresentação – a vitrine do conteúdo, apresenta as informações mais importantes e aspectos
persuasivos.

Saiba como refinanciar seus débitos com a Unisul


Menu da página Apresentação da página

Boletos Refinancie seus débitos de forma prática (título apresenta linguagem


persuasiva e objetiva – apresenta destaque e palavras-chave da camada
de apresentação)
Termo Aditivo
Você pode refinanciar suas mensalidades atrasadas com a Unisul. Assim,
poderá ter sua matrícula liberada desde o primeiro período dentro dos
Calendário de prazos informados. Entre em contato com a Central de Relacionamento
prazos {link} e agende data e horário para entrevista.

Planos de
refinanciamento Fique atento!
Ao fazer o agendamento, você se compromete a comparecer na data,
horário e local marcados. Caso sejam preenchidos todos os horários,
Fale com a você ficará sujeito a aguardar a abertura de nova etapa, que poderá
Central de ou não, viabilizar a matrícula neste semestre letivo.
Relacionamento
(Caixa de alerta com informação de destaque, de forma objetiva)

O horário de atendimento da Central é de segunda a sexta-feira, das 8h


às 20h e aos sábados, das 8h às 12h30min. (forma correta de grafar dias
da semana e horas).
O telefone de contato é o (48) 2222 2222 ou 0800 970 7000. (forma
correta de se grafar números telefônicos)
Informações importantes (organização do texto em itens facilita a
leitura)
• A matrícula (palavras-chave são colocadas em negrito, como forma de
chamar a atenção do leitor) será permitida apenas para alunos que
estiverem em dia com as parcelas acordadas no refinanciamento. Fique
29

atento aos prazos (links ficam sobre as palavras-chave, e não sobre a


URL);
• O refinanciamento não é garantia de matrícula. Depois de refinanciar,
você deve efetuar sua matrícula dentro dos prazos determinados;
• Se você optar pelo refinanciamento, assinará um Termo Aditivo;
• Para refinanciamento com cheques, não é necessário fiador;
• Para refinanciamento com boleto, é obrigatória a apresentação de
fiador;
• Os boletos do refinanciamento [link] estarão disponíveis para
impressão e não serão enviados pelos Correios.

2ª camada de texto: Camada Genérica, para a página de apresentação “Refinancie seus débitos
com a Unisul”. O acesso a ela se dá por meio do menu lateral:

Calendário de prazos
Menu da página Apresentação da página

Fique atento aos prazos de refinanciamento e plano:


Refinancie seus
débitos com a
Unisul Períodos de Refinanciamento Plano
25/10 a 14/11/2011 (forma correta
4x
de abreviar datas)
Boletos
21/11 a 14/12/2011 4x
18/1 a 26/1/2012 3x
Termo Aditivo 30/1 a 14/2/2012 3x
2x + Taxa R$
27/2 a 2/3/2012
70,00
Planos de
refinanciamento
Links adicionais:

Fale com a Saiba mais sobre boletos (dá acesso a uma terceira camada de
Central de informação, que apresenta documentos e informações mais detalhadas –
Relacionamento para o leitor que realmente necessita do serviço).