Anda di halaman 1dari 5

Aula 1

Economia Política Conversa Inicial

Prof. Felipe Calabrez

Economia política – uma ciência social

Procura descrever e explicar o mundo


formado pela atividade humana e social
Ocupa-se das relações sociais de produção e Desenvolvimento das Ideias e
de distribuição da riqueza
Construção de uma Ciência

Diferencia-se das ciências físicas e naturais


Envolve os valores do pesquisador
Coexistência de diferentes visões
É uma ciência histórica (contexto)

Origens da economia política clássica

Influência do racionalismo iluminista


Autonomia da esfera econômica
Antecedentes – Desagregação do
Explicação racional do mundo Feudalismo
Desvenda as “leis naturais”
Busca explicar de forma
científica a sociedade
Produção e distribuição da
riqueza – esfera autônoma

1
Fim dos laços de servidão e surgimento das
condições para o capitalismo

Origem do trabalho assalariado e advento da


propriedade privada
Formação do Estado Moderno
Separação entre produtor direto e meios de
produção
Geram-se o trabalho assalariado e a
propriedade privada
Moderno modo de produção capitalista

Capital e poder político

Centralização do poder político, formação


dos Estados nacionais e acumulação de
capital – processos que caminham juntos Estados nacionais e capitalismo – uma
aliança
A unificação dos reinos dá origem aos Estados
nacionais Competição entre Estados
Pioneiros Competição econômica
Inglaterra (1485-1509)
França (1461-1483)
Espanha (1469)

Disputas no comércios internacional


guiadas pelos Estados

Mercantilismo – Características
Gerais Conjunto de práticas econômicas dos Estados
absolutistas
Competição por riqueza e poder

2
Expansão comercial
O que liga poder político e poder econômico –
Colonialismo
questão fiscal
Metalismo (bulionismo)
O fomento à atividade econômica nacional
O poder do Estado é medido em função garante a arrecadação fiscal
da riqueza em metais preciosos
A arrecadação fiscal custeia o Estado
Busca de relações comerciais vantajosas

Não constitui uma doutrina acabada


É pragmático
Mercantilismo – Casos Nacionais
Aliança entre Estado e empresa
mercantil
Aumento da acumulação de riqueza e
poder

Exemplos de práticas mercantilistas em


diferentes países
Espanha
Espanha Acúmulo de reservas em metais preciosos
Metalismo como sinal de poder – ouro e prata

França São extraídos das colônias –


colonialismo
Colbertismo
Restrição à saída de metais
Inglaterra
Fracasso das medidas
Supremacia naval

3
França
Inglaterra
Colbertismo – Jean Baptiste Colbert
Supremacia naval
(1619-1683)
Atos de Navegação
Forte incentivo à indústria
Domínio inglês sobre as rotas
Regulamentação da produção
comerciais
Interferência do Estado nas técnicas
Protecionismo
de produção
Colonialismo
Protecionismo tarifário

Pesquise sobre os Atos de Navegação


Oliver Cromwell, 1651
Na Prática
Listando as medidas previstas, explique
as razões pelas quais essas medidas
contribuíram para o desenvolvimento da
economia inglesa

Nascimento da economia política clássica


Finalizando Explicação científica da realidade
Autonomização da esfera “econômica”
Ciência social e histórica

4
Crítica à ordem feudal
Associada às transformações que deram
origem ao capitalismo moderno
Referências
Surgimento dos Estados nacionais
Práticas mercantilistas
Poder político e econômico em
aliança

AVELÃS NUNES, A. J. Uma introdução à economia


política. São Paulo: Quartier Latin, 2007.
CHANG, H.-J. Chutando a escada: a estratégia
do desenvolvimento em perspectiva histórica.
São Paulo: Ed. Unesp, 2004.
DEYON, P. O mercantilismo. São Paulo:
Perspectiva, 1973.
WEBER, Max. Economia e sociedade:
fundamentos da sociologia compreensiva.
Brasília: Ed. UnB; São Paulo: Imprensa
Oficial do Estado de São Paulo, 1999.