Anda di halaman 1dari 56

Rodovia BR 470, km 71, n° 1.

040, Bairro Benedito


Caixa postal n° 191 - CEP: 89.130-000. lndaial-SC
Fone: (0xx47) 3281-9000/3281-9090
Home-page: www.uniasselvi.com.br

Curso Profissionalizante
Procurando Emprego
Centro Universitário Leonardo da Vinci

Organização:
Jacqueline Leire Roepke Capellaro

Reitor da UNIASSELVI
Prof. Herminio Kloch

Pró-Reitora de Ensino de Graduação a Distância


Prof ª. Francieli Stano Torres

Pró-Reitor Operacional de Ensino de Graduação a Distância


Prof. Hermínio Kloch

Diagramação e Capa
Davi Schaefer Pasold

Revisão:
Harry Wiese
José Roberto Rodrigues

Todos os direitos reservados à Editora Grupo UNIASSELVI - Uma empresa do Grupo UNIASSELVI
Fone/Fax: (47) 3281-9000/ 3281-9090
Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011.

Proibida a reprodução total ou parcial da obra de acordo com a Lei 9.610/98.


A PRESENTAÇÃO
Seja bem-vindo(a) ao curso profissionalizante
“Procurando Emprego”, que será muito útil na sua
preparação para o ingresso no mercado de trabalho –
ou para crescer nele. Não basta ter uma boa formação
acadêmica, é preciso ter um bom desempenho na hora
de apresentá-la numa entrevista de emprego. Tem gente
que fica com frio na barriga só de pensar em “entrevista de
emprego”. O intuito deste curso é prepará-lo para ser bem
sucedido na procura de um trabalho.

Sou formada em Psicologia e trabalhei em empresas


de recrutamento e seleção. Além de fornecer sugestões,
compartilharei algumas situações que presenciei, que
poderão servir de exemplo ou de sobreaviso, quando
participar de processos seletivos.

Você aprenderá como fazer um currículo, entenderá


como ocorre o processo seletivo, descobrirá algumas
coisas que acontecem nos bastidores das empresas
enquanto contratam profissionais, conhecerá um pouco
sobre os testes e dinâmicas que costumeiramente as
empresas aplicam nos candidatos às vagas, receberá dicas
de como se portar durante o processo seletivo (inclusive
ao seu término), e finalmente, saberá onde procurar o seu
trabalho.

Antes de partir para a primeira seção, que versa


sobre o currículo, é pertinente que você entenda algumas
especificidades do processo seletivo. Quando uma
empresa necessita contratar um funcionário, ela precisa
fazer duas coisas: recrutar e selecionar candidatos à vaga.
Como?
Para recrutar, ela divulga a sua vaga nos meios
de comunicação que lhe convier, com o intuito de atrair,
chamar os candidatos que possuam as características que
a empresa precisa. Mas isto não é suficiente. Há casos em
que podem aparecer muitos candidatos, então, a empresa
precisará escolher um deles, e o processo que fará até
eleger o novo funcionário é chamado de “seleção”.

Quem é o profissional que é responsável por


contratar/selecionar candidatos? Depende do caso e da
empresa. Nas empresas de porte maior, geralmente há
psicólogos, administradores, profissionais formados em
recursos humanos que desempenham este papel. Mas
em muitas empresas, esse processo é realizado pelo
dono, ou pelo líder do setor requisitante, que pode ser
um engenheiro, um químico, alguém que tenha o ensino
médio, ou talvez, alguém que não teve a oportunidade de
estudar.
Por que isto está sendo tratado logo no início deste
curso? Porque cada profissional que é responsável por
selecionar, interpretará as situações à sua maneira. Por
isso, não existem regras 100% eficientes para ser bem
sucedido no processo seletivo. Há muitas controvérsias
neste âmbito. Então, neste curso, você verá dicas gerais,
sobre as quais precisará refletir e escolher as que mais
lhe agradam. Espera-se que você possa ter uma visão
mais abrangente sobre o processo seletivo e dentre tantas
ideias que serão apresentadas, opte pelas que julgar mais
convenientes.

Na segunda etapa deste curso, você poderá se


aprofundar no processo seletivo. Além disso, este curso
está sendo oferecido para pessoas do Brasil inteiro.
Nosso país tem dimensões continentais e o mercado de
trabalho processa-se diferente, de acordo com a região.
Há municípios em que há muito desemprego – tornando
cada vaga competitiva, e também, há municípios em
que sobram vagas por faltarem profissionais que tenham
interesse por elas, ou os pré-requisitos necessários. Esta
lei de oferta e procura por emprego interfere no processo
seletivo.

A UNIASSELVI também está oferecendo um curso


que aborda com mais propriedade estas vicissitudes do
mercado de trabalho. O título do curso é “Me formei, e
agora?”. Você já está convidado a participar dele! Se você
concluiu sua graduação e ainda não conseguiu um trabalho/
emprego, este curso lhe ajudará muito! Apresentamos,
passo a passo, o percurso que você deve trilhar para
conseguir a tão sonhada colocação profissional.

Entretanto, talvez você já esteja trabalhando há


um “tempão”, e já vislumbra uma oportunidade mais
desafiadora, ou que traga mais rendimentos financeiros.
Com certeza, você se deparará com alguns aspectos,
neste curso, sobre os quais não havia pensado antes.
Algumas coisas provavelmente não serão novidades, mas
seja paciente com os seus colegas que precisam de uma
orientação básica e não perca a oportunidade de rever
conceitos e aprender coisas novas!

Você está pronto? Então vamos lá!

Prof.ª Jacqueline Leire Roepke Capellaro


7
Procurando Emprego

CURRÍCULO
A palavra currículo signifi ca “pista de corrida”, ou seja:
caminho, percurso, jornada, trajetória. Existem diversos tipos
de currículos, utilizados em distintos contextos. No entanto,
o enfoque deste curso é sobre o “curriculum vitae” – aquele
documento que agrega, resumidamente, as experiências
escolares/acadêmicas e profi ssionais de uma pessoa.

O currículo é um documento que auxilia as empresas


na hora em que necessitam contratar um funcionário.
Geralmente, as pessoas interessadas em trabalhar numa
determinada empresa, ou cargo, enviam o seu currículo para
a pessoa que irá contratar o novo funcionário. Esta pessoa
pode ser denominada de “selecionador”. Na próxima etapa,
você estudará mais sobre o processo de seleção e terá a
oportunidade de compreender como ele ocorre. Antes disso,
é muito importante que você compreenda a utilidade do
currículo e que aprenda a fazer o seu.

O selecionador, então, tem diante de si alguns


currículos. Talvez tenha 1, 10 ou até mais de 1000! Na
maioria dos casos a empresa tem pressa na contratação, por
isso, precisa se organizar e administrar bem o seu tempo.
Então, cabe ao selecionador ver cada currículo e decidir
quem serão as pessoas que possuem as características que
mais se adéquam à necessidade da empresa. Ele vai avaliar
o conhecimento que a pessoa construiu, através de sua vida

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


8
Curso Profi ssionalizante

escolar, os cursos que realizou e também observará quais as


atividades profi ssionais que a pessoa já desempenhou.

Mas, antes de analisar minuciosamente o seu currículo,


ele geralmente dá uma olhada rápida na apresentação gráfi ca,
ou seja, a “carinha” do seu currículo. Se for um currículo de
10 páginas, com letrinhas minúsculas, ele pode descartá-lo
imediatamente. O mesmo pode acontecer com os currículos
escritos à mão, cheios de borrões ou com letras indecifráveis.

Currículos cheios de pompa, com adesivos e letras


coloridas, podem ter o mesmo destino. E agora, afi nal, qual
é o tipo de currículo que pode agradar o selecionador – a
primeira vista? É o que você verá a seguir.
FIGURA 1 – SELECIONADOR

FONTE: Disponível em: <http://www.corbisimages.com/


images/42-28207863.jpg?size=572&uid=96cefec0-52a5-
42c5-a1e8-21c371a1d32b&uniqID=961b13d9-33d5-421d-
b190-046ad8cd099b>. Acesso em: 4 jul. 2011.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


9
Procurando Emprego

PRIMEIRO PASSO: COLETAR DADOS

Antes de qualquer outra coisa, tenha em mãos


seus diplomas/certifi cados, sua carteira de trabalho e seus
contratos de estágio/empregos. Você precisa de um tempo
para achar tudo isso na sua casa? Tudo bem, provavelmente,
não é a primeira pessoa que tem esta papelada espalhada...
Mas é um comportamento que pode ser modifi cado, a partir
de hoje, se você realmente quiser.
FIGURA 2 – DOCUMENTOS

FONTE: Curso profi ssionalizante

É aconselhável que você adquira uma pasta de arquivo


– semelhante aquela que as garotas utilizavam para guardar
sua coleção de papéis de carta, na década de 1990. Ou seja,
aquela pasta preta, cheia de folhas de plástico. Seja zeloso com
a sua história. Assim que encontrar as papeladas relacionadas
à sua vida acadêmica e profi ssional, vá guardando tudo ali.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


10
Curso Profi ssionalizante
Separe uma parte da sua pasta para arquivar seus diplomas,
em ordem cronológica. Também separe outra para colocar
seus contratos de estágio/trabalho em ordem cronológica.

Para que fazer isto? Provavelmente, você precisará


disto em algum momento da sua vida.

É aconselhável que leve tudo isto quando for convidado


a participar de uma entrevista de emprego. Por quê? Há
empresas que solicitam estes documentos já na entrevista,
e alegam que eles foram esquecidos em casa, ou que estão
perdidos nas gavetas da sua residência, pode não passar
uma imagem positiva a seu respeito. Vá preparado, é melhor
você levar tudo e não precisar, do que precisar e na hora não
dispor deles.

Praticamente todas as empresas solicitam estes


documentos no ato da contratação, e infelizmente, não é raro
que as pessoas extrapolem o prazo que a empresa dá para
o funcionário arrecadar todos os documentos necessários
e agrupá-los. Há ainda instituições de cadastramento de
currículos que exigem a comprovação de tudo o que você
relatar em seu currículo. Esta “pasta” lhe ajudará na hora de
realizar o seu próprio currículo, facilitando o seu trabalho.

Talvez você tenha mais facilidade de organizar seus


documentos com pastas sanfonadas, ou digitalizando os
documentos e salvando-os em um pen drive. Há diversas
maneiras de organizar seus documentos escolares/

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


11
Procurando Emprego
profi ssionais, procure aquela que mais combina com o seu
estilo. O que importa é que você consiga deixar tudo pronto,
para se acaso for chamado a uma entrevista em cima da hora,
já esteja com tudo em ordem. Isto poderá passar a impressão
de que é uma pessoa organizada, preparada e pró-ativa.

Assim que você reunir toda a papelada, estará preparado


para o próximo passo.
FIGURA 3 – ARQUIVOS

FONTE: Disponível em: <http://www.corbisimages.com/


images/42-17427261.jpg?size=572&uid=9b5210e9-
753b-42e1-8fdc-1c2b243fd181&uniqID=67494c23-
a135-4fea-a2d3-44ffa2ee9478>. Acesso em: 18 maio
2011.

SEGUNDO PASSO: PLANEJAR

Provavelmente, a pessoa mais indicada para escrever


o seu currículo é você mesmo! Afi nal, seu currículo deve
demonstrar quem é você e deve conter a sua história de vida
escolar/profi ssional. Haveria alguém com melhor propriedade
Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.
12
Curso Profi ssionalizante

para descrever tudo o que você já vivenciou? Talvez haja


alguém que possa lhe dar orientações sobre como colocar
no papel a sua vivência, mas ainda assim, ele vai precisar
que você relate os pontos principais para transformá-los em
palavras escritas. Mas, cá entre nós, você é um universitário
ou até já tenha se formado! Escrever o próprio currículo pode
até ser um desafi o, mas você é capaz de encará-lo e ser bem-
sucedido - eu aposto!

Este curso que você está fazendo lhe dará muitas pistas
para a elaboração do seu currículo. Acompanhe o processo
e certamente estará mais preparado para concorrer às vagas
de emprego que surgirem. Pegue seu arquivo de documentos,
procure um local que lhe permita concentrar-se, e organize
em sua mente, como irá apresentar os dados. Pense um
pouco nos trabalhos que realizou, na vida acadêmica.

Faça um alongamento nas mãos, pois você irá digitar!


Procure um computador que contenha um editor de textos,
como por exemplo o Word. Abra um arquivo novo e comece a
escrever.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


13
Procurando Emprego

TERCEIRO PASSO: ESCREVER O CURRÍCULO

A primeira linha do currículo será composta pelo


seu nome. Nem pense em escrever “curriculum vitae”, ou
“currículo” na primeira linha. Qualquer pessoa que possa
estar interessada no seu currículo vai perceber, na hora,
que o documento em questão trata de um currículo. Lembre-
se: você é o protagonista principal da sua trajetória escolar/
profi ssional, então, o melhor título para o seu currículo é o seu
próprio nome – completo (BERNS, 2010).

Depois, escreva os seus dados pessoais, como o seu


endereço e telefones de contato. Estes dados não podem
faltar! É através deles que a empresa lhe encontrará, caso
você seja um dos pré-selecionados.

É pertinente também colocar a sua idade ou data de


nascimento e o estado civil. Por quê? Tem empresas que
determinam certa faixa etária para a ocupação da vaga.
Quanto ao estado civil, podem preferir alguém casado – por
suporem tratar-se de alguém mais responsável, ou, podem
precisar de alguém descompromissado amorosamente, já
que a vaga requer tempo livre para viagens de longa duração
etc.

Seja conciso! Lembre-se que seu currículo funciona


como um cartão de visitas: um flyer de propaganda. Já reparou
como os outdoors contêm o mínimo de palavras possíveis?
Se você encher o seu currículo de dados desnecessários, o

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


14
Curso Profi ssionalizante

selecionador pode nem querer ver os relevantes. Cuidado


com a poluição visual do seu currículo! Apresente apenas as
informações signifi cativas e deixe-o com um aspecto clean,
limpo.
FIGURA 4 – ESCREVENDO O CURRÍCULO

FONTE: Disponível em: <http://www.sxc.hu/browse.


phtml?f=download&id=1287061>. Acesso em: 18 maio 2011.

Depois de escrever seu nome, seus dados de contato,


sua idade e seu estado civil, destaque o seu objetivo, isto é, as
áreas ou cargos que lhe interessam. Qual é o seu interesse?
Escolha duas ou três palavras que representem o seu
objetivo. Por exemplo: “ENGENHARIA ELÉTRICA”. Ou seja,
escreva o cargo a que aspira ou área em que deseja trabalhar.
Talvez o seu desejo seja trabalhar em determinada empresa,
então escreva algo assim: “TRABALHAR NO SETOR Y DA
EMPRESA X”. De acordo com PEREIRA (1997), você pode
expor mais de um cargo ou área de interesse, conforme suas
qualifi cações. Expresse seu objetivo em no máximo 2 linhas,
e evite denominações muito amplas ou genéricas. Por isso,

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


15
Procurando Emprego

insisto que você é a melhor pessoa para redigir seu currículo.


Quem pode saber qual é o seu desejo melhor do que você
mesmo?

A seguir, coloque uma espécie de subtítulo que


represente sua trajetória escolar. Por exemplo: FORMAÇÃO
ACADÊMICA. Abaixo desta linha, escreva o percurso escolar
que você fez. Ele dependerá do grau de escolaridade que
você tem. Por exemplo, se for recém-formado na graduação,
ou universitário, é interessante que coloque a escola em que
fez o ensino médio (antigo segundo grau). Mas, se você já
está fazendo pós-graduação, ou um segundo curso superior,
é desnecessário redigir sobre o ensino médio. Não precisa
detalhar muito. Se escrever o nome da instituição de ensino,
o ano de conclusão e o nome do curso, já estará sufi ciente.
Se ainda não o concluiu, coloque entre parênteses: “em
andamento”, ou “cursando” no período (matutino) - por
exemplo.

Atenção: é totalmente dispensável que você


coloque, na formação acadêmica, suas experiências
infantis – como, por exemplo, creche, jardim, pré-
escola. O ensino fundamental até pode ser incluso
nos currículos de pessoas que estejam cursando o
ensino médio ou que acabaram de concluí-lo.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


16
Curso Profi ssionalizante

Após a formação acadêmica, escreva os cursos que


você fez ou está fazendo. Coloque primeiro o curso mais
recente e seja breve: apenas escreva o título do curso, o ano
em que foi feito, a carga horária e o nome da instituição de
ensino, isto é, o nome da escola em que você participou do
curso.

Aqui você precisa escolher se colocará todos os cursos


que já fez, ou se os direcionará para a vaga que almeja – caso
já tenha um emprego em vista. Não há uma receita pronta
para isto. Afi nal, o selecionador pode ser um especialista
em recrutamento e seleção – formado em Psicologia ou em
Administração e avaliará de um jeito o que você escrever. O
selecionador também pode ser o seu futuro chefe – que pode
ser alguém que tenha o ensino médio e que avaliará a mesma
informação que você escrever de outra maneira. Mesmo
pessoas com a mesma formação, podem interpretar diferente.
Por exemplo, na década de 1990 havia cursos de datilografi a
– lembra? Eram ótimos para a habilidade com as máquinas
de escrever. Muitas pessoas que fi zeram tais cursos fi cam em
dúvida sobre se devem colocar este curso no currículo, ou não.

Faça um exercício: imagine que você é o selecionador


de uma empresa multinacional e que está com um currículo
de alguém recém-formado que expôs o curso de datilografi a
entre seus dados. Que interpretações você faria sobre esta
pessoa? Talvez você pense: “Que criatura mais antiquada!
Inclui um curso tão obsoleto no seu currículo!” Ou talvez pense
assim: “Isto é um bom sinal. Deve ser uma pessoa que digita

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


17
Procurando Emprego

no computador com agilidade e efi ciência!” Ou ainda, pense


assim: “Embora este curso não acrescente nada para o cargo
que ele pretende ocupar, pelo menos indica que desde sua
mocidade ele gostava de estudar. Deve ser uma pessoa muito
interessada em aprender”.

Viu só? A mesma informação pode gerar interpretações


diferentes. É por isso que você deve decidir se colocará todos os
cursos, ou apenas os que tenham relação com a determinada
vaga. Imagine um engenheiro que inclua em seu currículo um
curso artístico de pintura. O selecionador pode achar isto uma
grande incoerência, ou, se ele interpretar que o profi ssional
em questão vai além da área técnica, tendo uma visão mais
abrangente ou minimamente, noções de estética.

Entenda isto: Há muitos livros, ou sites na internet com


receitas prontas para o seu currículo. Sem dúvida, você
pode tirar proveito deles, mas tome cuidado com as fórmulas
prontas. Compreenda que a interpretação de um currículo
é subjetiva – varia de pessoa para pessoa. Neste curso,
lhe forneceremos coordenadas gerais para a elaboração
do seu currículo. Escolha aquelas que mais combinam com
você ou use as dicas para criar o seu próprio currículo.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


18
Curso Profi ssionalizante
FIGURA 5 – ELABORANDO O CURRÍCULO

FONTE: Disponível em: <http://www.corbisimages.com/


images/42-23887199.jpg?size=572&uid=8c692966-91a2-
4d63-bd57-01f1d069b84e&uniqID=2323cac9-f7ba-408a-
8799-95cab10420e0>. Acesso em: 2 jun. 2011.

Após os cursos, indique sua familiaridade com os


idiomas. Se você não tiver conhecimentos relevantes de
outros idiomas pode ser melhor omitir o tópico “idiomas” do seu
currículo. Ao acrescentar o idioma, cite-o, seguido do seu grau
de domínio - por exemplo: “Alemão: avançado”. Há 4 níveis
de familiaridade: 1) Básico – são as noções mínimas sobre
determinada língua. Exemplifi cando: a maioria das escolas
de ensino fundamental e médio oferece aulas de inglês aqui
no Brasil. Este conhecimento pode ser considerado básico. 2)
Intermediário – quando a pessoa se interessa pela língua e
faz um curso de média duração, ou quando explora a língua
de maneira autodidata e consegue se comunicar no idioma,
mesmo que com algumas limitações. 3) Avançado – a maioria

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


19
Procurando Emprego

das pessoas que possuem este grau no nosso país é a que


fez um curso de inglês completo, ou que morou no exterior por
pouco tempo. 4) Fluente – quando a pessoa tem este idioma
como língua nativa, ou seja, um estrangeiro, ou aquela pessoa
que morou durante muito tempo no exterior e que se comunica
espontaneamente, sem pensar para traduzir cada palavra. A
pessoa pode afi rmar que tem fl uência quando tem domínio
total do idioma, incluindo as gírias e facilidades para pensar na
própria língua.

Seja sincero ao colocar o grau de familiaridade com o


idioma. Isto evitará possíveis transtornos futuros. Está cada
vez mais frequente ocorrerem entrevistas de seleção em
outro idioma. Se você incluir algum domínio do idioma, não
fi que surpreso se ao chegar na entrevista, o selecionador
falar apenas em inglês ou espanhol com você. Aproveite a
oportunidade para expor sua desenvoltura!

Atenção: Recomenda-se inserir a familiaridade


com o idioma apenas do grau intermediário em
diante. É desnecessário escrever “inglês básico”,
para alguém que possua uma graduação. Neste
caso, é melhor omitir os idiomas do currículo.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


20
Curso Profi ssionalizante

Além de apresentar o grau de familiaridade com os


idiomas, convém descrever qual é o grau de domínio no que
tange: à compreensão, à leitura, à oralidade e à escrita. Isto
pode ser feito assim: “Inglês intermediário: compreensão boa,
leitura boa, fala razoável e escrita razoável.”

Depois de abordar (ou não) os idiomas, descreva a


sua vida profi ssional. Aqui também há controvérsias por parte
dos selecionadores. Uns entendem que a pessoa só deve
colocar as atividades profi ssionais que exerceu e que tenham
sido registradas na Carteira de Trabalho. Outros defendem
que a pessoa pode colocar as suas vivências profi ssionais,
independente de terem registro – incluindo estágios,
freelancers, serviços prestados ou até mesmo o trabalho
voluntário.

De qualquer forma, procure colocar as atividades que


você pode comprovar. Assim que estiver realizando alguma
atividade profi ssional, já solicite uma declaração da empresa
sobre o que você está fazendo. Informe a empresa sobre os
seus interesses com esta declaração – comprovar a execução
de determinadas tarefas para futuros interesses profi ssionais.

Quer saber como colocar sua vivência profi ssional, no


papel? Continue lendo, pois é justamente isso que você verá
a seguir.

Defi na um subtítulo para a sua trajetória profi ssional.


Pode ser “VIVÊNCIA PROFISSIONAL”, ou “EXPERIÊNCIA

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


21
Procurando Emprego

PROFISSIONAL”, ou algum outro que lhe agrade mais. Inicie


relatando, de maneira sucinta, o seu emprego/trabalho atual.
Caso esteja sem trabalho no momento, comece a redigir
sobre o seu último trabalho – isto é – o mais recente. Você
irá discorrer sobre os seus três últimos trabalhos, ou sobre os
seus três trabalhos mais relevantes de maneira cronológica
decrescente. De maneira geral, cinco linhas são sufi cientes
para que você descrever cada trabalho.

Primeiramente, escreva o nome da empresa/instituição


em que você trabalha ou trabalhou. Depois informe o período
em que trabalha ou trabalhou lá, ou seja, coloque a data da
sua admissão e a data em que saiu da empresa. Caso ainda
esteja trabalhando, especifi que isto, escrevendo qual é seu
trabalho atual. Você também precisa escrever o nome do
cargo que desempenha ou desempenhou. Caso tenha sido
promovido, coloque o nome de todos os cargos que exerceu,
para que o selecionador entenda o percurso.

Em seguida, descreva as atividades que você


executa ou executava, no seu dia a dia. Por exemplo, um
cargo de operadora de telemarketing poderia ser descrito
assim: “Contato telefônico (ativo/passivo) visando à
divulgação, cotações, vendas e cadastros.” Seja conciso
na descrição! Por fi m, dependendo das atividades que
desempenhava, é pertinente incluir os resultados que você
obteve, demonstrando-os em números – preferencialmente.
De maneira precisa, apresente os principais projetos que
implantou e as consequências deles. Também é o momento

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


22
Curso Profi ssionalizante

para apresentar prazos que foram superados, redução de


custos ou o percentual de aumento das vendas.

Quanto ao trabalho voluntário, a maioria dos


selecionadores o vê com bons olhos. Já ouvi donos de
empresa dizendo: “Deem preferência às pessoas que fazem
ou que fi zeram trabalho voluntário. Além de demonstrar
generosidade, altruísmo e interesse com a responsabilidade
social, se a pessoa faz coisas de graça, imagine o que ela
pode fazer se for remunerada!”

Encerre o currículo com a data em que ele foi feito. Mês


e ano são sufi cientes. Este dado é importantíssimo, pois caso
a empresa não disponibilize a vaga que você deseja naquele
momento, poderá tê-la meses depois. Então, o selecionador
precisará saber desde quando estão com o seu currículo.
Não esqueça que geralmente as empresas têm inúmeros
currículos arquivados.

Nesta seção, foi apresentando o conteúdo do seu


currículo. A seguir, será abordado o aspecto visual dele, ou
seja, a sua formatação.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


23
Procurando Emprego

QUARTO PASSO: FORMATAR O CURRÍCULO

Há formulários de currículo à venda nas papelarias


para serem preenchidos à mão. São indicados para pessoas
que não têm acesso ao computador, ou que estejam numa
situação de emergência – por exemplo: foram chamados
para uma entrevista em cima da hora.

Como você está fazendo este curso inteiramente


on-line, subentende-se que tenha acesso ao computador.
Quanto à desculpa de preencher um formulário de currículo
manuscrito por ser pego desprevenido, desconfi o que não seja
a melhor saída. Estes formulários tendem a ser demorados
para preencher, pois pedem dados desnecessários. Podem
prejudicá-lo, pois costumam passar uma impressão de
desleixo.

Lembre-se: se for questionado pelo selecionador sobre


o motivo de entregar um currículo manuscrito, sua resposta
pode ser desfavorável. Esteja sempre preparado! Procure
ter currículos sempre com você, afi nal, mesmo que esteja
empregado e satisfeito com seu trabalho atual, nunca se sabe
quando pode surgir uma oportunidade imperdível. Outras
formas de estar preparado podem ser: tenha o seu currículo
salvo em um pen drive, dentro da sua bolsa ou carteira. Numa
emergência, você levará menos tempo procurando um local
para imprimi-lo do que escrevendo tudo novamente num
formulário.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


24
Curso Profi ssionalizante

FIGURA 6 – FORMATAÇÃO

FONTE: Disponível em: <http://www.corbisimages.com/


images/42-26147776.jpg?size=572&uid=0bd583a6-ca27-
4268-9fe4-768b1ee7de45&uniqID=9d36ca5a-fbfd-49c4-
a041-01b4b4400919>. Acesso em: 18 maio 2011.

Outra alternativa é ter seu currículo no seu e-mail,


para que você também possa ter uma versão impressa
com rapidez, tanto quanto a possibilidade de enviá-lo para
alguém/empresa que demonstre interesse por ele. Na última
etapa deste curso, você aprenderá mais sobre as melhores
maneiras de enviar o seu currículo. Você provavelmente o
digitou em algum editor de texto – como o Word. Agora chegou a
hora de escolher a formatação, ou seja, o tipo de letra (fonte),
o tamanho, o alinhamento, o espaçamento, a cor... Enfi m, a
apresentação visual.

Tenha bom senso! Escolha uma fonte com formato e


tamanho legível. Você até pode seguir as normas da ABNT
que aprendeu na Metodologia do Trabalho Acadêmico. Caso
as considere muito formais, tempere a apresentação do seu
currículo a seu gosto, tomando alguns cuidados.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


25
Procurando Emprego

Procure utilizar a mesma fonte em todo o seu currículo.


Dá um aspecto melhor. Prefi ra as fontes mais simples, como
a Arial, Georgia, Verdana ou Tahoma. Tem alguns tipos de
letras que difi cultam a leitura, evite-os.

Seja gentil com o selecionador, utilizando um tamanho


de letra que dispense o uso de lupas. O tamanho da fonte
deve ser maior no seu nome e no seu interesse. Por exemplo,
se você optar pelo tamanho de fonte 12 no seu currículo,
escolha a de tamanho 14 para o seu objetivo/interesse e a
de tamanho 16 para o seu nome. Os subtítulos – formação
acadêmica, cursos e vivência profi ssional - também merecem
algum destaque que pode ser o negrito, o sublinhado ou
o itálico. Procure adotar apenas um estilo de destaque e
mantenha-o em todos os subtítulos.

A melhor cor para a fonte é a preta. Caso queira utilizar


alguma cor diferente para dar destaque, limite-se a escolher
apenas uma cor além de preto. Distribua o texto com bom
senso na folha. Caso você esteja iniciando sua vida profi ssional
agora e não tenha muito para escrever no currículo, deixe
alguns espaços entre o texto. É melhor ocupar a folha toda do
que deixar tudo espremido num canto.

Por falar em folha, dê preferência pelo papel de


tamanho A4. Ainda existem empresas que arquivam os
currículos em pastas ou arquivos de aço. Se você utilizar
uma folha maior ou menor do que a A4, pode difi cultar o
processo, pois não caberá no arquivo. Quanto à cor da folha,

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


26
Curso Profi ssionalizante

a maioria dos selecionadores prefere e indica a branca.


Particularmente, não vejo nada de errado com currículos em
folhas de coloração bem discreta. Lembro-me de uma vez
que entrevistei uma ótima candidata que trouxe o currículo
numa folha de cor “creme”.

Naquela ocasião não foi possível empregá-la, pois


ela procurava uma vaga que não dispúnhamos no momento.
Quase um ano depois, abriu a vaga a que ela aspirava, mas
eu não lembrava o nome dela. Olhei para o arquivo de aço e
encontrei cerca de 150 currículos com interesse na mesma
vaga. Para sorte dela, me lembrava de que havia utilizado
um currículo de cor diferente e assim, foi fácil encontrá-lo. Ela
foi benefi ciada pela cor que utilizou e fi cou muito feliz com a
contratação.

Todavia, já ouvi selecionadores afi rmando que quando


uma pessoa imprime o currículo numa folha mais grossa
ou colorida é para disfarçar alguma fragilidade ou falta de
conhecimento/habilidade. Já recebi currículo em papel
reciclável. No ato da entrevista o candidato comentou sobre
a importância de cuidarmos do meio ambiente. Achei uma
atitude interessante, pois condizia com o estilo ecologicamente
correto daquela empresa. Porém, há pessoas que vinculam
a cor do papel reciclado à sujeira. Como não sabemos qual
será a interpretação do selecionador que enfrentará, sugiro
apostar na folha branca, ou que você faça a sua própria
escolha, de maneira consciente.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


27
Procurando Emprego

Procure apresentar sua trajetória de vida acadêmica/


profi ssional em uma única página. Caso já seja um
profi ssional de muita experiência, procure resumir tudo em
duas páginas. Imprima apenas em um lado da folha. No ato
da entrevista, haverá possibilidade de aprofundar melhor as
suas habilidades e vivências.

Não é necessário que você coloque capa no currículo,


ou que o entregue em envelope. Entregar seu currículo em um
envelope difi cilmente lhe prejudicará, no entanto, os envelopes
costumam ser descartados, afi nal, os currículos são todos
arquivados do mesmo jeito, lembra? Por isso, evite este gasto
ou prefi ra investir numa pasta (que não seja transparente)
para guardar e transportar os seus currículos. Evite entregar
currículos dobrados – ou amassados. Uma pasta também
pode ser útil em dias de chuva. Já recebi currículos todos
manchados, pois geralmente, quando um papel impresso é
molhado, a tinta fi ca danifi cada. Cuidado também, para não
entregar currículos com mancha de gordura, respingos de
café ou de outros alimentos. Podem parecer dicas ridículas,
mas acredite: já recebi currículos assim.

Com foto ou sem foto? Outro item que gera


controvérsias. Há selecionadores que preferem currículos
com a foto, para se lembrarem melhor do candidato. Outros
criticam asperamente os candidatos que colocam a sua foto
no currículo. Há algum caso que exija a utilização da foto?
Sim. São as vagas relacionadas à recepção, promoção de
eventos ou para vagas de modelos.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


28
Curso Profi ssionalizante

Caso queira incluir a sua foto no currículo, tenha cautela:


evite fotos em que você esteja na praia, ou numa balada, ou
acompanhada de outras pessoas, ou aquelas que costumam
colocar nos perfi s do orkut – com muita maquiagem, caras e
bocas. Dê preferência às fotos estilo 3x4 – desde que sejam
recentes (devem ter, no máximo, um ano de existência). Não
precisa ser aquela foto 3x4 com toda seriedade. Pode pôr um
brilho nos olhos e um sorriso nos lábios.
FIGURA 7 – FOTO INAPROPRIADA FIGURA 8 – FOTO
PARA CURRÍCULO ADEQUADA

FONTE: Disponível em: FONTE: Disponível em:


<http://www.corbisimages. <http://www.corbisimages.
com/images/RF242847. com/images/42-19652977.
jpg?size=572&uid=f227a400- jpg?size=572&uid=d99d6a4a-
04fe-49f4-bd74- 8837-4cd3-a930-
fc63c38a6275&uniqID=75bc3822- 16a4c14473d6&uniqID=aaa9d477-
fad7-4a45-9e36-3d19a5af581e>. 94f7-4d59-8cb1-a6fa28788203>.
Acesso em: 3 jun. 2011. Acesso em: 3 jun. 2011.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


29
Procurando Emprego

Atenção: Evite copiar um formato de currículo disponível


na internet. Quem trabalha com recrutamento e seleção
até cansa de receber os currículos todos extremamente
iguais. Já recebi currículo no qual a pessoa nem se deu o
trabalho de apagar as informações do site, por exemplo:
“FORMAÇÃO ACADÊMICA – aqui escreva sua trajetória
escolar...” Insisto: seu currículo será mais atraente se estiver
dentro dos padrões, mas com um toque personalizado.

QUINTO PASSO: REVISAR A GRAMÁTICA, A ORTOGRAFIA


E O CONTEÚDO

Para garantir que você se expressou da maneira


mais adequada, e que seu currículo esteja livre de erros de
gramática e de ortografi a, conte com a assessoria de um
profi ssional de letras.

Atenção: É terminantemente proibido


haver erros de português no seu currículo.
Revise-o várias vezes antes de entregá-lo.
Peça para alguém de confi ança dar uma
olhada. Procure algum(a) professor(a) de
português e peça para conferir a escrita.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


30
Curso Profi ssionalizante

Quanto à revisão do conteúdo, analise as informações


que você apresentou. Verifi que se esqueceu de algo que seja
relevante. Confi ra se colocou informações dispensáveis. A
seguir, você encontrará dados que são irrelevantes para o
currículo, portanto, absolutamente desnecessários:

- Citar o nome dos pais, do marido/esposa e/ou dos


fi lhos.
- Colocar “referências pessoais”, como por exemplo, o
nome e telefone dos pais, da(o) namorada(o).
- Apresentar o número dos seus documentos. Isto vale
inclusive para CPF, RG, PIS, Carteira de Trabalho ou Título de
Eleitor. Eles serão necessários apenas no ato da contratação,
quando certamente serão solicitados pela empresa. A omissão
destes dados no currículo também objetiva a sua proteção.
Não se sabe aonde o seu currículo irá parar, e estes dados
nas mãos de pessoas mal intencionadas poderão lhe dar
dores de cabeça.
- Fornecer dados bancários.
- Incluir a pretensão salarial. Deixe para tratar da
pretensão salarial no ato da entrevista. Só a escreva no
currículo se a empresa solicitar.
- Descrever o motivo de saída das empresas anteriores.
Isto possivelmente será abordado na entrevista. Caso julgue
indispensável acrescentar este dado, procure fazê-lo numa
única linha, de maneira bem sucinta. Tenha o cuidado de não
distorcer o motivo real.
- Expor sua religião.
- Inserir versículos bíblicos ou frases de cunho religioso.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


31
Procurando Emprego

O selecionador pode formar uma opinião desfavorável sobre


você: pode imaginá-lo um fanático ou deduzir que é tão
incompetente ao ponto de necessitar de ajuda divina para
obter uma colocação profi ssional.
- Mostrar seu partido político.
- Inserir fi gurinhas, desenhos ou adesivos. Caso esteja
se candidatando para alguma vaga que exige habilidade com
desenhos, recomendamos que organize um portfólio para
apresentar na empresa. Currículo é documento e não obra
de arte.
- Borrifar perfume no papel. Além de demonstrar certa
infantilidade, com o passar do tempo as letras podem borrar,
ou aparecerem manchas. E se o selecionador não apreciar o
aroma que você escolheu?
- Redigir uma lista de qualidades. Por exemplo:
“Profi ssional experiente, ágil, inteligente, com facilidade de
aprender...” Por mais que a lista tenha relação com você, o
momento de demonstrar estas qualidades é a entrevista.
- Assinar.

Atenção: Para evitar futuros transtornos, que


poderão ter consequências mais danosas do
que você imagina, seja honesto, verdadeiro e
sincero. Portanto, nem pense em mentir. Como
dizem as mães, “mentira tem perna curta”.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


32
Curso Profi ssionalizante

Você sabia que muitos profi ssionais exageram ou


aumentam algumas informações no currículo? Por exemplo,
possuem conhecimentos básicos em idiomas e escrevem
que têm pleno domínio. Alteram propositalmente o tempo de
permanência nas empresas. Alegam certas habilidades, que
na verdade não possuem.

Quais são as possíveis consequências? Ao invés de


facilitar a conquista por um emprego, mentir tende a afastá-lo
dele. A maioria das mentiras cai por terra, já na entrevista de
emprego. Você aprenderá mais sobre a entrevista, e sobre as
consequências da mentira no processo seletivo, assim que
encerrarmos o tema “currículo”.

Por hora, vale lembrar que mentir poderá resultar em


transtornos no trabalho, pois provavelmente, você terá que
fazer o que disse que sabia fazer. Se não souber, passará
por situações de muita tensão e nervosismo. É bem possível
que seus líderes percebam sua falta de domínio e decidam
demiti-lo. Nas entrevistas seguintes que você participar,
possivelmente transmitirá (mesmo que inconscientemente)
que o motivo da demissão foi por um erro seu, e isto poderá
fechar portas de emprego.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


33
Procurando Emprego
FIGURA 9 – HOMEM AFLITO

FONTE: Disponível em : <http://www.corbisimages.com/


images/42-18078923.jpg?size=572&uid=4cc44ad2-7504-4c5e-
863b-2460f49a8165&uniqID=96d5136a-0a31-4063-acad-
5af9f224c14d>. Acesso em: 3 jun. 2011.

Dependendo do prejuízo que a mentira causar à


empresa, ela poderá processar o candidato. Talvez ele
passe um tempo na prisão por causa disso. Convenhamos,
mentir gera riscos que não valem a pena. Seja verdadeiro,
afi nal, há muitas empresas engajadas em ensinar pessoas
que, embora ainda não tenham domínio, em pouco tempo,
poderão desenvolvê-lo.

Posso ser criativo?

Esta decisão é sua. Saiba que fugir totalmente dos


padrões apresentados até aqui pode fazer o seu currículo
chamar a atenção do selecionador, positivamente. Porém,
pode “atrapalhar” o andamento do processo, por sair dos
modelos esperados. Lembre-se das primeiras palavras
que você leu neste curso? Cada selecionador avaliará as
situações à sua maneira.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


34
Curso Profi ssionalizante
FIGURA 10 – CRIATIVO

FONTE: Disponível em: <http://www.corbisimages.com/


images/42-17501672.jpg?size=572&uid=deb44b35-2d08-
48b0-9e95-666e139228d9&uniqID=262c386e-3d1e-406f-
b4f7-17283c34fd13>. Acesso em: 2 jun. 2011.

Existem selecionadores ávidos na busca de


profi ssionais extraordinários, ou seja, pessoas diferentes,
incomuns, que fogem do que é habitual. Possivelmente,
tais selecionadores, ao receberem um currículo tradicional,
podem ignorá-lo e simplesmente arquivá-lo ou até jogá-lo na
lixeira. Estes selecionadores dão preferência por candidatos
criativos, que ao invés de lhe enviarem um documento da
trajetória profi ssional/acadêmica, lhe enviem uma redação,
uma poesia, um vídeo, ou um currículo com apresentação
bem diferente, com imagens, cores, enfi m.

A seguir, você encontrará alguns exemplos que podem


inspirá-lo, caso deseje inovar. Talvez o “currículo diferente”
Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.
35
Procurando Emprego

mais famoso seja este:


Curriculum Vitae

“Eu já dei risada até a barriga doer, já nadei até perder o fôlego,
já chorei até dormir e acordei com o rosto desfi gurado. Já fi z
cosquinha na minha irmã só pra ela parar de chorar, já me queimei
brincando com vela. Eu já fi z bola de chiclete e melequei todo o
rosto, já conversei com o espelho, e até já brinquei de ser bruxo.
Já quis ser astronauta, violonista, mágico, caçador e trapezista.
Já me escondi atrás da cortina e esqueci os pés pra fora. Já
passei trote por telefone, já tomei banho de chuva e acabei me
viciando. Já roubei beijo, já fi z confi ssões antes de dormir num
quarto escuro pro melhor amigo. Já confundi sentimentos. Peguei
atalho errado e continuo andando pelo desconhecido.

Já raspei o fundo da panela de arroz carreteiro, já me cortei


fazendo a barba apressado, já chorei ouvindo música no ônibus.
Já tentei esquecer algumas pessoas, mas descobri que essas
são as mais difi ceis de se esquecer. Já subi escondido no telhado
pra tentar pegar estrelas, já subi em árvore pra roubar fruta, já caí
da escada de bunda. Conheci a morte de perto, e agora anseio
por viver cada dia.

Já fi z juras eternas, já escrevi no muro da escola, já chorei


sentado no chão do banheiro, já fugi de casa pra sempre, e voltei
no outro instante.

Já saí pra caminhar sem rumo, sem nada na cabeça, ouvindo


estrelas. Já corri pra não deixar alguém chorando, já fi quei
sozinho no meio de mil pessoas sentindo falta de uma só.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


36
Curso Profi ssionalizante

Já vi pôr do sol cor-de-rosa e alaranjado, já me joguei na piscina


sem vontade de voltar, já bebi uísque até sentir dormentes os
meus lábios, já olhei a cidade de cima e mesmo assim não
encontrei meu lugar. Já senti medo do escuro, já tremi de nervoso,
já quase morri de amor, mas renasci novamente pra ver o sorriso
de alguém especial.

Já acordei no meio da noite e fi quei com medo de levantar. Já


apostei em correr descalço na rua, já gritei de felicidade, já roubei
rosas num enorme jardim. Já me apaixonei e achei que era para
sempre, mas sempre era um “para sempre” pela metade.

Já deitei na grama de madrugada e vi a Lua virar Sol, já chorei


por ver amigos partindo, mas descobri que logo chegam novos, e
a vida é mesmo um ir e vir sem razão. Foram tantas coisas feitas,
momentos fotografados pelas lentes da emoção, guardados num
baú, chamado coração.

E agora um formulário me interroga, me encosta na parede e grita:


“- Qual sua experiência?” Essa pergunta ecoa no meu cérebro: “-
experiência...experiência...” Será que ser “plantador de sorrisos”
é uma boa experiência? Não!!! Talvez eles não saibam ainda
colher sonhos!”

Félix Coronel

FONTE: Disponível em: <http://pensador.uol.com.br/frase/MTA4MDQ0/>.


Acesso em: 4 maio 2011.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


37
Procurando Emprego

Outro exemplo:
FIGURA 11 – CURRÍCULO CRIATIVO

FONTE: Disponível em: <http://www.google.com.br/


imgres?imgurl=http://1.bp.blogspot.com/_slaSBxqf5yw/
SiNNgY0SrZI/AAAAAAAAASQ/vlVln98X8hU/s400
/6a00d83451bad569e201156faa94e9970c-800wi.
jpg&imgrefurl=http://capuccinoempresarial.blogspot.
com/2009/06/tem-coragem-de-fazer-um-curriculo.
html&usg=__LNKjkD8jfwkC8TXl9gLKkgMAwQM=&h=400
&w=310&sz=31&hl=pt-BR&start=0&zoom=1&tbnid=bQX7
B0JC3nwLPM:&tbnh=137&tbnw=106&ei=F6e9TcDrH4LQ
gAerkv3fBg&prev=/search%3Fq%3Dcurr%25C3%25ADcu
lo%2Bdiferente%26um%3D1%26hl%3Dpt-BR%26sa%3D
N%26biw%3D1280%26bih%3D685%26tbm%3Disch&um
=1&itbs=1&iact=rc&dur=317&page=1&ndsp=30&ved=1t:4
29,r:4,s:0&tx=45&ty=55>. Acesso em: 4 maio 2011.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


38
Curso Profi ssionalizante

Currículos como este último exemplo são mais


comuns entre os profi ssionais do design ou da publicidade e
propaganda. Nos sites de busca na internet, você encontrará
mais exemplos, utilizando palavras-chave como: “currículo
diferente”, “currículo criativo” etc. Na internet, você encontrará
currículos bem interessantes, exibidos, inclusive, através de
animações.

Entretanto, lembre-se: o currículo tradicional agiliza


o manuseio no processo seletivo. É mais prático para o
selecionador encontrar as informações que deseja. A maioria
dos profi ssionais de recursos humanos, ou dos líderes, está
sempre atarefada e um currículo diferente pode desagradar,
pois dá mais trabalho para analisar.

Outra alternativa seria fazer dois currículos. Um


tradicional e um criativo. Recomenda-se enviar o segundo
pelos menos 30 dias após o primeiro, para você não parecer
tão insistente.

O CURRÍCULO LATTES

Se você procurar oportunidades de trabalho em


instituições de ensino, é muito provável que elas solicitarão o
seu “Currículo Lattes”. Você já ouviu falar dele? Recomendo
que leia as páginas posteriores para entender um pouco
mais sobre a plataforma e o Currículo Lattes. Sabia que até
algumas empresas já estão solicitando este currículo?

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


39
Procurando Emprego

A Plataforma Lattes

A Plataforma Lattes consiste na integração da base


de dados de currículos de pesquisadores, de grupos de
pesquisa e de instituições ligadas à Ciência e Tecnologia, no
Brasil. Atualmente, é o banco de dados mais completo dos
acadêmicos e pesquisadores em nosso país.

Esta plataforma foi originada pelo trabalho conjunto


do MCT (Ministério da Ciência e da Tecnologia), FINEP
(Financiadora de Estudos e Projetos), CAPES (Coordenação
de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), MEC
(Ministério da Educação) e do CNPq (Conselho Nacional de
Desenvolvimento Científi co e Tecnológico).
Você achou estranho a sigla CNPq ter este
signifi cado? Parece que as iniciais não combinam
com a abreviatura, não é mesmo? O CNPq até o
ano de 1971 era denominado de Conselho Nacional
de Pesquisa. Depois desta data, a nomenclatura
mudou, mas se manteve a mesma sigla.

Por que estas instituições decidiram concentrar os dados


sobre os pesquisadores em um lugar só? Provavelmente,
para aumentar a facilidade de controle e facilitar as buscas
feitas pelos usuários. Além disso, já vimos anteriormente que
a padronização dos currículos facilita seu manuseio durante
a análise.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


40
Curso Profi ssionalizante

Confi ra a seguir o texto disponibilizado na própria


plataforma Lattes:
A Plataforma Lattes representa a experiência do CNPq na integração
de bases de dados de Currículos, de Grupos de pesquisa e de
Instituições em um único Sistema de Informações. Sua dimensão
atual se estende não só às ações de planejamento, gestão e
operacionalização do fomento do CNPq, mas também de outras
agências de fomento federais e estaduais, das fundações estaduais
de apoio à ciência e tecnologia, das instituições de ensino superior
e dos institutos de pesquisa. Além disso, se tornou estratégica não
só para as atividades de planejamento e gestão, mas também para
a formulação das políticas do Ministério de Ciência e Tecnologia e
de outros órgãos governamentais da área de ciência, tecnologia e
inovação.

O Currículo Lattes se tornou um padrão nacional no registro da vida


pregressa e atual dos estudantes e pesquisadores do país, e é hoje
adotado pela maioria das instituições de fomento, universidades
e institutos de pesquisa do País. Por sua riqueza de informações
e sua crescente confi abilidade e abrangência, se tornou elemento
indispensável e compulsório à análise de mérito e competência dos
pleitos de fi nanciamentos na área de ciência e tecnologia.

O Diretório dos Grupos de Pesquisa no Brasil é um inventário dos


grupos em atividade no país. Os recursos humanos constituintes dos
grupos, as linhas de pesquisa e os setores de atividade envolvidos, as
especialidades do conhecimento, a produção científi ca, tecnológica
e artística e os padrões de interação com o setor produtivo são
algumas das informações contidas no Diretório. Os grupos estão
localizados em instituições de ensino superior, institutos de pesquisa

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


41
Procurando Emprego

etc. As informações individuais dos participantes dos grupos são


extraídas dos seus Currículos Lattes.

O Diretório de Instituições foi concebido para promover as


organizações do Sistema Nacional de CT&I à condição de usuárias
da Plataforma Lattes. Ele registra todas e quaisquer organizações
ou entidades que estabelecem algum tipo de relacionamento com
o CNPq (instituições nas quais os estudantes e pesquisadores
apoiados pelo CNPq desenvolvem suas atividades; instituições
onde os grupos de pesquisa estão abrigados, usuárias de serviços
prestados pela Agência, como o credenciamento para importação
pela Lei 8.010/90; instituições que pleiteiam participar desses
programas e serviços etc).

A disponibilização pública dos dados da Plataforma na internet dão


maior transparência e mais confi abilidade às atividades de fomento do
CNPq e das agências que a utilizam, fortalecem o intercâmbio entre
pesquisadores e instituições e é fonte inesgotável de informações
para estudos e pesquisas. Na medida em que suas informações
são recorrentes e cumulativas, têm também o importante papel de
preservar a memória da atividade de pesquisa no país.
FONTE: Disponível em: <http://lattes.cnpq.br/conteudo/aplataforma.htm>. Acesso
em: 3 maio 2011.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


42
Curso Profi ssionalizante

Por que esta plataforma foi denominada Lattes?

Lattes é o sobrenome de um físico que é considerado um


dos maiores cientistas brasileiros. César Lattes nasceu em
Curitiba, em 1924. Suas pesquisas foram fundamentais
para o avanço da ciência em relação à estrutura atômica.
Participou ativamente da descoberta do ‘méson pi’
(partícula efêmera, com massa entre a do elétron e a do
próton) foi essencial para os estudos sobre radiação.
Recebeu várias homenagens nacionais e internacionais
em reconhecimento ao legado de suas contribuições. Foi
indicado ao Nobel duas vezes. Uma de suas frases mais
famosas é: “Ciência sem consciência é a ruína da alma”.
Faleceu em Campinas, no ano de 2005 em decorrência de
uma parada cardíaca.
FIGURA 12 – CESAR LATTES

FONTE: Disponível em: <http://lattes.cnpq.br/conteudo/cesare.


htm>. Acesso em: 3 maio 2011.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


43
Procurando Emprego

O SISTEMA DE CURRÍCULOS LATTES

O CNPq deparou-se com a necessidade de gerenciar


uma base de dados sobre pesquisadores. Também precisava
formalizar uma maneira de efetuar o credenciamento de
orientadores no Brasil.

O currículo Lattes registra a trajetória de vida acadêmica


e profi ssional dos pesquisadores. Estas informações são úteis
ao CNPq para a avaliação da competência de candidatos
ao recebimento de bolsas de estudos ou outros auxílios. O
currículo Lattes também facilita a seleção de consultores,
de membros de comitês e de grupos assessores. Subsidia,
ainda, a avaliação da pesquisa e da pós-graduação em nosso
país.

As instituições podem utilizar este banco de currículos


na formação de recursos humanos para pesquisas.
Pode também avaliar o trabalho dos pesquisadores, bem
como, identifi car o perfi l deles e compará-los com outros
pesquisadores.

E quais são as vantagens de ter o currículo Lattes


atualizado, para você? Primeiramente, se você ainda não
tem um currículo, esta plataforma possibilita que você faça o
seu currículo gratuitamente. É possível imprimi-lo e entregar
nas empresas. Entregar seu currículo no formato Lattes pode
dar indícios de que você tenha interesse em pesquisas e isto
pode ser um diferencial. Todavia, ressalta-se que, grande
Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.
44
Curso Profi ssionalizante

parte dos selecionadores ainda prefere o currículo tradicional.

Outra vantagem de cadastrar-se na plataforma Lattes


consiste em que, talvez as instituições de ensino, ou mesmo
as empresas buscam profi ssionais nesta base de dados, te
encontrem por lá! Se isto ocorrer, entrarão em contato lhe
propondo uma oportunidade de trabalho, ou alguma atividade
científi ca. Você pode, inclusive, ser convidado para participar
de grupos de trabalho e pesquisa, ou projetos específi cos.
Poderá ser convidado para orientar trabalhos e/ou participar
de bancas examinadoras de apresentação de trabalhos de
conclusão de cursos.

Ter o currículo Lattes pode, ainda, propiciar alguma


vantagem na participação de eventos científi cos. Você
também pode procurar parceiros de estudo ou de trabalho no
Lattes, sabia? Que tal procurar o currículo do Cesar Lattes na
plataforma? Suponho que você se surpreenderá ao observar
a trajetória de vida dele, e a quantidade de produções que
ele fez! Para encontrá-lo, basta acessar o site da plataforma
<http://lattes.cnpq.br/index.htm>, encontrar o ícone “Currículo
Lattes”, clicar na palavra “busca” e digitar o nome completo
dele: “Cesare Mansueto Giulio Lattes”. Atenção: É preciso
desativar a opção que se destina exclusivamente a doutores.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


45
Procurando Emprego

Além de cadastrar seu currículo, é de suma importância


que você o mantenha atualizado! Registre nele cada
passo relevante que você der na sua vida acadêmica
ou profi ssional. Lá não há limites de páginas. Quanto
mais informações você inserir, melhor para você.

Antes de encerrar as vantagens do currículo Lattes, lhe


pergunto: Você já pensou em encarar um mestrado? Sugiro
que procure informações sobre a possibilidade de obtenção
de bolsas de estudo. Não esqueça: será imprescindível que
você tenha seu currículo na plataforma Lattes para que isto
se efetive!

COMO SE FAZ PARA CADASTRAR O CURRÍCULO NA


PLATAFORMA?

Primeiramente, reserve um tempo para fazer o cadastro.


É um processo que requer muita atenção e demanda cerca
de 30 minutos para a realização.

Se você tiver aquela “pasta” com a sua documentação


em ordem cronológica, facilitará muito a atividade.

Está pronto? Então, vamos lá!

Digite o endereço da plataforma Lattes na internet:


<http://lattes.cnpq.br/index.htm>.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


46
Curso Profi ssionalizante
FIGURA 13 – CADASTRAMENTO

FONTE: Disponível em: <http://www.cnpq.br/>. Acesso em: 4 jul. 2011.

Você identifi cará quatro campos principais do site.


Concentre-se no campo “Currículo Lattes”.

Clique em cadastrar.

Aparecerá uma tela que solicita seus dados pessoais.


Preencha-os e clique em confi rmar.

Surgirá uma nova janela. Marque a caixa “estou de


acordo” e clique no botão “estou de acordo”.

Em seguida, você entra propriamente no currículo.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


47
Procurando Emprego

Note que há uma tarja azul com ícones. Clique em


cada um e vá preenchendo-os conforme descrito a seguir. O
sistema é autoexplicativo. Vá inserindo as informações que o
sistema solicita, com o cuidado de digitar tudo corretamente.

Preencha todos os campos que puder, a começar


pelo ícone “Dados Gerais”. Neste campo, você deve inserir
sua identifi cação, seu endereço, sua formação acadêmica,
os cursos que frequentou, sua trajetória profi ssional, sua
familiaridade com os idiomas e o parágrafo inicial do seu
currículo Lattes. Você encontrará dicas sobre como redigir
este parágrafo inicial na seção seguinte, intitulada “Carta de
Apresentação”.
FIGURA 14 – CADASTRO CURRÍCULO LATTES

FONTE: Disponível em: <https://wwws.cnpq.br/curriculoweb/pkg_cv_estr.inicio>.


Acesso em: 6 jun. 2011.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


48
Curso Profi ssionalizante

O próximo ícone chama-se “Projetos” e você deve


descrever ali sua participação em empreendimentos.

No ícone “Produção Bibliográfi ca”, especifi que artigos


que tenha escrito e publicado, e/ou livros de sua autoria, por
exemplo.

Na “Produção Técnica”, apresente algum software


que você tenha elaborado, ou algum material didático, feito
por você. Há outras opções que podem ser acrescentadas,
mas elas estão claramente discriminadas no próprio sistema
Lattes.

Caso você já tenha orientado algum trabalho, inclua


esta informação no ícone “Orientações”.

Se a sua área é música ou outro tipo de arte, você


pode propalar sua produção artística no ícone “Apresentação
de Obras”.

Você já participou ou organizou algum evento ou


congresso? Escreva isto no ícone “Eventos”.

Você já fez parte de alguma banca examinadora de


apresentação de trabalho científi co, como um TCC? O ícone
“Bancas” destina-se à descrição desta atividade.

O ícone “Citações” refere-se a alguma pessoa que


tenha utilizado um trecho de alguma obra sua e o referenciado.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


49
Procurando Emprego

Ao concluir a inserção de dados, não deixe de


clicar na tarja amarela para que os mesmos sejam
enviados para análise e possível aprovação.

Você será informado sobre o andamento da análise do


seu currículo via e-mail. Se tiver alguma dúvida, é possível
contatar o CNPq através de ligação gratuita: 0800 619697 ou
do e-mail: atendimento@cnpq.br.

Você fi cou um pouco desanimado? Está desconfi ado


que não tem tanta coisa para rechear o seu currículo? Não tem
problema. Provavelmente, você ainda vai estudar e trabalhar
muito, e aos poucos, seu currículo fi cará mais completo.

A CARTA DE APRESENTAÇÃO

Este tema divide opiniões entre os selecionadores. Há


os que enaltecem a importância da carta de apresentação e
priorizem os candidatos que a enviam junto ao currículo. Há
selecionadores, no entanto, que a ignoram, simplesmente
descartando-a, por a acharem inútil.

Como não se sabe qual será a opinião dos selecionadores


que você encontrará, sugere-se que a carta seja feita e
entregue. Pois mesmo que o selecionador não seja favorável
a ela, na pior das hipóteses ele a ignora, sendo muito difícil
que você seja prejudicado pelo envio. Já, se o selecionador for
favorável a carta, você já chega com vantagens.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


50
Curso Profi ssionalizante

O conteúdo da carta de apresentação deve ter um único


parágrafo. Ao redigir a sua, procure responder às seguintes
questões:

“Quem sou?”

“O que quero?”

“O que posso contribuir na empresa?”

Tenha em mente que o intuito da carta de apresentação


é causar interesse na empresa, para que leiam o seu currículo.
Inicie a escrita da carta pelo local e data.

É ideal que ela contenha o nome da empresa, o setor


responsável e o nome da pessoa a quem a carta se destina.
Tenha muita atenção ao escrever o nome da empresa e o
nome do(a) destinatário(a).

Encontre uma maneira própria de escrever o conteúdo


da carta. Lembre-se de quanto mais personalizado, melhor.
Você deverá citar o cargo que almeja. Se você viu a divulgação
da vaga em algum local, especifi que isso na sua carta. Não
esqueça de acrescentar seu objetivo de maneira clara.
Demonstre entusiasmo e escolha as palavras com muita
atenção. Indique o seu interesse pela empresa em questão.
Em poucas linhas, apresente o seu percurso acadêmico e
profi ssional.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


51
Procurando Emprego

Procure fazer uma boa frase de abertura e também


de fechamento. Você pode encerrar agradecendo a atenção
do leitor e solicitando uma oportunidade de conhecer a
empresa, e de se apresentar pessoalmente. Prefi ra maneiras
de transmitir informações positivamente. Por exemplo: ao
invés de escrever “Apesar de não ter experiência profi ssional
ainda...” escreva: “Busco minha primeira oportunidade
profi ssional”. Você está dizendo a mesma coisa, porém com
um tom mais favorável para você.

Por fi m, seu nome deve constar completo e legível,


seguido da sua assinatura. Seu currículo deve estar anexo.

Ao cadastrar seu currículo na plataforma Lattes, o próprio


sistema gerará um parágrafo que resume a sua trajetória
de vida acadêmica e profi ssional. No entanto, lhe convido
a você mesmo redigir o parágrafo mais importante do seu
currículo Lattes. Quando alguém encontrar você através
da busca que realizou na plataforma, irá visualizar
primeiramente o seu nome e em seguida este importante
parágrafo. Depois de lê-lo, a pessoa irá decidir se vale
a pena ler seu currículo todo, ou não. Este primeiro
parágrafo possui praticamente a mesma estrutura de uma
carta de apresentação. Utilize as dicas aqui apresentadas
para fazer uma excelente apresentação.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


52
Curso Profi ssionalizante

R EFERÊNCIAS
BERNS, Leyla. Seleção por competências. Palestra
proferida pela Link talentos. Indaial, 15 ago. 2010.

PEREIRA, Paulo. Enfrentando o mercado de trabalho:


orientações para um posicionamento mais adequado para
os tempos atuais. São Paulo: Noel, 1997.

S ITES UTILIZADOS
<http://pensador.uol.com.br/frase/MTA4MDQ0>. Acesso em:
5 maio 2011.

<http://www.google.com.br/imgres?imgurl=http://1.
bp.blogspot.com/_slaSBxqf5yw/SiNNgY0SrZI/
AAAAAAAAASQ/vlVln98X8hU/s400/6a00d83451bad
569e201156faa94e9970c-800wi.jpg&imgrefurl=http://
capuccinoempresarial.blogspot.com/2009/06/tem-coragem-
de-fazer-um-curriculo.html&usg=__LNKjkD8jfwkC8TXl9gLKk
gMAwQM=&h=400&w=310&sz=31&hl=pt-BR&start=0&zoom
=1&tbnid=bQX7B0JC3nwLPM:&tbnh=137&tbnw=106&ei=F6
e9TcDrH4LQgAerkv3fBg&prev=/search%3Fq%3Dcurr%25C
3%25ADculo%2Bdiferente%26um%3D1%26hl%3Dpt-BR%2
6sa%3DN%26biw%3D1280%26bih%3D685%26tbm%3Disc
h&um=1&itbs=1&iact=rc&dur=317&page=1&ndsp=30&ved=
1t:429,r:4,s:0&tx=45&ty=55>. Acesso em: 5 maio 2011.

<http://lattes.cnpq.br/conteudo/aplataforma.htm>. Acesso
em: 7 maio 2011.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


53
Procurando Emprego

<http://lattes.cnpq.br/conteudo/cesare.htm>. Acesso em: 7


maio 2011.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


54
Curso Profi ssionalizante

A UTOATIVIDADES
Avalie as situações a seguir e classifi que-as em V para
verdadeiras e F para falsas:

a. ( ) Erros de ortografi a e de gramática prejudicam o currículo.

b. ( ) Um currículo precisa ter conteúdo e ser escrito com


capricho. O tamanho da letra, disposição das letras, ou seja,
a apresentação visual do currículo é irrelevante.

c. ( ) A carta de apresentação tende a infl uenciar o leitor a


decidir pela leitura completa do seu currículo ou a arquivá-lo
antes mesmo de analisá-lo.

d. ( ) Para um profi ssional que esteja iniciando a carreira, mais


vale ser honesto e compor um currículo que tenha poucas
experiências profi ssionais do que inventar algumas delas
para incrementá-lo.

e. ( ) Um profi ssional experiente deve direcionar o seu currículo


de acordo com a vaga. Por exemplo, se ele trabalhou em 6
empresas, um dos critérios de escolha das experiências que
apresentará no currículo deverá ser o seguinte: colocar as três
experiências mais ligadas à vaga oferecida e não mencionar
as demais.

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.


56
Curso Profi ssionalizante

G ABARITO
a. (V)

b. (F) Além de ter conteúdo e ser escrito com capricho, o currículo deve
passar uma impressão gráfi ca atrativa.

c. (V)

d. (V)

e. (F) A pessoa até pode escolher as três experiências mais ligadas à


vaga que almeja ocupar, porém é recomendável que ela cite, pelo
menos, outras experiências relevantes na sua carta de apresentação. Por
exemplo, assim que me formei procurei um professor da faculdade com o
intuito de que ele revisasse o meu currículo. Eu havia descrito os estágios
dentro da minha área de formação e inclui um trabalho que fi z fora da
área. Tratavam-se de 6 anos como operadora de telemarketing. Um dos
conselhos que ele me deu foi omitir do currículo esta experiência de
telemarketing. Contudo, eu preferi mantê-la. Coincidentemente, uma das
primeiras entrevistas que consegui angariar na Psicologia foi por causa
da experiência com o telemarketing. Ao fi nal da entrevista, o entrevistador
comentou: “Quando vi que você permaneceu 6 anos na mesma empresa,
já criei uma imagem positiva ao seu respeito. A primeira coisa que me
passou pela cabeça é a de você seja uma pessoa comprometida. Depois,
quando vi que você trabalhou com telemarketing, sua imagem fi cou
melhor ainda em minha mente. Deduzo que você saiba lidar com pressão,
seja paciente e tenha a habilidade de saber ouvir – e estas coisas são
imprescindíveis para um psicólogo.”

Copyright © Editora GRUPO UNIASSELVI 2011. Todos os direitos reservados.