Anda di halaman 1dari 3

7 O PODER DO “EU SOU” NA PESSOA DE JESUS

Jesus estava no Jardim do Getsêmani orando com os discípulos. Enquanto


oravam, a quietude da noite foi rompida pelas vozes iradas dos homens que se
aproximavam. O som ficava cada vez mais forte. Malco, juntamente com Judas estava
guiando os guardas dos principais dos sacerdotes e fariseus, que se aproximam
rapidamente de Jesus e dos discípulos.
Tochas e lâmpadas iluminavam o céu. Imagine-se estar ali entre os discípulos.
Jesus levanta-se e calmamente se aproxima dos soldados. Olha-os diretamente nos
olhos e pergunta: “A quem vocês estão procurando?” (João 18:4). E eles respondem:
“A Jesus de Nazaré” (v. 5).
O Mestre não foge. Permanece ali, encarando os inimigos, convicto do que
estava fazendo. Ele sabia que era o Filho de Deus e que o Espírito do Deus Todo
poderoso estava nEle.
Ele enfrenta os inimigos sabendo que Deus o designara como o nosso grande
Sumo Sacerdote. Jesus estava ali sabendo que Deus o comissionara e enviara ao
mundo e que era vontade do Pai que o Filho sofresse e enfrentasse a morte na cruz.
Sem hesitação, Jesus declara, com voz firme: “Sou Eu (v. 6), o Alfa e o Ômega!”
“Sou Eu, a Palavra Viva!” “Sou Eu, o Criador dos céus e da terra!” “Sou Eu, o Messias
prometido!”
“Disse-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que, antes que Abraão
existisse, eu sou” (João 8:58). “E disse Deus a Moisés: EU SOU O QUE SOU. Disse
mais: Assim dirás aos filhos de Israel: EU SOU me enviou a vós”. (Êxodo 3:14).
Há tanto poder de Deus em suas palavras que os que vieram prendê-lo caem
ao chão, prostrados pelo poder das palavras de Cristo (João 18: 6). Pedro então toma
a espada e corta a orelha de um dos servos do sumo sacerdote. Jesus, porém, o
repreendeu: “Guarde a espada! (v. 11). Pois todos os que empunham a espada, pela
espada morrerão. Você acha que Eu não posso pedir a meu Pai, e Ele não colocaria
imediatamente à minha disposição mais de doze legiões de anjos?
Como então se cumpririam as Escrituras que dizem que as coisas deveriam
acontecer desta forma? [...] Mas tudo isso aconteceu para que se cumprissem as
Escrituras dos profetas” (Mateus 26:52-54,56). Pedro não compreende que Jesus não
precisa de ninguém que o defenda. Não é uma batalha entre carne e sangue, e sim
um conflito entre os poderes de Deus e os de satanás; e apenas a obediência plena
de Cristo ao chamado do Pai, poderia então derrotar o diabo.

7.1 A AÇÃO DO ESPÍRITO SANTO

Como Enviado Consolador, o Espírito Santo deseja agir na vida humana, como
forma de amor conforme é a Sua Pessoa em essência. Mas a cada momento que
surge infelizmente constata-se que a iniquidade no mundo se propaga numa
velocidade alarmante; pessoas que às vezes por se encontrarem na companhia de
alguém de má índole e pelas amizades erradas, acabam por se declinar no erro e, na
maioria das vezes, por influência das tais pessoas partem para a prostituição, vícios
alcóolicos, do tabagismo, de entorpecentes, crimes... Mesmo que cada um seja
responsável por seus atos, a má influência gera um desconforto no ser humano que
o leva até ao ponto de fazer com que venha a agir pelo “impulso do momento” e não
querendo passar “vergonha” diante de seus amigos, termina por praticar o que não
agrada a Deus. Tal pessoa sem a proteção divina sempre estará à mercê do inimigo
que não tem misericórdia de suas vítimas, ele é chamado de diabo e veio para matar,
roubar e destruir. Sem receber Jesus como o Único Caminho verdadeiro, o ser
humano torna-se uma presa fácil para satanás que o aprisiona cada vez mais em suas
armadilhas.

7.2 A FÉ É PELO OUVIR

Em Romanos 10:17 diz: “De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra
de Deus”. Ou seja, o Espírito Santo opera pela palavra de Deus, e em Efésios 6:17
diz que é a espada do Espírito. Pode-se então afirmar que, o Espírito Santo opera
pela palavra de Deus, mas as pessoas “lá fora” não leem a Bíblia, como será que o
Espírito Santo vai operar em suas vidas por meio da palavra?
Para que as pessoas possam ouvir a verdade da Palavra de Deus e
consequentemente serem salvas, é preciso que essa verdade seja pregada em todo
tempo. Jesus veio para salvar o que se havia perdido, e Ele mesmo disse que veio
para os que estão doentes. Jesus veio anunciar a salvação através d´Ele. Não é
tempo de se levar uma vida de omissão. Cada vida que a Deus se entrega recebe
Dele um chamado peculiar para a sua Seara.
Jonas, um exemplo de omissão: Deus o enviou para Nínive, mas indo na
contramão do chamado de Deus, ele partiu para Társis e então ele só desceu, desceu
até o mar mais profundo no ventre daquele grande peixe, até que na escuridão dentre
às algas e outros tantos alimentos do peixe, veio a reconhecer que cumprir o chamado
de Deus seria a melhor opção, e como bem sabemos era, pois quantas vidas
puderam ser salvas da destruição, porque se arrependeram com a sua pregação?!