Anda di halaman 1dari 3

15/02/2018

CATABOLISMO
DE PROTEÍNAS,
GORDURAS E
CARBOIDRATOS
Componente Curricular: BIOQUÍMICA

Aula – CADEIA TRANSPORTADORA DE


ELÉTRONS E FOSFORILAÇÃO OXIDATIVA

Prof. Dr. ÍGOR PRADO DE BARROS LIMA

Campina Grande, 2018

CADEIA TRANSPORTADORA DE REAÇÕES DO CICLO DO ÁCIDO CÍTRICO


ELÉTRONS E FOSFORILAÇÃO OXIDATIVA
 Moléculas ricas em energia (Glicose) – metabolizadas
por uma série de reações de oxidação, levando por fim à
produção de CO2 e H2O.

 Os intermediários metabólicos
das reações doam elétrons a
coenzimas específicas (NAD+ e
FAD) formando coenzimas
reduzidas ricas em energia,
NADH e FADH2.

CADEIA TRANSPORTADORA DE CADEIA TRANSPORTADORA DE


ELÉTRONS E FOSFORILAÇÃO OXIDATIVA ELÉTRONS E FOSFORILAÇÃO OXIDATIVA
 Essas coenzimas (NADH e FADH2) devem ser reoxidadas
por 2 razões:
 As células aeróbias produzem a maior parte do seu ATP
por oxidação das coenzimas pelo oxigênio (Respiração
Celular), efetuada por uma Cadeia de Transporte de
elétrons (“Cadeia respiratória”).
 Para que voltando a forma oxidada (NAD+ e FAD)
possam participar outra vez das vias de degradação
dos nutrientes (ex. glicólise, ciclo do ácido cítrico).
 Para que a energia conservada nestas coenzimas
possa ser empregada pelas células para sintetizar ATP.

1
15/02/2018

CADEIA TRANSPORTADORA DE CADEIA TRANSPORTADORA DE ELÉTRONS


ELÉTRONS E FOSFORILAÇÃO OXIDATIVA  Cada transportador da cadeia de elétrons pode receber
elétrons de um doador (NADH, FADH2) e
 As coenzimas reduzidas NADH e FADH2 podem doar subsequentemente doar para o próximo na cadeia,
um par de elétrons a grupo de carreadores de elétrons, finalmente combinando-se com o oxigênio e prótons para
denominados cadeia transportadora de elétrons. formar água.

 A medida que os elétrons fluem através da cadeia


transportadora de elétrons, perdem sua energia livre,
sendo captada e armazenada para a produção de ATP
a partir de ADP e fosfato inorgânico.

 Esse processo é denominado


FOSFORILAÇÃO OXIDATIVA.

CADEIA TRANSPORTADORA DE ELÉTRONS CADEIA TRANSPORTADORA DE ELÉTRONS

 A transferência de elétrons ao longo da cadeia de


transporte é energeticamente favorecida pois:

 NADH é um forte doador de elétrons (Agente


Redutor).
 O2 é um ávido aceptor de elétrons (Agente Oxidante).

 O transporte de elétrons é acoplado ao transporte de


prótons (H+). Tal processo cria um gradiente elétrico:
mais carga + (positivas) fora da membrana mitocondrial
do que dentro Bomba de prótons.

CADEIA TRANSPORTADORA DE ELÉTRONS FOSFORILAÇÃO OXIDATIVA


 Bomba de prótons: o transporte de elétrons é acoplado
ao transporte de prótons (H+). Tal processo cria um  ATP sintetase:
gradiente elétrico (mais carga + fora da membrana
mitocondrial do que dentro).
 Sintetiza ATP utilizando energia do
gradiente de prótons gerada;

 A hipótese propõe que após os


prótons terem sido transferidos para
o lado citosólico da membrana
interna mitocondrial, podem reentrar
na matriz mitocondrial pela ATP
sintetase, resultando na síntese de
ATP a partir de ADP + Pi.

2
15/02/2018

CADEIA TRANSPORTADORA DE ELÉTRONS CADEIA TRANSPORTADORA DE ELÉTRONS

CADEIA TRANSPORTADORA DE ELÉTRONS FOSFORILAÇÃO OXIDATIVA

 Fim das rotas metabólicas de


produção de energia em organismos
aeróbicos;
 Representa o estágio 3 do processo;
 Acoplamento da oxidação de NADH e
FADH2 e síntese de ATP.

 É o principal sítio de produção de


ATP;

FOSFORILAÇÃO OXIDATIVA REGULAÇÃO DA FOSFORILAÇÃO OXIDATIVA

 O transportador de elétrons NADH para o oxigênio  A fosforilação oxidativa é


através da cadeia de transporte de elétrons produz regulada pelas necessidades
(52.580 cal), energia mais do que suficiente para celulares de energia.
produzir 3 ATP a partir de 3 ADP + 3 Pi (3 x 7.300 =
21.900 cal). As calorias restantes são liberadas em
forma de calor.  As concentrações de ATP e
ADP estabelecem a
 O transporte de um par de elétrons do FADH2 ou velocidade de transporte de
FMNH para o oxigênio é necessário para gerar 2 ATP elétrons pela cadeia
a partir de 2 ADP e Pi. respiratória, por uma série de
controles interconectados
sobre a respiração, a glicólise
e o ciclo do ácido cítrico.