Anda di halaman 1dari 7

1.

Resumo do projeto:
 Nome da Entidade: Associação Beneficente Alda Miranda Matheus – AMMA

 Responsável legal Luiz Antônio Pinto Matheus


pela entidade:
 Responsável pelo
Projeto: Talita Noé Souza

1. Identificação da Entidade:
Associação Beneficente Alda Miranda Matheus AMMA foi constituída em
Pirassununga / SP, em 17 de fevereiro de 1997, por iniciativa de um empresário local,
que preocupado com a situação da infância do município buscou meios de apoiar a
população, prevenindo situações violadoras de direitos entre crianças e adolescentes
e garantindo a permanência dos mesmos no sistema educacional. O Município carece
de políticas públicas que assegurem a garantia dos direitos de crianças e
adolescentes de forma integrada e articulada, principalmente de serviços de
educação não formal. A insuficiência e/ou ausência de serviços públicos tem gerado
violações de direitos a população agravando cada vez mais sua condição de
existência. A AMMA atende crianças e adolescentes de todos os bairros do município
que tem aproximadamente 75.000 habitantes. A maioria dos atendidos são
provenientes da região nordeste que compreende os bairros Santa Clara, Santa Fé,
Luíz de Castro, Bela Vista e Cachoeira de Emas que juntos somam aproximadamente
12 mil pessoas. A comunidade é formada basicamente por famílias de baixa renda,
em sua maioria trabalhadores rurais eventuais, informais, desempregados ou
subempregados. Cachoeira de Emas, localizada as margens do rio Mogi-Guaçu, é o
ponto turístico mais importante da cidade, com diversos restaurantes especializados
na culinária a base de peixes, centro comercial com 120 boxes e natureza exuberante,
atraindo turistas de toda região. Entretanto, atrai também trabalho infantil, exploração
sexual, consumo de álcool e drogas. Segundo dados do Conselho tutelar, durante os
meses de março/2016 à março/2017, houve o registro de 1.302 ocorrências na
comunidade citada, apontando incidência de conflitos familiares, negligência, maus
tratos, atos infracionais entre outros.

1
2. Resumo do projeto:

O Projeto em questão visa viabilizar e potencializar ações propostas pelo Núcleo


Ambiental da entidade. Diante da relevância do tema e a falta de acesso ao
conhecimento que promova a consciência ambiental, desde sua fundação, o Projeto
AMMA prioriza e desenvolve atividades atreladas à educação ambiental, bem como,
o consumo consciente e o correto aproveitamento dos recursos naturais, criando
condições para que os atendidos coloquem em prática todo o aprendizado adquirido.
Desta forma, dentro de um bom planejamento, a educação ambiental é ferramenta
eficaz na conservação do meio ambiente, utilizando-se de métodos educacionais
preventivos, sensibilizando o indivíduo sobre a problemática ambiental e desenvolve
nele a criticidade necessária para a tomada de decisões em prol da preservação dos
recursos naturais e formação integral do ser humano. “Cientes de que se não
podemos mudar todo o planeta, pelo menos queremos interferir positivamente em
nosso ambiente mais próximo, assumindo o papel de educador agentes pela
promoção de convivência mais saudável, comprometida com o bem-estar de todos”.

3. Justificativa do projeto:

Para ser sustentável, não basta se preocupar com o meio ambiente, é preciso pensar
e entender que as nossas ações locais podem interferir para o bem ou para o mal em
escala global e em longo prazo. Mudanças de atitudes, além de favorecer um mundo
melhor, podem trazer economia para a OSC. É o caso da energia solar. Em todo o
mundo ocorre um aumento no interesse pelos sistemas fotovoltaicos, motivado
principalmente pela redução dos custos das células solares e pelos crescentes
problemas ambientais causados pelas formas tradicionais da geração de energia.
Devido ao descaso ambiental vivido nas últimas décadas, é de primeira importância
a implementação de ações que visem a diminuição dos impactos no ambiente e,
ainda, que tracem medidas emergenciais de resolução de impactos já gerados. Dito
isso, nosso compromisso permeia os três pilares da sustentabilidade: ser
economicamente viável, ecologicamente correto e socialmente justo. A AMMA está
naturalmente traçando uma rota para a autossuficiência, e, para isso, planejamos
somar ao projeto a pretendida parceria, no intuito da Implementação de didáticas
ligadas a práticas de utilização correta dos recursos naturais, bem como sua

2
preservação, nesse aspecto buscamos a ampliação da nossa usina de geração de
energia, na busca de conhecimentos e autossuficiência energética.

4. Objetivo Geral:
O objetivo é a implementação de ações educacionais com foco no meio
ambiente que tenham como resultado a diminuição dos impactos no ambiente
traçando medidas emergenciais de resolução de impactos já gerados, bem como a
inserção do tema sustentabilidade de forma interdisciplinar, buscando sempre a
autossuficiência na produção orgânica e proteção dos recursos naturais.

5. Objetivos Específicos:
Implementação de didática ligada a práticas de utilização correta dos recursos
naturais, bem como sua preservação, tais quais:

 Desenvolver práticas educativas, sustentáveis, e socialmente justas;


 Oportunizar espaços que facilitam o processo de ensino-aprendizagem;
 Ampliação do Sistema de geração de energia solar fotovoltaica uma forma
limpa de geração de energia elétrica, sendo está, fundamental na luta contra
as mudanças climáticas e esperança de um futuro mais sustentável.

6. Atividades Executadas:
Objetivo: Resultados Esperados Atividades Período
Quantitativos Qualitativos principais

Desenvolver práticas 100% de Ampliar o nível de Realização de 12 Meses


educativas aproveitamento conhecimento e 1h/aula /01 vez
dos atendidos assegurar o por semana
compromisso dos
capacitados
Espaços adequados Realização de 12 Meses
para as atividades 1h/aula /01 vez
sócio educativas por semana

Aprendizagem sobre 100% de Realização de 12 Meses


Sistemas alternativos aproveitamento 1h/aula /01 vez
de geração de energia dos atendidos por semana

3
7. Metodologia:
O atendimento é diário, visando atenuar os efeitos negativos resultantes do
afastamento do responsável por motivos de trabalho fora do lar, bem como da
precariedade da vida doméstica sob o ponto de vista social. Os alunos são retirados
dos seus bairros / escolas e levados a AMMA com transporte cedido pela Prefeitura
Municipal. Na AMMA as crianças recebem também café da manhã, lanche da tarde,
almoço, lanche da tarde e jantar. As atividades são realizadas de forma planejada e
continuada, através dos Núcleos de Educação Ambiental, Esportes, Cultura,
Cidadania onde os 450 atendidos são divididos em turmas, sendo 10 turmas no
período matutino (crianças e adolescentes de 11 a 16 anos) e 10 turmas no período
vespertino (crianças de 05 a 10 anos / 1° ao 4° ano, com 22 alunos cada turma,
separados de acordo com a faixa-etária / ano escolar. Funciona de fevereiro a
dezembro, de segunda a sexta-feira, das 7:30 às 12:00 e das 13:00 às 17:18 h.
Diariamente são realizadas com cada grupo de alunos 02 oficinas, onde a Educação
ambiental está inserida, desenvolvendo atividades teóricas e práticas, contando com
a parceria e apoio da USP/ZOOT JR – Empresa Junior de Zootecnia – USP/FZEA
conforme descrito abaixo: - Agricultura Orgânica, - Projeto Viveiro/ Curso de
produção de mudas Florestais, - Projeto Cooperativa Educacional, Projeto
AQUAPONIA e Projeto Fazendinha, a entidade se tornou naturalmente referência em
cooperativismo e ações sustentáveis. Os processos de formulação e implementação
das políticas educacionais revelam e pretendem conformar as concepções de
Educação e de Homem dos atores sociais envolvidos. Da mesma forma, os
programas, projetos e atividades de Educação Ambiental, apresentam concepções
de meio ambiente e propostas a serem adotadas na resolução da crise ambiental que
estão diretamente relacionadas aos interesses sociais, políticos e econômicos em
jogo na sociedade. Dito isso, a metodologia se aplicará de forma teórico-prática,
conforme descrito abaixo:
 Estudo sobre energia solar fotovoltaica. Uma forma limpa de geração de
energia elétrica, peça fundamental na luta contra as mudanças climáticas e
esperança de um futuro mais sustentável.

 Reprodução do conhecimento através de práticas agrícolas sustentáveis


(compostagem, adubação orgânica, reaproveitamento da água, controle
biológico, etc.) em ambiente controlado (estufas- horta e viveiro);

 Dissolução de problemas de cunho ecológico evidenciando soluções


ligadas ao descaso ambiental sofrido nas últimas décadas através de
atividades e debates dentro da sala de aula, respeitando a faixa etária dos
atendidos e seu possível conhecimento prévio no assunto.

4
8. Indicadores de Resultados:
Atividades Indicadores de progresso Meios de Verificação

9. Resultados esperados:
Por meio deste trabalho espera-se alcançar a conscientização da comunidade
atendida sobre a importância a ser dada ao meio ambiente, dentro de perspectivas
de reabilitação, conservação e melhoria, enfatizando a readequação de hábitos e
atitudes degeneradoras do meio ambiente, tendo em vista a promoção da
sustentabilidade financeira e do conhecimento, ferramentas indispensáveis na
transformação da consciência ecológica individual e comunitária.

10. Cronograma de atividades:


Atividades Período
01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12

11. Equipe técnica da entidade:


Nome Formação Função Carga horária Vínculo
semanal empregatício

12. Contrapartida:

13. Parceiros:
Organização Principais funções na execução do projeto

5
14. Sustentabilidade:
A continuidade do projeto caminha junto ao trabalho efetivo e resultados
obtidos pela entidade que busca constantemente aprovações de novos projetos,
bem como novas parcerias para a continuam melhora de ações.

15. Financeiro:

16. Técnico (Recurso Humanos):

17. Número de pessoas beneficiadas diretamente pelo projeto:


O projeto beneficiara cerca de 460 crianças e adolescentes com idade entre
05 a 16 anos, em regime de contra turno escolar. O público alvo da entidade são
crianças de baixa-renda e vulnerabilidade social do município que apresentam grande
carência e necessitam de alimentação adequada, balanceada e nutritiva para seu
desenvolvimento psicossocial.

18. Prazo de execução do projeto:


Os projetos e programas da entidade tem duração de 12 meses, descritos e
pautados no plano de ações da entidade, passando no início de cada ano por
avaliação e caso necessário reestruturação. O projeto em questão tem tempo
indeterminado, se tratando de ações continuas e moldáveis.

19. Avaliação:
O projeto será realizado através da participação e interesse das crianças e
adolescentes interessados nas atividades propostas, sendo registrados através de
relatórios avaliativos semanais e mensais, no intuito de assegurar dados concretos
sobre os resultados obtidos. Diante dos expostos, o projeto está em conformidade
com os seguintes Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

o Objetivo 02 - Visa acabar com a fome e a inanição, alcançar a


segurança alimentar, melhorar a nutrição e promover a agricultura
sustentável;

o Objetivo 03 - Garantir uma vida saudável e promover o bem-estar


para todos, em todas as idades;

o Objetivo 04 - Trata de garantir educação inclusiva para todos e


promover oportunidades de aprendizagem equitativa e de qualidade
ao longo da vida;

6
o Objetivo 12 - Visa a promoção da eficiência do uso de recursos
energéticos e naturais, da infraestrutura sustentável, do acesso a
serviços básicos.

20. Orçamento: