Anda di halaman 1dari 15

CUSTOS LOGÍSTICOS

NOÇÕES DE CONTABILIDADE

ESCOLA TÉCNICA DE CEILÂNDIA

DISCIPLINA: CUSTOS LOGÍSTICOS

PROFESSOR: LUIS CAMPELO


Noções de Contabilidade
CONCEITO:
• Contabilidade é a ciência que estuda, registra, controla e interpreta os fatos ocorridos no patrimônio das
entidades com fins lucrativos ou não.

• CAMPO DE APLICAÇÃO: O das entidades econômico-administrativas, sejam de fins lucrativos ou não.

• OBJETO DE ESTUDO DA CONTABILIDADE: O patrimônio das entidades.

• PATRIMÔNIO Conjunto de bens, direitos e obrigações vinculados à entidade econômico administrativa.


FINALIDADES DA CONTABILIDADE

Assegurar o controle do patrimônio administrado e fornecer


informações sobre a composição e as variações patrimoniais, bem como o
resultado das atividades econômicas desenvolvidas pela entidade para
alcançar seus fins, que podem ser lucrativos ou meramente ideais.

De acordo com o parágrafo acima, observamos duas funções básicas na


contabilidade. Uma é a administrativa, e a outra é a econômica.

Assim: – Função administrativa: controlar o patrimônio


– Função econômica: apurar o resultado.
USUÁRIOS DA CONTABILIDADE :

– Sócios, acionistas, proprietários;


– Diretores, administradores, executivos;
– Instituições financeiras;
– Empregados – Sindicatos e associações;
– Institutos de pesquisas;
– Fornecedores ;
– Clientes ;
– Órgãos governamentais;
– Fisco (Receita Federal, Receita Estadual)
TÉCNICAS CONTÁBEIS

A contabilidade para atingir sua finalidade se utiliza das seguintes técnicas.

Escrituração: É o registro de todos os fatos que ocorrem no patrimônio.

Demonstrações Financeiras :
São demonstrativos expositivos dos fatos ocorridos num determinado período.

Representam a exposição gráfica dos fatos. São elas:


– Balanço Patrimonial
– Demonstração do Resultado do Exercício
– Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados
– Demonstração das Mutações do patrimônio Líquido
– Demonstração das Origens e Aplicações de Recursos
Auditoria: É o exame e a verificação da exatidão ou não dos procedimentos contábeis.

Análise das Demonstrações Financeiras: Analisa e interpreta as demonstrações financeiras.

PRINCIPIOS FUNDAMENTAIS:
O Conselho Federal de Contabilidade, através da Resolução Federal no 750/93, determinou os
seguintes princípios fundamentais de contabilidade.

– Entidade
– Continuidade
– Oportunidade
– Registro pelo Valor Original
– Atualização Monetária
– Prudência
– Competência
FUNÇÃO ADMINISTRATIVA DA CONTABILIDADE

Controlar o patrimônio.

a. Patrimônio – conjunto de bens, direitos e obrigações


suscetíveis de avaliação econômica, vinculados a uma
entidade ou pessoa física.

b. Bem – tudo aquilo que satisfaz as necessidades humanas e


pode ser avaliado economicamente.
Classificação dos bens:

Bens tangíveis:
corpóreos, concretos ou materiais – têm existência física, existem como coisa ou
objeto.

Bens intangíveis:
incorpóreos, abstratos ou imateriais – não possuem existência física, porém
representam uma aplicação de capital indispensável aos objetivos da empresa, e
cujo valor reside em direitos de propriedade que são legalmente conferidos aos
seus possuidores.
1ª Parte – ATIVO (A) - parte positiva, composta de bens
e direitos.
2ª Parte – PASSIVO EXIGÍVEL (PE) - parte negativa,
composta das obrigações
3ª Parte – PATRIMÔNIO LÍQUIDO (PL) ou SITUAÇÃO LÍQUIDA (SL)

– parte diferencial entre o ativo e o passivo exigível.


O patrimônio líquido representa as obrigações da entidade para
com os sócios ou acionistas (proprietários) e indica a diferença
entre o valor dos bens e direitos (ativo) e o valor das obrigações
com terceiros (passivo exigível).
Receitas

São entradas de elementos para o ativo da empresa, na


forma de bens ou direitos que sempre provocam
aumento da situação líquida.
Despesas

É gasto incorrido para, direta ou indiretamente, gerar


receitas.

As despesas podem diminuir o ativo ou aumentar o


passivo, mas sempre provocam diminuições na
situação líquida ou patrimônio líquido.
Lucro

O lucro é considerado todo o rendimento positivo obtido


através de uma negociação econômica ou de qualquer
outro gênero.

Na economia, o lucro é tudo o que foi ganhou ou


recebido a partir de um ato de comercialização
financeira.
É fundamental, diferenciar o cálculo do lucro sob o aspecto da
contabilidade geral e o cálculo do lucro na contabilidade de
custos.

Na contabilidade geral esse cálculo envolve o conceito de


apuração do resultado, ou seja, representa o lucro de decisões
já tomadas pela empresa nos seus diversos ambientes
gerenciais.
Na contabilidade de custos, o cálculo do lucro envolve
uma percepção anterior a decisão vender ou não um produto
ou serviço, aceitar ou não uma proposta de preço por parte do
cliente, participar ou não de uma proposta de uma
concorrência ou a que preço concorrer, aumentar ou não a
capacidade produtiva, investir ou não em novo maquinário,
substituir um fornecedor ou negociar preços melhores para
aquisição de insumos para a produção, ou seja, avaliar
antecipadamente os efeitos no lucro futuros de decisão que
serão tomados hoje, envolvendo o comportamento dos fatores
analisados.