Anda di halaman 1dari 2

UNIVERSIDADE

DISCIPLINA:
DOCENTE: Dr.ª Prof.ª
DISCENTE:
DATA: 06/09/2019.
RESUMO ACADEMICO

Referência:

O estudo presente no artigo referenciado acima, foi realizado com objetivo de


desenvolver um teste que tivesse sensibilidade e especificidade suficiente para detectar
genes mutantes em animais sensíveis, ou acometidos com a síndrome suína PSS
(Porcina stress síndrome) em sua fase aguda. Embora o gene da PSS tenha sido
identificada em diferentes raças de suínos, apresenta maior incidência em magros,
Duroc, Lar-ge Branco, Pietrain e em Landrasce.
A PSS trata-se de uma síndrome hipermetabólica (Herdável como alteração
autossômica recessiva) que está associada a uma disfunção na homeostase do cálcio em
fibras musculares, causando hipertermia, rigidez muscular e perturbação autonômica.
Sabe-se que a mutação C1843T no ponto Arg615Cys está no gene RYR1 (Sus scrofa),
seu alelo susceptível é o T e o não susceptível selvagem é o C. Após serem
desenvolvidos e realizados um número considerável de testes laboratoriais, o que mais
atendeu as necessidades do experimento foi o Real-time PRC utilizando sondas de
hibridização marcadas com fluoresceína.
Foram utilizados três PSS susceptíveis e não susceptíveis (Suínos de raças
mestiças) na análise: Pietrain X Landrace Belga, Pietrain X Large White and Pietrain X Duroc.
Realizaram-se as coletas de amostras do musculo e a biópsia das mesmas. Feito isto,
submeteram-nas a halothano-cafeína em testes de contratura in vitro de acordo com o
protocolo do Grupo de Hipertermia Maligna Norte Americano. A tipagem genética foi
feita usando um sistema baseado em PCR em tempo real (LightCycler, Roche, e
Mannheim, Alemanha) com sondas de hibridação específicas para o RYR1 C1843T
SNP.
Adicionando as amostras individuais que representam a relação C / genótipos C,
C / T ou T / T analisadas por PCR em tempo real, foram também genotipados por
sequenciação de DNA e técnicas de polimorfismo de comprimento de fragmentos de
UBERLÂNDIA – MG
SETEMBRO DE 2019
2º SEMESTRE/2019
restrição com a enzima HhaI (Invitrogen). Os resultados de genotipagem foram
interpretados de acordo com a curva de fusão derivada {-d (f2 % F1) % dt},
representada graficamente em função da temperatura. Com os testes pode-se detectar os
diferentes genótipos de RYR1, e estes revelaram a substituição de pb C para T em genes
mutantes.
Os testes em in vitro e em vivo apresentaram uma homologia de 100%,
mostrando, com isso, a especificidade do teste de PCR em tempo real com sonda de
hibridização (com marcadores de fluoresceína). Por se tratar de um teste rápido e com
alta precisão, esta ferramenta pode auxiliar significativamente na seleção e no
melhoramento genético de animais.