Anda di halaman 1dari 4

FFLCH

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO


FACULDADE DE FILOSOFIA, LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS
DEPARTAMENTO DE ANTROPOLOGIA
_______________________________________________

Antropologia IV - Questões de Antropologia Contemporânea


(2° semestre 2016)

Código: FLA0206

Disciplina requisito ou indicação de conjunto: FLA0102


Curso: Ciências Sociais
Créditos - Total: 4

Professor Responsável: Júlio Assis Simões

Conteúdo: A antropologia interpretativa e outros desdobramentos da hermenêutica.


Problematização e desdobramentos do estruturalismo. Diálogos entre antropologia e
história. Questões e tendências teórico-metodológicas no debate contemporâneo.

Métodos utilizados: Aulas expositivas e seminários.


Critérios de avaliação:
1. duas provas escritas individuais
2. Relatórios de leitura (a combinar)
Normas de recuperação: Prova escrita sobre toda matéria dada.
Data da recuperação: (a definir)

Cronograma e bibliografia

1 sessão (25 e 26/08)


Apresentação da Disciplina

2 sessão (01 e 02/09)


Símbolo, ritual e processo social

TURNER, Victor. 2005[1967]. Floresta de símbolos: aspectos do ritual Ndembu. Rio de


Janeiro: Editora da UFF. Cap 10: Um curandeiro Ndembu e sua prática, p. 449-488.
TURNER, Victor. 1974[1969]. O processo ritual. Petrópolis: Vozes. Cap. 3: Liminaridade e
‘communitas’, p. 116-159.
___________________________________________________________________________________
São Paulo – SP – Caixa Postal 2350 - CEP 05508-900 – Tel. (11) 3031-2552 – Fax (11) 3091-3163
Av. Prof. Luciano Gualberto, 315 – Cidade Universitária – Prédio de Filosofia e Ciências Sociais
e-mail: fla@usp.br – www.fflch.usp.br/da
FFLCH

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO


FACULDADE DE FILOSOFIA, LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS
DEPARTAMENTO DE ANTROPOLOGIA
_______________________________________________
Leitura complementar: DOUGLAS, Mary. 1976[1966] Pureza e perigo. São Paulo: Perspectiva.
Cap. 4: Magia e milagre, p. 75-91.

3 sessão (08 e 09/09)


Símbolo, sentimento, subjetividade

GEERTZ, Clifford. 1989[1973]. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: LTC


Cap. 8: Pessoa, tempo e conduta em Bali, p. 225- 277
Cap. 9: Um jogo absorvente: notas sobre a briga de galos balinesa, p. 278-321.
Leitura complementar: ORTNER, Sherry 2007. Subjetividade e crítica cultural. Horizontes
Antropológicos, v. 13, n. 28.

4 sessão (15 e 16/09)


Problematizando hierarquia e individualismo

DUMONT, Louis. 1992 [1966] Homo hierarchicus: o sistema de castas e suas implicações. São
Paulo: Edusp.
Introdução, p. 49-66;
Cap. 2: Do sistema à estrutura: o puro e o impuro, p.83-115;
Cap 3: A hierarquia: teoria das “varna”, p.117-143
Leitura complementar: STOLCKE, Verena. [2001] Gloria o maldición del individualismo
moderno según Louis Dumont. Revista de Antropologia, v. 44, n.2

5 sessão (22 e 23/09)


Cultura e prática, estrutura e história

SAHLINS, Marshall. 2008 [1981]. Metáforas históricas e realidades míticas. Rio de Janeiro:
Jorge Zahar Editor.
Leitura complementar: CARNEIRO DA CUNHA, Manuela. 2009. “Cultura” e cultura:
conhecimentos tradicionais e direitos intelectuais. In: CARNEIRO DA CUNHA, Manuela.
Cultura com aspas.São Paulo: Cosacnaify, cap. 19, p. 311-373.

6 sessão (29 e 30/09)

Prova Escrita 1

7 sessão (06 e 07/10)


Etnografia, representação e poder
___________________________________________________________________________________
São Paulo – SP – Caixa Postal 2350 - CEP 05508-900 – Tel. (11) 3031-2552 – Fax (11) 3091-3163
Av. Prof. Luciano Gualberto, 315 – Cidade Universitária – Prédio de Filosofia e Ciências Sociais
e-mail: fla@usp.br – www.fflch.usp.br/da
FFLCH

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO


FACULDADE DE FILOSOFIA, LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS
DEPARTAMENTO DE ANTROPOLOGIA
_______________________________________________

SAID, Edward. 2001 [1978]. Orientalismo. São Paulo: Companhia das Letras.
Introdução, p. 13-39.
CLIFFORD, James. 2008 [1988]. A experiência etnográfica. Rio de Janeiro, Editora da UFRJ.
Cap. 1: Sobre a autoridade etnográfica, p.17-62.
Leitura complementar: STRATHERN, Marilyn. 2014 [1986]. Fora de contexto: as ficções
persuasivas da antropologia. In: STRATHERN, Marilyn. O efeito etnográfico. São Paulo:
Cosacnaify, p. 159-209.

8 sessão (13 e 14/10)


Problematizando pessoa e gênero (1)

STRATHERN, Marilyn. 2006 [1988]. O gênero da dádiva. Campinas: Editora da Unicamp.


Prefácio, p. 19-23;
Cap. 1: Estratégias antropológicas, p. 27-51
Cap 2: Um lugar no debate feminista, p. 53-77
Leitura complementar: STRATHERN, Marilyn. 1999. Entrevista: No limite de uma certa
linguagem. Mana, vol.5, n.2, p.157-175.

09 sessão (20 e 21/10)


Problematizando pessoa e gênero (2)

STRATHERN, Marilyn. 2006 [1988]. O gênero da dádiva. Campinas: Editora da Unicamp.


Cap. 7: Algumas definições, p. 261-286
Cap. 8: Relações que separam, p. 287-332.

27 e 28/10 - semana da ANPOCS (Não haverá aula)

10 sessão (03 e 04/11)


Problematizando parentesco: tecnologias, relações, substâncias

STRATHERN, Marilyn. 1995. Necessidade de pais, necessidade de mães. Estudos Feministas,


n. 2, p. 303-329.
CARSTEN, Janet. 2014. A matéria do parentesco. R@U – Revista de Antropologia da UFSCar,
6(2), p. 103-118.
Leitura complementar: FONSECA, Claudia. 2004. A certeza que pariu a dúvida: paternidade e
DNA. Estudos Feministas, n.12 (2), 2004, p.13-34.

11 sessão (10 e 11/11)


___________________________________________________________________________________
São Paulo – SP – Caixa Postal 2350 - CEP 05508-900 – Tel. (11) 3031-2552 – Fax (11) 3091-3163
Av. Prof. Luciano Gualberto, 315 – Cidade Universitária – Prédio de Filosofia e Ciências Sociais
e-mail: fla@usp.br – www.fflch.usp.br/da
FFLCH

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO


FACULDADE DE FILOSOFIA, LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS
DEPARTAMENTO DE ANTROPOLOGIA
_______________________________________________

Ciência, tecnologia, saber e política(1)

LATOUR, Bruno; WOOLGAR, Steve. 1997 [1979] A vida de laboratório: a produção dos fatos
científicos. Rio de Janeiro: Relume Dumará .
Cap 1. A etnografia das ciências, p. 9-34
Cap 2. Visita de um antropólogo ao laboratório, p. 35-100.
Leitura complementar: LATOUR, Bruno. 2000 [1998]. Introdução: Abrindo a caixa-preta de
Pandora. In: LATOUR, Bruno. Ciência em ação. São Paulo: Ed. UNESP, p. 11-36.

12 sessão (17 e 18/11)


Ciência, tecnologia, saber e política (2)

HARAWAY, Donna. 2000 [1985] Manifesto ciborgue: ciência, tecnologia e feminismo-


socialista no final do século XX. In: HARAWAY, Donna et al. Antropologia do ciborgue: as
vertigens do pós-humano. Belo Horizonte: Autêntica, p. 37-129
Leitura complementar: HARAWAY, Donna e GANE, Nicholas. Se nós nunca fomos humanos,
o que fazer? Entrevista. Ponto Urbe, n. 6, 2010

13 sessão (24 e 25/11)


Discussão de encerramento: dois pontos de vista sobre a antropologia contemporânea.

VIVEIROS DE CASTRO, Eduardo. 2002. O nativo relativo. Mana 8(1), p. 113-148.


INGOLD, Tim. 2015 [2011] Antropologia não é etnografia. In: INGOLD, Tim. Estar vivo:
ensaios sobre movimento, conhecimento e descrição. Petrópolis: Vozes, p. 327-347.

14 sessão ( 01 e 02/12)
Prova Escrita 2

15 sessão (08 e 09/12)


Encerramento e avaliação geral da disciplina

___________________________________________________________________________________
São Paulo – SP – Caixa Postal 2350 - CEP 05508-900 – Tel. (11) 3031-2552 – Fax (11) 3091-3163
Av. Prof. Luciano Gualberto, 315 – Cidade Universitária – Prédio de Filosofia e Ciências Sociais
e-mail: fla@usp.br – www.fflch.usp.br/da