Anda di halaman 1dari 3

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ

CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE


DEPARTAMENTO DE BIOFÍSICA E FISIOLOGIA
DISCIPLINA: FISIOLOGIA II
PROFESSORA: Maria do Carmo de Carvalho e Martins

ROTEIRO DE TRABALHO EXPERIMENTAL – MECÂNICA RESPIRATÓRIA EM RATOS

Objetivo:
 Demonstrar em que consistem, do ponto de vista físico, as fases do ciclo respiratório
(inspiração e expiração

Procedimento:
 A eutanásia será realizada mediante administração de sobredose de anestésico por via
intraperitoneal ( ketamina 100 mg/kg + xilazina 20 mg/kg) (Resolução Nº 876 do Conselho
Federal de Medicina Veterinária, 15 de Fevereiro de 2008-Anexo I).
 Para a retiradas dos pulmões o animal será posicionado em decúbito dorsal na prança de
cortiça e fazer incisão longitudinal dorsal na pele na linha média do pescoço até o
seguimento do esterno. Divulsionar a musculatura pré traqueal e expor o a traqueia.
 Será produzido pneumotórax introduzindo as pontas de uma tesoura "ponta romba" na
altura da fúrcula esternal. Em seguida, abrir a caixa torácica mediante incisão mediana
para remoção do coração através da secção dos vasos da base e o conjunto "traqueia-
pulmões" e montar o conjunto "caixa torácica-pulmões artificial" cuidadosamente (Figura
1).
Figura 1. Conjunto “caixa torácica-pulmões artificial”.

Experiências:
a) Simular o ciclo respiratório através da "contração" e "relaxamento" do "diafragma".
Observar atentamente tudo no quanto se refere a volume da caixa torácica, pressão
interpleural, volume pulmonar, pressão intrapulmonar e fluxo de ar. Essa observação
facilitará a obtenção dos dados e confecção dos relatórios.

b) Ocluir a traqueia e repetir o experimento anterior;

c) Adaptar uma seringa à traqueia e injetar uma pequena quantidade de ar. Em


seguida, ocluir momentaneamente a traqueia enquanto retira a seringa. Desobstruir a
traqueia e observar que os pulmões, em função de sua própria elasticidade, retornam
às dimensões de repouso expulsando o ar.

d) Adaptar uma seringa a traquéia e fazer a infusão de 1 mL de soro fisológico no pulmão


(apenas ao final do experimento para simular um edema agudo de pulmão). Como
se comportam a pressão interpleural, volume pulmonar, pressão intrapulmonar e fluxo
de ar?

e) Utilizando o conjunto traqueia-pulmões de um dos animais, após a experiência do item


“c”, desmontar o conjunto “caixa torácica-pulmões artificial” e fazer uma pequena
perfuração em um dos pulmões, simulando um pneumotórax. Remontar o conjunto
da figura 1. Em seguida refazer as experiências. Como se comportam a pressão
interpleural, volume pulmonar, pressão intrapulmonar e fluxo de ar?

Obs: As experiências dos itens “a”, “b” e “c” devem ser repetidas várias vezes e analisadas no
sentido de possibilitar o entendimento da mecânica da respiração em diferentes condições.

 Construir nos espaços a seguir gráficos representativos das alterações nos parâmetros
indicados para a experiência descrita no item “a”
 INSPIRAÇÃO EXPIRAÇÃO

Volume da caixa torácica (mL)

 INSPIRAÇÃO EXPIRAÇÃO

Pressão intrapleural (mmHg)

INSPIRAÇÃO EXPIRAÇÃO

Volume Pulmonar (mL)


INSPIRAÇÃO EXPIRAÇÃO

Pressão Alveolar (mmHg)

INSPIRAÇÃO EXPIRAÇÃO

Fluxo de ar (mL)

Aspectos Éticos
Os procedimentos a serem realizados estão em concordância com o disposto na Lei 11.794
de 08 de outubro de 2008, e nas demais normas aplicáveis à utilização de animais em ensino
e/ou pesquisa, especialmente as Resoluções Normativas do Conselho Nacional de Controle
de Experimentação Animal – CONCEA. Previamente à sua realização o projeto do estudo foi
submetido à apreciação ética pelo Comitê de Ética em Experimentação Animal da
Universidade Federal do Piauí.

Atividades adicionais:
 Por meio de busca em livros de fisiologia e semiologia ou em artigos científicos:
1. Descreva a mecânica de um ciclo da respiração tranquila, apoiando as alterações de
volumes da caixa torácica e pulmões, pressão pleural e alveolar, e fluxo de ar.
2. Compare as alterações de volumes da caixa torácica e pulmões, pressão pleural e
alveolar, e fluxo de ar em situações como as observadas na experiências “a”, “b” e “c” e
aponte as diferenças.
3. Identifique os músculos respiratórios básicos e acessórios e aponte suas funções.
4. Defina complacência pulmonar e descreva sua relação com o trabalho respiratório.
5. Defina surfactante pulmonar e aponte seus efeitos no sistema respiratório.
6. Descreva os efeitos dos movimentos respiratórios sobre o retorno venoso.