Anda di halaman 1dari 10

DuPont ISCEON Série 9

TM

FLUIDOS REFRIGERANTES

Informação Técnica
ART- 46

®
Diretrizes de Retrofit para
Fluidos Refrigerantes DuPont ISCEON Série 9
TM

TM
DuPont ISCEON MO29 (R-422D)

The miracles of science


®
Diretrizes de Retrofit para
TM
Fluidos Refrigerantes DuPont ISCEON Série 9

Índice

Página
Introdução......................................................................................................................................................3
Opção para Retrofit®...........................................................................................................................................................................
3

Etapas do Retrofit®....................................................................................................................................................................... 3
Informações Importantes Sobre Segurança ................................................................................................................................4
Não Flamabilidade...........................................................................................................................................................................
5

Informações Sobre Lubrificantes e Filtros Secadores ................................................................................................................5


Informações Gerais Sobre Retrofit® ...............................................................................................................................................
6

6
Modificações no Sistema ..................................................................................................................................................................
Informações Sobre Recuperação do Fluido Refrigerante.................................................................................................................6
Desempenho Esperado Após o Retrofit® ...........................................................................................................................................
6 .

Tabelas Pressão-Temperatura .......................................................................................................................................................7


Como Ler as Tabelas Pressão/Temperatura .......................................................................................................................................
7
Como Determinar a Pressão de Sucção, o Superaquecimento e o Sub-resfriamento ..........................................................................
7
Ficha de Informação do Sistema .................................................................................................................................. 8
Apêndice ..........................................................................................................................................................................................
9
Tabela de Pressão x Temperatura ...................................................................................................................................................9

2
Introdução Observação: Quando houver vazamento acima da carga crítica,
TM
Os fluidos refrigerantes DuPont ISCEON Série 9 são utilizados deverá ser removida toda a carga de fluido refrigerante. Essa é a
em Retrofit®, que não degradam a camada de ozônio. São de mesma prática recomendada para o HCFC-22.
fácil utilização, além de serem confiáveis e baixo custo. Em Etapas do Retrofit®
muitos casos, os sistemas modificados para esses fluidos
Os itens a seguir são um resumo das etapas básicas para o
refrigerantes continuam operando com o mesmo lubrificante à
processo de Retrofit® com ISCEON MO29.
TM

base de óleo mineral ou de alquilbenzeno que era utilizado


anteriormente com o fluido refrigerante CFC ou HCFC. Têm
demonstrado desempenho similar com relação ao sistema com 1... Estabelecer referência de desempenho com o fluido
o fluido refrigerante anterior. Se utilizadas estas diretrizes de refrigerante atual. Coletar dados de desempenho do
Retrofit®, chiller com condensação a água ou a ar e expansão sistema enquanto o fluido refrigerante antigo ainda
direta (DX), condicionadores de ar (AC) doméstico e comercial e estiver no sistema. Verificar se as condições de operação
sistemas de refrigeração de média e baixa temperatura e quantidade de fluido refrigerante estão corretas. Estes
contendo R-22, poderão ser fácil e economicamente adaptados dados de temperatura e pressão em vários pontos do
ao ISCEONTM MO29. Isso permite que os equipamentos sistema (evaporador, condensador, sucção e descarga do
existentes continuem operando com segurança e eficácia. compressor, superaquecimento e sub-resfriamento, etc.),
serão úteis para otimizar a operação do sistema com o
Opção para Retrofit® em chiller com condensação a água ou a
ISCEONTM MO29. Encontra-se em anexo neste boletim
ar e expansão direta, em condicionadores de ar comercial em
uma Ficha de Informação do Sistema para a coleta dos
sistemas de refrigeração de média e baixa temperatura que
dados do sistema.
utilizam R-22.
O ISCEONTM MO29 é um fluido refrigerante HFC usado na 2. Remover o fluido refrigerante do sistema para um cilindro
substituição do R-22 em chiller com condensação á água e de recuperação. O fluido refrigerante deverá ser removida
expansão direta (DX). Também pode ser utilizado em do sistema e coletado em um cilindro de recuperação
condicionadores de ar doméstico e comercial (AC) e em utilizando uma recolhedora com capacidade de tiragem de
10 a 15 polegadas de Hg de vácuo (50-67kPa). Caso não
sistemas de refrigeração de média e baixa temperatura. O
tenha conhecimento da carga do sistema, pese a
ISCEONTM MO29 é compatível com os lubrificantes novos e quantidade de fluido refrigerante removido. A quantidade
tradicionais (óleo mineral alquibenzeno e poliól éster). Na inicial de ISCEONTM MO29 para carregar o sistema poderá
maioria dos casos, o processo de Retrofit® não requer ser estimada a partir desse valor. (Ver etapa 5).
mudança do tipo de lubrificante. Assegurar que seja removido qualquer fluido refrigerante
residual dissolvido no óleo do compressor, mantendo o
O retorno do óleo também é determinado por várias condições sistema sob vácuo. Eliminar o vácuo com nitrogênio seco.
de operação e de projeto. Em alguns sistemas com
configurações complexas de tubulação, poderá ser necessária 3. Substituir o filtro/secador. Este procedimento é uma
a adição de POE. Em algumas aplicações poderão ser prática bastante comum durante as manutenções dos
necessárias pequenas modificações (ex.: substituição dos equipamentos. O Filtro/secador deve ser compatível com
anéis de vedação) ou ajustes nos dispositivos de expansão.
o ISCEONTM MO29. Para informações adicionais sobre
A larga experiência de campo tem demonstrado que, na maioria secadores, consultar a página 5 deste manual. (Se
dos sistemas onde foram efetuados os Retrofit® corretamente, o
necessário, substituir os anéis de vedação, etc.
ISCEONTM MO29 apresenta desempenho esperado pelo
Provavelmente essa substituição será necessária nos
consumidor. Na maioria dos sistemas, o ISCEONTM MO29 oferece
sistemas antigos.)
capacidade de refrigeração e eficiência energética semelhantes
às do R-22, e operam com uma temperatura de descarga do Observação: Em alguns sistemas pode ser necessário
compressor significativamente inferior. O desempenho real ajustar a válvula de expansão. Os seguintes
depende do projeto e das condições de operação do sistema. componentes são frequentemente afetados: selo de
Pode-se completar a carga de fluido refrigerante durante o vedação, gaxeta da válvula de serviço do tanque de
serviço de manutenção sem a remoção de todo o produto líquido, válvula solenside válvula esférica, anel de
(fluido refrigerante), desde que todo sistema esteja com vedação e selos em contato com o fluido refrigerante.
ISCEONTM MO29. Portanto esses componentes devem ser considerados
como potenciais pontos de vazamento.

3
4. Evacuar o sistema e verificar a existência de vazamentos. Leia a seção "Como Determinar a Pressão de Sucção, o
Use as boas práticas de refrigeração. Para remover ar ou Superaquecimento e o Sub-resfriamento" deste boletim
outros elementos não condensáveis do sistema, técnico.
recomenda-se que o sistema seja evacuado até atingir
vácuo total (29,9 polegadas de Hg de vácuo [500 microns] A experiência tem demonstrado que para o
ou menos de 0,1 kPa), isolar a bomba de vácuo do sistema e ISCEONTM MO29, o superaquecimento (na entrada do
observar a leitura do vácuo. Se o sistema não mantiver o compressor) deverá ser igual ao do fluido refrigerante que
vácuo, será um indício de que pode haver vazamento. está sendo substituído.
Pressurizar o sistema com nitrogênio, tomando cuidado
7. Monitorar o nível de óleo. Durante a operação inicial do
para não ultrapassar a pressão máxima de projeto do
sistema é muito importante monitorar o nível do óleo no
sistema, e verificar a existência de vazamentos. Não utilizar
compressor (ou o sistema de gerenciamento de óleo do
misturas de ar com fluido refrigerante sob pressão para
compressor) para verificar se o óleo está retornando para o
verificar a existência de vazamentos. Essas misturas podem
compressor de forma adequada.
se tornar combustíveis.
 Caso o nível de óleo caia abaixo do mínimo permitido,
5. Carregar com ISCEONTM MO29. Carregar somente na fase completar até o nível mínimo com o tipo de óleo
líquida. A posição mais adequada para a remoção de existente. Não completar até o máximo, uma vez que o
líquido está indicada por setas na etiqueta do cilindro e na nível poderá subir novamente.
caixa do cilindro.
 Se o retorno do óleo tiver grandes oscilações no nível
ATENÇÃO do óleo, é recomendável que parte do óleo seja
Não carregar fluido refrigerante líquido no compressor. removido do sistema e substituído por POE. O POE
Isso provocará danos graves e irreversíveis. deverá ser adicionado progressivamente ao sistema.
Deverá ser feita uma adição inicial de 10% (da carga
Em geral, os sistemas de refrigeração necessitam de
total de óleo). A adição inicial deverá ser seguida por
menor quantidade de ISCEONTM MO29 que do HCFC
adições de 5%, ao normal . A substituição de até 25%
original, embora alguns sistemas necessitem de um
do óleo por POE ajudará a manter o retorno do óleo. A
pouco mais. A carga ótima variará dependendo do projeto
quantidade exata de óleo a ser substituída por POE
e das condições operacionais do sistema. A carga inicial
dependerá do próprio sistema (temperaturas de
deve ser aproximadamente 85% da carga padrão de R-22.
evaporação, geometria, etc.).
A carga final será aproximadamente 95%.
 É importante assegurar durante a adição do POE ao
Observação: Esses valores são aplicáveis, desde que não sejam
sistema, o nível de óleo (imediatamente após a adição)
feitas alterações nos componentes mecânicos do sistema (que
seja mantido abaixo do nível médio de óleo do sistema
poderão afetar significativamente a capacidade volumétrica
(ex.: no meio do visor de óleo).
interna do sistema) durante o Retrofit®.
8. Identificar o sistema para indicar o fluido refrigerante e
6. Iniciar o sistema e ajustar a quantidade da carga. Inicie o
quaisquer óleos presentes no sistema.
sistema e deixe-o estabilizar. Se o sistema apresentar falta
de fluido refrigerante, (conforme indicado pelo nível do
superaquecimento na saída do evaporador ou pelo valor Retrofit® Concluído!
do sub-resfriamento na saída do condensador), adicione
mais ISCEONTM MO29 em pequenas quantidades (retirando Informações Importantes Sobre Segurança
fase líquida do cilindro) até que o sistema apresente as Assim como os CFCs e os HCFCs, os fluidos refrigerantes
condições desejadas. Observe as tabelas de pressão- ISCEONTM Série 9 são seguros, quando manuseados
temperatura neste boletim para comparar as pressões e adequadamente. No entanto, qualquer fluido refrigerante pode
temperaturas, com o objetivo de calcular o provocar ferimentos ou até mesmo ser fatal quando
manuseados incorretamente. Antes de utilizar qualquer fluido
superaquecimento ou o sub-resfriamento utilizado. A
refrigerante, favor analisar as orientações abaixo.
carga do sistema, com referência no visor de líquido,
poderá levar a uma sobrecarga do fluido refrigerante.

4
 Não trabalhar em locais com altas concentrações de Não Flamabilidade
vapores dos fluidos refrigerantes. Manter sempre TM
Sob condições normais, o ISCEON MO29 é não inflamável no
ventilação adequada na área de trabalho. Não inalar ar. No entanto, misturas desse produto com altas concentrações
vapores. Não inalar vapores de lubrificante de sistemas de ar ou oxigênio, sob pressão e/ou temperatura elevada,
com vazamento. No caso de vazamento, ventilar a área podem se tornar combustíveis na presença de fonte de ignição.
antes de reparar o equipamento. Esse produto não deve ser misturado com ar para verificação de
 Não utilizar detectores manuais de vazamento para vazamentos.
checar a concentração de ar respirável. Esses detectores
não são projetados para determinar se a concentração de Informações Sobre Lubrificantes e Filtros Secadores
ar é segura para respiração humana. Utilizar monitores de Lubrificantes
oxigênio para garantir que a concentração é suficiente para A seleção do lubrificante se baseia em muitos fatores, incluindo
vida humana no local. as características de desgaste do compressor, a compatibilidade
dos materiais e a miscibilidade do lubrificante/ fluido
 Não utilizar chamas ou tochas halogenadas para localizar refrigerante (que pode afetar o retorno do óleo para o
vazamentos. Na presença de quaisquer fluidos compressor). O ISCEONTM MO29 é compatível com lubrificantes
refrigerantes chamas abertas (ex.: tochas halogenadas ou tradicionais e novos. Na maioria dos casos de Retrofit® não é
maçaricos para brasagem) podem liberar grandes necessária a mudança do tipo de óleo.
quantidades de compostos ácidos e esses podem ser A experiência de campo tem demonstrado que, na maioria dos
perigosos. No caso dos fluidos refrigerantes HFC, as tochas sistemas, o ISCEONTM MO29 opera sem problemas com o óleo
halogenadas não são eficazes como detectores de mineral existente. Em sistemas nos quais o retorno do óleo é
vazamento, já que detectam cloro, que não está presente um problema em potencial, tais como evaporadores inundados
no ISCEONTM MO29. Utilize um detector eletrônico de ou sistemas nos quais o acumulador da linha de sucção atua
vazamentos próprio para verificar a presença do fluido como um receptor de baixa pressão, é recomendada a
refrigerante que está sendo utilizado. substituição de todo ou de parte (~25%) da carga de óleo
Caso detectar uma mudança visível no tamanho ou cor da mineral do compressor por polioléster (POE) aprovado pelo OEM
chama de um maçarico de brasagem durante o reparo de um do compressor.
equipamento, para interromper o trabalho imediatamente e
deixar o local. Ventilar bem o local de trabalho e estancar Filtros Secadores
qualquer vazamento de fluido refrigerante antes de voltar Troque o filtro durante o Retrofit®. Dois tipos de filtros
ao procedimento normal de trabalho. Estas alterações na secadores: filtros secadores de núcleo sólido e de enchimento
chama podem ser um indício de concentrações muito solto. Substitua o filtro secador pelo mesmo tipo que está sendo
elevadas de fluido refrigerante e se o local não for utilizado no sistema. A etiqueta do filtro secador indicará que
adequadamente ventilado e a exposição continuar, pode tipos de fluidos refrigerantes poderão ser utilizados com ele.
ocorrer danos à saúde humana e até ser fatal. Selecionar um filtro secador especificado para trabalhar com
fluidos refrigerantes HFC. (Muitos dos filtros secadores vendidos
Nota: Qualquer fluido refrigerante pode ser perigoso se não
atualmente são "universais". Funcionarão com a maioria dos
utilizado corretamente. Os riscos podem incluir líquido ou
fluidos refrigerantes a base de fluorcarbono.)
vapor sob pressão e queimaduras por frio em caso de
vazamento de líquidos.
Componentes Elastoméricos
As superexposições a altas concentrações de vapor de fluido
Enquanto o sistema estiver vazio, verifique e substitua todos os
refrigerante podem causar asfixia e parada cardíaca.
componentes elastoméricos que estejam no fim de sua vida útil.
Para maiores informações sobre a segurança de cada fluido
Mesmo que eles nunca tenham apresentado vazamento, pois,
refrigerante, consultar a respectiva Ficha de Informação de
podem mostrar-se inchados quando for feita a carga com o novo
Segurança do Produto Químico (FISPQ).
fluido refrigerante (ex. R-22 para qualquer fluido refrigerante
HFC). Em geral, esses distúrbios podem causar vazamento após
o Retrofit®.

5
Embora, os mesmos componentes possam ser utilizados com o existentes. Para alguns sistemas, o custo da conversão poderá
ISCEON MO29 (verificar a compatibilidade nas tabelas PUSH ser elevado. O ISCEONTM MO29 proporciona à empresa
bulletin #K-10927), foi observado que com o uso de um fluido contratada para a manutenção e ao proprietário do
HFC pode haver um encolhimento do selo original após a equipamento um modo econômico para fazer o Retrofit® de um
conversão, causando uma fuga de fluido refrigerante. (Verificar sistema existente.
compatibilidade with Elastomeric Seals #K-17335).
Nota: O ISCEONTM MO29 não deve ser misturado com outros
Componentes comumente afetados: válvula Scharder, gaxetas, fluidos refrigerantes ou aditivos que não tenham sido
válvula solenóide e válvula de bolas. Todos os selos que claramente especificados pela DuPont ou pelo fabricante do
estiverem em contato com o fluido refrigerante devem ser vistos equipamento. A mistura desses fluidos refrigerantes com CFC ou
HCFC ou a mistura de dois fluidos refrigerantes alternativos
como uma potencial fonte de vazamento após o Refrofit®. A
poderá ter um efeito negativo no desempenho do sistema. É
experiência mostra que os sistemas mais velhos têm maior
absolutamente não recomendado "completar" fluidos
probabilidade de apresentar vazamento nos selos.
Recomenda-se alterar, em qualquer sistema que for crítico, os refrigerantes CFC ou HCFC com qualquer refrigerante Suva® ou
selos dependendo da necessidade ou da disposição das peças ISCEONTM Série 9.
sobressalentes durante o Retrofit®, para minimizar qualquer Informações Sobre Recuperação do Fluido Refrigerante
perda de fluido refrigerante. A maioria dos equipamentos de reciclagem utilizados para o
R-22 podem ser usados para o ISCEONTM MO29. Use
Informações Gerais Sobre Retrofit® procedimentos adequados para evitar contaminação dos fluidos
Modificações no Sistema refrigerantes durante a mudança de um fluido para o outro,
As composições dos fluidos refrigerantes ISCEONTM Série 9 foram quando utilizar o mesmo equipamento. A maioria dos
determinadas visando obter performance equivalente aos equipamentos para recuperação e reciclagem podem ser
fluidos refrigerantes que estarão sendo substituídos, em termos utilizados com o mesmo óleo do compressor utilizado com o
de capacidade de refrigeração e eficiência energética. Assim fluido refrigerante HCFC. No entanto, algumas modificações
sendo, mínimas modificações são necessárias para se executar podem ser necessárias, como por exemplo: um diferente tipo de
o Retrofit®. secador ou indicador de umidade. Para recomendações
específicas, consultar o fabricante do equipamento.
Em geral, não se recomenda o uso do fluido refrigerante
ISCEONTM MO29 em sistemas com compressor centrífugo ou Desempenho Esperado Após Retrofit®
chillers com evaporador inundado. O Retrofit® em sistemas de A Tabela 1 mostra a alteração aproximada na performance de
expansão direta com acumulador de sucção deve ser efetuado um sistema onde ocorreu o Retrofit®. Os valores apresentados
com ISCEONTM MO29, e com uma única troca para o lubrificante se baseiam na experiência de campo, em testes calorimétricos,
POE, que tenha a mesma viscosidade do óleo usado em dados de propriedades termodinâmicas e assumem
anteriormente. eficiência igual do compressor.
O Retrofit® de sistemas R-22 para fluidos refrigerantes Na maioria dos sistemas, o ISCEONTM MO29 fornece a
alternativos, que não degradam a camada de ozônio, como o capacidade de refrigeração e eficiência energética semelhantes
R-407C e o R-404, exigirá várias trocas de óleo e, às do R-22. Quando operar com temperatura de descarga do
possivelmente, profundas modificações nos equipamentos compressor significativamente inferior. A performance real
depende do projeto e das condições de operação do sistema.

ISCEONTM MO29 Desempenho comparado com o R-22 em sistemas de Refrigeração

Baixa Temperatura Média Temperatura


-32ºC (-25ºF) evaporador -7ºC (20ºF) evaporador
41ºC (105ºF) condensador 49ºC (120ºF) condensador
18ºC (65ºF) retorno de gás 18ºC (65ºF) retorno de gás
com 6ºC (10ºF) sub-resfriamento com 6ºC (10ºF) sub-resfriamento

Temperatura de descarga, ºC (ºF) -33 (-18) -64 (-36)


Pressão de descarga, psi (kPa) +10 (+69) +10 (+69)
Capacidade de Refrigeração, % +8 -5
Eficiência energética, % +14 Igual
+ houve melhora da performance vs. R-22 e - menor performance vs. R-22.
Obs: No teste acima, a Temperatura de descarga do R-22 foi de 135ºC (275ºF)

6
Tabela de Pressão/Temperatura Como Determinar a Pressão de Sucção, o Superaquecimento e
Como ler as Tabelas Pressão/Temperatura o Sub-resfriamento
O apêndice traz a tabela de pressão/temperatura para os
fluidos refrigerantes discutidos neste boletim. Pressão de Sucção
Para uma determinada pressão são indicadas duas Obter a temperatura esperada no evaporador utilizando o R-22
temperaturas: (a partir dos dados coletados antes do processo de Retrofit®).
Encontre a mesma temperatura do evaporador na tabela do
 Temperatura do Líquido Saturado (Ponto de Bolha) No ISCEONTM MO29. Anotar a pressão correspondente a essa
condensador, esta é a temperatura em que a última temperatura. Essa é a pressão de sucção na qual o sistema
porção de vapor se condensa. Abaixo desta temperatura, deverá operar.
o fluido refrigerante estará na forma de líquido sub-
resfriado. Esta temperatura deve ser usada para a Superaquecimento
determinar o valor da pressão/temperatura de um Utilizando a tabela de pressão de vapor saturado para o
produto no cilindro. ISCEONTM MO29, determinar a temperatura de vapor saturado
(ponto de orvalho) para a pressão de sucção medida. Medir a
 Temperatura de Vapor Saturado (Ponto de Orvalho) No
temperatura de sucção e subtrair a temperatura do ponto de
evaporador esta é a temperatura em que a última gota de
orvalho previamente determinada para o ISCEONTM MO29 para
líquido evapora. Acima desta temperatura, o fluido
obter o valor do superaquecimento do vapor.
refrigerante estará na forma de vapor superaquecido.
Sub-resfriamento
Utilizando a tabela de pressão de líquido saturado para o
ISCEONTM MO29, determinar a temperatura de líquido saturado
(ponto de bolha) para a temperatura de descarga medida. Medir
a temperatura na tubulação de fluido refrigerante líquido e
subtrair a temperatura do ponto de bolha previamente
determinada para o ISCEONTM MO29 para obter o valor do sub-
resfriamento do líquido.

7
Ficha de Informação do Sistema

Tipo do Sistema / Localização: ___________________________________________________________________________________________________________


Fabricante do Equipamento: ________________________________________ Fabricante do Compressor: ___________________________________
Nº do Modelo: ________________________________________ Nº do Modelo: ___________________________________
Nº de Série: ________________________________________ Nº de Série: ___________________________________
Quantidade da Carga Original: ________________________________________ Tipo de Lubrificante: ___________________________________
________________________________________ Quantidade da Carga de Lubrificante: ___________________________________
Fabricante do Filtro Secador: ________________________________________ Tipo do Filtro Secador: ............................................................

Nº do Modelo: ________________________________________ Carga solta

________________________________________ Núcleo Sólido

Média de Resfriamento do Condensador (ar/água): _________________________________________________________________________________________


Dispositivo de Expansão: Tubo Capilar
Válvula de Expansão
No caso de Válvula de Expansão:
Fabricante: ___________________________________________________________________________________________________________________
Nº do Modelo: ________________________________________________________________________________________________________________
Controle/Ajuste: _______________________________________________________________________________________________________________
Localização do Sensor: _________________________________________________________________________________________________________

Outros Controles do Sistema (ex.: controle de pressão do cabeçote), Descrever: ______________________________________________________________


_________________________________________________________________________________________________________________________________

(circular as unidades utilizadas, conforme o caso)

Data/Hora
Fluido Refrigerante
Quantidade da Carga (Ib, oz, kg)
Temperatura Ambiente (°F/°C)
Umidade Relativa
Compressor:
Temperatura na Sucção (°F/°C)
Pressão na Sucção (psi/kPa/bar)
Temperatura na Descarga (°F/°C)
Pressão de Descarga (psi/kPa/bar)
Temperatura na Carcaça (°F/°C)
Evaporador:
Temperatura do Fluido Refrigerante na Entrada (Temperatura de Evaporação) (°F/°C)
Temperatura do Fluido Refrigerante na saída (°F/°C)
Temperatura do Ar/Água na Entrada (°F/°C)
Temperatura do Ar/Água na Saída (°F/°C)
Temperatura do Fluido Refrigerante no Ponto de Controle do Superaquecimento (°F/°C)
Condensador:
Temperatura do Fluido Refrigerante na Entrada (Temperatura de Condensação) (°F/°C)
Temperatura do Fluido Refrigerante na Saída (°F/°C)
Temperatura do Ar/Água da Serpentina na Entrada (°F/°C)
Temperatura do Ar/Água da Serpentina na Saída (°F/°C)
Temperatura do Dispositivo de Expansão na Entrada (°F/°C)
Corrente no Motor
Tempo de Operação/Ciclos
Comentários:

8
®
DuPont ISCEON Fluidos
Refrigerantes
Guia de Pressão - Temperatura - SI

Superaquecimento Superaquecimento Sub-resfriamento - Sub-resfriamento de


de Diagrama de PH
- Pressões de Pressões de Vapor Diagrama de PH Típico
Típico - Ponto de Ponto de Referência
Vapor Saturado Referência
De Saturado De

Ponto de Orvalho - Vapor Saturado (kPa) Ponto de Ebulição - Líquido Saturado (kPa)
ISCEON® ISCEON® ISCEON® ISCEON® ISCEON® ISCEON® ISCEON® ISCEON® ISCEON® ISCEON®
Temp. ISCEON® 39TC 49 59 69 79 ISCEON® Temp. Temp. ISCEON® 39TC 49 59 69 79 ISCEON® Temp.
ºC 29 R-423A R-413A R-417A R-403B R-422A 89 ºF ºC 29 R-423A R-413A R-417A R-403B R-422A 89 ºF
–40 93 45 56 76 139 123 165 –40 10 740 380 503 640 870 841 1025 60
–39 98 48 59 80 146 129 172 –38 11 762 393 518 660 895 866 1054 62
–38 103 50 62 84 152 135 180 –36 12 784 406 535 680 920 892 1084 64
–37 108 53 66 88 159 141 188 –35 13 808 419 551 700 946 918 1114 66
–36 113 56 69 93 166 148 196 –33 14 831 433 568 721 973 944 1145 68
–35 119 59 73 97 174 155 205 –31 15 856 447 585 743 999 971 1177 70
–34 125 62 76 102 181 162 214 –29 16 880 462 603 765 1027 999 1209 72
–33 131 65 80 107 189 169 223 –27 17 906 477 621 787 1055 1027 1241 74
–32 137 68 84 112 197 177 232 –26 18 931 492 640 810 1084 1056 1275 76
–31 143 71 88 117 205 184 242 –24 19 958 508 659 834 1113 1086 1309 78
–30 150 75 93 123 214 193 252 –22 20 985 524 678 858 1143 1116 1344 80
–29 156 79 97 129 223 201 263 –20 21 1012 540 698 882 1173 1146 1379 82
–28 163 82 102 135 232 210 273 –18 22 1040 557 718 907 1204 1178 1415 84
–27 171 86 106 141 241 218 284 –17 23 1069 574 739 933 1235 1210 1452 86
–26 178 90 111 147 251 228 296 –15 24 1098 591 760 959 1268 1242 1490 88
–25 186 95 117 154 261 237 307 –13 25 1128 609 782 985 1300 1276 1528 90
–24 194 99 122 161 272 247 319 –11 26 1158 628 804 1012 1334 1310 1567 92
–23 203 104 127 168 282 257 332 –9 27 1189 646 826 1040 1368 1344 1607 94
–22 211 108 133 175 293 267 344 –8 28 1221 666 850 1068 1402 1380 1647 96
–21 220 113 139 183 304 278 358 –6 29 1253 685 873 1097 1438 1415 1688 98
–20 229 118 145 190 316 289 371 –4 30 1286 705 897 1126 1474 1452 1730 100
–19 239 123 152 198 328 300 385 –2 31 1320 726 922 1156 1510 1490 1773 102
–18 248 129 158 207 340 312 399 0 32 1354 746 947 1187 1548 1528 1817 104
–17 258 134 165 215 353 324 414 1 33 1389 768 972 1218 1586 1566 1861 106
–16 269 140 172 224 366 336 429 3 34 1424 790 998 1250 1624 1606 1906 108
–15 280 146 179 233 379 349 444 5 35 1460 812 1025 1282 1664 1646 1952 110
–14 291 152 187 243 393 362 460 7 36 1497 835 1052 1315 1704 1687 1999 112
–13 302 159 194 252 407 376 477 9 37 1535 858 1080 1349 1744 1729 2047 114
–12 314 165 202 262 421 390 493 10 38 1573 881 1108 1383 1786 1772 2096 116
–11 326 172 210 273 436 404 510 12 39 1612 906 1136 1418 1828 1815 2145 118
–10 338 179 219 283 451 418 528 14 40 1651 930 1166 1454 1871 1859 2196 120
–9 351 186 228 294 466 433 546 16 41 1692 955 1196 1490 1915 1904 2247 122
–8 364 194 237 306 482 449 565 18 42 1733 981 1226 1527 1959 1950 2299 124
–7 377 201 246 317 499 465 584 19 43 1775 1007 1257 1564 2005 1996 2352 126
–6 391 209 255 329 515 481 603 21 44 1817 1034 1289 1603 2051 2044 2406 128
–5 405 217 265 341 532 498 623 23 45 1860 1061 1321 1642 2098 2092 2461 130
–4 420 226 275 354 550 515 643 25 46 1905 1089 1354 1681 2145 2141 2518 132
–3 435 234 286 367 568 532 664 27 47 1949 1117 1387 1722 2194 2191 2575 134
–2 450 243 296 380 586 550 686 28 48 1995 1146 1421 1763 2243 2242 2633 136
–1 466 252 307 394 605 569 708 30 49 2042 1176 1456 1805 2293 2294 2692 138
0 482 262 319 408 625 587 730 32 50 2089 1206 1491 1847 2344 2346 2752 140
1 499 271 330 422 644 607 753 34 51 2137 1236 1527 1890 2396 2400 2813 142
2 516 281 342 437 665 627 777 36 52 2186 1267 1564 1934 2449 2454 2876 144
3 533 291 355 452 685 647 801 37 53 2236 1299 1601 1979 2502 2510 2939 146
4 551 302 367 468 707 668 826 39 54 2286 1331 1639 2025 2557 2566 3004 148
5 569 313 380 484 728 689 851 41 55 2338 1364 1678 2071 2612 2624 3070 150
6 588 324 394 500 750 711 877 43 56 2390 1398 1717 2118 2669 2682 3137 133
7 607 335 407 517 773 733 903 45 57 2444 1432 1757 2166 2726 2742 3205 135
8 627 347 421 534 796 756 930 46 58 2498 1466 1798 2215 2784 2802 3275 136
9 647 359 436 552 820 779 957 48 59 2553 1502 1839 2265 2844 2864 3346 138
10 668 371 450 570 844 803 985 50 60 2609 1538 1881 2315 2904 2926 3418 140
61 2666 1574 1924 2367 2965 2990 142
62 2724 1612 1968 2419 3027 3055 144
63 2783 1650 2012 2472 3091 3121 145
64 2843 1688 2057 2526 3155 3188 147
65 2904 1728 2103 2581 3220 3257 149

DuPont Refrigerants. The Science of Cool. The miracles of science


Para Mais Informações:
0800 17-17-15
www.refrigerants.dupont.com / www.fluidosrefrigerantes.br.dupont.com / www.fluidosrefrigerantes.mx.dupont.com
info.brasil@bra.dupont.com
DuPont do Brasil S.A.
Alameda Itapecuru, 506 CEP: 06454-080 - Alphaville - Barueri - SP

Copyright © 2008 DuPont ou suas afiliadas. Todos os direitos reservados. O Logo DuPont Oval, DuPont™, The miracles of science™ e ISCEON™,
são marcas requeridas ou registradas da E. I. Du Pont de Nemours and Company ou suas afiliadas.

The miracles of science