Anda di halaman 1dari 2

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE MARINGÁ.

SECRETARIA DE SAÚDE.
SAMU 192

Maringá, 06 de dezembro de 2010.


ESCLARECIMENTOS SOBRE OS SERVIÇOS E O USO DE AMBULÂNCIAS
1) O SAMU é um serviço de Atendimento de Urgência e Emergência 24 horas; e
não um Serviço de Ambulâncias – Para tanto, existem alguns pré-requisitos para
estas ambulâncias se deslocarem . As viaturas federais que foram entregues ao
SAMU, atendem a esses requisitos e quando essas viaturas têm qualquer problema
de manutenção e mecânica ( Baixa ), o município cede as viaturas da Reserva
técnica do setor de transportes-saúde, sendo as mesmas adaptadas de maneira a
atender a necessidade do serviço do SAMU (com aspirador,
tábuas,imobilizadores,oxigênio e maca);
2) Que o SAMU é composto por:
 Controladores de Frota;
 TARM (Teleatendente de Regulação Médica);
 Condutores de Veículo de Urgência;
 Auxiliares de Enfermagem;
 Médicos Reguladores e Intervencionistas;
 Enfermeiros;
 Possui uma Central de Regulação que faz a triagem do atendimento dos leitos de
Urgência em Maringá e faz o atendimento de Urgência e Emergência de baixa, média
e alta complexidade , além de trabalhar na regulação dos leitos do SIATE.
O número total de veículos da Frota do SAMU é de 8 veículos, sendo 04 utilizadas, 01
em cada base (HMM,PA Zona Norte, Sarandi e Central de Regulação) , 03 em reserva
técnica e 01 Caminhonete (adquirida com recursos próprios ) adaptada para fazer
atendimento de Suporte Avançado de Vida (que tem como objetivo transformar
qualquer ambulância de Suporte Básico em uma UTI Móvel imediatamente .Além
destes, 05 novas viaturas foram cedidas para a Expansão da Rede Estadual de
Urgência e Emergência e Regionalização do SAMU 192.
Considerando os parâmetros adotados pelo Ministério da Saúde que preconiza que
para cada 100 a 150 mil habitantes é necessário 01 Veículo de Suporte Básico de Vida
(um condutor e um auxiliar de enfermagem) e para cada 400 a 450 mil habitantes é
necessário 01 Veículo de Suporte Avançado de Vida (um condutor, um médico e um
enfermeiro), sendo a população total de Maringá e Sarandi de aproximadamente 450
mil habitantes, estamos absolutamente de acordo com estes critérios.
3) As ambulâncias que recebemos do Ministério da Saúde, são relacionadas ao
Projeto de Expansão da Rede Estadual de Urgência e Emergência do SAMU, as
quais somente poderão ser usadas para tal fim, e provavelmente o início de seu
funcionamento se dará até o término do 1º Semestre de 2011, quando ocorrer o
término da construção da Nova Central de Regulação do SAMU 192 (feita com
recursos próprios, anexo a UPA Zona Sul no HMM) . Por 2010 ser ano eleitoral
para os Governos Federal e Estadual, tais ambulâncias foram doadas ainda este
ano, pois caso contrário, elas seriam entregues somente no ano de 2011, após a
posse dos novos governantes, sendo as datas de entrega dependendo de cada
governo o que poderia retardar a implantação de muitas redes estaduais pois as
mesmas foram adquiridas para todo o Brasil;
4) Lembramos também, que as viaturas novas necessitam de emplacamento e seguro;
os quais já fizemos licitação, sendo que os trâmites legais para este objetivo estão
em fase conclusiva;
5) Ressaltamos que as cores das viaturas não interferem na qualidade e nível do
atendimento prestado à população;
6) Informo também que o SAMU não é simplesmente um Serviço de Transporte de
doentes e que, após a regulação médica, o regulador enviará ao Local da
Ocorrência o recurso necessário para o atendimento do usuário ;
7) Que quando houver a Regionalização, as ambulâncias farão o transporte sanitário
de Urgência e Emergência de todos os municípios que compõem a 15ª Regional de
Saúde de Maringá.
8) Que não houve prejuízo no atendimento a nenhum usuário do sistema, por
ausência de veículos para o atendimento da ocorrência.

Ênio Teixeira Molina Filho


Gerente Coordenador de Urgência e Emergência