Anda di halaman 1dari 7

Seu Estúdio | Negócio Pilates http://www.negociopilates.com.br/estudio.

php

Você está logado como Juliana Barcelos

Sair do sistema

Home Aspectos Legais Seu Estúdio Tipos de Estúdio Dicas de Administração Marketing

Contato

NÃO É PRECISO UM ESTÚDIO COMPLETO PARA COMEÇAR SEU NEGÓCIO


Se você não tem verba para um investimento completo, comece aos poucos e à medida que as turmas vão crescendo, você vai expandindo o
negócio, comprando novos equipamentos e incrementando o número de acessórios.

Agora, qualquer que seja o tamanho de seu estúdio, existem cuidados básicos para uma boa
apresentação e um funcionamento de primeira para encantar seus clientes.

O ambiente do estúdio deve refletir o serviço que será prestado. A forma como o mobiliário
está organizado, a forma como as pessoas são recebidas, a comunicação interna. O cliente
vai montar essa imagem como se fosse um quebra-cabeça. Quem fornece as peças é você,
com a qualidade dos elementos que apresentar em seu estúdio desde o atendimento, a
comunicação até o cenário de trabalho.

A seguir algumas dicas sobre o que compõem um estúdio bem organizado.

ARQUITETURA
Hoje existem escritórios de arquitetura que projetam o estúdio ao gosto do cliente, inteiramente em 3D, ou seja, todo em perspectiva. O
ideal é você comprar os equipamentos com uma empresa que já forneça uma idéia da mellhor disposição e depois passar para um arquiteto.

Vantagens de se ter um projeto de arquitetura em 3D:

divulgar o estúdio ainda na planta, como fazem as imobiliárias com apartamentos;


ir formando as turmas antes mesmo de ter as portas abertas.

Observações importantes:

Se o estúdio for montado em local que requer reforma, observe onde estão os banheiros e onde poderá ser instalada a recepção ou sala de
espera. Lembre-se: a sala de aula deve ser preservada de barulhos e vai e vem de pessoas. Se o imóvel será projetado exclusivamente para
seu negócio, planeje todos os detalhes na planta:

localização de vestiários,
banheiros feminino e masculino,
recepção e copa.

Se tiver oportunidade de investimento, planeje um ou dois ambientes extras que você possa alugar para um profissional de fisioterapia, por
exemplo. É importante também ter um espaço para avaliação física.

1 de 7 30/11/2010 15:20
Seu Estúdio | Negócio Pilates http://www.negociopilates.com.br/estudio.php

LAYOUT
O lay out é o que vai definir a melhor maneira de dispor os equipamentos no ambiente, objetivando
praticidade e otimização do espaço.

O que se deve levar em conta na hora de planejar o lay out da sala:

observar a dinâmica dos exercícios e seqüência de uso dos equipamentos;


o espaço disponível para o aluno fazer os movimentos com amplitude e segurança;
número máximo de alunos em cada aula.

Atenção também às estruturas das paredes para instalação do Wall Unit ou Prancha de molas.
Há que se levar em conta na hora de definir o layout que as paredes para estes equipamentos
devem ter estrutura para suportar a carga e a força aplicada na utilização do equipamento.

Paredes com tubulaçãoes de água, gás e eletricidade não são adequadas.

LAYOUT 2D
Clique na imagem para ver ampliado:

LAYOUT 3D
Após feito o projeto em 2D de seu estúdio, é feito um projeto em 3D (terceira dimensão) para você visualizar. Clique na imagem para
ampliar.

Clique aqui e confira os exemplos de layout 3D desenvolvidos com exclusividade para a Metalife Pilates.

PASSEIO VIRTUAL
Aqui você pode fazer um passeio virtual pelo estúdio. Aguarde o carregamento completo e clique e arraste na tela para mover.

ACÚSTICA
Pilates não combina com ruídos externos, nem música de academia. Certifique-se de que sua sala está localizada em ambiente silencioso ou
então, providencie isolamento acústico.

Se o estúdio estiver montado dentro de uma academia, procure um espaço distante das salas de bike indoor ( ou spinning) e ginástica,

2 de 7 30/11/2010 15:20
Seu Estúdio | Negócio Pilates http://www.negociopilates.com.br/estudio.php

geralmente regidas por música alta e agitada.

Estúdios dentro de uma clínica, seja médica ou estética, o cuidado deve estar com a proximidade de salas de tratamento. Procure isolar o
estúdio do ambiente médico, que geralmente é intimidador.

Dentro da sala de aula, a acústica deve ser boa para que a música ambiente não interfira no tom da sua voz ao orientar os exercícios.
Lembre-se: suavidade, tranquilidade e concentração começam com a voz baixa.

MÓVEIS DE APOIO
É importante organizar os pertences dos alunos para que não fiquem espalhados pelo ambiente. Na impossibilidade de ter um vestiário com
armários individuais, pense nessas alternativas:

cabideiros para bolsas e casacos;


sapateiras para os clientes deixarem os calçados durante todo o tempo que estiverem no estúdio.

Porém, esses móveis não devem “gritar” no ambiente. Harmonia é o que você deve procurar nos elementos que preenchem o estúdio.

VESTIÁRIOS E BANHEIROS
Dependendo do tamanho do estúdio, pode-se projetar um vestiário para maior comodidade dos alunos, com chuveiros e armários individuais.
Para incrementar ainda mais o atendimento de seu negócio, no caso de ter vestiário, você pode oferecer:

toalhas de banho higienizadas, embaladas a vácuo;


mini sabonetes individuais nos chuveiros;
secadores de cabelo nas bancadas de pia e espelho.

Se o espaço for menor, banheiros separados para homens e mulheres já são suficientes, apenas cuide dos detalhes:

um cabideiro de parede e um banquinho de apoio dentro dos banheiros sempre são válidos.

Seja impecável na manutenção e limpeza:

as lixeiras devem estar sempre limpas;


tenha sempre papéis higiênicos para reposição imediata;
toalhas descartáveis de boa absorção e sabonetes líquidos são mais higiênicos.

ILUMINAÇÃO
A iluminação da sala de aula é outro fator que requer atenção. Como você pode perceber até aqui, cada detalhe dentro de um estúdio é
importante para a harmonia do ambiente e atendimento oferecido.

Preste atenção:

os focos de luz não devem estar diretamente sobre os equipamentos, mas sim
iluminando a sala uniformemente.

Para seguir o ritmo da aula, que passa por estágios de maior vibração até o relaxamento
final,
um dimer é boa opção para regular a intensidade da luz, conforme os estágios do treino.

ESPELHOS

3 de 7 30/11/2010 15:20
Seu Estúdio | Negócio Pilates http://www.negociopilates.com.br/estudio.php

Na utilização de espelhos você deve levar em conta dois pontos importantes:

Promover sensação de amplitude Não é recomendável que a sala seja toda espelhada, mas apenas tenha espelhos em locais
estratégicos para uso do professor.
Dinâmica na visualização da postura do aluno. Na execução do exercícios o aluno não deve estar se olhando no espelho, apenas no
acerto da postura quando o professor solicitar.

REVESTIMENTO DE PISO
Cuidado com o piso escolhido. Na hora de decidir pelo revestimento, procure higiene, praticidade e isolamento térmico, pois os exercícios
são realizados com pés descalços.

Dicas para a escolha do piso:

Não deve ser gelado, nem escorregadio;


Procure tipos de fácil manutenção, que não deixam odores e cuja higienização é
simples e rápida;
Existem pisos modernos que imitam madeira, mas não produzem ruidos ao
caminhar, são fáceis de limpar, resistentes a queda de pesos (nos casos de
academias) e de fácil limpeza e higienização. Além de serem confortáveis
termicamente.

REVESTIMENTO DE PAREDES
Pode parecer um item sem importância, mas as paredes merecem o mesmo cuidado que os pisos. Paredes com texturas retém mais pó,
portanto paredes lisas são mais práticas.

Prefira usar tintas laváveis que facilitam a limpeza: um pano limpo e úmido é o suficiente para manter a parede higienizada.

Se o local do estúdio for barulhento, existem revestimentos de parede para isolamento acústico.

CLIMATIZAÇÃO
A temperatura do ambiente interfere diretamente no desempenho do aluno.

É importante que o estúdio seja climatizado tanto no frio quanto no calor. Uma temperatura agradável possibilita melhor rendimento.
Aparelhos de ar condicionado devem ter boa regulagem.

No caso de ventiladores, os mesmos devem ser silenciosos e bem distribuídos para que o vento não vá diretamente sobre o aluno.

MODELOS DE AULAS
Antes de planejar quais modelos de aula serão oferecidos em seu estúdio, você deve observar dois itens básicos: espaço físico e resultados
prometidos.

1. Aula de grupo, com equipamentos:

observe se há espaço suficiente para que todos transitem no ambiente confortavelmente;


ao mesmo tempo, observe se todos podem ser atendidos com atenção;
o número máximo de alunos por professor recomendado é de 3 pessoas, quando o espaço permitir.

2. Aulas individuais / personal trainer:

4 de 7 30/11/2010 15:20
Seu Estúdio | Negócio Pilates http://www.negociopilates.com.br/estudio.php

você pode combinar exercícios nos aparelhos e no solo

3. Aulas de grupo (somente solo):

Diversifique as aulas com acessórios;


Cuidado com o espaço para que seja confortavel a todos;
Na aula de solo (Mat), o número máximo de alunos pode ser um pouco maior do que no grupo de equipamentos, desde que cada
aluno possa receber atenção constante.

4. Aula de grupo de Reformer / Aula de grupo de Chair

Em ambos os casos, a preocupação é com o espaço físico e monitoramento do aluno;


Até 4 alunos é o ideal, mais que isso, é necessário um professor assistente na sala de aula.

EQUIPAMENTOS
A escolha dos equipamentos é parte essencial da montagem ou renovação do estúdio. Preço?
Qualidade? Segurança? Valor! E valor pouco tem a ver com quanto custa, mas sim com a
percepção de qualidade e segurança que seu cliente terá ao executar os primeiros
movimentos no aparelho.

Não existe nada pior do que montar seu estúdio e um ano depois, quando está começando a
obter o lucro desejado, ter que investir em "novos aparelhos novos". O pior é que isso
acontece e ao invés de você começar a aproveitar o lucro pelo trabalho de um ano e adquirir
novidades para o estúdio, você acaba tendo que empatar o dinheiro novamente em
equipamentos, que deveriam durar.

Para o barato não sair caro, procure equipamentos com qualidade comprovada, converse com colegas que já trabalhem com essa ou aquela
marca de aparelhos. Experimente, movimente-se nos equipamentos antes de escolher, preste atenção como seu corpo se comporta em um e
depois em outro. Atente-se aos detalhes desde a madeira, as estruturas metálicas até o estofamento.

Explore o tato, sinta a textura dos revestimentos, a ergonomia dos estofamentos. Abra o olho nos itens de segurança, veja quais são os
acessórios que a garantem. Segure as alças, teste as molas e compare não só design, mas também a matéria-prima utilizada.

Observe a atuação da empresa fabricante no mercado: onde ela está presente? Quais as ações de marketing e participação em feiras do
setor? A garantia não deve estar só nos equipamentos, mas também na reputação da empresa fabricante.

CORES: TODA A DIFERENÇA NA DECORAÇÃO


Uma simples parede colorida pode fazer toda a diferença na decoração de seu estúdio. As cores possuem a propriedade de intervir no
ambiente, brincando com nossas impressões de distância, espaço e temperatura.

Por exemplo, para encurtar um ambiente aplique cores mais escuras nas paredes menores. Essa técnica é recomendada para espaços muito
compridos e/ou retangulares. Da mesma maneira, a cor intervém na nossa impressão térmica e em algumas sensações de natureza
subjetiva, como tranquilidade, energia, frescor, etc.

Acompanhe a seguir algumas dicas de como usar as cores para criar um ambiente agradável e interferir de modo favorável no "clima" de seu
estúdio.

1) Estica e Puxa: saiba onde aplicar as cores para causar impressões de espaço.

Para alongar o ambiente, aplique cores mais escuras em duas paredes opostas. Essa técnica é ideal para espaços quadrados.

Para rebaixar o teto, você deve aplicar cores mais claras nas paredes e uma cor mais escura no teto.

Já para elevar o teto, aplique cores mais escuras nas paredes e uma mais clara no teto.

Para alongar a parede, aplique duas cores numa mesma perde, com a divisa à meia altura. Pinte com cores mais escuras a parte
inferior e utilize tons leves na parte superior.

Para encurtar a parede, repita a divisa à meia altura invertendo a ordem das cores. Ou seja: pinte com cores mais claras a parte
inferior e utilize tons escuros na parte superior

5 de 7 30/11/2010 15:20
Seu Estúdio | Negócio Pilates http://www.negociopilates.com.br/estudio.php

2) Cores e sensações: utilize o estudo das cores para causar sensações positivas

- BRANCO:

Decoração: um ambiente todo branco pode trazer calma e prazer para algumas pessoas e
para outras, frieza e impessoalidade.
O branco também colobora na sensação de limpeza.
Mas atenção: o branco só é branco, quando recebe uma luz intensa direta. Se a iluminação
de sua sala não for boa, cuidado para o branco não parecer cinza claro.

Cromoterapia : o branco potencializa as demais cores. Representa a luz divina.

Feng Shui: é uma cor neutra, pode ser usada em qualquer ambiente. Muito cuidado quando o branco aparece em demasia em um ambiente,
pois nos passa uma sensação de vazio e hostilidade. Deve-se quebrar o branco com quadros e móveis coloridos.

- PRETO:

Decoração: cor usada em pequenos detalhes, principalmente quando se pretende fazer um "efeito especial", tanto dentro, quanto fora do
ambiente. Em uma sala, pode ser usada para contrastes, principalmente com o branco.

Cromoterapia: o oposto da luz

Feng Shui: pode ser opressivo e depressivo. Representa o elemento água e deve ser usado com cuidado. Em geral, é usado em pequenos
detalhes. Um estúdio amplo e claro com equipamentos de estofados pretos funciona.

- VERDE

Decoração: o verde é bastante usado. No chão, nos lembra a natureza. Em locais abertos, pode complementar madeira e jardins.

Cromoterapia: é a cor da natureza, traz força equilibrada e progresso mental e corporal. Acalma o sistema nervoso e os sentidos. Também
significa esperança e satisfação.

Feng Shui: cor neutra que representa o elemento madeira. Procure não misturar a cor verde em locais que predomina o vermelho, pois você
terá um local "quente" e confuso. É ótima para usar em banheiros, para elevar a energia do local. Também é uma boa cor para locais de
tratamento de saúde, pelo mesmo motivo. Procure tons mais suaves de verde para não "cansar" a sensação visual.

- LILÁS/ VIOLETA

Decoração: os tons mais claros podem ser usados em todos os ambientes. Mas cuidado para não transformar o ambiente em monocromático,
pois pode cansar.

Cromoterapia: tem efeito purificador, tranforma as energias negativas em positivas. Ótimo para a saúde. Acalma o coração, a mente e os
nervos.

Feng Shui: traz tranquilidade, sossego e calma. Estimula a espiritualidade, sendo ideal para locais de meditação. Cuidado: em excesso, pode
trazer ansiedade.

- LARANJA

Decoração: Inconscientemente, esta cor lembra sabores agradáveis, por isso bastante usada em cozinhas. Pode ser usado na sala, em uma só
parede, em tons mais suaves. Os tons mais escuros de laranja, sugerem estabilidade. E os mais vibrantes, usados apenas para detalhes,
passam a sensação de energia.

Cromoterapia: auxilia a mente a assimilar novas idéias, mas deve ser usada com moderação.

Feng Shui: em pequenas doses, estimula os sentidos, a criatividade e a comunicação. Em excesso, pode provocar conversas demais.

- VERMELHO

Decoração: tenha bastante cuidado ao usar esta cor. Por ser uma cor muito energética e vibrante, pode provocar excitação e nervosismo,
quando
está em excesso nos ambientes. Em pequenas doses, traz aos ambientes um ar de sofisticação e até exótico. Em demasia, passa a ser vulgar.

Cromoterapia: indicado para pessoas tímidas e retraídas porque estimula a atividade mental e quebra barreiras. Revigora a coragem e a
força de vontade.

Feng Shui: é a cor que ativa e estimula as áreas de relacionamento afetivo, sucesso, auto-estima, fama e prosperidade. Deve ser usado com
muito cuidado e em pequenas doses, pois é uma cor excitante e estimulante. Em excesso, pode incitar brigas, confusões e explosões de
humor.

- AZUL

Decoração: pode ser usado em grandes áreas sem se tornar cansativo, mas deve ser combinado com outras cores para evitar a monotonia. O
azul escuro ou marinho, transmite autoridade. Ideal para ambientes formais.

Cromoterapia: transmite calma e serenidade. Também é asséptico e desestressante.

Feng Shui: cor calmante, trazendo tranquilidade aos ambientes. Um ambiente com paredes em azul claro pode provocar sono. Já, para

6 de 7 30/11/2010 15:20
Seu Estúdio | Negócio Pilates http://www.negociopilates.com.br/estudio.php

quem é muito agitado, é uma boa opção para incitar o relaxamento.

- AMARELO

Decoração: cor usada para esquentar áreas escuras e para dar mais iluminação. Em pisos, provoca sensação de avanço. Mas em grandes
áreas e superfícies, pode incomodar por causa da incidência de luz.

Cromoterapia: atua diretamente sobre o campo mental. Considerada animadora, inspiradora e estimula o raciocínio. Ajuda no
auto-controle.

Feng Shui: é a cor da luz. Estimula a comunicação, atividades mentais e abre o apetite. Ideal para um ambiente de estudo. Mas sempre em
doses equilibradas. Em excesso, pode provocar muita conversa, pensamentos acelerados e confusos.

(Informações cedidas por consultores de Feng Shui, Yoga e Bioenergias).

Atenção! Cores vibrantes e fortes devem ser usadas apenas em detalhes: uma parede
pequena, uma coluna, uma poltrona. Em demasia tornará o ambiente monocromático,
“cansando” a visão e sensação.

Harmonize os equipamentos e acessórios entre si e com o tom das paredes, mas não repita os
mesmos tons nos tapetes, cortinas e móveis de apoio.

Por exemplo, se sua sala é branca com os equipamentos em estofado verde limão, não repita o verde na cortina, tapete, cadeiras. Deixe
estes itens neutros, em harmonia com o resto da sala.

E mais: ao escolher os acessórios como bola, rolo, flex band também procure cores em harmonia com os demais itens do ambiente. Nada de
fazer uma salada de frutas, ok?

Para ver as cores aplicadas diretamente no aparelho, acesse o link: www.metalifepilates.com.br/reformer.php#cores

Veja a seguir alguns belos exemplos do uso das cores em estúdios:

Apoio:

Home | Aspectos Legais | Seu Estúdio | Tipos de Estúdio | Dicas de Administração | Marketing | Contato

© Copyright 2010 Negócio Pilates | Todos os direitos reservados ® |

7 de 7 30/11/2010 15:20