Anda di halaman 1dari 4

Bem, abri esse topico para explicar um culto africano que veio para o brasil,

virou uma nação e hj é extinto, o Omoloko, como disse no topico anterios


que respondi, a umbanda veio nascer no brasil criada por Zélio de Moraes e
o espirito que a criou que é o Caboclo 7 Encruzilhadas, esse caboclo não
surgiu so naquele momento o que muitos nao tem informações é que 7
encruzilhadas era um caboclo da nossa extinta Omoloko,

Vou explicar melhor, Omoloko é o culto do povo bantus, mais especifico do


sul de angola e parte do Congo, sim, o pq dessa parte, pq o povo bantu é
um povo que se dividia em tribos, por isso muitos deles tinham cultos
especificos diferentes um dos outros, como existem os que cuidam de
inkises e que cuidam de orisas ou deidades especificas com oo caso de loko,
loko não é um orisa nem um inkise, mas se tornou um inkise conhecido
como tempo, e tbm conhecido em muitas casas de candomble ketu e jeje,
os omolokocis como são chamados o povo que cultua essa deidade, Loko,
cultuavam o Orisa Loko, dentro do centro havia uma grande arvore no
centro chamada de Iroloko, filho de loko, ali era assentado o orisa (loko é hj
aqui no brasil tido como o orisa/inkise do tempo e que cuida da passagem
do orun ao aye o qual decide para aonde vamos quando morremos e
consequentemente é o orisa que cuida da passagem dos eguns e que os
rege, ele cuida do tempo, isso mesmo, todas as coisas tem o seu tempo,
aquele tempo do relogio) então o culto deles era basicamente esse, eles
ofereciam as comidas a Loko, as filhas de Loko, Saluga, Aiye e Ijimun
(conhecidas como Soroge “Iya Mi Soronga”) entao esperavam a noite
dançavam ali em volta dessa arvore/assentamento invocando loko, então o
orisa chegava e logo que dava-se a sua passagem vinham os eguns atras
que incorporavam os mediuns que dançavam ali em volta da arvore, os
espiritos dos ancestrais na africa se apresentavam como zombi (exu e
pombagiras *eles não tinham classificação conforme o sexo do espirito),
marinheiros, Indigenas (caboclos), velhos (esses espiritos se apresentam
velhos pq, conhecimento para o povo do congo esta no tempo, o tempo de
vida e como filhos de loko esses espiritos se apresentavam velhos conforme
quanto era sua sabedoria ) e meninos (nesse caso não é ere, é menino
mesmo, os famosos meninos de angola, menino de umbanda da linha de
cosme e damião)

Os escravos do congo foram os ultimos a virem para o brasil, mas os


primeiros a cultuarem sua religião aqui, é verdade, Omoloko foi o primeiro
culto africano no brasil, e aqui se tornou nação dividindo se em duas
nações, Omoloko e Kimbanda, o pq isso, o povo bantu se misturou com o
povo Jeje que vieram para o brasil na mesma epoca, e os jejes tem um culto
parecido com os dos Omolokocis, o culto ao vodun M’pambu N’jila (Vodun do
fogo), para ser breve ao explicar, o culto a M’pambu N’jiila é igual o de Loko,
so que ao inves de loko no centro era M’pambu N’jila o assentamento era
colocado no meio do centro e assendiam uma fogueira e colocam as
oferendas ali em volta da fogueira, para os jejes era preciso que o culto
fosse feito de madrugada pq os espiritos não passavam para o aiye com a
claridade, e por isso que exu quando chega fala “boa noite”, bem então
essas duas nações foi denominada, Kimbanda a nação cujo vodun patrono é
M’pambu N’jila e Mavambu e Omoloko cujo o patrono é Loko e as Iyamis

A tradução de kimbanda é povo da noite, e os seus sacerdotes kimbundos,


filhos do povo da noite, na kimbanda não temos os indigenas, porem os
outros espiritos eram vistos frequentemente manifestados

Bem o tempo passou e tanto a kimbanda quanto o omoloko tiveram sua


cova cavada cedo para serem extintas, os donos dos escravos descobriam o
culto deles na mata e mandavam eles para o tronco ou penalizavam de
qualquer forma, os escravos foram obrigados a disfarçar o seu culto, entao
os kimbundos criavam um altar com um santo e debaixo colocavam o
assentamento de M’pambu N’jila e Mavambu e imagens de demonios
judaicos o qual associavam aos espiritos que manifestavam em seu culto,
pura influencia judaico-cristã, hj a kimbanda se perdeu tanto nesse
sincretismo que já cultua o proprio diabo se deixar, perderam a noção da
coisa, os omolokos já foram diferente, em um altar colocavam as imagens
de 3 santas e essas representavam as Iyamis, jesus no meio representava
Loko e o assentamento de loko passou a morar debaixo do altar

Acontece minha gente, que ai que vem a parte boa da historia ou ruim rsrs,
os omolokocis e o kimbundos não se davam, e era demana sobre demanda,
uma guerra, ate que o omoloko sumiu do mapa, principalmente quando
naceu a primeira religião afro-brasileira, a nação angola, o omoloko
diferente da kimbanda ela não tinha filhos de fora, eram todos escravos mas
a kimbanda já tinha, atendiam pessoas de fora, com a extinção do omoloko
por falta de escravos que passagem o culto adiante, so restou a kimbanda,
omolko então deixou apenas pra traz assentamentos e fundamentos que
alguns escravos sabiam, muitos deles adotaram a nação angola por não
terem para onde ir, angola passou a cultuar M’pambu N’jila e Mavabu ao
lado de Elegua (exu na angola) e é por isso que hj temos a denominação
omoloko para angola misturada com os fundamentos de omoloko, uma
angola que cultua m’pambu n’jila e mavambu junto a seus inkises e catiços

A Kimbanda rendeu mais um pouco se estabeleceu no sul e contiuou


competindo com o restante de omolokocis do sul que criaram a nação
Batuque, o batuqueiros chamavam os kimbundos de macumbeiros que vem
da palavra M’kumba que o nome da dança que eles dançam envolta da
fogueira, bem a kimbanda é extinta no sul depois que o ultimo terreiro
resolve fechar as portas devido a morte do sacerdote, e o que restou foi um
numero de pessoas a cultuarem a base desse culto que se misturou com o
culto do omoloko e candomble mais tarde e com influencias em demologia,
tornando o que hj conhecemos como a kimbanda algumas cultuam ate o
satã se deixar rsrs

No Rio de janeiro tinha uma casa de angola, não sei o nome, temos que
pesquisar, essa casa tinha uma escrava que era uma das poquissimas filhas
da ultima casa de omolko existente no brasil, e não era da nação era do
omoloko mesmo ela era africana, e na casa dessa senhora ela cultuava
angola e omoloko, ou seja tinha misturado ao culto de loko o culto dos
inkises e como muitos sabiam a familia de zelio de moraes procuraram
todos os locais possiveis a procura de solucionar o problema de Zélio, ele
era um menino que paralizava ne um canto e começava a falar em linguas
muitas vezes fazia premonições, desmaiava, perdia a visão, enfim tinha
problemas com a mediunidade porem como nascido em familia
extremamente catolica a familia so foi dar conta do problema como
problema espiritual quando não havia mais esperanças na medicina e na
ciencia ao alcance deles, então Zélio esteve na casa dessa senhora que
disse que ele tinha um inkise muito forte com ele e que ele ainda iria unir o
povo do congo, luanda, angola e o culto dos ancestrais, essa senhora
morreu e o terreiro cesou suas portas, zelio entao foi para o cardecismo, e
foi la que depois de algum tempo desenvolvendo sua mediunidade, com sua
mediunidade desenvolvida recebeu o caboclo das 7 encruzilhadas, diante
daquela cena foi obrigado a deixar o cardecismo, devido ao caboclo pedir
charutos e bebidas e comporta-se como se ainda precisasse dos bens
materiais da materia, mesmo com a explicação de zelio, ele foi convidado a
largar o cardecismo, o caboclo manifestou a ultima fez dizendo que ele não
veio para desunir e sim unir e que quem quisesse ele estaria na casa do
medium ali presente para mostrar uma nova forma de culto, então na casa
de zelio moraes o caboclo das 7 encruzilhadas (caboclo de kimbanda) ditou
um novo culto, o culto a umbanda, uma religião que iria ter esse nome
Umbanda (povo unido) pq iria unir as diferentes crenças, o catolicismo, o
cardecismo, o catimbó, a kurimba, a kimbanda, o omoloko e o candomble
ne ma forma fraternal onde todos sentariam e descutiriam a sua estrutura
sendo ela uma religião um culto aberto a mudanças essas feitos sempre
pelo seu povo unido, portanto uma religiao que visava aos seus filhos e não
so a ela ou seu sacerdote, deidade ou catiço

A umbanda foi então criada, seu culto era parecido com o omoloko, algumas
entidades foram estudadas, como uma religião aberta, tinha suas portas
para o estudo da mesma, então criaram um vinculo orisa sincretismo catiço
o que resultou em 7 linhas, exemplo a linhagem que colocavam zombi foi na
linha de mavambu/exu esse era sincretizado como santo antonio pelo
omoloko e o diabo pela kimbanda, então os zombi passaram a ser
chamados de exu pq estavam na linha de exu, os antigos chamavam de
cumpadre, mas hj chamam eles pelo nome do orisa da linha, exus, a
manifestação de entidades femininas era a linha de m’pambu n’jila que não
tinha sincretização as entidades foram colocadas na linha de exu e
chamadas tbm pelo nome do orisa porem com uma mudança devido a
dificuldade da lingua bantu para a facilidade do povo ocorreram mudanças
com o tempo e m’pambu n’jila passou a ser escrito pombogira a pronuncia e
a mesma so muda a escrita e mais tarde ainda passou a ser escrito pomba-
gira, a umbanda iniciou simples pessoas cantavam pontos, riscavam pontos
e batiam palmas invocando as entidades, a casa de zelio morais tinha culto
de exu 1 vez ao ano, verdade, e por isso a ate boato de que ele não
cultuava exu, mas isso pq na umbanda exu e pombagira foram
denominados esquerda, espiritos que precisam evoluir e que se vc mexer
muito poderia ter um certo atrasado de vida, hj não temos mais esse
pensamento e exu é cultuado igualmente os outros, o tempo foi passando
foram surgindo outros terreiros e como uma religião aberta a mudanças
foram acrescentando-se fundamentos a ela como a vinda dos atabaques,
comida do orisa exu para os catiços (uma vez que na kimbanda exu comia
comida (mexido) e carne crua mesmo ele passou a comer padê “farofa de
dende” igual ao orisa), houve um conflito na linha de oxossi, pois haviam
caboclos que vinham do catimbo e jurema e caboclos africanizados, então
dividiram em dois tipos caboclos da jurema (brasil) e caboclos de pena
(africa) boiadeiros (catimbo)

Então pessoal no maximo é isso mesmo, a umbanda foi criada e como o


proprio nome diz para ser uma religião de um povo unido e para unir as
diversas formas de crenças conforme o ideal da união de seu povo e a união
dos conceitos e pensamentos desse povo, é uma religião aberta a
mudanças quem é de umbanda sabe que cada casa é mesmo diferente de
outra e não há uma errada ou certa e isso pq ela foi criada para ser assim,
espero ter ajudado, desculpa por ter escrito tanto, o topico ficou enorme,
rsrs, por favor não me matem, hahaha, t+, bjos :-*