Anda di halaman 1dari 3

1 Controle e Sociedade

Christian Georgii
09/0109422

1- A vida moderna e os Computadores


Com o advento da tecnologia, a partir do final da primeira década do século XX, os
computadores deixaram de ser exclusivamente para uso militar e corporativo para conquistar
cada vez mais espaço na vida das pessoas.
Criados originalmente para auxiliar na realização de cálculos, os primeiros
computadores eram infinitamente menos sofisticados que aqueles que conhecemos e usamos
todos os dias. O primeiro computador a assumir forma de máquina foi construído por volta de
1600, por Wilhelm Schickard, e somente realizava operações básicas de adição, subtração,
multiplicação e divisão, mas já demonstrava que o homem precisava de um instrumento para
ajudá-lo no dia–a-dia, e foi essa necessidade que possibilitou o surgimento dos
supercomputadores que temos hoje.
Por volta de 1940, principalmente por causa da Segunda Guerra Mundial, a indústria
bélica passou a desenvolver computadores no formato atual, porém um tanto “primitivos”,
para controlar e automatizar máquinas e armas de guerra. Com a Revolução Tecno-Científica,
também chamada de Revolução da Informação, o desenvolvimento dos computadores se deu
em um ritmo acelerado e, junto com a Internet, possibilitou a difusão dessa tecnologia e a
popularização explosiva dos computadores no final do século. Em 1989, cerca de 160 mil
computadores estavam conectados à Internet, enquanto que em 1999 quase 60 milhões já se
conectavam à rede mundial.
No início do século XXI, ocorreu uma popularização massiva dos sistemas embarcados,
como celulares, PDAs e laptops. Esses sistemas embarcados permitiam que o usuário ficasse em
contato com o mundo inteiro em qualquer lugar que estivessem. Praticamente desnecessário
dizer que as implicações disso para a sociedade foram gigantescas. O controle que já era
exercido pelo telefone, televisão e rádio foi aumentado e ampliado a praticamente todas as
pessoas pertencentes a uma sociedade produtiva.
Mas não podemos analisar apenas por esse lado, pois ao mesmo tempo em que os
sistemas embarcados geram um maior controle de indivíduos ou corporações sobre outro, eles
também geram um descontrole muito grande em relação ao que esse indivíduo faz quando tem
tanta informação, aplicável ou não ao seu trabalho ou vida, disponível ao seu alcance o tempo
todo.
Declarado que sistemas embarcados exercem, sim, controle sobre o indivíduo e a
sociedade, resta definir exatamente o que é controle e analisar como se dá esse controle e se
ele é maior que o descontrole que também é gerado e até onde ele é possível.

1
2 Controle e Sociedade
Christian Georgii
09/0109422

2- Controle da Sociedade

 Primeiro, o conceito: o que é controle?


Um Sistema de Controle, em sua definição, possui dois elementos básicos: o
Sistema Controlado e o Sistema de Controle. O Sistema Controlado deve apresentar um
comportamento, e, se o Sistema de Controle verificar que este não está de acordo com
o esperado, alguma atitude deve ser tomada para que o comportamento se aproxime
desse modelo esperado.
No caso em questão, podemos definir Sistema Controlado como sendo tanto um
indivíduo quanto a sociedade como um todo, e o Sistema de Controle como a
dependência da tecnologia, que já deixou de ser opcional nessa sociedade.

 Exemplos de Controle
O controle de sociedades é uma prática que existe há milhares de anos e se dá
por várias maneiras. Um exemplo de controle que não envolve tecnologia é uma prática
conhecida como Pão e Circo, que foi empregada em Roma no século II a.C. Esta
manobra política foi adotada quando, por causa de problemas sociais, a população
passou a fazer revoltas e causar prejuízos, e consistia em prover alimentação (pão) e
diversão (circo) para manter a população “calma”. Nesse exemplo, o Sistema de
Controle seria a política do Pão e Circo e o Sistema Controlado seria a sociedade.
Outros exemplos seriam:

 A televisão como ferramenta de manipulação da opinião geral, quando


apresentam uma imagem tendenciosa de alguma coisa ou alguém, como,
segundo alguns estudiosos, o que ocorreu após o escândalo do Mensalão com o
Presidente Luis Inácio Lula da Silva.
 O bombardeamento de propagandas em todos os meios de comunicação,
insuflando o ouvinte a comprar;
 E a “ditadura” imposta pelo celular e similares, que determinam onde e quando a
pessoa deve estar vinte e quatro horas por dia.

2
3 Controle e Sociedade
Christian Georgii
09/0109422
3- Conclusão

Os computadores exercem, sim, um controle sobre a sociedade atual, mas só chegamos


a esse estágio por consentimento e aceitação dessa prática. Quando percebemos os benefícios
da computação, passamos a “abusar” desse recurso e agora nos achamos presos a ele. Quem
nunca deixou o celular em casa e se sentiu desamparado ante um acontecimento inesperado?
Mas, ao mesmo tempo em que exerce esse controle, gera um descontrole, que pode
atrapalhar a produtividade, e isso gera uma discussão sobre benefícios e malefícios da
computação.

4- Referências

http://pt.wikipedia.org/wiki/Computador

http://pt.wikipedia.org/wiki/Revolução_da_informação

Texto Base da Disciplina de Informática e Sociedade

Discussões nos fóruns da Disciplina de Informática e Sociedade