Anda di halaman 1dari 106

Sistemas operacionais

O que é o Windows XP?


O Windows XP é um sistema operacional produzido pela Microsoft, para
uso em computadores pessoais, notebooks, e em empresas. A Microsoft dis-
ponibiliza Windows XP em versões para processadores de 32 e 64 bits.

As três principais edições oficiais do sistema operacional são o Windows


XP Home Edition, que é destinada a usuários domésticos, o Windows XP
Professional Edition e o Windows XP OEM, destinado a fabricantes de com-
putadores que já fornecem seu produto de fábrica com o Windows pré-
-instalado.

O que vamos fazer com ele?


Vamos mostrar as funções básicas e algumas avançadas, focando o obje-
tivo dos concursos, que é o de selecionar um candidato com duas caracterís-
ticas de experiência no Word.

 Ter familiaridade de navegação nas funcionalidades do ambiente ope-


racional do Windows XP.

 Ter capacidade de analisar uma necessidade ou problema e conseguir


resolver dentro das ferramentas disponíveis no Windows, sabendo
onde e como.

Apresentação do ambiente
A primeira tela de iniciação, após a instalação padrão, mostra a área de
trabalho do Windows, ou desktop, apenas com o ícone da lixeira pronta, para
cada usuário configurar a seu critério. Lembre-se de que mesmo essa confi-
guração não sendo a de sua preferência, ou até mais “complicada” para en-

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 37


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

contrar os programas, é a configuração em que as questões são formuladas,


ou seja : A Configuração Padrão de instalação.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Para facilitar a visualização, vamos alterar somente a imagem de fundo


(tema) pelo tema clássico do Windows, seguindo as instruções a seguir.

Clique com o botão direito do mouse em qualquer parte da área de tra-


balho e selecione Propriedades. Na caixa, selecione na régua Tema a opção:
Tema clássico do Windows, e clique em aplicar.

Fonte: Microsoft Windows XP.

38 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows XP.

O resultado será este:

Fonte: Microsoft Windows XP.

Na área de trabalho, temos:

Ícones
São pequenos desenhos gráficos, utilizados pelo Windows para guiar o
usuário na seleção de programas, aplicações, jogos, documentos e outros as-
suntos. O ícone pode ser aberto através de um duplo clique nele, ou clicando
Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 39
mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

uma vez (o Windows seleciona o ícone e seu nome com um tom de azul) e
pressionando em seguida a tecla Enter, ou ainda, clicando com o botão direi-
to do mouse e posteriormente selecionando a opção Abrir, na caixa.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Barra de tarefas
A Barra de tarefas mostra todas as aplicações que estão abertas no mo-
mento pelo usuário, permitindo que com um clique sobre o ícone do aplicati-
vo na barra ele selecione o aplicativo. Com a teclas Alt+Tab, pode-se navegar
por todos os aplicativos abertos. Pressionando Alt, e mantendo pressionado
quando se tecla o Tab, o Windows cria um pequeno menu central, com os
ícones das aplicações abertas e uma moldura indicando a navegação para
escolha do aplicativo.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Inicialização rápida
Pode-se manter atalhos para acessos mais utilizados pelo usuário, na
Barra de tarefas. O Windows reserva um espaço da barra para essa finalida-
de, localizado ao lado do botão Iniciar. Para habilitar o recurso, clique com o

40 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

botão direito do mouse sobre a Barra de Ferramentas, desmarque Bloquear a


Barra de tarefas e marque Inicialização rápida.

O Windows já habilita automaticamente alguns atalhos e guias de na-


vegação, para acomodá-los. Para colocar na barra o atalho desejado, basta
clicar e arrastar para junto dos existentes o atalho desejado.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Área de notificação
É uma área localizada à direita da Barra de tarefas, onde se encontra o
relógio e também ícones de programas em execução (caso estejam instala-
dos), do tipo background (2.º plano), que rodam sem a interferência do usu-
ário, como os programas de antivírus.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Botão Iniciar
Quando clicado no botão Iniciar o Windows, abre-se um bloco de menus
por assuntos, de onde se pode acessar qualquer programa instalado ou con-
figuração no sistema.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 41


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows XP.

O bloco de menus é dividido na configuração de instalação padrão em


sete tipos de assunto:

Fonte: Microsoft Windows XP.

Outra opção de apresentação do bloco de menus é seu formato clássico,


que lembra as versões anteriores do Windows, onde a organização da apre-
sentação é mais limpa, com apenas os programas mais utilizados ou confi-
gurados pelo usuário.

42 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Para configurar o modo de exibição clássico, clique com o botão direito


do mouse em Iniciar e selecione Propriedades.

Abre-se uma caixa, onde a aba Menu ‘Iniciar’ possui as opções Menu ‘Ini-
ciar’, com a configuração atual, e Menu ‘Iniciar’ clássico.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Em ambas as opções, o botão Personalizar... é habilitado para os ajustes


de preferência de inclusão/exclusão de aplicações.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Selecionando, então, o modo Menu ´Iniciar´ clássico, e aplicando a altera-


ção, o resultado é esta aparência mais simples e limpa.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 43


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows XP.

Fixos
São atalhos que o usuário coloca para facilitar a chamada de programas
mais utilizados, o Windows coloca automaticamente na instalação o Internet
Explorer e o Outlook Express.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Programas mais usados pelo usuário


É uma lista com os programas mais utilizados recentemente pelo usuário,
o Windows atualiza de forma dinâmica essa lista, conforme o usuário utiliza
os programas.

Fonte: Microsoft Windows XP.

44 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Pastas principais
É uma estrutura de pastas montada pelo Windows, onde o usuário salva
suas informações. São divididas por tipo de assunto, como imagens, músi-
cas, documentos, com uma lista dos mais recentes.

Meu computador
É o menu que dá acesso às unidades de disco, pastas, unidades de CD e
DVD, e dispositivos como pen drives, que estejam instalados no momento,
serão visualizados.

Meus locais de rede


Caso o computador faça parte de uma rede e tenha autorização, ele
poderá acessar outros computadores e, com a permissão devida, compar-
tilhar documentos e até periféricos e/ou recursos de outros computadores,
como impressoras. É possível também configurar outros serviços de rede.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Configurações
São os programas de configuração do Windows, e também onde são ins-
talados impressoras e aparelhos de fax.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 45


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Outros recursos

Ajuda e suporte
Abre uma conexão com o centro de ajuda da Microsoft, que divide em
vários tópicos de ajuda; permite, inclusive, conexão de suporte remota.

Pesquisar
Acessa a ferramenta de pesquisa de arquivos e pastas no computador.

Executar
Permite a digitação de comandos ou nomes de arquivos ou pastas que
não estejam em nenhum menu ou atalho. É um recurso de chamada direta.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Todos os programas
Muito utilizado no Windows, como o título sugere, é um menu que con-
segue acessar todos os programas. Ao ser acionado, o botão Iniciar abre um
menu vertical com várias opções. Quando o item do menu Iniciar tem uma
seta para a direita, significa que há opções adicionais disponíveis em um
menu secundário. Posicionando o ponteiro do mouse sobre um item com
uma seta, e mantendo posicionado, o Windows mostra o outro menu.

46 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows XP.

Troca de sessão e desligamento

Fazer logoff
Fecha todos os programas e posiciona o Windows para receber login de
outro usuário, sem desligar o computador.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Desligar o computador
Possui as opções Reiniciar ou Desligar.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 47


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Janela (Window)
Uma janela é a forma gráfica do Windows de representar programas,
pastas, documentos etc. Ele usa essa representação para interagir, guiar e
intuir a navegação do usuário pelas funcionalidades do aplicativo que esteja
sendo usado. Essas funcionalidades é que identificam o Windows como
produto.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Seus componentes são:

Barra de título
Localizada na barra superior da janela, apresenta o ícone e nome da janela
e em seu canto direito os botões de Minimizar, Maximizar e Fechar .

Fonte: Microsoft Windows XP.

Barra de Menus
São as opções disponíveis para seleção, mostradas no sentido horizontal.

Fonte: Microsoft Windows XP.

48 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Barra de Ferramentas
É a barra abaixo da Barra de Menus, com os botões de comandos mais
usuais, para um acesso rápido.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Barra de endereço
Localizada abaixo da Barra de Ferramentas, mostra o caminho e endereço
do conteúdo que está sendo visualizado no momento. Digitando-se um novo
caminho e clicando-se na seta Ir, o Windows mostra o conteúdo, podendo
ser uma pasta, unidade de disco, computador, ou endereço na internet.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Barra de Status
Localizada na parte de baixo da janela, mostra informações sobre a situ-
ação da janela e características sobre seus conteúdos. Quando selecionado
um de seus itens, mostra suas informações individuais.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 49


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Suas características são:

Movimentar uma janela


O Windows permite a movimentação livremente das janelas (reposicio-
namento em tela) para facilitar o trabalho do usuário, basta clicar na Barra de
título da janela e arrastar para a posição desejada.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Minimizar uma janela


Minimizar a janela é colocá-la na Barra de tarefas, basta clicar o botão Mi-
nimizar, na Barra de título.

Maximizar uma janela


Maximizar é redimensionar a janela, de forma que ocupe todo o espaço
da tela, basta clicar o botão Maximizar, na Barra de título.

50 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Restaurar abaixo
Quando maximizada, a janela pode retornar ao seu tamanho original,
bastando clicar o botão Restaurar abaixo, na Barra de título.

Fechar janela
Para fechar a janela, basta clicar o botão Fechar, na Barra de título.

Fonte: Microsoft Windows XP. Fonte: Microsoft Windows XP.


Fonte: Microsoft Windows XP.
Fonte: Microsoft Windows XP.

Redimensionar janela
Pode-se alterar a largura ou altura da janela, basta levar o mouse até
a borda da janela (qualquer lado), até a seta transformar-se em uma seta
de duplo sentido. Quando, então, deve-se clicar, arrastando até a posição
desejada.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 51


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows XP.

Windows Explorer

Apresentação do Windows Explorer


O Windows Explorer é o programa utilizado no Windows para gerenciar
os arquivos.

Com seus recursos, podemos criar, copiar, mover e remover todos os tipos
de arquivos de dados no computador.

A organização dos dados é feita através do sistema de pastas, também


chamadas de diretórios, bastante eficiente, que permite uma hierarquia sem
limites de pastas e subpastas, ou diretórios e subdiretórios.

Sua interface divide-se em duas partes: área de pastas e área de con-


teúdo.

Pastas
É onde o Explorer mostra a estrutura hierárquica do computador (painel
esquerdo), composto por pastas, unidades de disco rígido, DVD, pen drives
e também a rede, ou redes, e domínios em que o computador esteja
cadastrado.

52 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Conteúdo
Quando selecionada uma pasta ou unidade no painel esquerdo, o Explo-
rer mostra no painel direito seu conteúdo. Todas as pastas que possuem o
sinal + indicam que em seu conteúdo existem subpastas.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Exemplo:

Criamos uma estrutura de pastas no computador para armazenar dados


pessoais de um usuário.

Sua estrutura foi criada da seguinte forma:

 uma pasta chamada Meu arquivo.

Dentro de Meu arquivo, temos as subpastas:

 Casa, Escola, Pessoal e Trabalho.

A pasta Casa possui as subpastas:

 Manutenção mensal, Mercado e Aluguel.

A pasta Manutenção mensal possui as subpastas:

 Contas de água, Contas de luz e Contas de telefone.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 53


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

 Clicando em Contas de água vamos acessar os arquivos das contas pagas.

O Windows Explorer mostra sempre nossa localização na Barra de títulos,


com a seguinte estrutura:

 endereço de início:\pasta\pasta\......\arquivo.

O endereço de início geralmente é uma unidade (disco rígido, DVD, pen


drive, rede), onde a pasta ou diretório está localizado, e mostra seus subdire-
tórios ou subpastas separados pelo caractere de barra invertida.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Todas as pastas que possuem subpastas são mostradas com o sinal de


mais (+), indicando que na pasta temos mais. Quando clicado no sinal, o Ex-
plorer mostra a estrutura abaixo, que pode conter ou não mais subdiretórios
ou subpastas, e inverte o sinal do diretório clicado para menos (–) e, assim,
navega-se sucessivamente. Quando clicado no sinal de menos (–) o Explorer
fecha a estrutura e recoloca o sinal de mais (+), permitindo, dessa forma, uma
navegação nos dois sentidos.

54 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows XP.

Toda pasta que está sendo explorada tem seu conteúdo mostrado in-
dividualmente, na área de conteúdo do Explorer, e na Barra de Status um
resumo. No menu Exibir, selecione Barra de Status. São informações impor-
tantes sobre quantidade de arquivos na pasta, e tamanho em bytes.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 55


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

O formato como o Explorer mostra as informações, e a relação de arquivos


que não devem ser mostrados (arquivos do sistema operacional Windows),
são configuráveis no menu Ferramentas, selecionando Opções de pasta.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Uma caixa com quatro guias é aberta. Na guia Modo de exibição, encon-
tramos os parâmetros de exibição ou restrição habilitados. Quando altera-
dos, os parâmetros de exibição podem ser desfeitos retornando nas configu-
rações originais, clicando o botão Restaurar padrões.

Podemos aplicar o modelo de parâmetro escolhido ou redefinir o modo


de exibição das pastas no Explorer, clicando o botão adequado. Uma caixa
com uma mensagem explica o que o Explorer vai configurar.

Aplicar a todas as pastas: todas as pastas terão o novo formato quando


forem abertas.

56 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows XP.

Redefinir todas as pastas: todas as pastas voltarão ao formato padrão


do Explorer quando forem abertas.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 57


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Utilização do Windows Explorer


Existe uma série de tarefas que podem ser executadas em pastas e em
arquivos, usando as facilidades do ambiente amigável e gráfico do Windows
Explorer.

Selecionar pastas ou arquivos


Selecionar uma pasta ou arquivo é algo como “pegar” o objeto para uma
finalidade da área de conteúdo. Quando selecionado, o Explorer coloca um
fundo escuro (ilumina) o objeto ou pasta. Para qualquer utilização dos recur-
sos no Explorer, em pastas ou arquivos, temos de selecionar previamente.

Selecionar um arquivo/pasta
 Basta clicar com o mouse sobre o mesmo.

Selecionar todos os arquivos/pastas


 Basta clicar, com o mouse, qualquer ponto em branco da área de con-
teúdo e, mantendo o botão apertado, mover na direção do que se de-
seja selecionar.

 Ou selecionar o primeiro arquivo/pasta da área de conteúdo e, com


a tecla Shift acionada, selecionar o último. Todos no intervalo serão
selecionados.

Selecionar aleatoriamente arquivos/pastas


 Clique nos arquivos/pastas com a tecla Ctrl para seleção.

Fonte: Microsoft Windows XP.

58 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows XP.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Copiar arquivos/pastas
Uma cópia de arquivos/pastas cria no local de destino uma cópia (réplica
exata) do arquivo/pasta.

Copiar usando o mouse


Para copiar usando o mouse, basta selecionar e clicar sobre a seleção
mantendo a tecla Ctrl acionada, arrastando a seleção ao diretório destino.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 59


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Copiar usando o menu


Efetue a seleção desejada no local fonte e com o menu Editar selecione
a opção Copiar ou Copiar para pasta (uma janela abre-se para selecionar ou
criar a pasta destino). Em seguida, no local destino, selecione a opção Colar
ou Copiar.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Fonte: Microsoft Windows XP.

60 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Copiar usando teclas de atalho


Efetue a seleção desejada no local fonte e acione as teclas Ctrl+C.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Em seguida, no local destino, utilize as teclas Ctrl+V para colar.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 61


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Mover arquivos/pastas
Mover significa apenas mudar o arquivo/pasta do local original para o
local de destino, dentro da mesma unidade.

Quando as unidades (letras) são diferentes, o Explorer por padrão copia


o que foi movido.

Mover arquivos/pastas usando o mouse


Para mover com o mouse, basta selecionar e clicar sobre a seleção e, man-
tendo a tecla Shift acionada, arrastar a seleção até o destino.

Mover arquivos/pastas usando o menu


Efetue a seleção desejada no local fonte e com o menu Editar selecione a
opção Mover para pasta (uma janela abre-se para selecionar ou criar a pasta
destino). Em seguida, no local destino, selecione a opção Mover.

Fonte: Microsoft Windows XP.

62 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows XP.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 63


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Compartilhar pastas
Quando o computador faz parte de uma rede, podemos compartilhar
seus recursos de dados.

Existem, entretanto, redes domésticas e redes privadas de empresas, em


que se faz parte de um controlador de domínio e deve-se obedecer a toda
uma hierarquia de segurança de informação e privilégios de acesso, desen-
volvidos e controlados pelo Administrador da Rede.

Em uma rede doméstica bem mais simples, podemos compartilhar facil-


mente uma pasta. Basta clicar com o botão direito do mouse sobre a pasta, e
selecionar Compartilhamento e segurança, que se abre uma caixa com três
guias.

Geral
Possui informações gerais sobre a pasta e também opções avançadas de
compactar seu conteúdo.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Personalizar
Possui várias opções para personalizar a pasta, como tipos de arquivo e
fotos.

64 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows XP.

No menu Ferramentas, caso a opção usar compartilhamento simples


de arquivo (recomendado) estiver desmarcada, abre-se mais uma guia de
Segurança com uma janela específica para determinar tipos de privilégios
para tipos de usuário. É um recurso mais utilizado em redes corporativas com
Controladores de Domínio.

Compartilhamento
Informa-se o nome do compartilhamento e especificamos se os usuários
podem modificar os arquivos de seu conteúdo, e clicamos o botão Aplicar
para ativar o compartilhamento.

Quando ativado o botão de compartilhamento, o Explorer altera seu


ícone, indicando a nova propriedade da pasta.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 65


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Criar pastas ou arquivos


No menu Arquivo, selecione Novo que uma caixa com as opções para o
tipo de objeto desejado será exibida. Ao selecionar o tipo de objeto, o Ex-
plorer já posiciona o cursor no painel de conteúdo para o usuário digitar o
nome desejado ao objeto. Clicando com o botão direito do mouse o painel
de conteúdo, o Explorer também abre a caixa de opções.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Renomear pastas ou arquivos


Para renomear arquivos ou pastas, o Explorer permite alguns métodos.
No caso de arquivos, deve-se ter cautela para não alterar seu nome de exten-
são original (os caracteres após o ponto). O nome da extensão do arquivo é

66 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

mostrado quando a opção menu Ferramentas, Opções de pasta, guia Modos


de exibição, opção Ocultar as extensões de tipo de arquivos conhecidos esti-
ver desabilitada. Em casos de descuido, o Explorer avisa sobre a situação de
risco com uma mensagem apropriada.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Outros métodos possíveis


 No painel de conteúdo, selecione o arquivo ou pasta que será altera-
do. Abra o menu Arquivo e selecione a opção Renomear.

 Clicando com o botão direito do mouse sobre o arquivo ou pasta, abre-


-se a caixa de opções, selecione Renomear.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 67


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

 Com o nome do arquivo ou pasta selecionado, clicando novamente a


opção é permitida.

 Com o arquivo selecionado, tecle F2.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Fonte: Microsoft Windows XP.

68 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Deletar pastas ou arquivos


Quando excluído, o arquivo ou pasta vai para a lixeira do Windows, onde
pode ser recuperado. Para excluir um arquivo ou pasta, o Explorer permite
alguns métodos.

No painel de conteúdo, selecione o arquivo ou pasta que será excluído. Abra


o menu Arquivo e selecione a opção Excluir.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Outros métodos possíveis


 Clicando com o botão direito do mouse sobre o arquivo ou pasta, abre-se
a caixa de opções, selecione Excluir.

 Com o nome do arquivo ou pasta selecionado, pressione a tecla Delete.

Recuperar pastas ou arquivos deletados


Toda pasta ou arquivo deletado vai automaticamente para a lixeira do Win-
dows, exceto no caso em que o usuário especifica explicitamente que deve
ser uma remoção definitiva sem usar a lixeira, para remover de forma definitiva,
basta manter a tecla Shift acionada.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 69


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

 Os arquivos ou pastas cuja remoção não foi definitiva, encontram-se na


lixeira do Windows, lá permanecendo até que a lixeira seja esvaziada.

 Para recuperar a pasta ou arquivo deletado selecione Lixeira.

 Todos os arquivos e pastas deletados (desde a última limpeza na lixei-


ra) serão mostrados na área de conteúdo. Selecione o arquivo ou pasta
e no menu Arquivo selecione a opção Restaurar.

 A pasta ou arquivo restaurado é recolocado automaticamente pelo Ex-


plorer no seu local de origem.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Fonte: Microsoft Windows XP.

70 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Painel de Controle
O Painel de Controle é uma área do Windows onde se encontram ferra-
mentas que são usadas para configurar desde um simples modo de visuali-
zar, ou aparência, até configurações avançadas de segurança, ambiente de
serviços e performance do Windows XP.

No modo de exibição por categoria (que pode ser alterado para modo de
exibição clássico), os aplicativos são agrupados por categoria de assuntos.

No modo clássico de exibição que vamos mostrar (que pode ser altera-
do para modo de exibição por categoria), quando selecionado, o Windows
mostra todos os ícones das aplicações disponíveis para configuração.

Adicionar hardware

Fonte: Microsoft Windows XP.

Quando usado, um assistente guia o usuário através da instalação. Ele


detecta e configura dispositivos conectados ao computador, como impres-
soras, pen drives, unidades de CD/DVD, câmeras fotográficas, cartões de me-
mória, controladores de jogo, adaptadores de rede, teclados, adaptadores
de vídeo etc.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 71


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Adicionar ou remover programas

Fonte: Microsoft Windows XP.

É um programa que gerencia todos os aplicativos instalados no Windows


XP. Permite instalar novos aplicativos, reparar aplicativos instáveis ou remo-
ver. Também é utilizado para instalar novos serviços e funcionalidades nos
programas do Windows XP.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Atualizações automáticas

Fonte: Microsoft Windows XP.

72 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Quando habilitado e configurado, a atualização do sistema operacional


Windows ativa um programa que verifica na Microsoft se existem versões
mais atualizadas para os softwares instalados, podendo instalar automa-
ticamente caso encontre ou, dependendo da configuração, notificando o
usuário.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Barra de tarefas e menu Iniciar

Fonte: Microsoft Windows XP.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 73


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Configura as características de exibição da Barra de tarefas do Windows


(veja apresentação de ambiente) e o menu Iniciar com várias opções de exi-
bição (modo clássico, Win XP) e definição dos ícones que podem aparecer
no menu Iniciar.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Central de Segurança

Fonte: Microsoft Windows XP.

Exibe a situação de Segurança do computador com os seguintes compo-


nentes, que podem ser configurados:

Antivírus
É fornecido por outro fabricante; geralmente, no painel, mostra-se sua
configuração de ativação, atualização e status de operação.

74 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Firewall
É fornecido pela Microsoft e integra o Windows XP. Podem-se configurar
serviços e conexões de entrada para bloqueio de segurança, e também uma
lista de exceções para navegação liberada. Um log de segurança, se ativado,
mostra todas as conexões efetuadas com sucesso ou não.

Atualizações automáticas
Caso esteja habilitada, verifica se existem versões disponíveis de atualiza-
ção do Windows no site da Microsoft. Podendo atualizar o sistema automati-
camente ou notificando e solicitando confirmação de instalação ao usuário.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Conexões de rede

Fonte: Microsoft Windows XP.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 75


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Mostra as conexões habilitadas para a placa de rede do computador e seu


funcionamento. Clicando com o botão direito do mouse, uma caixa mostra
duas guias.

 Geral, com as propriedades da configuração da placa, os serviços e


protocolos de comunicação ativos.

 Avançado, onde se associa a conexão e os serviços com o Firewall do


Windows XP.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Configuração de rede

Fonte: Microsoft Windows XP.

Quando usado, um assistente guia o usuário através da instalação e con-


figuração de uma rede doméstica (Grupos de Usuários) ou no caso de redes
corporativas, como adicionar o computador a um Controlador de Domínio.
Questões de compartilhamento de arquivos, nome do computador, senhas
de segurança, são configuradas na versão corporativa, portanto, o Adminis-
trador da Rede deve autorizar o acesso do computador e fornecer essas e
outras informações.

76 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows XP.

Configuração da rede sem fio

Fonte: Microsoft Windows XP.

Quando usado, um assistente guia o usuário através da instalação e con-


figuração para se conectar em uma rede sem fio (Wi-Fi), mostrando uma lista
de redes disponíveis ao alcance da antena da placa, informando o sistema de
proteção de criptografia habilitado em cada uma, obtendo endereço de na-
vegação, solicitando senha etc. Para o assistente ser utilizado, o computador
deve ter instalado uma placa de rede do tipo sem fio.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 77


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Contas de usuário

Fonte: Microsoft Windows XP.

São contas de acesso cadastradas pelo Administrador do Computador,


para outros usuários utilizarem fisicamente o mesmo computador. Cada
conta possui seu ambiente de navegação personalizado e definido, com
Barra de tarefas, menus, plano de fundo, protetor de tela, preferências e suas
pastas de arquivos. Um computador pode conter quantas contas forem ne-
cessárias, não existindo limite para criação. O Administrador define os privi-
légios do usuário para executar determinados aplicativos no computador, e
também senhas de acesso.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Controladores de jogo

Fonte: Microsoft Windows XP.

Um aplicativo, quando acionado, abre uma caixa com configurações para


adicionar, remover ou alterar a configuração de Controladores de jogos no
Windows XP, como joysticks, gamepads e aceleradores usados em jogos ins-
talados ou pela Internet.

78 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows XP.

Data e hora

Fonte: Microsoft Windows XP.

Um aplicativo abre uma caixa com três guias de configuração para a ma-
nutenção da Data e hora no Windows XP.

Um calendário guia o usuário para acertar a data, e um relógio digital


para acertar o horário, que também é mostrado em um relógio analógico ao
lado.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 79


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows XP.

Fuso horário
Uma barra permite escolher entre vários fusos horários mundiais, mos-
trando o número de horas + ou – em relação ao horário GMT (Greenwich
Mean Time (Hora Média em Greenwich)).

Fonte: Microsoft Windows XP.

Horário na Internet
Permite que um servidor na internet atualize automaticamente o horário
do computador.

Fonte: Microsoft Windows XP.

80 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fala

Fonte: Microsoft Windows XP.

Essa ferramenta configura dispositivos de fala de texto. São utilizados


para usuários deficientes visuais. Uma placa controladora, quando instalada,
efetua a leitura das caixas de texto nas telas, enviando a fala para a saída de
som.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Ferramentas administrativas

Fonte: Microsoft Windows XP.

Permite configurar uma série de serviços, ajustes de performance e polí-


ticas de segurança para outros usuários, no mesmo computador (segurança
local) do Windows. Seus itens na configuração padrão de instalação são:
Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 81
mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Desempenho

Fonte: Microsoft Windows XP.

Um aplicativo armazena em tempo real e mostra o desempenho de di-


versos itens do computador, como processador, memória, acesso a disco etc.
Essas informações, posteriormente analisadas pelo aplicativo, são utilizadas
para mostrar pontos de gargalo de performance. O Administrador baseado nas
informações pode configurar novos ajustes de desempenho do Windows XP.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Diretiva de segurança local

Fonte: Microsoft Windows XP.

Um aplicativo permite ao Administrador a configuração de diretivas de


permissão para os usuários do computador, com configurações de permis-
sões possíveis e restrições.

82 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows XP.

Fontes de dados (ODBC)

Fonte: Microsoft Windows XP.

Permite a configuração, instalação e remoção de drivers de comunicação


entre as aplicações que rodam no computador com o Windows XP, e servido-
res de banco de dados ou outras aplicações do tipo Client-Server.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 83


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Gerenciamento do computador

Fonte: Microsoft Windows XP.

Reúne diversos aplicativos de gerenciamento para discos (criar partições


lógicas e físicas, formatar unidades, desfragmentar unidades), grupos locais
de usuários (definir atributos específicos de privilégios, pastas comparti-
lhadas), a configuração de serviços no Windows XP e acesso ao relatório de
eventos do sistema.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Serviços

Fonte: Microsoft Windows XP.

Ferramenta que permite ativar, desativar e configurar os serviços do


Windows.

84 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows XP.

Serviços de componente

Fonte: Microsoft Windows XP.

Console de criação e configuração de novos serviços para aplicações ou


dispositivos de terceiros, instalados no Windows. Também permite a manu-
tenção nos serviços originais do Windows XP.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 85


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Visualizar eventos

Fonte: Microsoft Windows XP.

Ferramenta que permite visualizar em formato de log (arquivo de ocor-


rências) as operações dos aplicativos instalados no Windows, os acessos
(segurança) e também os registros diários das operações do próprio sistema
operacional Windows XP.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Firewall do Windows

Fonte: Microsoft Windows XP.

É uma aplicação que configura serviços e conexões de entrada, bloquean-


do acessos indevidos de segurança. Possui uma lista de exceções para nave-
gação liberada. Um log de segurança, se ativado, mostra todas as conexões
efetuadas com sucesso ou não no sistema.

86 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows XP.

Fontes

Fonte: Microsoft Windows XP.

É um aplicativo que permite a instalação e remoção de fontes, que são


utilizadas por programas como o Word ou outros que tratam com textos.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 87


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Impressoras e aparelhos de fax

Fonte: Microsoft Windows XP.

Aplicativo que permite instalar/desinstalar impressoras, definir uma impres-


sora como padrão no sistema e também gerenciar a fila de impressão (o compu-
tador possui uma impressora compartilhada por vários usuários em rede).

Fonte: Microsoft Windows XP.

Mouse

Fonte: Microsoft Windows XP.

Utiliza-se para configurar velocidade de arrasto pela tela, botões, dese-


nhos de seta do mouse, entre outras funções de teste de funcionamento do
dispositivo.

88 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows XP.

Opções de internet

Fonte: Microsoft Windows XP.

São as guias de configurações de trabalho e segurança do navegador Ex-


plorer, que também podem ser acessadas pelo Painel de Controle. Esse as-
sunto é abordado no capítulo que trata sobre o navegador Explorer.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 89


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows XP.

Opções de acessibilidade

Fonte: Microsoft Windows XP.

Aplicativo que permite ao Windows XP certas adaptações de operação às


necessidades de usuários com limitações físico/motoras.

Um aplicativo com guias de opção permite nova configuração para tecla-


do, som, vídeo e mouse.

90 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows XP.

Opções de energia

Fonte: Microsoft Windows XP.

É um aplicativo com guias de opção de configuração para economia de


energia. Pode-se configurar um tempo para desligar o monitor, os discos
rígidos e até hibernar o sistema. Caso configurado esse procedimento de
economia extrema, faz o Windows gravar em disco a situação de cada aplica-
tivo no momento da hibernação. Quando reativado, ele lê as informações e
retoma exatamente no mesmo ponto.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 91


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows XP.

Opções de pasta

Fonte: Microsoft Windows XP.

São os modos de configuração de exibição do Windows Explorer, que


podem ser acessados também pelo Painel de Controle.

92 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows XP.

Opções de telefone e modem

Fonte: Microsoft Windows XP.

Programa para configurar no Windows XP modems e aplicativos que utili-


zam linha telefônica para transmissão.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 93


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows XP.

Opções regionais e de idioma

Fonte: Microsoft Windows XP.

É um aplicativo utilizado para alterar a configuração de instalação de


idioma do Windows. As informações como país, tipo de moeda, estilo de
data, estilo de hora e teclado são solicitadas ou detectadas automaticamen-
te pelo hardware quando o Windows XP é instalado, e são automaticamente
configuradas quando se seleciona o idioma. Esse aplicativo permite alterar
todas essas configurações.

94 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows XP.

Scanners e câmeras

Fonte: Microsoft Windows XP.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 95


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Instala scanners e câmeras fotográficas no Windows e um assistente,


quando o dispositivo está conectado, permite copiar as imagens para dire-
tórios no disco rígido.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Sistema

Fonte: Microsoft Windows XP.

Aplicativo que reúne em sete guias informações sobre o computador,


permitindo alterações de configuração.

96 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Geral
Mostra informações sobre o computador e sua versão de sistema opera-
cional e Service Pack, memória instalada, velocidade do processador etc.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Nome do computador
Permite alterar o nome do computador para identificação na rede ou
Grupo de Usuários. Possui funções de adicionar o computador em um Con-
trolador de Domínio.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 97


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows XP.

Hardware
Possui um gerenciador de todos os dispositivos de hardware instalados
no computador, com funções de instalação e troca de drivers.

98 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows XP.

Avançado
Permite alterações de configuração de memória virtual do sistema (um
espaço físico em disco que o sistema utiliza quando falta memória RAM no
computador, temporariamente, em algum processo), perfis dos usuários que
utilizam o computador e configurações no arquivo de inicialização do Win-
dows XP.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 99


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows XP.

Remoto
Permite configurações para acesso remoto no computador.

100 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows XP.

Atualizações Automáticas
É a mesma configuração das atualizações automáticas do Windows, que
pode ser chamada por essa guia.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 101


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows XP.

Restauração do sistema
É um recurso que, quando ativado, permite ao Windows guardar as últi-
mas configurações de funcionamento (boot) válidas do sistema. É um recur-
so utilizado em casos de alterações acidentais nas configurações do sistema,
que resultem em funcionamento instável. Quando utilizado, o XP mostra uma
série de configurações válidas para o usuário escolher para restauração.

102 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows XP.

Sons e dispositivos de áudio

Fonte: Microsoft Windows XP.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 103


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Aplicativo que permite alterar configurações no sistema de sons do com-


putador e configurar sons da biblioteca do Windows, associando a eventos
nos aplicativos ou em funções operacionais do próprio Windows, quando
ocorrerem (por exemplo, quando o Windows carrega a tela inicial de login).
Possui também guias com recursos para testar o hardware e alterar configu-
ração de drivers de som instalados.

Fonte: Microsoft Windows XP.

104 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Tarefas agendadas

Fonte: Microsoft Windows XP.

Assistente que permite agendar o processamento em segundo plano de um


programa (que esteja instalado do computador). Contém vários tipos de parâ-
metros de agendamento (diário, semanal, mensal, ao ligar o computador etc.).

Fonte: Microsoft Windows XP.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 105


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Teclado

Fonte: Microsoft Windows XP.

Permite configurar algumas opções no teclado, como taxa de repetição e


velocidade de repetição do caractere digitado, velocidade de intermitência
do cursor etc.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Vídeo

Fonte: Microsoft Windows XP.

Aplicativo com cinco guias para funções de configuração de vídeo.

106 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Temas
São os temas de apresentação de ambiente do Windows (XP, clássico
etc.).

Fonte: Microsoft Windows XP.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 107


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Área de trabalho
São os temas para configurar e personalizar a área de trabalho do Windows.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Proteção de tela
São as proteções de tela da biblioteca do Windows XP, com suas configu-
rações de início e execução.

Aparência
Possui barras com opções para aparência, cor de fundo e tamanho de
fonte para janelas e botões do Windows XP.

Fonte: Microsoft Windows XP.

108 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Configurações
São configurações de resolução suportadas pela placa de vídeo e o moni-
tor, que podem ser alteradas.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Windows Vista – novas funcionalidades

Centro de boas-vindas
Quando iniciado, o Vista mostra uma primeira tela chamada Centro de
Boas-Vindas, além de um novo ambiente visual.

Nessa tela, o Vista informa sobre a configuração do computador, usuário


logado, e oferece atalhos para criação de usuários, configuração de internet,
personalizar aparência, e um menu muito interessante chamado Demons-
trações do Windows Vista. Caso não apareça em sua configuração, clique a
opção Mostrar todos os 14 itens.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 109


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows Vista.

Fonte: Microsoft Windows Vista.

Selecione Demonstrações do Windows Vista que o tema será aberto, e


dentro do tema selecione Abrir demonstrações do Windows Vista.

São vários temas abordados com textos explicativos, desenhos, esque-


mas desenvolvidos e até apresentações em vídeo e com acesso integrado ao
menu de Ajuda.

110 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows Vista.

Fonte: Microsoft Windows Vista.

Ambiente visual
O Windows Vista impressiona à primeira vista pelo seu visual. Um efeito
translúcido e tridimensional das janelas, que pode ser melhor aproveitado
pelo usuário caso disponha de uma placa de vídeo 3-D, a ausência do botão

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 111


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Iniciar e os novos detalhes gráficos dos elementos visuais do sistema opera-


cional, incluindo os novos ícones e os antigos herdados do XP, mas redese-
nhados, causam uma ótima impressão inicial.

Fonte: Microsoft Windows Vista.

Barra de tarefas
A Barra de tarefas, com novo desenho, mostra todas as aplicações que
estão abertas no momento pelo usuário, permitindo que com um clique
sobre o ícone do aplicativo, na barra, ele selecione o aplicativo. No Vista, as
teclas Alt+Tab receberam uma versão mais sofisticada e podem ser aciona-
das também por um ícone constante na Barra de tarefas.
Ao clicar, o Vista cria um pequeno menu central, que agora pode ser acio-
nado pelo mouse.

Fonte: Microsoft Windows Vista.

112 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Flip 3D
Outra forma de visualizar as aplicações abertas é através do recurso Flip
3D.

Os seus diferenciais, em relação ao tradicional Alt+Tab, estão na visualiza-


ção em terceira dimensão das janelas e nos efeitos de transição, resultando
em efeitos visuais agradáveis, sem comprometer a agilidade na manipulação
de janelas.

Além de permitir que o usuário defina qual janela será utilizada, o con-
teúdo de cada janela é atualizado em tempo real, ou seja, uma janela do
Windows Explorer continua rodando seu conteúdo, assim como um vídeo
exibido no Windows Media Player.

Esse recurso exige disponibilidade de hardware e está disponível nas ver-


sões mais completas do produto.

Fonte: Microsoft Windows Vista.

Barra Lateral
Um conceito novo implementado pelo Vista é uma barra lateral na tela,
com o objetivo de deixar à mão aplicações e informações, de preferência do
usuário.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 113


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

A Barra Lateral é configurável e o usuário pode inserir um bloco


de anotações, agenda de endereços, calendário, previsão do tempo,
cotações da bolsa, mapas de localização, entre inúmeros outros
recursos.

As aplicações inseridas na Barra Lateral são aplicações chamadas


de gadgets. Pequenas aplicações web que podem obter dados a partir
de webservices.

Esse formato de aplicações é compartilhado com o site <live.com>,


que também utiliza gadgets. Qualquer gadget do site <live.com> pode
ser inserido no Windows Vista.

A intenção da Microsoft é que os gadgets se tornem muito popu-


lares, e inúmeros sites de tecnologia vão disponibilizar seus próprios
gadgets, tornando o desktop do usuário uma janela de onde se pode
ver acontecendo os assuntos de interesse do usuário.

Na instalação padrão, a Barra Lateral abre-se junto com a tela inicial,


pode ser aberta e fechada utilizando seu atalho na Barra de tarefas.

Fonte: Microsoft Com a Barra Lateral aberta, passando o mouse sobre o botão onde
Windows Vista.
aparece gadgets, clique no sinal de + para abrir a aplicação.

Abre-se uma tela com várias opções de gadgets e suas configurações. Basta
escolher as gadgets de preferência, clicar e arrastar para fora da aplicação na
posição desejada.

Fonte: Microsoft Windows Vista.

114 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Menus

Botão Iniciar
O botão Iniciar, no Vista, está localizado no canto esquerdo da Barra de
tarefas.

Fonte: Microsoft Windows Vista.

Quando acionado, abre o Bloco de menus, que é dividido na configura-


ção de instalação padrão em oito tipos de assunto.

Fonte: Microsoft Windows Vista.

Programas fixos
São atalhos que o usuário coloca para facilitar
a chamada de programas mais utilizados, o Vista
coloca automaticamente na instalação o Internet
Explorer e o Windows Mail. Fonte: Microsoft Windows Vista.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 115


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Programas mais usados pelo usuário


É uma lista com os programas mais utilizados recentemente pelo usuário.
O Vista atualiza de forma dinâmica essa lista, conforme o usuário utiliza os
programas.

Fonte: Microsoft Windows Vista.

Pastas principais
É uma estrutura de pastas montada e padronizada pelo Vista para o usu-
ário logado. Cada conta cadastrada no computador possui a sua. Contém
uma estrutura de subpastas para salvar as informações que são divididas por
tipos de assunto, como imagens, músicas, documentos, jogos etc. Quando
clicado no usuário, abre-se a estrutura de pastas principais.

116 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows Vista.

Outras aplicações mais usadas


São aplicações de interesse do usuário, que o Vista agrupa nessa área do
menu para um rápido acesso.

Fonte: Microsoft Windows Vista.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 117


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Aplicativos de configuração
O Vista agrupa nesse setor, no menu, as aplicações para configuração do
computador ou ambiente, incluindo a ajuda do Suporte para as tarefas.

Fonte: Microsoft Windows Vista.

Todos os programas
Muito utilizado no Windows, como o título sugere, é um menu que con-
segue acessar todos os programas e serviços instalados.

Ao ser acionado, abre-se um menu na parte de cima, com os ícones dos


programas.

O item do menu, cujo formato é o de uma pasta aberta, significa que há


opções adicionais disponíveis em seu conteúdo.

Clicando sobre a pasta, o Vista abre o conteúdo do menu, listando abaixo,


em forma de estrutura de árvore, os programas disponíveis.

Caso não encontre o que procura, basta clicar novamente sobre a pasta,
que o Vista recolhe a estrutura.

118 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows Vista. Fonte: Microsoft Windows Vista.

Suspensão, bloqueio e desligamento. No Vista, um botão com três opções


foi implementado.

Suspensão
Ele coloca todos os documentos e programas abertos na memória e no
disco rígido, em um estado que a Microsoft chama de energia fraca. Esse re-
curso é utilizado nas situações em que o usuário quer se ausentar e retomar
rapidamente os dados e a sessão aberta, sem a necessidade de aguardar um
novo carregamento do sistema. A função hibernar também foi mantida e
pode ser ativada.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 119


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Bloquear a estação
Basta clicar o botão cadeado.

Trocar usuário
A troca de usuário é um recurso no Vista que permite alternar para uma
outra conta de usuário do computador, sem ter que fechar os programas e
os arquivos antes (logoff). A opção fica disponível na seta ao lado do botão
cadeado. Entretanto, se o outro usuário desligar o computador, os dados
não serão salvos, portanto, é recomendável salvar arquivos abertos antes da
troca.

Fonte: Microsoft Windows Vista.

Caixa de Pesquisa
A Caixa de Pesquisa foi incorporada no menu. Ela permite que se realize
buscas na internet, no computador do usuário e na lista de programas.

Simples de usar, basta ir digitando que o Vista efetua a busca, exibindo os


resultados acima da Caixa de Pesquisa, em tempo real.

Exemplo:

Digitando a letra i, a Caixa mostra a aplicação InkBall no menu. Adicionan-


do a letra m, o resultado é alterado instantaneamente para os assuntos im,
como impressoras, imagens etc.

120 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

É possível, também, expandir a busca para procurar por qualquer arquivo


em disco, abrindo a busca em outra janela.

Fonte: Microsoft Windows Vista.

Novos aplicativos

Centro de rede e compartilhamento


O Centro de Rede e Compartilhamento é um aplicativo que reúne, em
um único local, todas as aplicações de gerenciamento de redes, compartilha-
mento de recursos e privilégios de acesso.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 121


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows Vista.

O aplicativo permite visualizar, diagnosticar, resolver problemas de cone-


xão, configurar e compartilhar recursos, como pastas, documentos, impres-
soras, scanners etc.

Com o privilégio adequado, pode-se acessar outras redes com os mesmos


recursos.

Exemplo:

Selecionando no menu Exibir computadores e dispositivos, o Vista abre


uma janela com a representação dos computadores ativos na rede.

Clicando sobre o computador desejado, o Vista abre todos os recursos


disponíveis do computador, como pastas, impressoras etc.

Clicando sobre Impressoras, o Vista abre todas as impressoras e scanners


disponíveis no computador selecionado.

122 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Microsoft Windows Vista.

Fonte: Microsoft Windows Vista.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 123


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Calendário e gerenciamento de compromissos


Com o Calendário do Windows, pode-se gerenciar as atividades pessoais
e integradas com outras pessoas.

Possui recursos para a criação de lista de tarefas pessoais com cores di-
ferenciadas, prioridades, notificações, datas e lembretes automáticos sobre
tarefas específicas ou compromissos futuros.

Permite configurar compromissos de pagamento fixos todos os meses,


ou todos os anos, como aniversários.

Agendas compartilhadas
O Calendário do Windows permite que se compartilhem outras agendas
em trabalhos de equipe. Os compromissos de cada agenda são exibidos em
uma cor diferente, facilitando identificar a qual cronograma cada item per-
tence e identificando os conflitos quando sincronizado. Pode-se utilizar o
e-mail para enviar e receber agendamentos da equipe.

O Calendário do Vista é compatível com outros formatos de calendários,


permitindo importação e exportação de compromissos.

Fonte: Microsoft Windows Vista.

124 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Central de Segurança
A Central de Segurança é um aplicativo que reúne todas as aplicações de
gerenciamento de Segurança no Windows Vista, seus principais componen-
tes são:

Firewall
Pode-se configurar serviços e conexões de entrada para bloqueio de se-
gurança, e também uma lista de exceções para navegação liberada.

Atualizações automáticas
Verifica atualizações do Windows no site da Microsoft. Podendo atualizar
o sistema automaticamente ou configurado pelo usuário.

Proteção contra malware e spyware


Um programa chamado Windows Defender inspeciona o computador
em busca de aplicativos mal-intencionados.

Todas as alterações no registro do computador, e em alguns arquivos e


pastas do Windows, podem ser configurados para monitoramento exigindo
a aprovação do usuário para ser efetivada.

Com isso, inibe-se a possibilidade de algum programa alterar o Windows


ou algum de seus componentes sem o consentimento do usuário, como ti-
picamente fazem os spywares e adwares.

Antivírus
Permite o controle de configuração de ativação, status de atualização e
status de operação do antivírus instalado de terceiros.

Outras configurações de segurança


Permite configuração de segurança para internet com controles de pop
ups e cookies.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 125


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Um sistema pode ser configurado e controlar as contas de usuários ca-


dastrados, que passam a ser monitoradas, pedindo-se sempre a senha do
Administrador do Computador para determinadas alterações.

Fonte: Microsoft Windows Vista.

Centro de Backup e Restauração


O Centro de Backup e Restauração é um aplicativo que gerencia as opera-
ções de backup e restauração do Windows Vista, dependendo da versão do
produto.

Um assistente de backup pode ser configurado para realizar a tarefa de


cópia de segurança de forma automatizada, criando Pontos de Restauração.

Em casos de recuperação, o assistente mostra os Pontos de Restauração


disponíveis e as pastas ou os arquivos que podem ser restaurados, solicitando
a mídia de armazenamento de backup utilizada e restaurando os arquivos.

Migração de computador
Pode-se utilizar a ferramenta para migrar dados de um usuário de um
computador para outro, com o assistente criando a conta de usuário no no-
vo computador e migrando os dados para o novo computador e nova
conta.

126 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Cópia sombra
É um recurso que, quando habilitado, cria automaticamente cópias de
segurança dos arquivos, à medida que são alterados, e recupera versões an-
teriores do arquivo que tenha sido excluído por engano.

Fonte: Microsoft Windows Vista.

Linux
Conceito
Linux é um sistema operacional para uso em servidores, computadores
pessoais e laptops, que possui como característica principal o fato de ser
gratuito.

Sendo gratuito, o Linux comercialmente é o oposto da regra de merca-


do, em que se paga pela utilização de programas de computador, como o
Windows, da Microsoft, sendo essa característica um dos principais motivos
de sua popularidade.

O fato de o Linux não cobrar pela licença de utilização fez com que muitas
empresas, e o governo, adotassem progressivamente o sistema em seus
computadores.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 127


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Portanto, a necessidade de conhecer Linux é cada vez maior, visto que os


concursos progressivamente aumentam o número de questões em provas
sobre o assunto.

O que vamos fazer com ele?


Vamos mostrar sua estrutura e ambiente operacional, com principais co-
mandos de caractere de linha. É importante o conhecimento e entendimen-
to desses comandos, pois o Linux, como derivado do Unix, herda toda essa
biblioteca de comandos, assim como o Windows, que também possui sua
herança do DOS.

Histórico do Linux
Em 1983, Richard Stallman fundou a Free Software Foundation (Fundação
de Software Livre), cujo projeto GNU (GNU is Not Unix), teria a finalidade de
criar um clone melhorado e livre do sistema operacional Unix, sem a utiliza-
ção do seu código-fonte.

Seria desenvolvido o kernel (núcleo do sistema operacional que contro-


la o hardware), utilitários de programação, de administração do sistema, de
rede, comandos padrão etc. No final da década de 1980, o projeto não con-
seguiu seu objetivo pleno, pois somente os utilitários de programação e os
comandos padrão estavam prontos, faltava ainda o kernel.

Nessa mesma época, estavam em andamento várias outras tentativas


para desenvolver clones de Unix e fazê-los rodar nos processadores dispo-
níveis na época. Surgiu o “Minix”, um sistema operacional desenvolvido para
ser utilizado no ensino dos princípios estruturais dos sistemas operacionais,
baseado no processador Intel 8086, que estava disponível e poderia ser utili-
zado por um preço bem acessível.

Esse sistema, muito limitado, só endereçava 1MB de memória, portan-


to, limitado para ser comercializado em escala, ficando, assim, restrito a ser
apenas uma base para estudos acadêmicos.

Em agosto de 1991, Linus Torvalds, aluno da Universidade de Helsinque,


na Finlândia, estava construindo um kernel clone do Unix, que pudesse dis-
ponibilizar memória virtual e capacidade para ser multiusuário.

128 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Após algum tempo de trabalho em seu projeto solitário, conseguiu criar


um kernel capaz de executar os utilitários de programação e os comandos
padrão do Unix, clonados pelo projeto GNU.

Esse kernel básico envia uma mensagem para uma lista de discussão,
solicitando colaboradores para participarem do desenvolvimento do novo
sistema.

Em 5 de outubro de 1991, foi lançada a versão “oficial” do Linux (versão


0.02) e, a partir dessa data, programadores no mundo inteiro têm colabora-
do e ajudado a fazer o Linux que estamos utilizando nos dias de hoje.

Apresentação do ambiente
O Linux possui uma arquitetura conceitual composta das seguintes ca-
madas de software:

Kernel
Kernel é o núcleo do Linux que acessa diretamente o hardware em que o
mesmo está instalado. São um conjunto de programas escritos em lingua-
gem de programação C e Assembly que, de forma sincronizada, gerencia o
funcionamento multiusuário do sistema, acessando processador, memória,
drivers e dispositivos de hardware, como discos, impressoras, placas de vídeo
e rede.

Shell
O shell é a interface entre o usuário e o kernel.

É composto de uma série de comandos predefinidos, que requisitam e


executam trabalhos e funções junto ao kernel.

Sua interface com o usuário é em formato de comandos de texto, seme-


lhante visualmente ao antigo DOS, da Microsoft.

Ambiente gráfico
São aplicações voltadas a fazer uma interface entre o usuário e o shell de
forma amigável, com o usuário utilizando conceitos do Windows com jane-
las, ícones e mouse.
Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 129
mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Sua representação em camadas seria:

UTILITÁRIOS E APLICAÇÕES

SHELL

KERNEL

HARDWARE

Estrutura de diretórios
Quando instalado, o Linux possui uma estrutura de diretórios, em que
estão organizadas as ferramentas de sistema, drivers, bibliotecas e documen-
tação, que são utilizados para instalar e gerenciar o sistema.

O diretório principal, de onde o Linux cria sua estrutura de instalação, é o


diretório raiz, representado pelo caractere “/”.

A estrutura de diretórios do Linux é instalada, então, a partir do diretório


raiz.

A estrutura mais comum de instalação do Linux com seus diretórios prin-


cipais são:

 /etc – em seu conteúdo, existem arquivos de configuração do siste-


ma;

 /lib – são diversas informações e bibliotecas do Linux;

 /mnt – diretório utilizado para montagem de discos e periféricos,


como CD, floppy etc.;

 /sbin – diretório onde se encontram arquivos usados pelo Administra-


dor do sistema (root) para a administração do sistema;

130 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

 /usr – é onde ficam armazenados arquivos do usuário;

 /var – contém arquivos variáveis de trabalho usados pelos aplicativos


de impressão, e-mail etc.;

 /root – é o diretório que contém os arquivos do Administrador;

 /proc – armazena informações sobre o sistema instalado no equipa-


mento pelo próprio kernel;

 /tmp – contém arquivos temporários de aplicações e usuários;

 /home – contém informações dos usuários;

 /Bin – contém as aplicações executáveis e utilitários usados pelo siste-


ma e por usuários;

 /boot – contém o kernel compilado e outras informações necessárias


para o boot;

 /dev – informações sobre os controladores e dispositivos do sistema,


como drivers, discos etc.;

 /lost+found – diretório utilizado para armazenar arquivos recupera-


dos pelo utilitário fsck.

Principais comandos
O Linux possui um ambiente gráfico em que os comandos são executa-
dos de forma semelhante ao Windows, isto é, usando o mouse e ícones.

Entretanto, como o ambiente gráfico está na camada de utilitários e apli-


cações (veja desenho), quem irá executar o comando solicitando as infor-
mações ao kernel, é a camada shell, que somente “entende” os comandos em
formato de texto.

No ambiente gráfico, portanto, quando selecionamos um arquivo e pos-


teriormente arrastamos com o mouse para outro diretório, ou acionamos o
Ctrl+C e Ctrl+V, a “ordem” recebida pela camada inferior para execução é um
comando em formato de texto.

No Windows, existe também essa semelhança, o ambiente gráfico com


ícones e mouse do Explorer está em uma camada acima e sempre solicita ao
sistema os pedidos do usuário, através de comandos em formato de texto.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 131


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

A relação a seguir mostra alguns comandos em formato de texto no Linux,


seguidos de uma breve descrição.

 cd : move para o diretório especificado.

 cp : copia um arquivo ou diretório para outro local.

 clear: limpa a tela.

 date: mostra a data e a hora atual.

 file: mostra informações de um arquivo.

 find: localiza arquivos e informações.

 ls: lista os arquivos e diretórios da pasta atual.

 mv: move o arquivo ou o diretório para o destino especificado.

 mkdir: cria diretório.

 pwd: mostra o diretório atual.

 rm: apaga o arquivo especificado.

 Help e man: todos os comandos possuem parâmetros que permitem


incrementar suas funcionalidades. Para conhecer os parâmetros adi-
cionais de cada comando, pode-se consultar as informações de ajuda.
Para isso, usa-se o recurso de digitar o comando e em seguida --help,
ou através do comando man.

Digitar os comandos
No ambiente gráfico do Linux, procure e entre na aplicação Terminal.

Exemplo em um terminal na distribuição Linux Ubuntu:

Onde estamos? comando: pwd.

132 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Linux.

Listar o diretório atual comando: ls.

Fonte: Linux.

Listar o diretório atual com detalhes dos arquivos comando: ls –l.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 133


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fonte: Linux.

Saber a data atual do sistema comando: date.

Fonte: Linux.

134 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fechar o Terminal comando: exit.

Fonte: Linux.

No Windows, existe também essa semelhança, o ambiente gráfico com


ícones e mouse do Explorer está em uma camada acima e sempre solicita ao
sistema os pedidos do usuário, através de comandos em formato de texto.

Vamos ver a semelhança no Windows XP


No menu Iniciar, selecione Executar.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 135


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Digite cmd.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Uma tela vai se abrir, é a tela de interpretação de comandos do Windows,


ou também chamada de prompt de comandos do Windows. Sua função é
idêntica ao Terminal do Linux.

Fonte: Microsoft Windows XP.

136 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Saber a data atual do sistema: comando date.

Fonte: Microsoft Windows XP.

O Windows mostra a data e pede uma nova data (caso o usuário queira
alterar).

comando: enter.

Com o enter, confirmamos a mesma data para o Windows.

Listar o diretório atual comando: dir.

Fonte: Microsoft Windows XP.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 137


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Sair do aplicativo comando: exit.

Assim como o Linux foi desenvolvido baseado no Unix, o DOS, da Micro-


soft também. Essa característica se deve ao fato do Unix ser, na época (anos
1970), o sistema de maior sucesso em escala comercial, e também ao fato
de seus inventores (AT&T, hoje Lucent) terem disponibilizado o sistema para
estudos nas principais universidades americanas.

Esses fatos tornaram por criar uma cultura de debate, conhecimento e


adoradores em torno do Unix.

Essa herança é facilmente comprovada quando comparamos outros co-


mandos do DOS com o seu comando correspondente no Linux, e, como de-
monstramos, podem ser testados em qualquer ambiente Windows.

Dicas de estudo

Microsoft
O site da Microsoft, <www.microsoft.com.br>, possui diversas informa-
ções on-line sobre o produto.

É um local indicado para iniciar, aprofundar seus estudos e, principalmen-


te, criar senso crítico para avaliar a qualidade das informações existentes
hoje disponíveis na internet, ou em livrarias, sobre o Windows XP e Windows
Vista.

O help (F1) do Windows é bastante claro e objetivo nas explicações, e


ainda se pode acessar o suporte on-line do produto.

Linux
Existem centenas de sites sobre o Linux, para iniciar seus estudos,
sugerimos:

<http://focalinux.cipsga.org.br/>.

Para baixar uma versão para estudo:

<www.ubuntu-br.org/>.

138 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Fique atento – perguntas maliciosas!

Linux
Como o Linux é gratuito e livre, algumas empresas ou pessoas criam me-
lhorias e acrescentam funcionalidades, disponibilizando livremente distri-
buições do produto.

As distribuições mais utilizadas pelo mercado são: Red Hat, Debian,


Ubuntu e Fedora (Estados Unidos), Suse e Slackware (Alemanha), Mandrake
(França) e Conectiva (Brasil) Mandriva (França/Brasil), união das distribuições
Mandrake + Conectiva.

Versões de Linux que rodam no CD, sem a necessidade de instalação no


disco rígido:

Kurumin (Brasil);

Ubuntu (África);

Knoppix (Alemanha).

Características do Linux
multitarefa;

multiusuário;

portável;

case sensitive.

Windows
O Windows XP possui versões para processadores de 32 e 64 bits, e é co-
mercializado em dois formatos oficiais:

Home Edition
É a versão doméstica do Windows XP, que não inclui backup e ambiente
de redes.

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 139


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Professional Edition
É a versão completa.

Quem pode instalar programas,


adicionar ou remover um hardware no Windows XP?
Quem possuir o privilégio de ser Administrador.

Administrador é um privilégio que pode ser concedido a qualquer conta


no computador, portanto, qualquer usuário que detenha o privilégio de Ad-
ministrador pode livremente instalar programas, adicionar ou remover hard-
ware e também ter acesso a qualquer diretório ou arquivo no computador.

Em que diretório as contas do Windows são criadas?


No diretório c:\ Documents and Settings.

Esse diretório, assim como os diretórios de instalação do Windows: arqui-


vos de programas e o diretório Windows, não devem ser utilizados pelo usu-
ário e não podem ser deletados.

Referências
BONAM, Adilson Rodrigues. Linux: fundamentos, prática e certificação LPI –
Exame 117-101. 1. ed. Rio de Janeiro: Alta Books, 2010.

LIMA, Luciano de. Guia de Certificação MCSE para Windows XP Professional


Exame 70-270. 1. ed. Rio de Janeiro: Moderna, 2004.

NEGUS, Christopher. Linux a Bíblia + DVD Boot Up Ubuntu, Fedora TKnoppix,


Debian, Suset e outras 11 Distribuições. 1. ed. Rio de Janeiro: Alta Books, 2008.

RUSCHEL, André Guedes. Windows Vista Ultimate. 1.ed. Rio de Janeiro: Brasport,
2007.

SIMPSON, Alan. Windows XP Bible. 2. ed. New York: Wiley, 2005.

ZACKER, Craig. Windows Vista Configuration - Microsoft Certified. 1. ed. New


York: Wiley, 2007.

140 Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,


mais informações www.iesde.com.br
Sistemas operacionais

Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A., 141


mais informações www.iesde.com.br
Este material é parte integrante do acervo do IESDE BRASIL S.A.,
mais informações www.iesde.com.br