Anda di halaman 1dari 2

Desenvolvimento e Sociedade Sustentáveis

Gosto muito de trabalhar com mapas mentais e conceituais. Acredito que são
ferramentas fantásticas para o aprendizado. Utilizo a ferramenta Cmap tools há muito
tempo. Para desenvolver a tarefa proposta confeccionei o mapa abaixo:

A estrutura aqui apresentada é de conceitos relacionados entre si por frases de ligação


(na cor cinza). Os conectores são tracejados nas cores vermelha (mostram o fluxo da
lógica capitalista), verde (mostram o fluxo da lógica da sustentabilidade) e azul
(mostram o fluxo da lógica da sociedade sustentável).

Vou seguir então a trilha do mapa acima. O interessante deste recurso é a possibilidade
de podermos começar a partir de qualquer conceito, percorrendo suas conexões e
galgando conceitos, sem que o assunto perca o foco. Começo pela lógica do sistema
capitalista que define o desenvolvimento como desenvolvimento sustentável a partir de
suas necessidades (é obvio). No entanto, desenvolvimento sustentável entendido a partir
desta lógica de globalização, linearidade, disponibilidade ilimitada de recursos naturais,
utiliza recursos não renováveis em demasia. Além disso, temos o que hoje se define
como ações “greenwashing”, isto é falsas ações de sustentabilidade. Estas ações
utilizam-se do conceito de sustentabilidade como ferramentas de marketing.
Organizações de todas as esferas e setores, público, privado e sociedade civil, utilizam-
se de instrumentos para dar à sociedade uma imagem ecologicamente correta de seus
atos, produtos e serviços, mascarando e confundindo os cidadãos, quanto aos seus reais
interesses ambientais. O que se observa muito freqüentemente são as contradições entre
as ações e os discursos e isto faz com que caia em descrédito o conceito. Cabe ressaltar
aqui, que muitas vezes esta pratica esta associada ao desconhecimento do conceito de
sustentabilidade. Sustentabilidade parte dos pressupostos de que vivemos em um
planeta pequeno, super habitado e com recursos finitos, apóia-se em três conceitos
fundamentais: Ecologicamente correto, Socialmente justo e Economicamente viável.
Economicamente viável significa a incorporação das variáveis ambientais e sociais à
economia. Ao se avaliar um empreendimento consideram-se os impactos sociais e
ambientais decorrentes e agregam-se estas variáveis as medições de lucro, por exemplo.
Ecologicamente correto, em síntese, quer dizer a garantia da vida de todos os
ecossistemas (o que nos inclui.), a utilização em maior escala de recursos renováveis e
recicláveis e a menor dependência da utilização dos recursos não renováveis. Por tudo
isto o conceito de desenvolvimento sustentável contradiz o de sustentabilidade.
Socialmente justo refere-se ao grau de resolubilidade dos problemas sociais, onde se
persegue o aumento da participação popular nas questões ambientais, a redução da
pobreza, garantia da seguridade social, dignidade do trabalho, a busca pela igualdade
social, política, econômica e de gênero. Finalmente, o conceito de sociedade sustentável
adota o conceito de sustentabilidade e, partindo dele, propõe aos diversos segmentos
sociais a redefinição do que vem a ser desenvolvimento (a final, o que pode ser
desenvolvimento para uns não é para outros) em função de suas necessidades,
coerentemente com a sustentabilidade, visto ser ela necessária à existência humana.

Diante do exposto pode-se concluir que no desenvolvimento sustentável, conforme se


apresenta, é possível termos justiça social sem sermos sustentáveis, ou ainda, ser
ecologicamente correto e estar dissonante do conceito de sustentabilidade

Cláudio Vitório Lima Terracciano


Julho 2010

Fontes:
Desenvolvimento sustentável (Wikipédia).
Desenvolvimento sustentável (Marina Ceccato Mendes- Textos – USP).
Sociedade sustentável (Fritjof Capra e Ernest Callenbach).
Sociedades sustentáveis (Luiz Fernando do Valle).
Desenvolvimento ou sociedade sustentável? (Leonardo Boff).
Desenvolvimento ou sociedade sustentável. (Antonio Carlos S.Diegues).
Ministério do Meio Ambiente (Agenda21).