Anda di halaman 1dari 17

Versão

2.0
PIMACO AUTOADESIVOS LTDA.
Assistente Pimaco + 2.0

Ajuda ao Usuário
ASSISTENTE PIMACO + 2.0

Ajuda ao usuário
Índice

1. BÁSICO_____________________________________________________ 1

1. INICIANDO O APLICATIVO _________________________________________ 2


2. O AMBIENTE DE TRABALHO_______________________________________ 3
3. NOVO TRABALHO ______________________________________________ 4
4. GERENCIANDO TRABALHOS ______________________________________ 5
5. EDITANDO TRABALHOS __________________________________________ 5
6. SELECIONANDO IDIOMA __________________________________________ 6

2. INSERINDO OBJETOS ________________________________________ 7

1. TEXTO ______________________________________________________ 8
2. IMAGEM _____________________________________________________ 8
3. CÓDIGO DE BARRAS ____________________________________________ 8
4. MALA DIRETA ________________________________________________ 10
5. CONTADOR __________________________________________________ 10
6. FORMAS GEOMÉTRICAS _________________________________________ 11

3. FORMATAÇÃO______________________________________________ 12

1. TEXTO _____________________________________________________ 13
2. BORDAS E LINHAS _____________________________________________ 13
3. OBJETOS ___________________________________________________ 14
4. MARGEM DA FOLHA ____________________________________________ 14
Capítulo
P I M A C O A U T O A D E S I V O S L T D A .

1
A S S I S T E N T E P I M A C O + 2 . 0

1. Básico
Este capítulo irá mostrar os procedimentos básicos para
operação da segunda versão do Assistente Pimaco +.

O Assistente Pimaco + é um programa criado especialmente para


etiquetas Pimaco. Foi concebido para criar e editar arte gráfica com a
finalidade de imprimi-las em qualquer modelo de folha de etiquetas
produzidas pela Pimaco.

Nesta segunda versão, o sistema será executado no formato


“standalone”, ou seja, seu funcionamento não necessita de outro sistema
auxiliar.

Poderá ser instalado e utilizado nos seguintes sistemas


operacionais: Microsoft Windows (2000 / XP / 2003 / Vista), Max OS X
Leopard, SUSE Linux 10 e Fedora Core 8.

Os requisitos mínimos de hardware e software para execução do


aplicativo são:

 Memória RAM: 256 MB;

 Espaço livre no disco rígido: 150 MB;

 Resolução de vídeo: entre 72 e 96 pontos por polegada;

 Todos os sistemas operacionais devem possuir as atualizações


mais recentes distribuídas por seus fornecedores.

1
P I M A C O A U T O A D E S I V O S L T D A .
A S S I S T E N T E P I M A C O + 2 . 0

1. Iniciando o Aplicativo
A execução do aplicativo poderá ser feita através de atalhos criados
pelo instalador. A tabela 1 informa aonde serão criados os atalhos de
acordo com o sistema operacional.

Pasta Iniciar / Aplicativos


SO Área de
do Programas / /
Local Trabalho
Usuário Pimaco Pimaco
Microsoft Windows
2000
Sim Não Sim Não
Microsoft Windows XP Sim Não Sim Não
Microsoft Windows
2003
Sim Não Sim Não
Microsoft Windows
Vista
Sim Não Sim Não
SUSE Linux 10 Sim Sim Não Não
Fedora Core 8 Não Sim Não Não
MAC OS X Leopard Sim Não Não Sim
Tabela 1: Localização dos ícones de acordo com o sistema operacional.

Após a execução do aplicativo, ele será carregado na memória do


computador. Este processo ocorrerá durante a exibição da tela inicial,
conhecida também como tela de “splash” (figura 1).

Figura 1: Tela de inicialização.

Na parte inferior desta tela, será exibida uma barra de progresso e


uma mensagem de estado referente ao carregamento do aplicativo em
memória. No canto inferior esquerdo, haverá um rótulo indicando o número
da versão do aplicativo instalado.

2
P I M A C O A U T O A D E S I V O S L T D A .
A S S I S T E N T E P I M A C O + 2 . 0

2. O Ambiente de Trabalho

Figura 2: Ambiente de trabalho da aplicação.

Na figura 2, marcado pelo número "1" podemos ver a barra de título.


A barra de título contém o nome da aplicação, o número da versão, a
identificação da etiqueta que está sendo editada na folha e o nome do
trabalho aberto, que é automaticamente chamado "Novo trabalho" até que
o mesmo seja salvo com outro nome. A barra também contém botões para
minimizar, restaurar/maximizar e fechar o aplicativo.

Marcadas pelos números "2", "3" e "4" estão, respectivamente, a


barra de ferramentas superior, central e inferior. Cada ferramenta será
explicada nos capítulos seguintes.

Na janela à esquerda da tela, podemos ver a tela operativa para


geração da folha de etiquetas. Nesta janela haverá uma página em
tamanho reduzido conforme disposição real da folha do modelo escolhido,
onde o usuário poderá editar uma determinada etiqueta para criação da
arte. O usuário poderá escolher também, o modo de edição (item "5"),
onde com apenas a edição de uma etiqueta, esta seja replicada na folha
inteira. Botões serão destacados (item "6") para operações básicas: Novo

3
P I M A C O A U T O A D E S I V O S L T D A .
A S S I S T E N T E P I M A C O + 2 . 0

trabalho, Abrir trabalho, Salvar trabalho, Visualizar impressão, Imprimir


trabalho.

A maior porção da tela é ocupada pela visualização do trabalho


(item "7"), que é resultado da criação da arte gráfica feita pelo usuário.

A arte pode ser composta por textos, imagens, códigos de barras, campos
de mala direta e objetos geométricos; tais como: linha, elipse e retângulo.

Acima e a esquerda da área de edição podemos ver réguas


horizontais e verticais (item "8") que podem ajudar o usuário no
alinhamento de objetos.

Finalmente, abaixo e a direita da área de edição estão as barras de


rolagem, que podem ser usadas para visualizar áreas do trabalho que
estão fora da tela.

3. Novo Trabalho
Na abertura da aplicação, abrir-se-á a tela de “Novo trabalho” (figura
3) para escolha do modelo de etiqueta no qual o usuário deseja trabalhar.

Figura 3: Tela para escolha de modelo para novo trabalho.

A figura 3 oferecerá uma busca na lista inteira de modelo de


etiquetas, procurando por: produto, família do produto, código do produto e
as dimensões de cada modelo de etiqueta em milímetros. O resultado da
busca será mostrado em uma lista. Após um clique ou rolagem da lista
com as setas do teclado a imagem à direita da tela será atualizada para o
modelo referente à seleção. Esta tela mostrará ainda botões pré-
configurados separados por produto, com exibição em lista, facilitando a
busca do usuário pelo produto desejado.

4
P I M A C O A U T O A D E S I V O S L T D A .
A S S I S T E N T E P I M A C O + 2 . 0

4. Gerenciando Trabalhos
Para gerenciar os trabalhos criados, o usuário terá em mãos as
seguintes ferramentas: novo trabalho, abrir trabalho salvo, salvar trabalho
em execução, visualização de impressão, configurar as margens de
impressão e imprimir trabalho. Os botões destas ferramentas estão
localizados na barra de ferramentas superior.

Figura 4: Botões para gerenciamento dos trabalhos.

5. Editando trabalhos
Ferramentas de edição estão disponíveis para auxiliar o processo
de criação:

 Recortar – move o objeto selecionado para a memória;

 Copiar – copia o objeto selecionado para a memória;

 Colar – cola o objeto em memória na área de edição;

 Desfazer – volta o último comando de criação, remoção ou


movimentação de um objeto;

 Refazer – refaz o último comando de criação, remoção ou


movimentação de um objeto;

 Zoom – permite a alteração da escala de ampliação/redução


da área de edição.

5
P I M A C O A U T O A D E S I V O S L T D A .
A S S I S T E N T E P I M A C O + 2 . 0

Figura 5: Botões de edição.

6. Selecionando Idioma
É possível alterar o idioma da aplicação através da ferramenta de
seleção de idioma.

Figura 6: Botão da ferramenta de seleção de idioma.

Para isso, basta pressionar o botão para abrir uma janela contendo
uma lista de idiomas disponíveis para usuário escolher a língua na qual ele
deseja trabalhar.

Figura 7: Tela de escolha do idioma da aplicação.

Após a mudança será necessário reiniciar o aplicativo, para tanto


uma mensagem alertará o usuário de tal necessidade.

Figura 8: Caixa de alerta indicando necessidade de reiniciar o sistema.

6
P I M A C O A U T O A D E S I V O S L T D A .
A S S I S T E P I M A C O + 2 . 0
Capítulo
N T E

2
2. Inserindo Objetos
Este capítulo explicará o fluxo operacional para
inserção dos diversos objetos na área de edição.

P ara qualquer um dos objetos disponíveis na aplicação ter-se-á


sempre um fluxo operacional padrão para inserção dos mesmos na
área de edição. Para tal, o usuário deverá clicar sobre o botão da
ferramenta e então clicar sobre a área de edição para que o objeto
seja aplicado à mesma.

Os objetos que poderão ser adicionados na arte de um modelo


criado são: textos, imagens, códigos de barras, campos de mala direta,
contador, linhas, elipses e retângulos.

Figura 9: Ferramentas de inserção de objetos.

7
P I M A C O A U T O A D E S I V O S L T D A .
A S S I S T E N T E P I M A C O + 2 . 0

1. Texto
Fluxo operacional:

1. Usuário clica sobre o botão “Inserir Texto” para selecionar a


ferramenta;

2. Usuário clica sobre a área de edição para inserir a caixa de


texto com tamanho padrão ou clica e arrasta para incluir o
campo controlando seu tamanho;

3. A caixa de texto está apta a receber textos, sinalizando isto ao


usuário através de um cursor piscando dentro da mesma.

O tamanho padrão será equivalente a cinco caracteres e duas


linhas.

2. Imagem
Fluxo operacional:

1. Usuário clica sobre o botão de “Inserir Imagem” para


selecionar a ferramenta;

2. Usuário clica sobre a área de edição para colocar a imagem


com tamanho original ou clica e arrasta para incluir o campo
controlando seu tamanho do campo;

3. A imagem manterá suas proporções caso o usuário altere


suas dimensões.

3. Código de Barras
Fluxo operacional:

1. Usuário clica sobre o botão para selecionar a ferramenta;

2. Usuário clica sobre a área de edição para inserir a imagem;

3. Uma tela será aberta para gerar a imagem conforme dados de


entrados estabelecidos;

4. Usuário pode, a todo o momento, modificar o código inserido


mudando os parâmetros e clicando em “Aplicar” ou finalizar
clicando sobre o botão “OK”.

8
P I M A C O A U T O A D E S I V O S L T D A .
A S S I S T E N T E P I M A C O + 2 . 0

Figura 10: Tela de parâmetros para geração de código de barras.

Para gerar uma imagem contendo um código de barras o usuário


deverá:

1. Escolher o tipo de geração:

1..1. Criar uma única imagem;

1..2.Criar uma imagem por etiqueta através de registros em uma


mala direta;

2. Escolher um dos tipos de códigos apresentados na listagem;

3. Entrar com os dados ou escolher um campo contido em um


arquivo de mala direta;

4. Inserir um complemento de código de barras, caso a geração


seja única.

5. Escolher uma magnitude, com variação entre 20% e 200%;

6. Escolher uma altura para as barras, com variação entre 0.1 e


5.0 centímetros;

7. Escolher mostrar ou não o texto dos dados abaixo das barras.

Os códigos gerados possuem o dígito verificador calculados


automaticamente.

9
P I M A C O A U T O A D E S I V O S L T D A .
A S S I S T E N T E P I M A C O + 2 . 0

Para os códigos de barras gerados através de mala direta, o usuário


deverá indicar no campo “Tam.” a quantidade de caracteres máxima que
um registro poderá alcançar.

4. Mala Direta
Fluxo operacional:

1. Usuário clica sobre o botão para selecionar a ferramenta;

2. Usuário clica sobre a área de edição para inserir o campo de


mala direta com tamanho padrão ou clica e arrasta para incluir
o campo controlando seu tamanho;

3. Uma janela abrir-se-á com os diretórios do computador do


usuário para escolher um arquivo do tipo “xls” do Excel;

4. Para escolher um campo, o usuário deverá clicar duas vezes


seguido sobre o campo e então uma lista será aberta para
escolha do campo.

O usuário poderá alterar o arquivo de dados no botão à direita


do botão de Importação.

Figura 11: Botão para trocar o arquivo de dados.

5. Contador
Fluxo operacional:

1. Usuário clica sobre o botão para selecionar a ferramenta;

2. Usuário clica sobre a área de edição para inserir o campo do


contador com tamanho padrão ou clica e arrasta para incluir o
campo controlando seu tamanho;

3. Uma tela será aberta para configurar o contador, informando o


nome e o valor inicial; valor mínimo: 0 com incrementado de 1
unidade;

4. Usuário clica sobre botão “OK”.

10
P I M A C O A U T O A D E S I V O S L T D A .
A S S I S T E N T E P I M A C O + 2 . 0

Figura 12: Tela para configuração do contador.

6. Formas geométricas
Fluxo operacional:

1. Usuário clica sobre o botão de linha, retângulo ou elipse para


selecionar a ferramenta;

2. Usuário clica sobre a área de edição para inserir a forma


geométrica com tamanho padrão ou clica e arrasta para incluir
o campo controlando seu tamanho;

11
P I M A C O A U T O A D E S I V O S L T D A .
A S S I S T E P I M A C O + 2 . 0
Capítulo
N T E

3
3. Formatação
Capítulo destinado ao detalhamento sobre como
os objetos podem ser formatados.

A formatação pode ser uma poderosa ferramenta no atrativo de um


trabalho. Há numerosas formas de distinguir diferentes objetos de
um trabalho para outro. A figura abaixo descreve quais as
ferramentas estão disponíveis para formatação.

Figura 13: Botões de formatação.

12
P I M A C O A U T O A D E S I V O S L T D A .
A S S I S T E N T E P I M A C O + 2 . 0

1. Texto
Uma das maneiras de obter variedade no trabalho em criação é
alterar os atributos de fonte. Para fazer basta selecionar uma caixa de texto
e aplicar uma das ferramentas de formatação disponíveis.

É possível alterar o tipo de fonte selecionando um item presente na


lista de fontes.

Os tipos de fontes serão carregados do diretório padrão de fontes de


cada Sistema Operacional, apresentando listas separadas por uma barra,
para o grupo de tipos nativos homologados e para o grupo não-nativo.

A alteração de cor de fonte se dará através do botão de paleta de


cores de fontes. O tamanho da fonte poderá ser escolhido em uma lista
pré-definida, digitado manualmente ou alterado pelos botões de atalho de
aumentar e diminuir. Os estilos de fontes presentes são: negrito, itálico,
sublinhado e riscado.

Alinhamentos verticais e horizontais estão presentes para dar uma


maior flexibilidade ao usuário na etapa de criação do layout da arte. Os
tipos presentes são:

 Alinhamento horizontal: esquerda, centralizado, direita ou


justificado;

 Alinhamento vertical: superior, centro ou inferior.

2. Bordas e linhas
Ferramentas para alterar as cores de linha das bordas e as cores de
fundo estão presentes para formatar os objetos de formas geométricas.

É possível alterar as cores através das listas de cores que


funcionam como atalho para as cores mais comuns, mas caso o usuário
deseje utilizar uma cor mais específica é possível obtê-la através de paleta
de cores.

É possível também alterar a espessura das linhas. Para isso basta


selecionar uma das opções disponíveis na lista que se abrirá. As opções
são: 1 ponto, 2 pontos, 4 pontos, 1 ponto pontilhada ou nenhum.

13
P I M A C O A U T O A D E S I V O S L T D A .
A S S I S T E N T E P I M A C O + 2 . 0

3. Objetos
Com o intuito de auxiliar o usuário na criação da arte, são
disponibilizadas ferramentas de alinhamento, ordenação de camadas e
rotação para objetos.

As ferramentas de alinhamento permitem ao usuário alinhar um


objeto selecionado em primeira instância com relação à outro objeto
selecionado em uma segunda instância. É possível alinhar um objeto ao
topo, à base, à esquerda e à direita de outro objeto.

No momento da criação é provável a inserção, por parte do usuário,


de vários objetos e que um ou mais desses objetos tenham uma prioridade
sobre outros. Com a ferramenta de gerenciamento de ordem de camadas
de objeto é possível alterar a prioridade de um objeto sobre outro.

O usuário também poderá utilizar ferramentas de rotação para


formar um layout a sua escolha. As ferramentas de rotação permitem o giro
de 90º para a esquerda ou para a direita.

4. Margem da folha
O usuário poderá alterar o posicionamento do conteúdo fazendo o
alinhamento manual da página através do ajuste das margens da folha.

Figura 14: Tela de configuração de margens da folha.

Com esta ferramenta é possível configurar as margens: superior,


inferior, esquerda e direita da folha de etiquetas.

Os valores deverão ser entrados nas caixas de textos, sendo que


cada unidade é equivalente a 0,35 milímetros.

14