Anda di halaman 1dari 4

O que é negar a si mesmo?

O que Jesus quis dizer com aquela expressão: “Negue a si mesmo”?

Já tentou compreender?

Pois assim como ele, todos os outros Mestres que vieram e estão na humanidade nos
ensinaram e ensinam a negar a nós mesmos para que se descubra o que está por trás do
pronome pessoal “eu”: um emaranhado de defeitos que habita a psicologia humana. Acredite:
nossa psicologia é a morada do Ego, onde há uma série de compartimentos, o corpo mental
inferior, onde vivem todos os defeitos psicológicos, ou como também podemos chamar, os
agregados psíquicos. Os defeitos provém de uma segunda natureza, a natureza animal.

Porém, também temos encerrada dentro de nós a essência, a parte imortal e divina que
quando liberta das grades desses defeitos nos conduz ao Reino do Eterno, às dimensões
superiores da natureza, ao Criador. Aos Céus.

Jesus também dizia que é preciso ir aos Céus, não é mesmo? Através de parábolas ele
ensinava a seus discípulos essas informações e deixou muito claro a todos nós que é preciso
“Negar a si mesmo para se alcançar os Céus, o verdadeiro Reino, O Reino do Pai”. Céus,
dimensões, mundos paralelos.

Cada um de nós tem um Pai Celestial, um Real Ser, um Anjo que nos deu a vida. E nós
devemos nos tornar filhos obedientes à essa força criadora para descobrir de fato a nossa
missão no planeta, a Verdade Interior. Ou como também podemos chamar, a nossa
Consciência.

Fazer Consciência é voltar para casa, voltar para o Pai Celestial. É acordar, desprender-se do
mundo material para descobrir todas as outras dimensões da natureza e assim despertar a

1/4
O que é negar a si mesmo?

nossa primeira natureza, a natureza superior. A morada da essência.

Esse despertar só é possível praticando os 3 Fatores de Revolução da Consciência, os 3


Fatores do Cristo Vivo. Cristo é a energia criadora, e todos viemos para cristificar-nos, nos
tornar Cristos. O Filho do Homem, O Filho do Pai. Em outras palavras, nos Autorrealizarmos.

O 1º Fator, o Negar a Si Mesmo, consiste em eliminar de nós todos os nossos defeitos, toda a
nossa obscuridade. A vaidade, a luxúria, a inveja, a maledicência, o orgulho, a ira, a preguiça,
o materialismo, o egoísmo. Conforme vamos trabalhando sobre nós mesmos, vamos
percebendo milhões de defeitos que se manifestam e tentam se manifestar a cada instante do
dia, em todas as situações de nosso cotidiano, de nossa vida. E a porta de entrada e de saída
dos defeitos são os pensamentos, os sentimentos e as ações. E para inverter o curso da
própria vida é necessário tomar a decisão de dar um basta na manipulação do Ego sobre si
mesmo. Negar a si mesmo e abrir espaço para que a essência dentro de nós seja o único
ponto de apoio. E praticar as chaves da liberdade que nos entregam os Mestres de Mistérios
Maiores, assim como Jesus fez, deixar de ser fantoches dos defeitos e tomar as rédeas do
nosso corpo, da nossa mente e dos nossos sentimentos buscando a cada instante nos
auto-observar. Nos auto-observando, perceberemos o que temos dentro e poderemos então
começar a limpeza.

A cada diminuto detalhe que percebermos de um defeito agindo dentro de nós, suplicaremos à
Mãe Divina, a face feminina do Pai   Celeste, a partícula de fogo que habita em nosso interior,
para que tire, elimine de nós aquele defeito, nos limpe daquela manifestação. Pedimos assim:
“Minha Mãe, desintegre esse defeito, destrua-o!”. Conforme vamos colocando em prática essa
disciplina, o 1º Fator, vamos percebendo que serão milhares e milhares de súplicas
diariamente. E nos daremos conta de que não somos bonzinhos como acreditávamos ser, não
somos tolerantes, não somos amáveis, não somos. Somos uma pilha imensa de defeitos que
nos comandam e fazem de nossa vida um verdadeiro inferno!

Os defeitos são terríveis demônios que habitam nosso corpo mental nas infradimensões da
natureza, o inferno interior, e na medida em que vamos pedindo a eliminação dos agregados,
secretamente, internamente, eles vão perdendo o alimento que entregávamos cegamente
através das reações automáticas, dos impulsos inferiores, da má conduta. E com muita
dedicação e perseverança vamos, com a ajuda da Mãe Divina  eliminando de nós “a besta”, o
ego, o egoísmo.

2/4
O que é negar a si mesmo?

Essa é a morte psicológica, onde um defeito que for eliminado dará lugar à virtude que estava
aprisionada; à essência, que estava sendo literalmente sugada pela maldade.

Esse é o trabalho Crístico, o verdadeiro ensinamento cristão, que consiste em eliminar de


dentro de si o que aprisiona, enraivece, entristece, nos torna perversos, maus, arrogantes,
orgulhosos, vaidosos, maledicentes. Enfim, nos torna escravos de nós mesmos e nos conduz
ao erro e à maldade conosco e com as outras pessoas.

Tudo o que vemos de equivocado no planeta, na humanidade, em cada ser humano, é o


resultado da maldade, do Ego, dos defeitos ou agregados psíquicos que fazem de cada
homem e mulher veículo das forças sinistras.

Precisamos inverter o pólo, tornar nossa vida uma incessante busca pelo Real Ser, pois é esse
o nosso OBJETIVO EXISTENCIAL, O PRIMEIRO MISTÉRIO. Morrer para nascer de novo,
nascer para as dimensões superiores da natureza.

É um trabalho árduo, de segundo a segundo como dizem os Mestres, porém, VALE A VIDA!

Não temos realmente tempo a perder com sonhos de consumo, de futuro, fantasias de
conquistas materiais e passionais. Catástrofes, guerras, crises mundiais nos cercam porque
estamos nos tempos do fim, o Apocalipse, os acontecimentos que foram profetizados e estão
se cumprindo e se cumprirão um a um, à risca. Precisamos buscar o equilíbrio no Ser e é
praticando a morte psicológica que vamos conquistando o caminho do meio, deixando de lado
a ilusão da dualidade, dos extremos em nossas vidas.

Precisamos morrer em nós mesmos para que o REAL SER possa se manifestar. Precisamos
sair da frente do Pai! Em Nome do Pai!

É praticando essas disciplinas que isso se torna possível. Pratique desde agora, a partir desse
instante: passe a se auto-observar e pedir à Mãe Divina que elimine cada defeito que se
manifestar. É nessa continuidade que acontece o Despertar da Consciência!

3/4
O que é negar a si mesmo?

gnose@rumoaoser.org

4/4