Anda di halaman 1dari 26

AÇÕES DE GOVERNO NA REGIÃO SERRANA

SECRETARIA DE OBRAS
Incentivos conseguidos pelo Governo do Estado para recuperação
econômica da Região Serrana

•Projeto de lei estadual, aprovado pela Assembléia Legislativa, dispensando as empresas


localizadas em área onde tenha sido decretado estado de calamidade pública ou de
emergência, de pré-requisitos para contratos com o Poder Público e recebimento de benefícios
ou incentivos fiscais;

•Eventos culturais para atração de turistas na Região Serrana promovidos pelas prefeituras,
com o apoio do Governo do Estado.

•Recursos de crédito emergencial no valor de R$ 2 mil liberados pelo Governo Federal através
do Banco do Brasil a agricultores familiares da Região Serrana, para gastos com despesas
imediatas com a manutenção da família;

SECRETARIA
DE OBRAS
•Duas parcelas a mais do seguro-desemprego para os trabalhadores que já vinham recebendo
o benefício e para aqueles que foram demitidos durante o período das catástrofes – Ministério
do Trabalho;

•Liberação de parte do FGTS, no valor máximo de R$ 5.400,00 – Ministério do Trabalho;

•Liberação de R$ 71,3 milhões através do Ministério do Desenvolvimento Agrário para


recuperação da produção agrícola de agricultores familiares;
•Criação de 13 mil vagas em programas de qualificação profissional nos municípios da
Região Serrana por intermédio do programa Projovem Trabalhador, que prepara o jovem para
o mercado de trabalho e para ocupações alternativas geradoras de renda – Ministério do
Trabalho e Emprego;

•Convênio entre o Governo do Estado do Rio de Janeiro e a Firjan para criação do Plano
Estratégico para a Reconstrução da Infraestrutura e Recuperação Econômica da Região
Centro-Norte e Serrana do Rio. O documento prevê a participação do empresariado – por
meio de recursos financeiros – na implementação de estudos de diagnóstico da situação
atual das sete cidades atingidas, entre outras medidas;

SECRETARIA •R$ 400 milhões do Programa Emergencial de Reconstrução (BNDES), em condições


DE OBRAS
especiais de financiamento, para empresas da Região Serrana
AÇÕES DE GOVERNO PARA RECONSTRUÇÃO
E REVITALIZAÇÃO DA REGIÃO SERRANA

Fase 1: Emergência .....até o final de abril


Fase 2: Recuperação/Reconstrução ...aproximadamente 2 anos

SECRETARIA
DE OBRAS
EMERGÊNCIA

•Instalação de bunker improvisado no


Salão Azul da Prefeitura de Nova
Friburgo, reunindo os vários atores
envolvidos nas ações emergenciais,
para a tomada de decisões urgentes no
socorro às vítimas e trabalhos
necessários à limpeza e desobstrução
de ruas, avenidas, rios e canais nas
cidades atingidas

•Levantamento do número de mortos e


desaparecidos, registrados em quadro
fixado no Salão Azul
SECRETARIA •Reuniões noturnas, para avaliação e registro das demandas existentes, principalmente aquelas
DE OBRAS
relativas à busca de corpos e interdição de locais em áreas de risco extremo

•Restabelecimento imediato de acessos interditados, importantes para as ações das equipes de


resgate e socorro

•Trabalho conjunto entre a Defesa Civil, prefeituras e equipes do Trabalho Social do PAC do
Governo do Estado, para abrigo e cadastramento das vítimas para aluguel social e moradia

•Resgate, por helicóptero, de moradores das comunidades ilhadas pela destruição de acessos
COORDENAÇÃO DE ENGENHARIA

SECRETARIA
DE OBRAS
COORDENAÇÃO DE ENGENHARIA

•Disponibilização de equipamentos e mão-de-obra


especializada para os serviços emergenciais de resgate,
limpeza e desobstrução, com a solidariedade da
Associação dos Empreiteiros do Estado do Rio de
Janeiro. Na situação de pico, tivemos a participação de
37 empresas, com 869 equipamentos e 1.361
trabalhadores operando em 266 frentes de serviço

SECRETARIA
DE OBRAS
•Criação de agências locais da Emop nos sete municípios atingidos, sob a coordenação de engenheiros da
empresa, para avaliação de urgências e gerenciamento dos trabalhos necessários

SECRETARIA
DE OBRAS
• Criação de locais (bota-fora) para despejo de toneladas de material recolhido nos trabalhos de limpeza e
desobstrução, em áreas sob avaliação do Inea, para não causar danos ao meio ambiente

SECRETARIA
DE OBRAS
•Disponibilização de equipamentos para o resgate de corpos, em trabalho conjunto com a Defesa Civil

SECRETARIA
DE OBRAS
•Disponibilização de equipamentos para a demolição de casas em áreas de risco, em trabalho conjunto
com a Defesa Civil

SECRETARIA
DE OBRAS
•Participação no trabalho de
SECRETARIA remanejamento e reassentamento da
DE OBRAS população atingida, desenvolvido pelo
Escritório de Gerenciamento de
Projetos da Casa Civil do Estado do Rio
de Janeiro
234 casas interditadas e
vistoriadas pelas equipes do
Trabalho Social do PAC,em Nova
Friburgo, com abordagem
(entrevistas), medição e fotografia,
até o último dia 16

SECRETARIA 151 casas demolidas em áreas


DE OBRAS de risco

50% dos entrevistados optaram


por indenização ou compra
assistida
•Quebra dos enormes blocos de pedra que deslizaram das encostas, para desobstrução dos locais atingidos
e aproveitamento do material produzido para recapeamento emergencial de acessos

SECRETARIA
DE OBRAS
•Recuperação de escolas municipais atingidas pelas chuvas para não prejudicar o início do ano letivo

SECRETARIA
DE OBRAS

E.M. José Affonso de Paula


São José do Vale do Rio Preto
•Obras emergenciais de canalização e drenagem

SECRETARIA
DE OBRAS
•Construção ou recuperação de pontes para restabelecimento imediato de acessos interrompidos

SECRETARIA
DE OBRAS
RECONSTRUÇÃO

RIOS
INFRA
ESTRUTURA
ENCOSTAS CANAIS HABITAÇÃO
CORREGOS

SECRETARIA
DE OBRAS
RECONSTRUÇÃO

INFRAEST
INFRA
ESTRUTURA
RUTURA

Ponte
Pavimentação

Calçadas
SECRETARIA
DE OBRAS
Micro/
Meso Drenagem

Gradis

Gramado
RECONSTRUÇÃO

LOCAL TOTAL DE EVENTOS TOTAL DE EVENTOS EVENTOS COM


VISTORIADOS COM SOLUÇÕES NENHUMA
ENCOSTAS PROPOSTAS INTERVENÇÃO
CONSIDERADA
FRIBURGO 431 247 184
BOM JARDIM 37 17 20
SUMIDOURO 61 27 34
PETRÓPOLIS 74 41 33
TERESÓPOLIS 146 85 61
AREAL 12 6 6
SÃO J. VALE DO RIO
SECRETARIA 16 12 4
DE OBRAS
PRETO
TOTAL 777 435 342
VALOR ESTIMADO:
R$ 1.150.000.000,00
Nova Friburgo

Evento 8 – Duas Pedras

Intervenção Proposta
• Remoção de cerca de 30
edificações.
• Limpeza da área com remoção
de entulhos.
ITEM DESCRIÇÃO UN QUANT. PREÇO UNIT. PREÇO TOTAL • Regularização da encosta.
1 ESTUDOS E PROJETOS verba 1 597.738,96 597.738,96 • Revegetação dos taludes com
2 MOBILIZAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO LOCAL verba 1 398.492,64 398.492,64 manta.
3 SERVIÇOS • Execução de solo grampeado
SECRETARIA verde em parte do
3.1 Remoção/demolição de edificações un 30 16.200,00 486.000,00
DE OBRAS escorregamento central e a
3.2 Limpeza da área com remoção de entulhos m3 2.200 79,00 173.800,00
montante da estrada.
3.3 Regularização da encosta m² 20.560 85,00 1.747.600,00
• Execução de muro de proteção
3.4 Revegetação do talude com manta m² 19.250 60,00 1.155.000,00 no pé da encosta.
3.5 Execução de muro de proteção no pé da encosta m² 600 1.200,00 720.000,00 •.Execução de drenagem
3.6 Execução de drenagem superficial nas encostas verba 1 1.532.664,00 1.532.664,00 superficial nas encostas.
3.7 Execução de solo grampeado verde m² 1.310 500,00 655.000,00 • Reconstrução da via de acesso.
3.8 Reconstrução da via de acesso m 60 2.858,00 171.480,00
• Execução de drenos horizontais
profundos.
TOTAL = 7.637.775,60
Teresópolis
Local: Campo Grande
Intervenção Proposta

Intervenção nível 1:
• Remoção de todas as
edificações total ou
parcialmente
danificadas;
• Remoção de blocos de
rochas soltos e limpeza
geral.

SECRETARIA
ITEM DESCRIÇÃO UN QUANT. PREÇO UNIT. PREÇO
DE OBRAS
1 ESTUDOS E PROJETOS verba 1 360 781.20 R$ 360 781.20

2 MOBILIZAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO LOCAL verba 1 240 520.80 R$ 240 520.80

3 SERVIÇOS

3.1 Remoção/ Demolição de edificações un 30 16 200.00 486 000.00

3.2 Limpeza da área com remoção de entulhos m3 32400 79.00 2 559 600.00

3.6 Execução de drenage superficial nas encostas verba 1 925 080.00

3.21 Desmonte e remoção de blocos de rocha m3 50 760.00 38 000.00

TOTAL= R$ 4 609 982.00


Petrópolis
Cuiabá, Estr. Ministro Salgado Filho

Intervenção Proposta

Intervenção nível 2
•Remoção do material deslizado;
•Realização de sondagens geotécnicas;
•Execução de muro de gabiões para
proteção da via pública.

ITEM DESCRIÇÃO UN QUANT. PREÇO UNIT. PREÇO

1 ESTUDOS E PROJETOS verba 1 58 673.16 R$ 58 673.16

2 MOBILIZAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO LOCAL verba 1 39 115.44 R$ 39 115.44

3 SERVIÇOS

3.2 Limpeza da área com remoção de entulhos m3 600 79.00 47400

3.6 Execução de drenage superficial nas encostas verba 1 150 444.00

3.17 Execução de muro de gabião m2 330 1 376.00 454080

TOTAL= R$ 749 712.60


•A bacia do córrego d’Antas (a bacia
mais afetada) foi escolhida para receber
o primeiro parque fluvial do município de
Nova Friburgo RECONSTRUÇÃO

RIOS
CANAIS
CORREGOS

•Os estudos e projetos a


serem desenvolvidos serão
precedidos de diagnósticos
das condições de
SECRETARIA escoamento das diversas
DE OBRAS bacias hidrográficas
existentes na região serrana
RECONSTRUÇÃO

HABITAÇÃO

Construção de 6 mil unidades habitacionais em


projetos conceituais prontos, que criam
condomínios com a infraestrutura de bairros,
SECRETARIA dotando-os de lojinhas, parque público, escola,
DE OBRAS creche, biblioteca-parque entre outros
equipamentos
COOPERAÇÃO TÉCNICA COM A UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO

•TRABALHO CONJUNTO COOPERATIVO DE ASSESSORAMENTO, DE ESTUDOS E


PESQUISAS, DE TROCA DE EXPERIÊNCIAS E CONHECIMENTOS

•ELABORAÇÃO DE BANCO DE DADOS

•RELATÓRIO DE PREVENÇÃO DE RISCOS PARA ORIENTAR PREFEITURAS E A


POPULAÇÃO EM GERAL SOBRE A OCUPAÇÃO DO USO DO SOLO

SECRETARIA
DE OBRAS