Anda di halaman 1dari 14

CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA MPU

TÉCNICO ADMINISTRATIVO - NOÇÕES DE INFORMÁTICA


PROFESSORA: PATRÍCIA LIMA QUINTÃO

AULA 5–AMBIENTE WINDOWS XP


(Parte I)

Olá pessoal!
Vamos ao detalhamento dos principais conceitos relacionados ao Sistema
Operacional Windows XP. Os detalhes sobre Windows 7 serão apresentados
em nossa próxima aula (complementar).

Fiquem atentos e bons estudos!

SISTEMA OPERACIONAL WINDOWS XP


Nessa aula revisaremos alguns tópicos mais exigidos do sistema operacional
Windows.

1. Conceito de Sistema Operacional

Sistema operacional é o software que controla a alocação e utilização dos


recursos de hardware, como memória, uso da CPU, espaço em disco e
periféricos. Além disso, é o software fundamental do computador, sobre o qual
todos os outros softwares são executados e para o qual os softwares são
desenvolvidos. Quer dizer, quando um programador desenvolve um software, ele
o faz para um sistema operacional específico.

O Windows XP possui como principais características:


• Lançado em 2001 em duas versões: Windows XP Home Edition e Windows XP
Professional Edition. Segundo a própria Microsoft, o primeiro é voltado ao uso
doméstico enquanto que o segundo é voltado ao uso doméstico avançado,
negócios e grandes organizações.
• Foi baseado no Windows 2000, portanto, é herdeiro indireto do Windows NT;
• Ganhou um visual inovador em relação às versões anteriores e vários
recursos voltados à multimídia.
• Compatível com os sistemas de arquivos FAT16, FAT32 ou NTFS.

2. Principais Componentes da Área de trabalho do Windows XP


Vamos agora fazer um reconhecimento dos principais componentes visuais do
Windows XP. A nomenclatura e a distinção entre alguns desses objetos costuma
ser ignorada por grande parte dos usuários, mas há muitas questões que se
prendem exatamente nesses quesitos.

O termo inglês desktop pode referir-se a:


• uma categoria de computador: desktop computer – computador de
mesa;
• o elemento visual central dos sistemas operacionais gráficos: desktop –
área de trabalho. Nesse caso, temos a tela principal do sistema, sobre a
qual ficam todos os outros elementos gráficos, como janelas, ícones e barras.

www.pontodosconcursos.com.br 1
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA MPU
TÉCNICO ADMINISTRATIVO - NOÇÕES DE INFORMÁTICA
PROFESSORA: PATRÍCIA LIMA QUINTÃO

2.1 - Ícone
É um recurso visual para facilitar a associação de objetos a arquivos ou pastas.
Na prática, são pequeninas imagens representativas que ficam associadas a
vários objetos do Windows. Por padrão, o Windows associa diversos ícones a
objetos conhecidos, como pastas, impressoras, lixeira etc.

Da mesma forma, os programas que são instalados no sistema já se encarregam


de atribuir ícones aos seus arquivos de dados e aos seus arquivos executáveis.

Ícones são apenas recursos visuais e podem ser alterados a qualquer momento.
Nada impede, por exemplo, que associemos o ícone dos arquivos de Excel a
todos os arquivos do Word. Isso, entretanto, em nada afeta o conteúdo do
arquivo nem o programa ao qual o arquivo está associado.

2.2 - Atalho
Atalho é uma forma direta de acessar objetos dos quais precisamos com mais
freqüência. São representados por ícones e podem estar na área de trabalho, na
barra de tarefas do Windows ou mesmo em qualquer pasta do sistema. Podemos
ter atalhos para arquivos, programas, pastas ou mesmo para endereços da
internet.
Via de regra, ao aplicarmos um clique duplo a um atalho, o sistema operacional
executa o alvo do atalho clicado. Assim, se acionamos um atalho para uma
pasta, o sistema abre uma janela referente à pasta alvo. Em outra hipótese, se
acionamos um atalho para um endereço da internet, o sistema abre o navegador
de internet padrão na página alvo do atalho. Atalhos são identificáveis pela
presença de uma seta no canto inferior esquerdo de seus ícones.

Atalhos também podem ser ativados clicando-se com o botão direito do mouse e
selecionando “abrir” no menu exibido. Se clicamos com o botão direito em um
atalho e selecionamos a opção Propriedades, no menu, é aberta uma janela que
traz informações sobre o funcionamento do atalho, como o tipo de atalho, o seu
alvo, a configuração da janela a ser aberta, entre outros.

V 3.1 www.pontodosconcursos.com.br 2
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA MPU
TÉCNICO ADMINISTRATIVO - NOÇÕES DE INFORMÁTICA
PROFESSORA: PATRÍCIA LIMA QUINTÃO

Ainda sobre os atalhos, é importante lembrar que as operações que fazemos em


um atalho incidem somente sobre ele e não sobre seu alvo. Por exemplo, se
excluirmos um atalho cujo alvo é um programa, o programa continua intacto!

2.2.1 - Criando Atalhos


Há varias formas de se criar um atalho. A mais direta e comum é clicar sobre o
objeto alvo com o botão direito do mouse e selecionar Criar atalho. Outra forma
muito comum é clicar sobre o objeto alvo com o botão direito do mouse e
selecionar Enviar para -> Área de trabalho. Essa operação cria o atalho
diretamente na Área de trabalho.
Uma outra forma, menos conhecida, é arrastando e soltando (drag and drop) um
objeto qualquer mantendo pressionada a tecla ALT simultaneamente. Podemos
arrastar, por exemplo, um arquivo para a área de trabalho, pressionando
simultaneamente a tecla ALT. Experimente!

2.3 - Janelas
O Windows é um sistema operacional que baseia sua interface gráfica no
conceito de janelas. Elas são a alma da interface do Windows. Em princípio,
podemos dizer que todos os programas que são exibidos pelo sistema, o são
através de janelas.

Uma janela contém alguns elementos típicos:

V 3.1 www.pontodosconcursos.com.br 3
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA MPU
TÉCNICO ADMINISTRATIVO - NOÇÕES DE INFORMÁTICA
PROFESSORA: PATRÍCIA LIMA QUINTÃO

2.3.1 - Barra de títulos (1)


Apresenta o nome da janela (que normalmente é o nome de um arquivo seguido
do nome do programa) e os botões de Minimizar, Restaurar/Maximizar e Fechar.

Minimizar – o botão Minimizar nos permite recolher a janela à barra de tarefas


do Windows. Quando minimizamos uma janela, o programa correspondente
continua ativo na memória principal, mas, no entanto, fica em segundo plano.

Restaurar/Maximizar – o botão Restaurar faz com que a janela retorne ao


seu tamanho anterior. Maximizar é fazer com que ela ocupe a máxima área útil
dentro da área de trabalho. Às vezes, o resultado obtido com as operações
restaurar e maximizar pode ser o mesmo. O botão Restaurar/Maximizar se
alterna na barra de títulos, conforme o estado da janela. Aplicar um clique duplo
sobre a barra de títulos surte o mesmo efeito de clicar no botão
Restaurar/Maximizar.

Fechar – o botão Fechar encerra o programa que está em execução na janela.


Normalmente, quando se trata de um programa de edição de arquivos –
processadores de texto, editores de imagens, por exemplo – com algum arquivo
não salvo, o programa pergunta se se deseja salvar o trabalho antes do
encerramento do programa. Nessa situação, como as alterações feitas no arquivo
estavam, até o momento, somente na memória RAM, caso não se feche a janela
do programa sem se salvar o arquivo, as alterações serão perdidas. Pressionar
as teclas ALT + F4 também fecha janelas.

Há também na Barra de títulos das janelas, sempre à esquerda, um ícone


representativo do programa em execução. Um clique nesse ícone abre um menu
com as principais operações aplicáveis a janelas. A combinação de teclas ALT +
BARRA DE ESPAÇO produz o mesmo efeito.

Além das operações acima descritas, podemos redimensionar ou mover janelas.


Para redimensionar uma janela com o mouse, basta posicionar o ponteiro sobre
V 3.1 www.pontodosconcursos.com.br 4
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA MPU
TÉCNICO ADMINISTRATIVO - NOÇÕES DE INFORMÁTICA
PROFESSORA: PATRÍCIA LIMA QUINTÃO

uma de suas bordas, clicar e arrastar até que se tenha o efeito desejado. Para
fazer isso com o teclado, basta pressionar ALT + ESPAÇO, selecionar a opção
correspondente do menu e utilizar as teclas de direção do teclado.

Para mover uma janela com o mouse, basta clicar sobre sua Barra de títulos e
arrastá-la ao local desejado. Com o teclado, a operação é similar à de
redimensionamento. Só podemos mover ou redimensionar janelas que não
estejam maximizadas.

2.3.2 – Barra de menus (2)


Apresenta uma lista de menus suspensos agrupados por categorias. Um clique
sobre cada menu abre suas opções. Outra forma de abrir um item do menu é
pressionando ALT + LETRA SUBLINHADA DO MENU. A partir daí, podemos
navegar pelos itens utilizando as teclas de direção (setas) do teclado e selecionar
o item teclando ENTER (ENTRA ou RETURN em alguns teclados).
Algumas das opções abertas em cada menu também têm letras sublinhadas.
Nesse caso, basta o pressionamento direto da letra, sem o pressionamento da
tecla ALT, para acessar a opção correspondente.

Além disso, algumas dessas opções dos menus possuem teclas de atalho
próprias indicadas diretamente no menu, como no exemplo ao lado, no qual
vemos vários comandos com suas respectivas teclas de atalho (Copiar CTRL+C).

Quer uma dica? Daqui em diante, quando estiver usando um item de menu de
um programa qualquer e vir que ele dispõe de uma tecla de atalho, evite o uso
do mouse para a operação e utilize a combinação de teclas. Essa é uma boa
maneira de se memorizar teclas de atalho, tão cobradas nas provas de concursos
públicos.
Uma observação: quando virem um item qualquer seguido de reticências (como
o item localizar na imagem anterior), isso indica que uma janela de diálogo será
aberta, ou seja, o comando não será executado diretamente, pois ainda haverá
alguma interação intermediária. Já vi uma questão de concurso perguntando
isso.

V 3.1 www.pontodosconcursos.com.br 5
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA MPU
TÉCNICO ADMINISTRATIVO - NOÇÕES DE INFORMÁTICA
PROFESSORA: PATRÍCIA LIMA QUINTÃO

2.3.3 – Barra de ferramentas (3)


As barras de ferramentas contêm botões para as ações mais comuns de cada
programa. Normalmente podemos configurá-las de acordo com nosso gosto
pessoal por meio do menu Exibir -> Barra de ferramentas -> Personalizar.
É comum que um programa tenha várias barras de ferramentas organizadas por
categorias. A exibição/ocultação de cada barra também costuma ser feita a partir
do menu Exibir. Também há opções de configuração das barras de ferramentas
ao clicarmos com o botão direito do mouse sobre uma delas.

2.3.4 - Barra de status (4)


É uma espécie de letreiro informativo das janelas. Costuma exibir informações
sobre arquivos, ou objetos que estejam sendo tratados pelos programas. Há
questões de provas que para serem resolvidas requerem a interpretação de
informações da Barra de status. São muito comuns, por exemplo, em questões
envolvendo navegadores de internet e programas de e-mail.

2.3.5 – Abas
Uma janela pode conter abas (ou guias). Abas são recursos similares a etiquetas
que utilizamos em arquivos físicos de pastas suspensas e possibilitam que
alternemos entre elas sem sair da janela. Na prática, funcionam como
subdivisões de janelas.
Por exemplo, um clique com o botão direito do mouse sobre o menu Iniciar ou
sobre a Barra de tarefas abre a mesma janela, em suas abas específicas:
Propriedades da Barra de tarefas e do menu Iniciar.
A propósito, não deixe de experimentar as opções dessa janela!

V 3.1 www.pontodosconcursos.com.br 6
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA MPU
TÉCNICO ADMINISTRATIVO - NOÇÕES DE INFORMÁTICA
PROFESSORA: PATRÍCIA LIMA QUINTÃO

BARRA DE TAREFAS

Os itens numerados de 1 a 5 formam a Barra de Tarefas do Windows. Por


padrão ela se localiza na parte inferior da tela, mas pode ser movida com o
mouse.
1 – Botão Iniciar – Abre o menu Iniciar. Um clique com o botão
direito do mouse permite acessar as propriedades do menu Iniciar ou abrir uma
janela do Windows Explorer, por exemplo.

2 – Área de Inicialização Rápida – Área em que colocamos os atalhos para os


programas mais utilizados, já que ficam visíveis mesmo quando há programas
abertos em janelas maximizadas. Os atalhos dessa área são executados com
apenas um clique do mouse.

3 – Botões da Barra de Tarefas – Área em que ficam botões dos programas


em execução no computador. Clicando sobre os botões, alternamos entre os
programas abertos. No Windows XP, por padrão, há o agrupamento de janelas
de um mesmo programa em um único botão, que passa a exibir o número de
janelas abertas e uma pequena seta à direita. Por exemplo, se houver várias
janelas do navegador de internet abertas, os botões dessas janelas são
agrupados em um só. Isso pode ser alterado a partir das propriedades da Barra
de tarefas.
V 3.1 www.pontodosconcursos.com.br 7
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA MPU
TÉCNICO ADMINISTRATIVO - NOÇÕES DE INFORMÁTICA
PROFESSORA: PATRÍCIA LIMA QUINTÃO

Um clique com o botão direito do mouse nessa área ou nas áreas 2, 3, 4 e 5


possibilita a abertura da janela de propriedades da Barra de Tarefas, abertura do
Gerenciador de Tarefas, reorganização das janelas dos programas abertos e
exibição ou ocultação de barras de ferramentas (links, endereço, etc).
Alguns programas possibilitam certa integração com a Barra de tarefas, como
versões mais novas do Windows Media Player, por exemplo. Dessa forma eles
propiciam o acesso direto a alguns recursos sem que seja preciso maximizar sua
janela.

4 – Barra de Idiomas – Assim como a barra Links e a barra Área de Trabalho,


esta é uma barra opcional que pode ser habilitada clicando-se com o botão
direito em qualquer parte da Barra de Tarefas. Há a possibilidade de se criar
barras personalizadas.

5 – Área de Notificação – Área que exibe alguns atalhos de programas que


estão ativos na memória (como antivírus) ou exibe mensagens de programas
que aparecem temporariamente (como trabalhos na impressora). Além disso,
desde o Windows 95, é onde fica o relógio do computador.

Devemos ficar atentos a esses nomes, pois eles costumam ser cobrados em
questões de prova.

MENU INICIAR

Uma das maiores mudanças que encontramos no Windows XP em relação a seus


predecessores é a aparência e o funcionamento do menu Iniciar.
O menu Iniciar é a principal ferramenta de acesso a arquivos e programas do
Windows. Para abri-lo, basta um clique no botão Iniciar ou que pressionemos a
tecla Windows. A propósito, essa tecla não existe em todos os teclados, mesmo
assim pode aparecer em algumas questões de prova. Um pressionamento
simples dessa tecla abre o menu Iniciar, mas ela ainda é utilizada em
combinação com outras teclas para produzir resultados diversos. Veremos
algumas dessas combinações depois.

Vamos analisar as partes que compõem o menu Iniciar:


V 3.1 www.pontodosconcursos.com.br 8
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA MPU
TÉCNICO ADMINISTRATIVO - NOÇÕES DE INFORMÁTICA
PROFESSORA: PATRÍCIA LIMA QUINTÃO

1 – Opções de logoff e desligamento do computador

1.1 – Logon e logoff


A primeira barra do menu Iniciar disponibiliza botões para logoff e desligamento
do computador. Vamos aproveitá-la para ver quais as opções do XP para essas
operações.
Como o XP é um sistema que permite a utilização por vários usuários, cada qual
com suas configurações, ele inicia-se com uma tela de logon. Essa tela pode ter
duas configurações: uma mais amigável e outra mais segura.
Na mais amigável, chamada de tela de boas-vindas, são exibidos ícones
representativos dos usuários cadastrados no sistema. Na mais segura, é exibido
um pequeno formulário no qual devemos expressamente digitar o nome de
usuário. Nas duas versões, pode haver usuários com ou sem senha. O que torna
a versão do formulário mais segura é o fato de que deve-se previamente saber o
nome do usuário para se tentar entrar, enquanto que na versão mais amigável,
os usuários já são diretamente exibidos.

Há duas formas de se realizar operações de logon e logoff de usuários: com ou


sem troca rápida.
• Com a troca rápida de usuários, o Windows permite que um outro usuário
faça login no sistema sem que o usuário atual faça o logoff. Nesse caso, o
usuário anterior pode retornar posteriormente com todos os aplicativos da
forma como estavam antes, sem perda de dados.
• Sem a troca rápida, o usuário que realiza logoff tem todos os programas
fechados para que o outro usuário possa entrar no sistema.

V 3.1 www.pontodosconcursos.com.br 9
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA MPU
TÉCNICO ADMINISTRATIVO - NOÇÕES DE INFORMÁTICA
PROFESSORA: PATRÍCIA LIMA QUINTÃO

1.2 – Desligamento
O Windows permite quatro tarefas relacionadas ao desligamento do computador:
• Desativar – fecha os programas de forma segura e desliga o computador.
• Reiniciar – encerra o Windows e o reinicia. Ação muito utilizada após a
instalação de alguns softwares.
• Em espera – coloca o computador em estado de baixo consumo de energia.
Os programas não são fechados e permanecem carregados na memória RAM.
Portanto, se, por exemplo, houver uma queda de energia enquanto o
computador está no modo de espera, pode haver perda de dados. Esse modo,
que permite que se retorne rapidamente ao estado anterior, é muito utilizado por
notebooks para economia de energia.
• Hibernar – grava no disco rígido os dados que estão carregados na memória
RAM e desliga o computador. Quando for novamente ligado, o sistema recarrega
os dados para a memória RAM restabelecendo a situação exatamente como
estava antes da hibernação. Para hibernar o computador, precisamos pressionar
SHIFT na tela de desligamento. Com isso, o botão Em espera se converte em
Hibernar.

A grande diferença entre o modo de espera e a hibernação é que na hibernação


os dados são guardados no disco rígido enquanto que no modo de espera eles
continuam na memória RAM. O modo de espera é mais rápido, mas menos
seguro, já que pode haver perda de dados em caso de interrupção do
fornecimento de energia elétrica. Além disso, a hibernação interrompe o
consumo de energia; o modo de espera, não.

2 – Menu de Programas

Passando o mouse sobre essa opção do menu Iniciar, são exibidos os


programas instalados no sistema. Usuários diferentes podem ter listas de
programas diferentes.

V 3.1 www.pontodosconcursos.com.br 10
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA MPU
TÉCNICO ADMINISTRATIVO - NOÇÕES DE INFORMÁTICA
PROFESSORA: PATRÍCIA LIMA QUINTÃO

3 – Programas mais freqüentes

Nesta área ficam atalhos para os programas utilizados


com mais freqüência. A quantidade de programas
listados nessa área pode ser configurada na janela
Propriedades da Barra de tarefas e do menu Iniciar,
acessada com um clique do botão direito do mouse
sobre o botão Iniciar.

4 – Programas fixados no menu Iniciar

Nessa área ficam atalhos que foram fixados no menu Iniciar, ou seja, estão
sempre ali. Por padrão, o XP já traz atalhos para os programas padrão de
internet e de e-mail. Numa primeira instalação do sistema, os atalhos exibidos
são do Internet Explorer e do Outlook Express. Podemos incluir outros atalhos
nessa área. Para isso, basta clicar com o botão direito do mouse sobre um atalho
qualquer e selecionar a opção Fixar no menu Iniciar.

5 – Identificação do usuário

Aqui são exibidos o nome e o ícone do usuário “logado”.

V 3.1 www.pontodosconcursos.com.br 11
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA MPU
TÉCNICO ADMINISTRATIVO - NOÇÕES DE INFORMÁTICA
PROFESSORA: PATRÍCIA LIMA QUINTÃO

6 – Pastas principais e documentos recentes

Nessa área do menu Iniciar ficam os atalhos para as pastas principais do


Windows e a lista dos últimos documentos abertos. Essa lista pode ser
desativada, como uma medida de maior privacidade, nas opções avançadas do
menu Iniciar.
Sugiro que explorem um pouco esses atalhos, especialmente investigando as
opções listadas com um clique do botão direito do mouse. Notem que essas
opções são diferentes entre os diversos atalhos.

7 – Atalhos de configuração

8 – Ajuda, pesquisa e execução de comandos

Finalmente, essa área do menu Iniciar traz três atalhos clássicos do Windows:
Ajuda e suporte, Pesquisar e Executar. Vou aproveitar para dar uma dica: quem
nunca entrou na ajuda do Windows XP deveria fazê-lo. Ela foi bastante
melhorada em relação às versões anteriores do Windows e ficou muito mais
amigável. Há uma infinidade de informações úteis, bem organizadas e
categorizadas. Podemos navegar por categorias, pesquisar ou mesmo guardar os
tópicos mais importantes com o recurso de Adicionar a Favoritos.

V 3.1 www.pontodosconcursos.com.br 12
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA MPU
TÉCNICO ADMINISTRATIVO - NOÇÕES DE INFORMÁTICA
PROFESSORA: PATRÍCIA LIMA QUINTÃO

A ajuda também pode ser aberta com as teclas WINDOWS + F1. O atalho
Executar abre uma pequena janela na qual podemos digitar comandos para abrir
pastas, programas ou mesmo endereços da internet. Por exemplo, ao digitarmos
“Meus Documentos” e clicarmos em Ok, o Windows abre a pasta Meus
Documentos. Digitando www.pontodosconcursos.com.br, o Windows abre o
navegador diretamente no ambiente do Ponto dos Concursos. Essa janela
também pode ser aberta com as teclas WINDOWS + R (R de Run - executar).
O atalho Pesquisar abre a janela de pesquisa do XP. O Windows exibe essa janela
com uma série de pesquisas mais comuns, pré-configuradas.
Basicamente, podemos pesquisar:
• Arquivos diversos no computador ou em outros computadores ligados em rede;
• Computadores que estejam ligados em rede;
• Contatos cadastrados no catálogo de endereços do Windows;
• Ocorrências na internet.

Sobre a pesquisa de arquivos, vamos aproveitar para entender o conceito de


máscaras de pesquisas. Utilizamos alguns caracteres especiais que funcionam
como máscaras que substituem ocorrências nos resultados das pesquisas. Os
caracteres que utilizamos são o asterisco (*) e o ponto de interrogação (?).

O “*” substitui uma quantidade indeterminada de caracteres quaisquer,


enquanto que o “?” substitui apenas um caractere, qualquer que seja ele.

Funciona assim:
• Pesquisa por “*.jpg”
->retorna todos os arquivos que terminem com “.jpg”, como: casa.jpg,
casamento.jpg, cachorro.jpg e gato.jpg .

• Pesquisa por “ca*.jpg”


-> retorna todos os arquivos que comecem com “ca”, tenham qualquer
quantidade de caracteres no meio e terminem com “.jpg”, como: casa.jpg,
casamento.jpg e cachorro.jpg. Não retorna gato.jpg .

• Pesquisa por “ca??.jpg”


-> retorna todos os arquivos que comecem com “ca”, seguidos por dois
caracteres quaisquer e que terminem com “.jpg”, como: casa.jpg. Não retorna
casamento.jpg, cachorro.jpg, nem gato.jpg .

Podemos combinar as máscaras entre si:

• Pesquisa por “ca??.*”


-> retorna todos os arquivos que comecem com “ca”, seguidos por dois
caracteres quaisquer, seguidos por “.” e que terminem com quaisquer
caracteres, como: casa.jpg, casa.doc, casa.gif, capa.gif, capa.xls etc.

V 3.1 www.pontodosconcursos.com.br 13
CURSO ON-LINE – PACOTE DE EXERCÍCIOS PARA MPU
TÉCNICO ADMINISTRATIVO - NOÇÕES DE INFORMÁTICA
PROFESSORA: PATRÍCIA LIMA QUINTÃO

A janela de pesquisa do Windows XP pode ser aberta a partir do menu Iniciar,


pressionando as teclas WINDOWS + F (F de Find – procurar) ou pressionando a
tecla F3. Pode ainda ser aberta pressionando o botão Pesquisar do Windows
Explorer.

---------------------Continua na próxima aula ---------------------------------

V 3.1 www.pontodosconcursos.com.br 14