Anda di halaman 1dari 4

  

  



4.2.1. Para inscrever-se, o candidato deverá acessar o endereço eletrônico
www.fumarc.org.br e, por meio do link correspondente ao Concurso Público da
Prefeitura do Município de Catas Altas - MG, efetuar sua inscrição conforme os
procedimentos estabelecidos a seguir:

a) ler atentamente o Edital deste Concurso Público e o Requerimento Eletrônico de


Inscrição disponível no endereço eletrônico www.fumarc.org.br;

b) preencher o Requerimento Eletrônico de Inscrição e transmitir os dados pela Internet.


Caso o candidato não tenha acesso à internet o Município disponibilizará terminal de
computador especificamente para que o mesmo realize sua inscrição, dentro do horário
de funcionamento do local, 08h00min às 11h00min e 13h00min às 17h00min, em dias
úteis, de segunda a sexta-feira), na rua São Tomé, nÛ 46, Centro - Catas Altas - MG.

4.2.2. Período e Procedimentos para Inscrição: exclusivamente, via internet das


09h00min (nove) horas do dia 26 de abril de 2011 às 23h59min (vinte e três horas e 59
minutos) do dia 25 de maio de 2011.

4.2.3. Não será admitida, sob qualquer pretexto, inscrição feita por fax, via postal,
correio eletrônico ou outro meio que não os estabelecidos neste Edital.

4.2.4. O valor da Taxa de Inscrição a ser pago para participação neste Concurso Público
será o estabelecido abaixo:

ESCOLARIDADE VALOR DA TAXA


Nível Superior R$ 30,00
Nível Médio/Técnico R$ 30,00
Nível Fundamental Completo R$ 20,00
Nível Elementar (1ª a 4ª Série)

PSICÓLOGO 0 CR1.906,79 20 HORAS

PSICÓLOGO

Atribuições do cargo: Orientar, coordenar e controlar a aplicação, o estudo e a


interpretação de testes psicológicos e a realização de entrevistas complementares;
orientar ou realizar entrevistas psico-sociais com candidatos à orientação profissional,
educacional, vital e vocacional, realizando síntese e diagnóstico; orientar a coleta de
dados estatísticos sobre os resultados dos testes a realizar sua interpretação para fins
científicos; realizar síntese e diagnósticos em trabalhos de orientação educacional,
vocacional, profissional e vital; planejar e executar ou supervisionar trabalhos de
psicoterapia em casos de pessoas com problemas de ajustamento; realizar síntese de
exames de processos de seleção; diagnosticar e orientar crianças e adolescentes com
problemas no ambiente escolar; participar de reuniões e realizar trabalhos de estudo e
experimentos; selecionar baterias de testes e elaborar as normas de sua aplicação;
elaborar, aplicar, estudar e corrigir testes destinados à seleção de candidatos à ingresso
em estabelecimento de ensino, e ao provimento em cargos municipais; realizar trabalhos
administrativos correlatos; elaborar relatórios sobre assuntos pertinentes a sua área;
desempenhar tarefas afins.

Requisitos: Curso Superior em Psicologia + Registro no CRP.

03 - LÍNGUA PORTUGUESA - NÍVEL SUPERIOR

Leitura, compreensão e interpretação de textos. Conhecimentos lingüísticos gerais e


específicos relativos à leitura e produção de textos. Conhecimento gramatical de acordo
com o padrão culto da língua. Estrutura fonética: letra, fonema, encontros vocálicos e
consonantais, dígrafo, divisão silábica, ortografia, ortoépia, acentuação tônica e gráfica.
Classes de palavras: classificação, flexões nominais e verbais, emprego. Teoria geral da
frase e sua análise: orações, períodos e funções sintáticas. Sintaxe de concordância:
concordância nominal e verbal (casos gerais e particulares). Sintaxe de regência: verbos
quanto à predicação, regência nominal e verbal. Crase. Colocação de pronomes:
próclise, mesóclise e ênclise. Pontuação: emprego dos sinais de pontuação. Ortografia
oficial - novo acordo ortográfico.

Bibliografia sugerida:

ANDRÉ, Hildebrando. Gramática ilustrada. São Paulo: Moderna, 1990.

BECHARA, Evanildo. Moderna Gramática Portuguesa. São Paulo: Ed. Nacional.

CEGALLA, Domingos Paschoal. Novíssima gramática da língua portuguesa. São


Paulo: Ed. Nacional, 1998.

CIPRO NETO, Pasquale & INFANTE, Ulisses. Gramática da língua portuguesa. São
Paulo: Scipione, 1998.

CUNHA, Celso & CINTRA, L. F. Lindley. Nova gramática do português


contemporâneo. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1985.

ROCHA LIMA, Carlos Henrique. Gramática normativa da língua portuguesa. Rio de


Janeiro: José Olympio, 1985.

07 - LEGISLAÇÃO - NÍVEL SUPERIOR

· Constituição Federal de 1988 - art. 39 a 41 - Dos Servidores Públicos.

· Lei Orgânica do Município.


COD- CARGO 46 - PSICÓLOGO

Organizações, Trabalho e Saúde Ocupacional: Psicologia Social e Trabalho.


Administração de Recursos Humanos; Gestão de pessoas; Clima organizacional;
Cultura organizacional; Administração de conflitos; Saúde Ocupacional; Psicopatologia
do Trabalho. Psicologia Social, História e Epistemologia: História da Psicologia Social
Moderna, Psicologia Social Latino Americana, Psicologia Social Comunitária,
Psicologia Social Crítica, Teorias da Identidade. Psicologia e Saúde Pública: Saúde
coletiva; Reforma Psiquiátrica; Políticas de Saúde Mental; Assistência à Saúde; Sistema
Único de Saúde (SUS), Clínica Ampliada. Intervenções Psicossociais e Políticas
Públicas: Mudança Social; Cidadania; Participação política; Movimentos Sociais;
Políticas Públicas; Teorias e metodologias de intervenção com grupos; Intervenção
Comunitária; Mobilização Social; Redes Sociais; Análise Institucional; Implementação,
Avaliação e Monitoramento de projetos, Sistema Único de Assistência Social (SUAS)
Direitos Humanos: Pobreza e Desigualdade Social; Desigualdade étnico/racial e
Racismo; Gênero e Feminismo; Violência doméstica e contra a mulher; Diversidade
Sexual e homofobia; Estatuto da Criança e do adolescente; Estatuto do Idoso; Juventude
e contemporaneidade; Ética Profissional.

Bibliografia sugerida:

_______ . Lei 10836, de 09 de janeiro de 2004. Programa Bolsa Família.

_______ . Lei n. 10. 741, de 01 de outubro de 2003. Estatuto do Idoso.

_______ . Lei n. 8.069, de 13 de julho de 1990. Estatuto da Criança e Adolescente.

_______ . Lei n. 8742 de 07 de dezembro de 1993, Lei Orgânica de Assistência Social.

_______ . Lei nº 11340 de 07 de agosto de 2006 - Lei Maria da Penha.

AFONSO, Maria Lúcia Miranda (Org.). Oficinas em dinâmica de grupo: um método de


intervenção psicossocial. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2006.

BAREMBLITT, Gregório. Compêndio de análise institucional e outras correntes: teoria


e prática. RJ: Rosa dos Tempos, 1992. 204p.

BRASIL. Lei Orgânica da Saúde. Lei n.º 8.080/90 de 19 de setembro de 1990.

CARNEIRO, Carla Bronzo Ladeira; COSTA, Bruno Lazzarrotti Diniz (orgs). Gestão
social: o que há de novo? Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro, 2004. (Volume 1).
Disponível : http://www.eg.fjp.mg.gov.br/index.php/component/docman/catview/112-
publicacoes/113-livros

CARVALHO, M. do Carmo B. A priorização da família na agenda da política social.


In: KALOUSTIAN, Silvio M. (org). A família brasileira: a base de tudo. São Paulo:
UNICAF, 1994.
CARVALHO, Marília Pinto de; PINTO, Regina Pahim (orgs.). Mulheres e
desigualdade de Gênero. São Paulo: Contexto, 2008. (Série Justiça e
Desenvolvimento/IFP-FCC).

CHIAVENATO, Idalberto. Gestão de pessoas. 3. ed. São Paulo: Campus, 2008.

CIAMPA, A.C. (1984). Identidade. In: W. Codo & S. T. M Lane (Orgs.). Psicologia
social: o homem em movimento (pp. 58-75), São Paulo: Brasiliense, 1994.

COSTA, Antonio Carlos Gomes da. É possível mudar: a criança, o adolescente e a


família na política social do município. São Paulo; Malheiros Editores, 1993.

CUNHA, Gustavo Tenório. A construção da clínica ampliada na atenção básica. 2. ed.


São Paulo: Hucitec, 2007.

FARR, Robert M. As raízes da psicologia social moderna (1872-1954). 6. ed.


Petrópolis: Vozes, 2004.

FERREIRA NETO, J. L. A formação do psicólogo: Clínica, social e mercado. São


Paulo: Escuta, 2004.

HALL, Calvin S.; LINDZEY, Gardner; CAMPBELL, John B. Teorias da


Personalidade. 4. ed. Porto Alegre: Artmed, 2000.

JACQUES, Maria da Graças Corrêa; CODO, Wanderley. Saúde mental & trabalho:
leituras. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2003.

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome. Centro de Referência


Especializado de Assistência Social (CREAS) - Guia de orientação n.1. Disponível em:
< www.mds.gov.br >

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome. Orientações técnicas para o


Centro de Referencia de Assistência Social. Disponível em: < www.mds.gov.br >
Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome. Política Nacional de
Assistência Social- PNAS/2004, Brasília, 2004.

Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome. Sistema Único de


Assistência Social. Norma Operacional Básica - NOB/SUAS. Brasília, julho, 2005.
PEREIRA, William César Castilho. Nas trilhas do trabalho comunitário e social: teoria,
método e prática. Petrópolis: Vozes, 2001.

TORO, José Bernardo; WERNECK Nísia Maria Duarte Furquim. Mobilização Social:
Um modo de construir a Democracia e a Participação. Brasil: UNICEF,1996.