Anda di halaman 1dari 2

1 Modulação AM

1.1 Aplicação
A modulação AM é empregada em multiplexadores FDM durante as translações de
frequência necessárias. É a translação que realiza a multiplexação em frequência. Com translações
sucessivas, podemos fazer com que até 10.800 canais telefônicos se multiplexem e trafeguem por
um único meio.

1.2 Operação
O modulador tem por função receber em sua entrada um certo espectro de frequências, e
por batimento com uma portadora de RF, fazer com que as mesmas informações apareçam
deslocadas ou transladadas em sua saída. A compreensão do sentido exato da palavra transladadas é
importante, pois ela indica que na saída do modulador nós temos um sinal que contém as mesmas
informações do sinal da entrada, porém ocupando outra faixa no espectro.

Figura 1: Translação de frequência

1.3 Translação de frequência


No caso abordado no desenho, tal espectro na saída contém a mesma informação
original, porém duplicada em duas bandas laterais, que são:
a) A banda lateral inferior (BLI), que ocupa o espectro de 20 a 24 kHz (24 –0=24 e 24 — 4=20). Isto
quer dizer que uma frequência de 1,5 kHz que estiver contida no espectro original, aparece na saída
como (24 – l,5 = 22, 5 kHz).
b) A banda lateral superior, que ocupa o espectro 24 a 28 kHz. Nesse exemplo a mesma frequência
de 1,5 kHz aparece também como resultado do batimento (24 + 1,5 = 25,5 kHz).
Podemos concluir então, que uma frequência na entrada alcança a saída duas vezes ao
mesmo tempo correspondendo a uma redundância de informação. Eliminando-se uma das bandas
laterais, a informação será preservada em seu conteúdo e poderemos usar o espectro liberado para
transmitir mais informações. Poderemos, por exemplo, eliminar a BLS ficando com a BLI para a
transmissão da informação. Isso é realizado com o uso de filtros passa-faixa.
Nas figuras 2 e 3 podemos observar respectivamente, a curva no tempo resultante da modulação
AM-DSB e AM-DSB/SC (sem portadora) de um sinal (cosseno) de 5 Hz, por uma portadora de 50
Hz, com um índice de modulação de 50% .

1 100

portadora
portadora

0 50

-1 0
0 0.1 0.2 0.3 0.4 0.5 0.6 0.7 0.8 0.9 1 0 10 20 30 40 50 60 70 80 90 100
1 100

modulante
modulante

0 50

-1 0
0 0.1 0.2 0.3 0.4 0.5 0.6 0.7 0.8 0.9 1 0 10 20 30 40 50 60 70 80 90 100
2 100

sinal am-dsb
sinal am-dsb

0 50

-2 0
0 0.1 0.2 0.3 0.4 0.5 0.6 0.7 0.8 0.9 1 0 10 20 30 40 50 60 70 80 90 100
tempo (s) freqüência (Hz)

Figura 2: Modulação AM-DSB (Amplitude Modulation Double Sideband) - modulação de 50%.

Nessas figuras podemos ainda observar como se processa a translação no domínio da


frequência. O espectro de potência apresentado para cada um dos sinais nos fornece a informação
da potência relativa apresentada pela portadora e pelo sinal modulante, que no nosso caso
corresponde a informação que deve ser transmitida.
Na figura 3, podemos observar claramente a vantagem apresentada pela remoção da portadora, ou
seja, diminuição da potência consumida.

100 1
portadora

portadora

50 0

0 -1
0 10 20 30 40 50 60 70 80 90 100 0 0.1 0.2 0.3 0.4 0.5 0.6 0.7 0.8 0.9 1
100 1
modulante

modulante

50 0

0 -1
0 10 20 30 40 50 60 70 80 90 100 0 0.1 0.2 0.3 0.4 0.5 0.6 0.7 0.8 0.9 1
100 0.5
sinal am-dsb/sc
sinal am-dsb

50 0

0 -0.5
0 10 20 30 40 50 60 70 80 90 100 0 0.1 0.2 0.3 0.4 0.5 0.6 0.7 0.8 0.9 1
freqüência (Hz) tempo (s)

Figura 3: Modulação AM-DSB/SC


(Amplitude Modulation Double Sideband with Supressed Carrier) - modulação de 20%.